SRI AUROBINDO - 22 de agosto de 2012 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação






~ A AÇÃO DO FOGO CELESTE ~


Eu sou SRI AUROBINDO.
Irmãos e Irmãs, estabeleçamo-nos na Comunhão e na Paz.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Eu vou prosseguir, hoje, com o que eu lhes disse durante as minhas três últimas intervenções (ndr: intervenções de 16 de agosto, 15 de julho e 21 de maio de 2012) (1).
Eu vou tentar entretê-los com os mecanismos que se desenrolam.
Não nos processos do Despertar porque isso foi feito por inúmeras pessoas.
Eu não venho tampouco falar-lhes sobre os mecanismos que se deixarão ver, nos tempos em curso.
Mas eu vou tentar, de preferência, dar-lhes as referências e os marcos.
Momentos particulares que lhes são possíveis viver e que traduzem, de algum modo, as primícias, bem reais, e a vivência da sua Ascensão.

***


Eu vou me colocar do ponto de vista dos mecanismos que se desenrolam diretamente na consciência e que resultam da Ação da Luz e do Fogo Celeste, em vocês.
Se vocês foram Chamados (por MARIA, pela Luz ou por uma das Estrelas), vocês irão constatar, a velocidades que são diferentes para cada um, que vai ocorrer alguma coisa em vocês.
Essa alguma coisa que vai se produzir, em vocês, tem uma única finalidade.
 É, se vocês o aceitarem, para viver a Liberdade Total.
Quando o Fogo da Luz alcançar vocês e quando houver, é claro, aceitação, a consciência vai viver mecanismos inéditos.
Esses mecanismos vêm completar tudo o que lhes foi exposto, desde um ano, nas possibilidades de Comunhão, de Fusão, de Dissolução, de Deslocalização da Consciência.
Mas em todos esses processos de Comunhão, de Fusão, de Dissolução ou de Deslocalização da Consciência, persiste o sentido de uma identidade e de uma identificação, mesmo se esta identidade for diferente da identificação ao que vocês são, sobre este mundo.
Existe, entretanto, uma superimpressão, uma sobreposição, desses mecanismos vivenciados e da persistência de uma identidade.

***


Além dessas diferentes experiências e desses diferentes estados que vocês talvez têm vivenciado, o Fogo do Céu, em suas aproximações individuais, será notável por certo número de elementos.
Esses elementos notáveis estão além dos diferentes Samadhi.
Eles se refletem, como vocês sabem disso, pela Paz Suprema e pela possibilidade de ser Absoluto com forma.
Mas este Absoluto com forma passa por instantes e por momentos em que há para viver estados que eu qualificaria de intermediários.

***


O primeiro desses estados intermediários, vocês são extremamente numerosos tendo vivenciado isso, já que se trata, muito simplesmente, do que vocês podem nomear o adormecer ou o desaparecimento, que isso seja nos Alinhamentos, nas suas meditações, ou nos escutando ou nos lendo.
Este desaparecimento, ou, de preferência, esta ocultação da consciência ordinária, é um primeiro passo para a Liberação.
Vêm, em seguida, experiências onde, através, justamente, das Comunhões, das Fusões, das Dissoluções ou das Deslocalizações, tornar-se possível viver e, sobretudo, apreender, que a vida não está limitada ao que vocês percebem e, ainda menos, a este corpo, ou a esta forma.
Existe, portanto, o aparecimento de múltiplos mecanismos Vibratórios que foram descritos para vocês, agora, desde vários anos.
Mas estes aqui assumem, durante este período, uma agudeza particular.

***


E depois, para alguns de vocês, além da agudeza particular dessas experiências que lhes são conhecidas, e além do adormecer, começam a ocorrer mecanismos onde há, de algum modo, a perda total de toda referência habitual, que essas referências correspondam à identidade de uma pessoa ou mesmo à identificação da Vibração da Luz.
A um dado momento, o mecanismo de adormecimento (que é também, como lhes disse BIDI, o Absoluto) vai, e eu não tenho outra palavra, como se conscientizar ou conscientizar de novo.
Nesses instantes, nessas fases (mas não vejam ali uma sequência formal e lógica), vai se desenrolar um estado que não é nem o sono, nem o sonho, nem o Acordar, nem mesmo Turiya.
A vigilância torna-se profundamente diferente de todas as experiências que vocês puderam viver.

***


O que sobrevém, naquele momento, não pode se acompanhar de qualquer medo, de qualquer interrogação.
Assim como, se esta experiência se desenrolar, as próprias percepções do Supramental, desde as Vibrações do corpo, passando pelos Sons do Nada, passando pela percepção das Coroas Radiantes, vão desaparecer.
Do mesmo modo que há o desaparecimento de toda imagem possível, de toda coloração possível, de toda forma possível.
Os mecanismos dos Elementos se colocam então em operação, no nível deste corpo, podendo, efetivamente, antes do desaparecimento das percepções do corpo, dar alguns sinais que lhes foram descritos por SNOW (ndr: intervenção de 19 de agosto de 2012) (2).
A ação da Luz e dos Quatro Viventes, em vocês, vai fazer desaparecer, portanto, o corpo.
Vai fazer desaparecer os pensamentos.
Vai fazer desaparecer qualquer emoção, assim como qualquer interrogação.
A consciência não está, no entanto, no Estado de Ser, ela não está tampouco deslocalizada.
Nós poderíamos denominar isso (se for preciso nomeá-lo), Absoluta Presença ou Infinita Presença.

***


Há, naquele momento, claramente, um Reconhecimento.
Este Reconhecimento é, em meio à sua própria desidentificação, a identificação à Luz que é esse Fogo.
Mas, mesmo esse Fogo não lhes parecendo mais tocar o corpo, mas dando como uma surpresa de Beatitude onde se aniquila todo sentido de qualquer vontade, de qualquer vida, e de qualquer mundo.
Não há mais percepção alguma.
Eventualmente, há simplesmente o sentido e a percepção de ser a Luz.
Não há então visão da Luz.
Não há forma.
Não há mais qualquer história.
Não há mais qualquer pensamento.
Vocês não existem mais enquanto pessoa.

***


É durante essas fases que ocorre um mecanismo nomeado ‘estase’ onde vocês vivem o fato de estar vivo, eu diria, como nunca.
A ausência de sinais do corpo, a ausência de sinais Vibratórios (mental ou emocional), instala-os em um tipo de instante presente, que eu qualificaria de Hiper Presença.
Quando essas fases ocorrerem, vocês irão se lembrar de que vocês não dormem mais, de que vocês não são mais percorridos pelo que quer que seja e de que é justamente naquele momento que vocês estão totalmente Vivos.
É, contudo, nessas fases, quando elas se concretizam totalmente (pondo fim ao momento em que vocês desaparecem no adormecimento ou no Absoluto), que pode ressurgir, de muito longe, alguma coisa da sua identidade que permaneceu em uma forma, que é o medo.
Mas este medo é simplesmente uma interrogação sobre o sentido do que vive a consciência, mesmo se houver Reconhecimento.

***


E aí, vai parecer se desenrolar, em vocês, uma outra fase que é feita, de algum modo, de oscilações entre a consciência no sentido de uma identidade e a Consciência no sentido da Última Presença.
É nesse momento que, se vocês se lembrarem de que é preciso se manter tranquilo, que a interrogação de uma identidade não poderá alterar esta forma de basculamento que irá ocorrer, onde, efetivamente, vocês não poderão mais nada definir, nem em cima nem embaixo, nem identidade nem não identidade, permitindo instalar-se na Última Presença, a Morada da Paz Suprema.

***


É aí que se realiza (e que irá se realizar, nós o esperamos, para cada vez mais muitos Irmãos e Irmãs) o Absoluto.
O Apelo da Luz, o Apelo de MARIA, o Apelo do seu primeiro nome, além mesmo da percepção de toda Vibração dos elementos, em vocês, vai levá-los ao limiar, que não é um, deste instante de Hiper Presença, acompanhando-se, efetivamente, de uma Beatitude a nada comparável, deixando muito longe toda noção de Alegria, toda noção de prazer ou de satisfação tal como a consciência pode vivê-la.
A perda de identidade e a perda de identificação os colocam então no Absoluto.

***


Esta experiência do Absoluto, que não é uma, vive-se fora de toda forma.
As funções fisiológicas, aliás, estão quase paradas.
Não tendo mais o sentido da identidade corporal, a parada da respiração, ou mesmo dos batimentos cardíacos, não se expressam por qualquer problema, por qualquer pensamento.
O Absoluto, do qual nada pode ser dito, é descoberto, neste instante.
E é neste instante que mais nada pode ser como antes e que tudo fica radicalmente diferente.
Mesmo voltando em meio à forma e mesmo voltando em meio à personalidade, ser-lhes-á extremamente fácil de ver que o desenrolar da sua vida ordinária jamais será igual.
Não existe mais a possibilidade de manifestar de novo ou de recair em qualquer personalidade, em qualquer luta, já que o Absoluto com forma realiza uma dissociação dos elementos que estavam presentes em meio à personalidade e que estavam inscritos no seu histórico e na sua história.
O contentamento é total.
Não pode mais existir qualquer falta, qualquer questão, qualquer interrogação nem, tampouco, qualquer dúvida.
Daí resulta a Liberdade mais total.
Vocês não ficam mais submissos a qualquer circunstância deste mundo, enquanto estando plenamente presentes.

***


Eis a ação do Fogo Celeste, a título individual, que, em geral, é manifestada depois do Apelo de MARIA e, por vezes, até antes.
Vocês percebem, naquele momento, concretamente, que o que vocês sempre buscaram já estava, efetivamente, aí, e que apenas a localização da consciência não estava correta.
Vivendo esse Fogo Celeste, o Amor se torna realmente a Natureza do que vocês São.
Não existe mais qualquer dificuldade de projetar um ideal de Amor, nem mesmo uma consciência de amor, nem mesmo uma Vibração, porque isso é, naquele momento, a realização da Sua Natureza, além de todo Véu.
Esse Despertar não é simplesmente, vocês sabem disso, um despertar, mas realmente a Liberação que faz de vocês um Liberado Vivente.
Naturalmente, as modificações que acontecem, tanto no corpo, na consciência, como na Vida, não dependem mais de vocês, nem das suas ações e ainda menos das suas reações.
Isso foi denominado a Graça e é uma Graça.
Vocês estão plenamente implicados na Graça, na Vida e no Amor.
E essa é a mais bela das implicações porque ela não depende da ação da personalidade, ou mesmo da alma.

***


Estes momentos, estas fases, este Absoluto, são levados a se tornar cada vez mais frequentes entre as Irmãs e os Irmãos encarnados.
Nós já especificamos isso, o Absoluto põe fim, de maneira pessoal, ao Choque da Humanidade.
Não haverá, portanto, Choque da Humanidade para aqueles dos nossos Irmãos e Irmãs encarnados que viverem isso antes do Apelo coletivo de MARIA.
A Alegria, que é Interior, é claro, não depende de qualquer circunstância e eu diria, até mesmo, que nenhuma circunstância, qualquer que seja, pode alterar esta Alegria.
E isso é a sua característica essencial.
O Fogo Celeste é a Liberdade, é a Liberação de todo confinamento e de toda ilusão.

***


Lembrem-se também de que, entre vocês (e como isso foi dito por outros Anciãos), vocês têm a possibilidade, sem qualquer julgamento, de perceber claramente, sem mesmo requerê-lo, o que está atrás de toda aparência.
Deixando-se ver o que eu poderia denominar a alma dos Seres, a alma dos Irmãos e das Irmãs encarnados.
Isso está muito além da Visão Etérea ou da Visão do Coração: é um conhecimento imediato, sem passar por qualquer percepção, nem mesmo por qualquer interrogação.
A Sabedoria, naquele momento, será o seu atributo, porque, ainda que vocês percebam um Irmão ou uma Irmã, vocês sabem, de maneira indiscutível, que apenas faz parte do mesmo sonho que vocês vivem e que vocês compartilham.

***


O Fogo Celeste vai então radicalmente transformar, já a título individual, o que vocês nomeiam a vida, quando vocês estiverem deste lado do Véu.
Que existe ainda, obviamente.
Os Pilares e os meios de ali chegar foram dados a vocês desde vários meses.
Eu não irei retornar sobre isso.
Mas vocês não podem enganar vocês mesmos, a partir do momento em que não puder existir mais, em vocês, a menor questão sobre o que quer que seja.
E isso é natural, isso não é uma vontade.
Vocês serão até por vezes surpreendidos com não ter interrogação, nem com se colocar questão sobre o sentido do que é para viver e do que vocês vivem.
Cada vez mais, vocês irão manifestar, de maneira espontânea, sem buscá-lo, sem procurar meditar ou se Alinhar, este estado de Graça.
E ele irá preenchê-los, a cada vez, um pouco mais.
Vocês serão preenchidos, total e inteiramente.
O que podia afetá-los, que isso seja neste corpo que vocês habitam, ou nas suas relações, quaisquer que sejam, irá desaparecer muito simplesmente.

***


Vocês irão então, efetivamente e concretamente e inteiramente, se tornar a Transparência mais total.
E vocês irão saber também que, qualquer que seja o olhar que for levado sobre vocês, por um Irmão ou uma Irmã que não esteja no mesmo estado, na mesma Consciência, vocês apenas poderão Amá-lo.
O que quer que vocês digam, o que quer que vocês façam, vocês terão definitivamente superado a interação da personalidade, em qualquer setor que seja da vida de vocês.
Se, todavia, uma emoção vier a ocorrer, se, todavia, uma interrogação, uma preocupação vier a ocorrer, vocês irão constatar por vocês mesmos que se instalando de novo, com uma facilidade cada vez mais desconcertante, na Luz que vocês São, tudo isso desaparece, não como uma fuga, mas, sim, como uma resolução.
 Porque, na Transparência, nenhuma Sombra, de qualquer natureza que seja (uma das suas Sombras antigas ou as Sombras projetadas pelas almas que ainda não vivenciaram isso), pode, de maneira alguma, restabelecer o antigo.
Mesmo se vocês o desejarem, vocês não iriam consegui-lo, demonstrando, assim, que o que acontece não depende mais de qualquer ação / reação, de qualquer retribuição ou de qualquer punição.

***


Isso significa que, mesmo se vocês se forçarem para agir segundo uma personalidade que vocês conheceram, que era a sua antes de viver isso, vocês não poderão tão simplesmente fazê-lo.
Isso será impensável e impossível de aplicar, dando-lhes então, uma prova a mais, de que não há necessidade de ser levado a outros lugares, de que o que acontece é uma ruptura total da linearidade da personalidade.
Naquele momento, vocês sequer terão mais necessidade de viver qualquer deslocalização da consciência, qualquer viagem fora do corpo, que isso seja no Estado de Ser ou mesmo no Astral, porque absolutamente tudo será dado na Hiper Presença e na Última Presença: todas as fontes de Alegria, de Plenitude Suprema, ali estão.

***


Tudo isso se desenrola agora e, ainda uma vez, cada um a seu ritmo.
Vocês irão se apreender também de que não há que procurar este estado, porque ele está aí, à vontade.
Vocês terão, enfim, colocado fim à ilusão de uma busca qualquer.
A Paz não será mais um objetivo porque vocês serão a Paz.
Assim é o Apelo do Fogo do Céu, assim é o Apelo da Luz, em sua forma mais completa.
Naturalmente, vocês sabem que, vivendo isso, o seu papel é fundamental, não enquanto vontade pessoal ou a expressão de um alguma ação, mas que o seu estado e a sua Transparência agem sobre o mundo, um pouco da maneira que a Estrela SNOW lhes falou desde muito pouco tempo (ndr: intervenção de 19 de agosto de 2012) (2).
O que vocês terão no Coração, naquele momento, é justamente que desaparecer de toda personalidade, de toda reação.
E isso não irá lhes causar qualquer problema, mesmo se isso causar, evidentemente, às almas dos Irmãos e Irmãs que ainda não estão nisso.
E lembrem-se, sobretudo, como dizia UM AMIGO, de que nada há a fazer, principalmente nada fazer (ndr: intervenção de 18 de agosto de 2012) (3).

***


Obviamente, vocês podem sentir, cada vez mais frequentemente, Presenças, sem mesmo solicitá-las, como eu expliquei, do seu lado esquerdo.
Essas Presenças irão se tornar habituais e cotidianas.
Para vocês, a separação Dimensional terá encerrado e vocês irão se surpreender, dentro de pouco tempo, se isso já não ocorreu, com poder se comunicar como vocês se comunicam com um Irmão e uma Irmã em encarnação.
Isso não acontece pelas palavras, mas é um contato direto, que não é mais simplesmente a telepatia, mas, sim, uma Comunhão direta que se expressa, aqui mesmo, no espaço, no tempo e no corpo em que vocês estão, já que vocês não dependem mais deste tempo, deste espaço e deste corpo.

***


O que, para alguns de vocês, pode parecer distante ou impossível, vocês irão se aperceber de que vocês vivem isso sem qualquer dificuldade.
Nada há a procurar porque isso é natural, aí também.
Assim é a ação do Fogo Celeste que vem queimar os últimos Véus da ignorância, coletivamente como individualmente.
A vida irá se tornar a Graça para vocês e irá preenchê-los de Graças, não conforme as necessidades da personalidade, mas conforme a Verdade do Espírito.
Samadhi não terá mais sequer que ser vivenciado na interioridade ou na interiorização.
Ele será cada vez mais permanente, seja o que for que vocês fizerem.

***


Mesmo se houver momentos de reajustamento, com a ocultação da Consciência, ou a incapacidade para realizar, durante o Apelo da Luz, uma atividade particular, tudo isso será rapidamente superado, permitindo-lhes encontrar a mesma Beatitude ao olhar a Natureza, ao olhar o Sol e ao olhar ainda um Irmão ou uma Irmã que iria se opor a vocês, mesmo violentamente.
Vocês não são mais concernidos por isso.
Vocês não estão indiferentes.
Vocês não estão na indiferença total ou na ignorância.
Mas o estado desta Infinita Presença e desta Beatitude é a resposta, e a única resposta possível.
E esta resposta não será, em caso algum, uma reação situando-se em outro nível que a Beatitude.
Isso irá se tornar, portanto, cada vez mais familiar, cada vez mais rotineiro.

***


Vocês irão constatar também que não poderá existir a menor flutuação de humor, a menor flutuação de energia vital, da sua vitalidade.
Vocês estarão instalados, em todos os níveis, na permanência da Beatitude.
Aí está a Liberação e é ao que o Apelo de MARIA, ou o Apelo da Luz, vai levá-los, inexoravelmente.

***


Deste desprendimento e, sobretudo, desta Beatitude, irá resultar a facilidade da Ascensão, a facilidade do Serviço, além de qualquer vontade.
A Irradiação desta Hiper Presença ou desta Infinita Presença irá permitir-lhes sentir isso, não mais somente como uma aura, mas como um vasto campo de energia podendo, concreta e efetivamente, recobrir toda a Terra, sem qualquer vontade.
A expansão desta Consciência, além da aura, além de todo corpo sutil, irá surpreendê-los, mas vocês ali irão se habituar bem depressa.
Assim é a ação do Fogo Celeste, assim é a ação da Infinita Presença e do Absoluto.
Vocês não podem, nem se enganar, nem colocar em dúvida, nem mesmo duvidar do que é vivido, por vocês.
Tudo isso não é nem um sonho, nem uma projeção, mas, sim, a ação do Fogo Celeste devolvendo-os a vocês mesmos.

***


Eu reitero, este estado é natural, mesmo se houver fases, mesmo se houver etapas.
No momento em que isso for inteiramente vivenciado, isso se torna a sua verdadeira Natureza, bem longe de toda identidade anterior e bem longe de toda preocupação anterior.
A Graça poderá, real e concretamente, fornecer isso a vocês e fazê-los viver o que for necessário.
Vocês não poderão mais, e cada vez menos, estar de qualquer maneira desestabilizados, pelo que quer que seja.
Aí está a Liberdade.
Estando instalados nesta Última Presença, vocês terão definitivamente saído do tempo, enquanto realizando o que a vida lhes pede para realizar, com cada vez mais facilidade e com cada vez mais evidência.

***


Eis ao que, meus Irmãos e minhas Irmãs, vocês estão convidados.
E isso não é certamente uma dificuldade, certamente não alguma coisa distante, uma vez que isso já está aí.
Como diria BIDI: mudem o olhar, simplesmente.
Não como uma visão intelectual, mas, realmente, transladando a sua Consciência.
Não por um esforço, mas, sim, por um Abandono.
Assim é o Fogo Celeste.
Vocês não estarão mais, então, de modo algum, sujeitos ao Choque da Humanidade.
Aí está o sentido do Apelo de MARIA e do Apelo da Luz, a título individual.
Nós não duvidamos, porque nós o vemos, a cada dia, que vocês são cada vez mais numerosos em se Despertar totalmente.
Assim é a ação do Fogo Celeste, fazendo-os descobrir a Luz Azul do Éter, a Liberdade da Luz e do Amor.

***


Bem Amados Irmãos e Irmãs, eu rendo Graças pela sua escuta e pela sua Presença.
E eu lhes digo até muito em breve.
Até logo.



************


1 – SRI AUROBINDO (16.08.2012, 15.07.2012 e 21.05.2012)
*

2 – SNOW (19.08.2012)
*

3 – UM AMIGO (18.08.2012)

****


Mensagem do Bem Amado SRI AUROBINDO no site francês:
22 de agosto de 2012
(Publicado em 23 de agosto de 2012)

***


Tradução para o português: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário