IRMÃO K - 29 de outubro de 2012 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Intervenção de Jiddu Krishnamurti -

“A Liberdade é muito mais do que um sentimento Interior. Ela é um Estado de Ser onde nenhuma subordinação pode se concretizar, onde nenhuma tomada de poder pode se manifestar (em um sentido como no outro). A Liberdade, é claro, é fonte de Graça e de satisfação. Não da satisfação de um trabalho que teria sido concluído, mas, muito mais, da satisfação daquele que finalmente se encontrou e se reencontrou.”

 ÁUDIO mp3 ORIGINAL:


~ A LIBERDADE ~

Eu sou IRMÃO K.
Irmãos e Irmãs, em encarnação na humanidade, acolhamos mutuamente, na Fusão dos Corações, antes que eu expresse o que eu vim expor a vocês.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

A apresentação que eu vou fazer a vocês inscreve-se na sequência lógica do que eu pude exprimir com relação à Liberdade e à Autonomia (ndr: ver em particular as intervenções do IRMÃO K de 18 de fevereiro e de 17 de março de 2012) (1).
Eu vou então propor um olhar, um pouco diferente, sobre o que representa a Liberdade.
Cada um de nós, na encarnação, vai conceber e imaginar, a liberdade, em função da sua própria interpretação disso.
A liberdade, na vida ordinária, é não mais estar constrangido por um elemento dito exterior a si, qualquer que seja este elemento (mesmo representado por uma situação, por um Irmão ou uma Irmã, ou ainda por uma obrigação).
Aquele que não se coloca a questão da Liberdade (nos seus conceitos) está, evidentemente, submisso aos seus condicionamentos, aos seus auto-condicionamentos e aos confinamentos criados pela consciência dissociada.
Colocar-se a questão da Liberdade é, portanto, já considerar que pode existir uma possibilidade de outra coisa que o que é conhecido.
O conhecido (por definição) leva-os às noções de liberdade que são relativas.
Que isso esteja diretamente ligado às suas atividades e ao fato de poder privilegiar alguns, em detrimento de outros, a liberdade, como é concebida, em um primeiro momento, refere-se exclusivamente às circunstâncias da vida encarnada: sair do seu trabalho, sair da escola, liberar-se de um compromisso.
A liberdade sempre é concebida em relação a uma situação anterior e a uma situação posterior, onde o elemento que parecia privar da liberdade não está mais presente.
Esta liberdade refere-se, é claro, exclusivamente, ao que está relacionado com a personalidade.

***

ANAEL - 27 de julho de 2009 - Parte 1 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação





- Intervenção do Arcanjo da Relação e do Amor -

**SAINDO DA ILUSÃO 55**

 “Muitas vezes foi dito que a Luz é Inteligência Suprema, sim, isso é verdadeiro porque a Luz que não é refletida, a Luz autêntica, a Luz que não é falsificada põe em ordem, desconstrói o que deve sê-lo e organiza de novo, de maneira ordenada, e de maneira conectada, a filiação à sua Essência e à sua Fonte”.

 ÁUDIO mp3 ORIGINAL:
 Eu sou ANAEL, Arcanjo, o Emissor da Radiação do planeta Vênus.
Bem-amados Filhos da Luz, Filhos da Unidade, Sementes de estrelas, Criadores da Luz, recebam minhas Bênçãos, recebam minha Radiância em meio às suas estruturas.
Os mundos da Luz são os mundos do agenciamento, os mundos da Vibração e os mundos da cor.
A cor é forma, a cor é Vibração.
A Vibração é Luz, mas nem todas as Luzes são Vibrações.
Assim, pouco a pouco, revelam-se em vocês as codificações Vibratórias da Luz não alterada.
Nós, Arcanjos, tendo presidido a criação desta Dimensão, em tempos imemoriais (tendo de confiar esta esfera de vida a seres evoluídos que assumiram o encargo da criação da vida nas oitavas inferiores da manifestação), nós retornamos hoje a vocês a fim de esclarecer-lhes e de revelar-lhes, em meio mesmo às suas estruturas, a potência e a Radiação da Vibração de Luz.
Ativa-se em vocês, e para toda a humanidade, uma série de manifestações e de potenciais novos, estando diretamente conectados com a sua reconexão em meio à Essência, em meio à Verdade, e em meio à FONTE.
A FONTE Unitária, Pai / Mãe, é aquela que permite, literalmente, a vida de vocês e, no entanto, no caminho da experiência desta vida, vocês romperam voluntariamente a fim de permitir, em vocês, secretamente, no cerne do seu peito, fazer frutificar a Luz.
A Vibração revela, hoje, na superfície do seu mundo, pelos fenômenos chamados pelo Arcanjo MIGUEL de “desconstrução”, uma modificação do agenciamento e de formas de vida.
Essas modificações do agenciamento e de formas de vida consistem em moldar e em polir o que deve sê-lo, a fim de que a Luz se revele, em sua majestade e potência, mesmo em meio a esta densidade.
Dessa maneira, uma nova vida vai aparecer, e já apareceu, no Interior, mas deve agora manifestar-se no exterior.
Para isso, uma série de Vibrações novas, cinco novas Vibrações ligadas à autenticidade da Luz (não mais espelhada, mas diretamente) vão lhes permitir se sustentar e alçar voo, pois se trata realmente de um voo, não abandonando esta Terra, mas transmutando-a, possibilitando, a ela também, revelar o seu potencial da Luz.
Nisso, MIGUEL os chamou de Criadores, de Transmissores, de Portadores da Luz.
Da fase de criaturas, vocês se tornam Criadores.
Isso é importante.
Há mudança de ponto de vista, mudança da consciência em meio a uma nova Verdade, muito maior do que aquela na qual vocês vivem.

***