RAFAEL - 20 de maio de 2009 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação





- Ensinamentos do Arcanjo da Cura e da Passagem -

Primeira mensagem de RAFAEL no site Autres Dimensions




~ O MEDO DA PASSAGEM ~

Eu sou RAFAEL, o Arcanjo da Cura e da Passagem.
Aceitem todas as minhas Saudações e todo o meu Amor.
Conforme o Arcanjo ANAEL explicou a vocês nesta manhã, existe, tanto em meio à sua densidade como em outras densidades, uma série de fenômenos que correspondem a desequilíbrios.
Na sua Dimensão, isso é chamado de doença.
Em outras Dimensões, isso é chamado de modo diferente.
Eu sou o Arcanjo que, pela minha Radiação, permite a passagem de um estado ou de uma vibração a um outro estado ou a uma outra vibração.
A passagem não é para ser confundida com a reversão.
A passagem necessita de um alívio, de uma compreensão.
Os ritos e os momentos de passagem em meio à sua Dimensão são numerosos.
A morte é um deles.
Algumas representações fizeram de mim uma imagem pouco amena, chamado por vezes de Grande Ceifador.
Isso reflete a visão dissociada e o medo no qual este conceito de passagem implica.
A passagem do estado de vida na 3ª Dimensão, pelo limiar que vocês chamaram de morte, é um dos limiares que os deixaram mais marcados em relação ao medo.
Vocês podem recorrer a mim para todas as passagens que se acompanham de um sentimento de medo do desconhecido.
Eu sou também a passagem da doença à cura.
Eu sou também a passagem, ilustrada na sua estrutura física, pela passagem do estômago ao coração e no nível das suas lâmpadas que eu tenho a tendência, pessoalmente, de chamar de chamas, do seu plexo solar ao plexo cardíaco.
Todos os ritos de passagem em meio aos múltiplos universos recorrem à minha Vibração, à minha Radiância e à minha Presença.
Eu sou aquele que guia e que acompanha os momentos de passagem.
A passagem sempre é acompanhada, mais especificamente na sua Dimensão, de um sentimento ou de uma emoção denominada medo.
Eu sou o Arcanjo que resolve os medos.
Eu sou o Arcanjo que lhes permite, não confrontar, mas enfrentar.
Eu sou o Arcanjo que os faz encarar a Verdade do que vocês têm que passar e superar.
É nesse sentido que o imaginário popular, em muitas tradições, pôde me chamar, às vezes, de Anjo da morte.
Entretanto, não é assim, isso é apenas devido a um mal-entendido sobre a minha posição, sobre o meu papel.
Eu sou aquele que, na sua linguagem, faz morrer a lagarta para permitir à borboleta aparecer.
Eu sou aquele que, desde tempos imemoriais na sua Dimensão, guia e permite a passagem do estado dimensional físico ao estado dimensional astral.
Os elementos que vêm perturbar a passagem estão inevitavelmente ligados e relacionados ao medo.
Podemos afirmar que ambos, o ser humano na encarnação tem medo de ficar doente, como ele tem medo de se curar.
Assim como vocês têm medo da morte.
O medo impede as passagens de maneira geral, não unicamente, evidentemente, através da doença e da cura ou através da morte, mas, também, todas as mudanças da sua vida são acompanhadas de um sentimento de medo.
O medo de perder o que é conhecido, o medo do desconhecido.
O ser humano tem a característica, neste mundo dissociado, de querer imaginar mentalmente muitas coisas referentes à passagem e à transformação, colando nesta energia uma série de conceitos e de ideias, sempre falsas, obviamente.
Esses conceitos e essas ideias que se constroem antes de qualquer passagem, sempre tomam as mesmas vias e os mesmos esquemas.
É o mesmo no momento da passagem da morte como na passagem da doença para a cura, ou ainda da cura para a doença, ou ainda em qualquer mudança vindo afetar as suas condições de vida e o próprio desenrolar da sua vida.

***

A passagem sempre é acompanhada de uma série de etapas, mais ou menos manifestadas, mais ou menos longas, mais ou menos difíceis.
Entretanto, essas etapas precisam ser conhecidas intelectualmente.
Elas são as seguintes - eu especifico que essas fases se sucedem em um tempo mais ou menos longo, elas estão bem presentes tanto nas passagens agradáveis como nas passagens desagradáveis.
A primeira etapa será chamada de recusa.
A segunda etapa será chamada de raiva.
A terceira etapa será chamada de negociação.
A quarta etapa será chamada de apaziguamento e a quinta etapa será chamada de aceitação.
Assim é do seu ego, uma construção evoluindo há algum tempo, tendo criado a perda do sentido da sua Divindade e da sua relação consciente com a Divindade.
O que eu vou dizer se aplica, lembrem-se, a cada etapa implicando em uma passagem e em uma mudança na sua vida.
Isso se refere tanto a uma relação de casal que acaba de nascer como a uma relação de casal a cessar, como a uma mudança de lugar de vida, como a uma mudança de país, como a uma mudança de estado, evidentemente, como a passagem que lhes interessa, hoje, que é a passagem do ego ao coração.

***

MARIA - 24 de dezembro de 2011 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Ensinamentos da Rainha dos Céus e da Terra -


ÁUDIO mp3 ORIGINAL:


Eu sou MARIA, Rainha dos Céus e da Terra.
Filhos bem amados, eu volto a me exprimir, pela segunda vez, entre vocês.
Eu gostaria, neste momento, de colocar as bases, de algum modo, do futuro da Consciência, do futuro do Ser de Luz que vocês são, nos tempos que se abrem.

*** 

Eu deixarei o Comandante dos Anciãos, dentro de alguns dias, falar de uma série de verdades com relação a esse Templo que vocês construíram, nesse corpo que vocês habitam, permitindo-lhes, agora (para aqueles de vocês que o desejarem ardentemente), estabelecer-se na Unidade (ndr: O.M. AÏVANHOV interviu em 27 de dezembro de 2011 (1)).
Muitos de vocês, meus Filhos, vivem modificações importantes da sua consciência.
Nesse Templo que é o seu corpo, percepções mais ou menos intensas emergem e levam a sua consciência (o que vocês São) a posicionar-se em novos espaços, em novas Dimensões.
Os Céus se abrem, em vocês, e permitem-lhes beneficiar de momentos intensos de Luz.
Muitos de vocês sentem, de alguma forma, a iminência de acontecimentos importantes.
Nós sempre lhes dissemos, Umas e Outras, assim como os Anciãos e os Arcanjos, para não buscarem a data pois, como Ele próprio lhes disse (o meu Filho lhes disse): “Ele voltará como um ladrão na noite”.

*** 

Hoje, o conjunto das Portas, o conjunto das funções desse Templo que vocês construíram nesse corpo, está pronto para acolhê-Lo.
Mais do que nunca, o Apelo da Luz, em vocês, os leva a viver mecanismos do Ser de Luz que vocês são.
Além das suas percepções, além das experiências da sua consciência, vocês constatam que a sua própria consciência, mesmo no desenrolar da sua vida, aqui embaixo, sobre esta Terra, torna-se diferente, preparando, de alguma maneira, cada um, para viver este Reencontro.

*** 

Há algum tempo, eu lhes falei de sinais no Céu.
Eu empreguei uma série de expressões que, hoje, emergem para vocês.
Mas o mais importante não é o que acontece sobre a Terra, nem em seus Céus, mas, sim, em vocês.
Porque, efetivamente, o que vocês vivem e o que vocês irão viver, serão apenas em função da sua capacidade para fortalecer-se na Humildade e na Simplicidade, para apagar qualquer veleidade ligada à personalidade para se fortalecer.
Deste modo, a Luz do Ser que vocês são irá se fortalecer e chegar a transcender a totalidade das zonas que podem ainda existir, não suficientemente iluminadas, ilustrando, assim, a frase: “busquem o Reino dos Céus e todo o resto ser-lhes-á dado de acréscimo”.
Isso chega, nesse momento, individualmente como, muito em breve, coletivamente.

***

UM AMIGO - 07 de Maio de 2012 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação





- Ensinamentos de um Iogue -


ÁUDIO mp3 ORIGINAL:

~ Mecanismos Alquímicos e Novas Estruturas Vibratórias ~

Eu sou UM AMIGO.
Do meu Coração ao seu Coração, que a Paz, a Alegria, sejam a nossa partilha e a nossa Comunhão.
Vivamos, se vocês quiserem, um instante de Comunhão.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Irmãos e Irmãs na humanidade, eu venho a vocês, enviado pelo Conclave dos Anciãos, a fim de dar uma série de elementos que, eu espero, serão esclarecedores, com relação ao que vocês vivem ou ao que vocês são levados a viver, continuando, assim, o que eu lhes transmiti (há algumas semanas), sobre o Yoga da Eternidade.
Nós iremos considerar a integração das passagens que podem se manifestar, neste tempo da Terra, entre a sua consciência ordinária (aquela que é habitual), a consciência do Coração (ou consciência do Si) e a aconsciência (ou Absoluto).
O IRMÃO K deu a vocês uma série de elementos, refletindo a ausência da continuidade entre o conhecido e o Desconhecido.
Vários elementos foram comunicados, permitindo aproximar (digamos) o Desconhecido e o Absoluto.
A Onda da Vida sofre alquimia com o conjunto do que foi chamado de Três Coroas (para alguns de vocês), propiciando-lhes viver uma série de revoluções interiores, passando pelo Absoluto, mas, também, por uma série de ‘mecanismos alquímicos’, que eu vou, hoje, tentar apresentar a vocês.

*** 

Há um ano, o IRMÃO K insistiu sobre o Eixo ATRAÇÃO / VISÃO, não tanto no nível da cabeça, mas no nível do corpo (alojado no chacra do baço, alojado no chacra do fígado), onde tem ocorrido uma série de anomalias, ligadas ao sangue, ligadas à hereditariedade e ligadas, diretamente, ao princípio de confinamento (que os privou até agora do Si, do Absoluto e da multidimensionalidade).
Isso foi objeto de um trabalho intenso, pelo recebimento que vocês já vivenciaram, durante três meses, do Manto Azul da Graça, tendo permitido retificar, de algum modo, as Portas ATRAÇÃO e VISÃO (ligadas ao chacra do baço e do fígado), levando-os a atravessar a Porta OD (ou Porta Estreita), levando-os, também, a estabelecer-se em meio à Nova Eucaristia (construída há quase dois anos e anunciada pelo Arcanjo MIGUEL, em 29 de setembro de 2010).
Esta Nova Eucaristia constituiu, eu os lembro, o veículo interdimensional ou Merkabah Interdimensional coletiva.
Progressivamente, a instalação desta Merkabah Interdimensional coletiva permitiu-lhes realizar uma série de mecanismos de consciência, denominados, sucessivamente: Comunhão, Fusão, Dissolução, Deslocalização e, agora, Multilocalização.
Paralelamente a isso, e após a liberação da Terra (no início de fevereiro de 2012), apareceu a Onda da Vida, em ressonância com os seus pés (situando-se sob os pés) e esta Seiva da Vida (ou Onda do Éter), subindo através deste corpo (através do períneo, através do Coração e através da cabeça), percorrendo, portanto, o corpo desde embaixo até em cima, saindo pela parte superior do crânio para juntar-se à sua própria Merkabah, situada acima da sua cabeça, em uma zona nomeada, em algumas tradições, o Vajra (ou Fonte de Cristal) ou, se vocês preferirem, o 13º Corpo.
A mescla dessas diferentes passagens, a mescla da Onda da Vida com essas passagens no nível das Portas e dos chacras, levou-os a experimentar, hoje, uma série de mecanismos extremamente específicos, resultando em algo que lhes é estritamente desconhecido, nos processos nomeados União Mística, Fusão Mística, Casamento Místico, referindo-se tanto à sua conexão com MARIA, com CRISTO, com qualquer ser multidimensional, mas, também, com o que é chamado de seu Duplo.
Isso se reflete, em suas estruturas, pela descoberta de uma série de integrações, que eu tenho chamado de passagens, entre a Presença, o Si e o Absoluto.

***