SÉRÉTI - 06 de setembro de 2011 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação





- Intervenção de um Guia Azul de Sírius -


 “O conjunto da Vida, denominada verdadeira Vida (por oposição ao confinamento deste mundo onde vocês estão), situa-se, exclusivamente, no Templo do seu peito. É em meio a este Espaço, em meio à sua Vibração, que se encontra a Liberdade, que se encontra a Paz.”

ÁUDIO mp3 ORIGINAL:
http://autresdimensions.info/audio/Sereti-2011-09-06.mp3

Meu nome é SÉRÉTI.
Já estando apresentado, eu me permito saudá-los, humanos encarnados neste mundo, no Amor do UM e na Paz do UM.
O contexto das minhas palavras inscreve-se na sequência lógica das minhas intervenções anteriores (1).
Há mais de seis anos terrestres que eu anunciei a vocês as mudanças que vão chegar a esta Humanidade e a este Sistema Solar, inscrevendo-se no período de julho de 2005 e julho de 2012.
Desde o início deste ano, denominado 2011, o conjunto dos preparativos dos movimentos estelares e planetários desenrola-se segundo um quadro imutável, anunciando e preparando o que se revela, doravante, sob o controle amoroso dos Arcanjos.
Os preparativos terminaram (assim que a porta KI-RIS-TI foi aberta, em suas células e no seu corpo), o conjunto da humanidade apronta-se, de agora em diante, para viver por que cada um de vocês veio, nesta vida, a fim de cumprir o que é, para cada um, o sentido da sua própria Liberação, do seu retorno à Unidade, ou do seu prosseguimento na experiência em carbono, livre.
Filhos do UM, Sementes de Estrelas, Espíritos da Eternidade, o conjunto dos seus céus vai, doravante, abrir-se, como se abre, em vocês, a Consciência KI-RIS-TI, permitindo àqueles de vocês, conforme a sua Vibração, conforme a sua Consciência, viver a adequação do seu futuro e do seu porvir, em correlação total com a Vibração que percorre, de maneira perceptível, o seu corpo (de densidade baixa), que alcança o seu corpo de Eternidade (de densidade extremamente alta, em Vibração, e extremamente leve, em conteúdo), a fim de permitir-lhes viver o mecanismo de ajustamento final à sua Eternidade.
A Terra vive, e vai viver a sua liberação, assim como todos vocês, Despertos como não Despertos, irão viver a mesma liberação.
Há muitas Moradas Dimensionais, nos Universos e nos Multiversos.
Cada um ali será acolhido, na Verdade, na Liberdade e no Amor.
Eu os lembro de que, durante esses momentos que vive a Terra, a Alegria, a Segurança e a Eternidade apenas podem existir e apenas podem aparecer no seu espaço Interior.

***

IRMÃO K - 24 de agosto de 2011 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Intervenção de Jiddu Krishnamurti -



ÁUDIO mp3 ORIGINAL:

~ ELEMENTOS PARA REFLEXÃO ~

Eu sou IRMÃO K.
Irmãos e Irmãs, todo o meu Amor os acompanhe.
Vivamos primeiramente, se vocês quiserem, um momento de Comunhão, antes de prosseguir com o que eu tenho que expor hoje.

... Efusão Vibratória ...

Eu venho, hoje, levantar uma questão.
Esta questão pode se resumir assim: em meio à encarnação neste planeta, por que o Bem jamais pode resolver a equação Bem/Mal?
Por que este princípio de Bem e Mal, inscrito em todas as camadas e em todas as esferas da vida, não pode ser solucionado?

***

Então, é claro, nós iremos excluir, de algum modo, o destino de algumas almas particulares tendo conseguido, pelo Bem, justamente extrair-se desta equação.
Essas almas particulares estiveram presentes na superfície da Terra, em todos os tempos e em todos os lugares.
São almas cuja Doação de si mesmas, no nível da alma, foi tal que este Sacrifício da alma permitiu, efetivamente, para elas, viver o Espírito, CRISTO, ou em todo o caso sair do confinamento.
É preciso reconhecer que estas almas foram muito poucas na história da humanidade, mas foram suficientemente influentes para deixar marcas concretas, por toda a parte.
Isso de que vou falar, obviamente, dirige-se a toda a humanidade e não faz menção a exceções.
Eu vou falar, então, em escala coletiva, na escala humana e, ainda uma vez, o que eu vou dizer pode ser aplicado a todas as camadas da vida, a todos os estratos (sejam sociais, políticos, afetivos, morais e espirituais).

***