MARIA - 22 de maio de 2012 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Intervenção da Rainha dos Céus e da Terra -


Filhos bem-amados, onde vocês estiverem sobre esta Terra, eu me dirijo a vocês, a cada um de vocês porque, conforme anunciou minhas Irmãs Estrelas e os Anciãos, doravante, nosso Mundo Eterno se aproxima e os leva a contatar o que nós somos.
Nosso Mundo Eterno se aproxima de seu mundo efêmero, a fim de viver mecanismos onde ninguém poderá mais ignorar nossa Presença.
Como disse GEMMA (ndr: GEMMA GALGANI), isso ocorre em vocês, e irá ocorrer em vocês.
E eu me dirijo, hoje, a vocês, tanto por esse corpo que eu tomei emprestado, como ao lado do corpo de vocês.
O Manto Azul da Graça (que eu coloco novamente sobre seus ombros) e a Onda da Vida tornam possível, agora, esse contato, essa COMUNHÃO íntima, onde o Eterno se depara com o efêmero, onde a Luz se depara com a resistência, onde a Verdade se depara com o que estava alterado.
Isso ocorre, em vocês, e ao lado de vocês.
Então, nós iremos primeiramente Comungar e viver esse contato.
Contato que prediz e antecipa, de algum modo, o momento em que cada um de vocês poderá realizar esse contato.
Minhas intervenções, pelas palavras (além da Vibração e da Comunhão), irão ocorrer nos intervalos, entre duas Comunhões.

***

Eu lhes peço, como disse MA (ndr: MA ANANDA MOYI) para acolher-me, para acolher a Luz, para acolher o que vocês São, de toda a Eternidade (além dos hábitos efêmeros que vocês possuem sobre esse mundo).
Ousem ser o que vocês São, além de toda a aparência.
Lembrem-se de que seu corpo não dura muito tempo, de que ele é efêmero (e que vocês, por outro lado, vocês são Eternos), de que nada pode alterar sua Eternidade, de que há apenas que torná-la vivente, consciente, ali se imergir, ali mergulhar.
O que se desenrola nesse momento, em vocês, tem por objetivo fazê-los viver isso.
Realizemos nossa primeira Comunhão.
Eu coloco em vocês e em cada um de vocês, o Manto Azul da Graça e minha Presença ao lado de vocês.
Acolhamos, juntos.

... Comunhão ...

***

Filhos bem-amados, o tempo desse Tempo chama-os ao seu Coração, a essa Eternidade de que falei.
Nossa Presença ao seu lado é, ao mesmo tempo, a testemunha e a evidência de nosso Encontro.
Vocês irão descobrir, em nossas Comunhões sucessivas, a força, a Luz e o Amor, que irão permitir-lhes ir para sua força, para sua Luz, para seu Amor e se estabelecer, definitivamente, na Morada da Paz Suprema, aquela que constitui nossa Essência comum, nossa Verdade Unitária.
Quanto mais sua alma e seu Espírito tenderem para esse contato, mais vocês estarão na Verdade, na Eternidade.
Lembrem-se de que, nesse contato, além mesmo de meu Anúncio, encontra-se toda a força, toda a Verdade, toda a Beleza.
De que nesse Canal que nós constituímos, juntos, encontra-se a possibilidade de viver sua Eternidade, a fim de que a consciência não seja mais contida, não seja mais confinada e, sobretudo, que o sofrimento não tenha mais domínio sobre vocês, a fim de fazê-los Vibrar, nesse estremecimento do Coração, nesse Amor indizível de nosso Encontro, de nossa Comunhão, assim como das Comunhões que vocês podem estabelecer, diretamente, de consciência a consciência.

***

Lembrem-se: a Vibração irá guiá-los, a Luz alimenta vocês, a Luz acalma vocês, a Luz devolve-os ao que vocês São, ou seja, à Beleza e à Eternidade.
A Luz é Verdadeira.
Ela aquece sua alma, ela aquece seu Espírito e propicia-lhes viver a certeza da Eternidade, muito além de qualquer crença, muito além de qualquer construção mental e, até mesmo, muito além de todas as suas experiências passadas.
Vocês serão regados n’A FONTE.
Vocês irão se comunicar com A FONTE, com CRISTO, com o Sol, com seus Irmãos e Irmãs que compartilham dessa revelação, onde vocês estiverem sobre essa Terra, onde vocês tiverem colocado sua consciência, a partir do momento em que esse Canal estiver ativo e se formar para um número cada vez mais importante de vocês, para ser vivenciado, para ser percebido.

***

A Fusão das Dimensões, vocês podem imaginar, está em andamento.
Não há melhor testemunha do que seu corpo.
Não há melhor testemunha do que a Morada da Paz Suprema: este estado de Beatitude infinita, que nada pode perturbar, que nada pode alterar.
A Luz nutre vocês.
A Luz ilumina vocês.
Nosso Encontro é um Amor, muito além de qualquer amor humano, muito além de qualquer projeção (em suas faltas, em seus medos, em suas necessidades) porque esse Amor se mantém sozinho, porque isso é o que nós somos, todos nós, sem qualquer exceção.
Somente o sofrimento da separação manteve a ilusão de que a Luz não estava aí.
Sua consciência, nutrida pela Luz, irá se tornar essa Luz (independentemente de meu apelo, independentemente de qualquer acontecimento nesse mundo).
A Luz irá chamá-los para viver a Eternidade.
A Luz leva-os a Comungar, a cada instante de sua vida, não por um gesto mental ou uma atitude mental, mas, sim, nessa conexão, Vibratória, nessa Comunhão de Amor.
Aí está sua força, a única, aquela que pode garantir-lhes o acesso à sua Eternidade (muito além de tudo o que ocupa, ainda hoje, sua consciência, seus sofrimentos).
A Luz vem tocar, em seu ouvido, o Canto da Eternidade, o Coro dos Anjos, nossas Presenças e sua Presença.
Segunda Comunhão.

... Comunhão ...

***

Durante nossos Encontros, durante nossas Comunhões, a Alegria irá arrebatá-los na Beatitude.
Que prova melhor pode existir, disso que vocês vivem, do que esse Amor, sem qualquer condição, do que esse Amor transcendendo sua condição humana e levando-os a instalar-se na Eternidade?
Esse contato, quer seja com uma das Estrelas e com o conjunto dos habitantes que vocês chamam de Céu (quaisquer que sejam), ou ainda com seus Irmãos e suas Irmãs na encarnação, ou ainda com aquele que faz parte de vocês mesmos: quaisquer que sejam essas Presenças, elas vêm abençoá-los, elas vêm restitui-los à Eternidade, à Beleza e ao Amor.
Sua consciência, então, irá se aproximar e viver Shantinilaya, a famosa Morada da Paz Suprema (onde se instalam aqueles que atingiram essa Beatitude Eterna da Verdade do Amor).
Tudo isso irá contribuir para estabelecer, sobre a Terra, não mais um ancoramento e o fato de semear a Luz, mas, sim, para fazer germinar, eclodir e explodir essa fantasia total do colorido do Amor, essa explosão de Luz (que é sua), que alimenta seu Coração e o conjunto dos Corações da Terra.
Vocês serão as testemunhas privilegiadas, vocês serão os atores, independentemente de sua vontade, independentemente de seu desejo, porque vocês irão se tornar uma Fonte de Amor, que nada pode extinguir ou exaurir (e isso será permanente).

***

A cada Encontro, a cada Comunhão, a cada Alinhamento e a cada colocação do Manto Azul da Graça sobre seus ombros, a cada sopro da Onda da Vida ou da descida do Espírito Santo, vocês irão sentir, cada vez mais nitidamente, o que está aí, o que são vocês (muito além de seu nome sobre essa Terra, muito além de sua história sobre essa Terra).
É a hora do despertar, do que vocês São.
O trabalho notável que foi feito (por vocês, como por nós), realiza esse mecanismo denominado Ascensão, da maneira mais agradável possível, para vocês e para muitos de seus Irmãos e suas Irmãs, que nem imaginam, por um segundo, o que está sendo vivido.
O que for para viver, sobre esse mundo (mais do que nunca), vocês irão se apreender de que a Verdadeira Vida não é somente aquela que vocês vivem, mas, certamente, aquela que é Eterna.
A Morada da Paz Suprema e o Amor são os marcadores, indeléveis, de sua Presença.
Vocês não poderão mais escutar seu mental como antes.
Vocês não poderão mais acreditar nesse mundo como antes.
Vocês não poderão mais manifestar outra coisa senão o Amor.
Vivamos, juntos, nossa terceira Comunhão.

... Comunhão ...

***

Bem-amados Filhos do Amor, queiram reter o que lhes disse o Bem-Amado JOÃO, SRI AUROBINDO.
Se vocês retiverem isso, vocês irão constatar que o Amor não pode senão aumentar, não em qualquer apego, não em qualquer afeição, mas muito além (na própria Vibração da Essência do Amor), levando-os a esses sopros de Beatitude e a esse estado de Beatitude (independentemente, até mesmo, dos momentos de nossos encontros ou de seus encontros).
Vocês irão se instalar, cada vez mais facilmente, em sua permanência, em sua leveza, tornando-os, não indiferentes a esse mundo, mas, ao contrário, regando-o em sua Fonte, em sua Eternidade, colocando-o em meio a uma Majestade e a uma Verdade (que jamais esteve ali presente desde muito tempo).
Não vejam, excessivamente, o espetáculo do mundo e, sobretudo, daqueles que se opõem à Graça do Amor (por medo ou por qualquer outro motivo).
A melhor maneira de abrandar é deixar o Amor trabalhar.
Nessa condição, vocês irão se tornar o que vocês São.
Nessa condição, vocês serão preenchidos, além de toda a espera, de toda a esperança.
Nenhuma dúvida poderá mais se insinuar, onde quer que seja.
Seus olhos, suas expressões, seu modo de ser, irão se tornar cada vez mais claros.
Afastar-se-á de seus sofrimentos o que era limitado, o que os confinou.
Nutram-se do que vocês São.
Nutram-se de nossos encontros e de nossas Comunhões porque absolutamente tudo se encontra aí.
Esqueçam tudo o que vocês acreditaram.
Esqueçam tudo o que vocês esperaram, para vocês, como para o conjunto dessa Terra, porque vocês irão se tornar, na totalidade, esse estado de Comunhão, esse estado de Fusão.
Realizemos, agora, nossa quarta Comunhão e a Fusão.

... Comunhão ...

***

Se vocês acolherem essa Morada da Paz Suprema (que é o que vocês São), mais nenhuma interrogação, nem dúvida, poderá assolá-los.
Vocês irão se recarregar, vocês mesmos, em seu Coração aberto e Vibrante, permanentemente.
Lembrem-se de que existem, em suas relações, meios (como lhes disse SRI AUROBINDO) de saber, com certeza, de perceber a quantidade de Luz presente, através de seu Som.
Esse momento criou-se sozinho, através de um caminho de alguns anos que nós realizamos juntos.
O que ocorre é apenas o resultado de algumas Verdades que lhes foram fornecidas para ver no Coração.
Vocês irão perceber também que através do que vocês se regam n’A FONTE, vocês irão se tornar, na Verdade, cada vez mais Livres, cada vez mais Verdadeiros.
Nós iremos à quinta Comunhão, na Dádiva da Graça, na Dádiva da própria Vida, no Amor Unitário.

... Comunhão ...

***

Na hora em que o Canto da Terra Liberada e o Som do Céu, que chegam a vocês, emergirem em sua consciência e em seus ouvidos, cabe apenas, realmente, a vocês e a vocês sozinhos, viver a plenitude do Amor, a plenitude da Verdade, porque, nessa plenitude, vocês irão preencher esse mundo de Luz Vibral e de Amor, além de toda a ligação, além de toda a compreensão, além de toda a projeção, de todo o fantasma.
Meus Filhos, eu os empenho a escutar minhas palavras e meus silêncios que são plenos de vocês, plenos de seu Amor, plenos de sua Paz.
Quanto melhor vocês cessarem de se interrogar, melhor vocês irão viver plenamente nossas Comunhões, nossos Encontros.
Vocês estarão cada vez mais imersos, se vocês aceitarem, em meio a essa nova Consciência, levando a deixar desaparecer o que não tem mais razão de existir.
Todo o sofrimento e toda a ilusão serão consumidos, em vocês, por seu próprio Fogo, por seus próprios Encontros, por suas próprias Comunhões.
A Morada da Paz Suprema propiciar-lhes-á experimentar, se isso já não ocorreu, uma Paz imutável e inalienável.
Vocês não irão depender mais de qualquer condição, Interior como exterior.
Isso é chamado de Liberdade.
Liberdade que os leva à sua Liberação, na Alegria, porque a prova estará aí.

***

A Efusão pelo Espírito Santo, pela Luz Adamantina e pelo núcleo da Terra, na Onda de Cristal.
Instalemo-nos em nossa ressonância comum, instalem-se na ressonância de quem vocês São, ou seja, de cada um e de cada uma.
Os limites característicos do efêmero, onde vocês estão, não poderão mais subsistir, diante de sua Paz, diante do que nós somos: estado de Fusão na ressonância do Amor.
Agora.

... Comunhão ...

***

Nos tempos a viver, seu Coração irá se exprimir mais facilmente do que suas palavras ou do que suas ideias, porque somente essa expressão prima sobre todo o resto.
E é nessa própria expressão de seu Ser que está a Verdade, vindo liberar, finalmente, as últimas trincheiras, em meio à sua existência, em meio à sua pessoa, permitindo superar qualquer condição, qualquer sofrimento e qualquer ilusão.
Coloquemos, em nossos Corações, uma sétima Comunhão.
Fusão e Dissolução no Coração de um e no Coração do outro, no corpo de um e no corpo do outro.
Eu sou MARIA e eu sou a Mãe de vocês, a Mãe desse corpo.
Nesse momento, isso se torna talvez, para vocês, a Verdade, sem sombra de dúvida e de questão.
Então, deixemos estabelecer nosso Encontro.

... Comunhão ...

***

A lembrança de sua Eternidade não será mais um sonho longínquo, mas será a Verdade de cada sopro e de cada instante.
A Liberdade não será um objetivo, mas a realidade.
Esse coração amoroso abre-se sozinho, abre-se para o mundo.
Vocês não poderão mais percorrer os dias e as noites desse mundo em solidão, em sofrimento.

***

Façamos, agora, o silêncio de minhas palavras.
Permaneçamos no silêncio e no canto do Amor, aquele da Eternidade, aquele da Morada da Paz Suprema, aquele que é a verdadeira Vida.

... Silêncio ...

***

No silêncio e na plenitude de nossos Corações unidos, o Fogo do Amor enfim aparece.

... Silêncio ...

***

Nós, Consciências Livres (quer sejam as Estrelas, os Anciãos ou outros), estaremos ao lado de vocês, de maneira cada vez mais perceptível, quer seja nos Alinhamentos das 19 horas (hora francesa) onde o Manto Azul da Graça é colocado (que eu assumo o encargo, doravante, como Embaixadora da Reunião dos Anciãos e das Estrelas do novo Conclave), onde vão se conjugar, em vocês, o que sobe e o que desce, em seu coração e no conjunto desse corpo (que vocês habitam, por enquanto), realizando a nossa alquimia.
Em vocês, iluminar-se-á o que ainda podia parecer-lhes não totalmente real, não totalmente aí.
Nesse Fogo do Amor novo, nós estaremos com vocês.
O Sol estará em vocês.
Seu corpo de Estado de Ser irá permutar com o corpo de Estado de Ser do Duplo, realizando essa Unicidade do Amor, esse infinito do Amor.
Há apenas, como lhes disse minha Irmã MA (ndr: MA ANANDA MOYI), que acolher e que aceitar, ao dizer “Sim” ao Amor, a fim de que nada mais além do Amor esteja presente.
Eu vou deixá-los, agora, nessa Comunhão, nessa Fusão, nessa chama de Amor e de Luz.

***

Além de nossos encontros individuais e íntimos, eu irei me exprimir, de novo, no período de sua primeira semana de junho.
Mas, até lá, eu estarei com vocês.
Eu os convido à Alegria.
Eu os convido a esta Unidade e a esta Unicidade entre seu Coração e todos os outros Corações.
Eu os convido a ousar ser o Amor a fim de que vocês fiquem plenos e irradiantes desse Amor.
Eu os deixo agora se acolherem, vocês mesmos, em sua Morada da Eternidade, e eu marco encontro com vocês, de qualquer maneira, todos os dias às 19 horas (hora francesa) (ndr: ver a seção de protocolos prioritários), todas as quintas-feiras às 22 horas (hora francesa) (ndr: ver em protocolos a praticar ou acompanhamentos / Acolhimento do Manto Azul da Graça) (1).

***

Eu sou MARIA, Rainha dos Céus e da Terra, nosso nome é Amor, nossa Verdade é Eternidade, nossa quintessência é Luz.
Eu abençoo, em vocês, o que É.

... Silêncio ...

Até breve.

... Silêncio ...


************

***

Mensagem da Amada e Divina MARIA no site francês:
22 de maio de 2012
(Publicado em 23 de maio de 2012)

***

Tradução para o português: Zulma Peixinho



************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário