Especial Dia das crianças - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação





Como dia 12 de outubro simboliza o dia das crianças, resolvi fazer uma coletânea das mensagens que continham informações sobre as crianças, porém quando cheguei na mensagem de Anael de 10 de maio de 2009, encontrei um trecho que, embora curto, fala brilhantemente de crianças especiais que são "LUZES DESSE MUNDO".

Essa sociedade invertida, as rotula de deficientes, num contexto geral, somos nós que somos deficientes, pois não conseguimos frear o mental nem por um minuto.
Mesmo com o passar dos anos, essas crianças especiais continuam vibrando como crianças:
"são simples, são humildes, não conhecem o futuro, não conhecem o passado, elas vivem o instante presente" MARIA – 16-05-2009 - Autres Dimensions
E nunca é demais lembrar que Cristo disse: “ninguém pode penetrar o Reino dos Céus se não volta a ser como uma criança"

Trecho extraído da mensagem do site de ANAEL – 10 de maio de 2009

Questão: todas as crianças deficientes são guias?

Isso concerne a certo tipo de anomalia específica chamada, em seus mundos encarnados, doenças genéticas raras, cuja mais conhecida é chamada trissomia 21 [síndrome de Down].

Essas crianças são as Luzes desse mundo e os guias desse mundo, assim como há mamíferos vindos de dimensões amplamente superiores, mesmo à sua própria Fonte, e que são as garantias da coesão desse mundo que, sem a presença deles, teria desaparecido desde muito tempo.
Eles são as recordações à ordem da Luz.


Muito numerosas doenças que se manifestam desde o nascimento (neurológicas, motores-cerebrais) são afiliadas a encarnações de almas guias.

Isso necessita um alto poder de Luz e um alto poder de sacrifício.

Essa é a condição sine qua non¹ para que as estruturas habituais do ser humano (emocionais e mentais) não possam ser desenvolvidas para ocultar a Luz.

Assim, a deficiência ao nível do corpo, acoplada a uma deficiência do que vocês chamam o mental ou as emoções, sob forma hereditária, permite a esta alma privilegiada ser uma alma guia que permite, geralmente, estabilizar a Luz em seu ambiente próximo, mas de maneira muito mais global, no conjunto de seu planeta.

A quase totalidade das crianças que nascem, ou adquirem esse déficit neurológico, motor, físico, mental, entra nesse caso.
Elas são os guias e os guardiões da Luz, mas vocês não podem ver, exceto, por vezes, para as almas sensíveis que captariam a irradiação delas.

Questão: essas almas guias estão conscientes de que são almas guias?

Sim, mas elas não podem exprimi-lo, elas podem apenas estar na transparência com relação ao déficit delas, tal como vocês o nomeiam.

Elas têm consciência até certo ponto.
Algumas dessas almas guias escolhem o esquecimento, a fim de assegurar sua missão com o máximo de transparência.
Outras, entretanto, conservam nelas a memória do que elas são, mas, nesse caso, não terão as palavras para exprimi-lo.

Aproveito para citar UM AMIGO – 22 de outubro de 2010

Caro Irmão, isso foi repetido, eu creio, quase por todos os intervenientes que foram humanos um dia: não se preocupe com as crianças.
Não é você que as acompanha, são elas que os acompanharão, no momento vindo.
A criança, antes de 14 anos, está, espontânea e naturalmente, no Aqui e Agora, mesmo se o Coração não está ainda aberto.
Ele se abrirá necessariamente, porque a criança está centrada, totalmente e inteiramente, entre o Aqui e Agora.
No momento vindo, quando da chegada da Luz da Onda Galáctica, quando da chegada das diferentes manifestações das transformações finais, as crianças, muito naturalmente, serão seus mestres, no sentido de que elas terão dominado, nelas mesmas, o que for para dominar.
Apenas a Ilusão desta Dimensão na qual você está mergulhado que o faz crer que há um papel educativo, paternal.
A noção de filiação, no sentido genético, humano, existe apenas nesta Dimensão.
Ela não existe em outros lugares.
Todos os valores que lhes foram inculcados foram devidos mesmo à falsificação.
Alguns poetas disseram: «seus filhos não são seus filhos».
Esta é a estrita Verdade.


¹ sine qua non: Sine qua non ou condição sine qua non é uma expressão que originou-se do termo legal em latim que pode ser traduzido como “sem o qual não pode ser”  wikipedia

Trecho da mensagem extraído do site http://www.autresdimensions.com
Traduzidas para o português por Célia G - http://leiturasdaluz.blogspot.com 
Seleção e Edição: www.mestresascensos.com

Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário