UM AMIGO - 1º de julho de 2010 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Ensinamentos de um Iogue -


ÁUDIO mp3 ORIGINAL:


Eu sou Um Amigo.

Do meu Coração ao seu Coração, acolham a Graça, por que vocês são a Graça, em meio à sua Eternidade.

Caros Irmãos e caras Irmãs, eu volto para ouvir se há questionamentos em vocês, relativos à Consciência e à evolução específica, à transformação nova que vocês vivem na humanidade atualmente encarnada.

Assim, eu os ouço.
***

Questão: Qual diferença você faz entre Ego e Personalidade?

A personalidade vem do grego "Persona", que quer dizer "máscara".

O
 ego é o que traz tudo para si e há personalidades egotistas e personalidades não egotistas, mas o ego pertence, indiscutivelmente, à Dimensão da ilusão, aquela que leva tudo em meio à ilusão, onde tudo é calculado, onde tudo é refletido, onde tudo é colocado em função da razão e em função de um interesse pessoal ou outro.

Não há ação espontânea em meio ao ego, mas calculada.

A
 personalidade é a identificação que vocês fizeram com a máscara que levam, nesta vida como em outras vidas.

A personalidade, seja qual for o seu ego, é uma ilusão, uma falsificação à qual o homem, em meio à sua Eternidade, aderiu, deu corpo e na qual as leis existem, aquelas que vocês utilizam todos os dias.

Quer vocês estejam no meio de uma floresta, como no centro de uma cidade, vocês utilizam as leis da personalidade.

O ego é, em geral, em meio à personalidade, o que eu chamaria de «
animal aterrorizado», aquele que tem medo de deixar cair a máscara e que emprega, para isso, todos os meios: o poder, o abuso, o fato de trazer para Si, o fato de querer para Si e não para o Um.

É também a
 limitação, a ausência de percepção clara do que é Unidade.
A percepção significando, obviamente, além de uma concepção, o que se situa ao nível da própria consciência e da sua Vibração ilimitada.

O ego não conhece a Vibração ilimitada e frequentemente esse termo, empregado em um caminho espiritual, corresponde a um ser cuja personalidade apreendeu-se da Luz, a fim de desviá-la para o seu proveito, de uma maneira ou de outra.

Assim,
 a personalidade é o jogo e a máscara que apresenta cada espírito em meio a esta Dimensão, ao qual ele deu corpo e alma, com o qual ele está identificado, de maneira temporária.

O ego é apenas uma parcela da personalidade, cujo objetivo é sempre fazer-se ver, de uma maneira como de outra, e que irá se deixar então ver e não ser.

Seguinte.
***

Questão: Existem corpos de Estado de Ser em outras formas que a da Merkabah?

A
 Merkabah não é um corpo de Estado de Ser.
Merkabah é um veículo ascensional criado para a circunstância.

É
 o fio e a Vibração que irá permitir passarem do corpo de personalidade para o corpo de Estado de Ser.

Quanto à
 forma do corpo de Estado de Ser, lembre-se de que ela não é finita e nem estável, que pode variar segundo a Dimensão, também, obviamente, segundo a Dimensão original onde se situa o seu Espírito, quer vocês conectem ou não.

Esta forma de Estado de Ser é flutuante e muda durante a passagem de uma Dimensão a outra.

Existem formas antropomórficas e formas que não têm qualquer relação com o antropomorfismo, aproximando-se de coisas cada vez mais simples que, obviamente, escapam até mesmo à concepção Vibratória que pode ter a personalidade.

Assim, toda forma geométrica é, a princípio, existente.
Mas as formas mais simples são as mais elevadas no plano Vibratório, o que não quer dizer elevada no plano da evolução, porque isso não existe.
Há estabilidade.

Uma forma pode se tornar outra forma.
A Consciência que é esta forma irá se tornar esta Consciência que tem esta outra forma.

Assim, existem, sim, formas redondas, do mesmo modo que existem civilizações chamadas de Civilizações dos Triângulos, que sustentam e organizam os Mundos em meio a Dimensões diferentes.

Existem também formas captadas por alguns profetas, como, por exemplo, o que foi chamado de Raios em Roda de bicicleta.

Esses Raios em Roda de bicicleta que são, de fato, as Rodas nas Rodas, correspondente aos Querubim ou Hayoth Ha Kodesh.

As formas são múltiplas, até o Arcanjo METATRON, cuja representação, nas Dimensões, não conhece qualquer antropomorfismo, contrariamente aos outros Arcanjos, e que se apresenta, segundo a sua terminologia, como um cilindro de Luz branca.

Seguinte.
***

Questão: o alinhamento das 3 Lareiras e a ignição dos 5 corpos ativam a Fonte de Cristal?

O alinhamento das 3 Lareiras pode ser suficiente por si só, evidentemente, para 
conectar com a Unidade em meio ao que é chamado de 13º corpo ou Fonte de Cristal.

O trabalho que existe, assim como lhes dei uma parte, no Yoga Celeste, consistindo em ativar as cinco novas Lâmpadas (ndr: ver o Protocolo "Reunificação dos cinco Novos Corpos" (1)), tem, evidentemente, por objetivo, o de despertar a Fonte de Cristal e, portanto, o que vocês chamam de ponte que une o corpo de Estado de Ser ao corpo de personalidade, manifestando-se, em vocês, pela ignição do Fogo do Coração e, previamente, pela Coroa Radiante da cabeça e que se reflete, também, pela passagem no Estado de Ser, através do Som e do Silêncio.

Assim, o trabalho nas ‘novas Lâmpadas’ (2) permite, efetivamente, constituir o veículo que vocês chamaram de Merkabah ou veículo ascensional, que se situa na 5ª Dimensão, seja qual for o lugar e a Vibração onde se situa o seu próprio corpo de Estado de Ser, em meio ao Sol.

Seguinte.
***

Questão: Podemos ativar o Fogo do Coração à vontade?

Bem amado, caro irmão, obviamente, o objetivo é
 Viver em meio ao Fogo do Coração.
Isso está em curso de instalação.

Assim como sempre dissemos, apenas você pode acendê-lo.

Obviamente, vocês são dependentes de uma série de circunstâncias e, antes de tudo, das suas, aquelas do estado de sua personalidade.

Ela está em resistência ou não?
Do seu estado, da qualidade do seu ego e da intensidade deste ego, o estabelecimento na Vibração do Coração é mais fácil ou mais difícil.

Obviamente, o conjunto do Conclave, o conjunto de diferentes Círculos e Cenáculos, agindo no seu Sistema Solar, estão aí para canalizar esta Consciência,
 é preciso que vocês a aceitem e que trabalhem no mesmo sentido.

Assim, então, a um dado momento, vocês estarão estabelecidos, em Consciência, permanentemente, em meio ao Fogo do Coração.
O que vocês realizam, no momento, é o aprendizado.


Lembrem-se de que existem, neste planeta, Irmãos e Irmãs que ativaram a
 Coroa Radiante da Cabeça, mesmo sem saber exatamente o que isso significa, e que sentem as Vibrações há dezenas de anos.

A ativação da
 Coroa Radiante do Coração e do Triângulo Sagrado (sacro) está, para a maioria dos seres humanos, acessível desde pouco tempo, desde o início dos Casamentos Celestes pelo Arcanjo MIGUEL e pelo Conclave, que tornou possível a manifestação do Estado de Ser.

Compreendam bem que o que está em cima é como o que está embaixo.
Compreendam bem que o que está dentro é como o que está fora.

Foi necessário primeiramente realizar, nesse Sistema Solar, a colocação em ressonância do Sol e da Terra, permitindo receber, de maneira muito mais intensiva do que o que foi o caso, em meio à matriz,
 a própria Vibração da Fonte.

Isso foi concretizado pelos Casamentos Celestes, que levaram, para alguns seres humanos, à capacidade para se estabelecerem em meio ao Estado de Ser e de ali viajarem.

Agora, a segunda onda está em andamento.
Ela corresponde à ativação do Fogo do Coração e, portanto, à conexão entre o corpo de personalidade e o corpo de Estado de Ser.
É esta própria conexão, pela irrupção do Supramental em meio às suas células, que permite efetivamente viver o Fogo do Coração.

Seguinte.
***

Questão: as doze estrelas de Maria acompanham Maria desde o início? 

Caro Irmão ou Irmã que me faz esta pergunta,
 as doze estrelas de MARIA acompanham MARIA desde o início.
Elas fazem parte do que foi chamado de Elohim criadoras, que instauraram esta Criação em meio às estruturas em carbono.

Assim, portanto, elas acompanham MARIA e se revelaram progressivamente e à medida das suas encarnações.

Lembre-se de que cada alma tendo criado cada Espírito vindo de Dimensões mais elevadas, tendo criado uma estrutura Consciente, deve acompanhá-la no seu desenvolvimento, o que foi feito pelas doze Estrelas de MARIA.

Entretanto, elas também (exceto aquelas que estão presentes atualmente, submetidas ao véu do esquecimento), por terem acompanhado a Criação, elas se submeteram às leis da matriz.

No entanto, assim como, para nós, foram constituídos espaços Vibratórios permitindo-nos escapar das leis matriciais, elas também foram capazes de evoluir neste espaço e, portanto, pouco a pouco, de despertar a sua Consciência em meio a esta densidade, quando elas ali estão presentes.

A sua função, isso foi dito, corresponde a
 uma das virtudes espirituais que cercam MARIA e que existem, obviamente, no seu próprio DNA e na sua própria estrutura.

Assim como o Arcanjo MIGUEL está presente em vocês, assim como a Consciência ilimitada é revelável em vocês, assim como um Arcanjo está presente, pelo seu papel na criação dos Mundos, assim como as doze Estrelas de MARIA estão presentes em vocês, do mesmo modo CRISTO está presente em vocês.

Ele está presente sob forma codificada,
 Vibratória, revelada ou não revelada, e é o que atualmente está prestes a se revelar.

As Estrelas de MARIA são uma qualidade Vibratória Unificada específica.
Somente MARIA conseguiu levar o seu corpo, durante a sua última vida como MARIA, às Dimensões Unificadas.

Seguinte.
***

Questão: o que são a gota vermelha e a gota branca? 

Cara irmã, o que é chamado de gota vermelha e de gota branca, ou ainda de ‘
chacra de enraizamento da alma e do Espírito’ (3), são duas zonas específicas, situadas acima dos seios, que dizem respeito a algumas zonas conhecidas dos acupunturistas, muito precisas, que, pessoalmente, eu não conheço, mas que correspondem a uma realidade Vibratória.

Esses chacras correspondem, mais profundamente, mais precisamente, ao que é chamado de gota vermelha e de gota branca, sendo, de algum modo, as partículas embriônicas que lhes permitiram não serem sufocados, na totalidade, em meio a esta matriz.

A partícula embrião espiritual é aquela que registra, em meio à matriz, a memória de vidas passadas.
É esta partícula que é destruída quando vocês acedem à sua própria Unidade.
A partícula ou gota branca, quanto a ela, é a parcela da Eternidade que os mantém na vida nesta ilusão, é ela que se revela atualmente.

A ativação desses dois pontos, situados de um lado e do outro do Coração e conectados com o chacra do Coração por circuitos energéticos muito precisos, é exatamente o que se ativa no momento em que o Samadhi aparece.
São dois pontos de Vibração.

Esses pontos específicos de Vibração são os lugares, na matriz, onde penetram a alma e o Espírito, no momento do primeiro sopro na encarnação.

Do mesmo modo, no momento da escarnação, a gota vermelha e a gota branca desempenham seu papel no retorno à matriz astral, até a próxima encarnação.


Hoje, devido mesmo ao desaparecimento e à dissolução da matriz, a gota vermelha deve desaparecer, deixando apenas figurar e existir o que é chamado de gota branca, que, de fato, os conecta com o seu corpo de Estado de Ser.

Esta conexão acontece no
 chacra do Coração e, de maneira mais específica, no nível orgânico, em relação ao que é chamado de ‘nó sinoauricular’ existente atrás do Coração.



gota vermelha e a gota branca, quando ativadas, geram efetivamente circuitos Vibratórios energéticos que permitem conectar com zonas situadas acima do Coração, no ponto central correspondente ao corpo de Samadhi ou 9º Corpo.

É desse ponto que é gerada a Alegria interior e o Fogo do Coração, que é a ressonância do chacra do Coração com a Verdade, no Espírito, permitindo ativar a Coroa Radiante do Coração, em ressonância direta com o Triângulo Radiante do sacro e com o Triângulo da cabeça.

Seguinte.
***

Questão: de onde vem esta sensação de que as 3 lareiras estão apagadas, por vezes?

Eu diria, com palavras, que há um apego à sua própria existência, que obstrui o estabelecimento do Estado de Ser.

O que assinala também, sem que você ali veja qualquer insuficiência, mas apenas um esclarecimento, uma dificuldade de Abandono total à Luz, como cada um de vocês aqui viveu, à sua própria maneira.

Quer seja por uma raiva ou por um ego que se põe no controle, quer seja por feridas que reaparecem no nível do corpo, das emoções ou do mental, do mesmo modo, ter medo do Abandono, do Estado de Ser, assinala um apego em meio à personalidade.

Não se esqueça de que
 a Luz vem revelar, ela vem iluminar para aclarar e o que vocês observam no seu mundo, e irão observar em breve, é apenas a luta que eu qualificaria de final.

Ela existe, obviamente, em vocês, também, e existe em todos e em cada um, no momento da passagem definitiva na Unidade.

Assim, eu posso lhes confiar que, durante a encarnação que eu vivi, muito jovem eu vivi este período de despertar à Unidade.
Isso foi precedido de uma intensa angústia, é preciso dizer.

Esta angústia me marcou tanto, e eu tive tanto medo, na minha vida, de perder o que eu tinha encontrado, que eu me isolei e me fechei, totalmente, longe do mundo e do pandemônio do mundo, para estar certo, aí também, de não perder algo que estava instalado definitivamente.
Isso refletia uma forma de apego, aí também, em meio mesmo à minha realização autêntica a algo.
É então muito lógico, em meio ao ser humano que descobre espaços Vibratórios inéditos, levando-o a viver experiências e estados fora do comum, que tenha ali inscrito ainda, devido à própria presença da personalidade (mesmo se o ego tiver sido dissolvido), este medo.

É o espaço que antecede a dissolução.
O momento específico em que não existe mais qualquer sinal da Consciência, tanto em meio à personalidade como à Vibrações, em relação com o Fogo do Coração.

Seguinte.
***

Questão: a compaixão faz parte da dualidade ou da Unidade?

Caro Irmão ou cara Irmã que faz esta pergunta, o Amor faz parte da dualidade ou da Unidade?
Atenção ao que se esconde por trás das palavras.

A
 empatia, que é uma função espiritual, vai ser utilizada por um vendedor ou por um comerciante, sistematicamente.
É, aliás, por isso, que esta pessoa é vendedora ou comerciante.

Assim, portanto,
 a empatia pode ser utilizada na dualidade como na Unidade.

É preciso entretanto compreender que as virtudes de compaixão e de vontade foram, aí também, falsificadas, a fim de fazê-los manter a matriz vocês mesmos porque, evidentemente, em meio às forças de falsificação, era evidente que as almas e os Espíritos encarnados tinham potência suficiente, nelas, para conseguirem manifestar algumas virtudes em relação com o que existe na Unidade, como o Amor, a compaixão, o sentido da confiança.

Dessa maneira, então, em meio mesmo ao sistema de controle humano mental, foi instalada uma série de leis onde, obviamente, o Amor, a Compaixão, a Empatia estiveram no controle, no nível espiritual.

Assim, portanto,
 a compaixão existe, do mesmo modo, na dualidade como da Unidade.
Simplesmente, quando ela é vivenciada em meio à dualidade, ela jamais permite aceder à Unidade, exceto para alguns grandes seres que foram capazes de se esquecer e de se abandonar totalmente em meio à compaixão, até fazerem da sua vida um ato de abandono total e completo.

Simplesmente
 é preciso estarem lúcidos quanto aos meandros do sujeito da adoração e do lugar onde vocês colocam a sua Consciência e a sua energia.

Do mesmo modo que o Amor, que é atração e ressonância, em meio à Unidade, é chamado pela mesma palavra, no seu mundo, mas que não reflete qualquer realidade com o que é o Amor no sentido mais Unitário.

Porque
 o Amor é doação.

Assim, portanto,
 se vocês amarem alguém, a melhor coisa que vocês têm que fazer é torná-lo livre e dá-lo a si mesmo, não é?
O que me parece ser totalmente contrário ao que vive o ser humano engajado em uma relação amorosa, seja ela qual for, onde prima o ‘desejo de posse’, certamente, sobre qualquer doação de si mesmo.

Assim, então,
 o Amor existe na dualidade e na Unidade, mas a compreensão, a vivência Vibratória estritamente nada tem a ver, porque, se vocês amarem, realmente, dentro de uma relação, seja ela qual for, naquele momento vocês irão experimentar, frente a esta pessoa, algo de muito especial que é unicamente o Fogo do Coração.

A partir daquele momento, sim, vocês poderão dizer que vocês amam a humanidade, os seus filhos, as suas relações e os seus inimigos, não antes.
Antes, são apenas palavras ou desejos de posse, sem exceção.

Seguinte.
***

Questão: pode nos falar dos coros Celestes?

Trata-se de fato do Coro dos Anjos, aqueles que reinam mais próximo do trono da FONTE das Fontes, em Alcyone.
Ele é constituído essencialmente dos Hayoth Ha Kodeshde METATRON, de algumas energias qualificadas de Criadoras, que giram em meio ao trono e produzem um canto.

Esse é o canto da Vida, o canto da Glória do Universo, em meio aos Mundos Unificados.
O Universo não é silencioso.
O modo que vocês têm de representar o Espaço Intersideral, como algo de vazio e sem vida, é uma ilusão.

O vazio não pode existir.

Dessa maneira, então,
 os Coros Celestes são gerados pela própria rotação da vida, em meio aos Universos.

Um planeta, girando em si mesmo, gera um canto.
Um sol, exatamente do mesmo modo.

Assim, portanto, existe, nos Universos, sejam quais forem as suas Dimensões, um conjunto de cantos, um conjunto de Vibrações chamadas de sonoras, percebidas por vezes pela alma humana ou pelo Espírito humano, tal como existe na construção do Antakarana ou Chifre Celeste ou Cordão Celeste, que permite ouvir o som do Universo.

Esses sons são múltiplos, assim como foram descritos por um dos imortais em suas Yoga Sutras: trata-se de Patanjali, que descreveu 7 sons que levam ao Nirvana ou, se preferirem, ao Sat-Chit-Ananda ou Maha Samadhi.
Um dos sons mais puros corresponde justamente ao som dos Hayoth Ha Kodesh que poderiam lembrar, no seu ouvido humano, uma harmonia perfeita de cantos gregorianos, no qual iriam se misturar violinos em número infinito.

Seguinte.
***

Questão: qual é o papel da Kundalini em nossa busca da Unidade, hoje?


A ativação do Triângulo Sagrado (sacro) tem por objetivo favorecer, quando o momento chegar, pelo Fogo da Terra e pelo Fogo do Éter, conjugados ao Fogo do Coração, a sua saída da ilusão, com toda Consciência, quando chegar a hora.

É o momento específico em que
 a borboleta surge da lagarta.
São os preparativos do que alguns de vocês começam a viver e a experimentar.

Podemos dizer que o Triângulo Sagrado e o Despertar da Kundalini irão permitir dar o impulso, necessário e suficiente,
 a fim de passar a totalidade da sua Consciência em meio ao Corpo de Estado de Ser.

Isso explica que, considerando o alinhamento das três Lareiras que vocês vivem hoje,
algumas pessoas têm a sensação de estarem aprisionadas no nível dos pulsos ou dos tornozelos.
Isso é uma proteção, colocada pelo próprio Espírito, a fim de manter este corpo de densidade até quando chegar a hora, assumindo, assim, o seu papel de Semeador, de Ancorador e de Despertador da Luz.
Se não, eu posso assegurar-lhes que há muito tempo já teriam partido.

Seguinte.
***

Questão: quando sentimos muita energia na bacia, que está, portanto, ligada ao Triângulo Sagrado, devemos orientar a consciência no Coração?

É, de longe, preferível fazê-lo
 a cada minuto.
Mas, obviamente, se o Triângulo Sagrado se manifestar, é preferível, por enquanto, não focalizar permanentemente sobre esta região.
De uma maneira geral, a melhor maneira de proceder é estabelecer, em vocês, a Alegria de se manterem, ao nível Vibratório, no Fogo do Coração.

Seguinte.
***

Questão: a fusão das 3 lareiras ocorre durante a subida da Kundalini ou pode ser independente?

Ela acontece pelo alinhamento das três lareiras, o que não é a mesma coisa que a subida da Kundalini.
Kundalini, quando despertada de maneira definitiva, confere um Fogo violento, isto é, o que vocês sentem no nível do Coração será sentido como um Fogo que devora, que começa na parte inferior das costas e sobe até a cabeça.
Naquele momento, chegou o momento em que a lagarta não existe mais.
Vocês ainda não estão nesse momento.
Por enquanto, a energia circula.
Certa qualidade e certa Consciência da Vibração percorrem desde a Coroa Radiante da cabeça até a Coroa Radiante do Coração e, por vezes, até o Triângulo Sagrado.

Existem diferentes energias, aí também, no que vocês chamam de Kundalini.
Existem três.
Por enquanto, vocês vivem uma ou outra, mas vocês não vivem a reunificação das três.

Isso apenas será possível no momento em que vocês deixarem este Plano.
Eu diria mesmo no momento em que esse Plano os deixar, o que corresponde mais à realidade.

Um pequeno aparte para atrair a sua consciência sobre o fato de que jamais a Vibração pode enganá-los.
Eu não falo da percepção das energias em diferentes lugares do seu corpo.
Eu não falo das suas diversas visões ou percepções.
Eu falo, efetivamente, da Vibração existente na Coroa Radiante do Coração (primeiro), na Coroa Radiante da cabeça (segundo) e no sacro (terceiro).

Mas, o mais seguro, é o
 caminho do Coração (4).
Assim, portanto, a Vibração do seu chacra do Coração, a Alegria perceptível, a partir do momento em que o Fogo do Coração começa a aparecer, não pode em caso algum enganá-los, mesmo se a personalidade tiver tendência em lhes dizer que isso não é verdade.

Mas que vocês vivem, vocês o vivem.


A Vibração não pode ser criada pelo imaginário ou pelo mental, no nível do Coração.

Eu insisto nisso, porque o período que se abre a vocês é um período confrontante para todos.
É em meio a esta confrontação que vocês devem se estabelecer na Alegria e na facilidade.

Nesse sentido, quando o Mestre AÏVANHOV lhes diz para escolher entre a Alegria e o terror, com as suas palavras terríveis, ele tem o senso de lhes dizer a estrita Verdade!

De um lado, há a certeza, do outro, há a incerteza.
De um lado, há a Unidade e a sua Alegria, do outro, há o combate e o sofrimento.

Lembrem-se de que,
 uma vez percebido o Fogo do Coração, a Vibração do Coração, mesmo a pressão sobre o Coração, que reflete a ativação do 9º Corpo ou corpo de Samadhi, vocês estão irremediavelmente no caminho correto.

Resta ali se estabelecerem.

Seguinte.
***

Questão: eu tenho frequentemente a sensação de um tubo passando pelo topo do crânio e descendo até o centro da cabeça, no qual circula um ar fresco. A respiração ocorrendo por esse canal.

Isso corresponde à descida do
 Supramental (5), não mais na Coroa Radiante da cabeça, mas na imagem da Coroa Radiante do Coração, na cabeça, que é a parte central do 7º chacra.

É por esse ponto que passa a energia do veículo ascensional chamado de Merkabah.
É por esse ponto que as energias são focalizadas, uma vez que as doze Estrelas se acendam, permitindo então realizar uma conexão entre o Coração e o veículo Merkabah, permitindo então viver e preparar o Estado de Ser.

Seguinte.
***

Nós não temos mais perguntas, nós lhe agradecemos.
***

Caros Irmãos e caras Irmãs, bem amados Irmãos e Irmãs, do meu Coração ao seu Coração, eu lhes digo até breve.
************
1 – ‘Reunificação dos cinco Novos Corpos’ - YOGA CELESTE [Protocolo] - UM AMIGO: 
 
2 – ‘As cinco novas Lâmpadas - As novas Funções Espirituais’ - ARCANJO MIGUEL:
‘Os cinco novos Corpos Espirituais’ - OMRAAM (Aïvanhov): 

 3 – ‘Meditação Direcionada para o Coração’ [Protocolo] – RAM: 
(NOTA: chakra de enraizamento da alma: 3º Ponto – acima do seio direito e abaixo da clavícula; chakra de enraizamento do Espírito: 4º Ponto – acima do seio esquerdo e abaixo da clavícula) 
 * 
 4 – ‘O Caminho do Coração’ - Mensagem de RAM - 26.09.2009: 
 
 5 – ‘O Supramental’ - Mensagem de SRI AUROBINDO - 24.02.2010: 
  
***
Mensagem do Venerável UM AMIGO no site francês:
1º de julho de 2010 
(Publicado em 26 de julho de 2010)
***
Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com
  Célia G.
 ***
Transcrição e edição: Zulma Peixinho
************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário