O.M. Aïvanhov - 16 de maio de 2010 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- E BEM, CAROS AMIGOS... -



ÁUDIO mp3 ORIGINAL:

E bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los e por ver aqui, como sempre, novas cabeças.

Então, eu lhes dou a palavra, eu lhes transmito todas as minhas Bênçãos e, como lhes disse UM AMIGO, nós esfregamos as mãos e o Coração porque estamos contentes de estarmos em breve com vocês.
***
Questão: por que bocejamos tanto durante os exercícios?

A liberação e os bocejos correspondem à mudança de estado de Consciência.
Vocês penetram em níveis, para muitos de vocês, certamente, que são novos.
E acessando esses estados de Consciência diferentes, os bocejos expressam, se quiserem, a adequação da Consciência limitada com o seu Estado de Ser.
E isso se reflete frequentemente por bocejos.
As coisas são bem feitas.
***
Questão: os Ancoradores de Luz irão acompanhar aqueles que permanecerem na 3ª Dimensão Unificada ou o seu papel estará terminado?

Então, haverá, obviamente, nos espaços onde serão recriadas as 3ª Dimensões Unificadas, haverá, obviamente, guardiões intraterrenos.
Isso é indispensável, ainda que não haja mais, se quiserem, este isolamento que foi conhecido na Terra.
É indispensável porque há comunicação na 3ª Dimensão não dissociada.
Uma comunicação é possível com as outras Dimensões e há, aí também, seres que vão servir de guardiões, de intermediários.
Não se poderá mais chamá-los de Anjos Guardiões, porque naquele momento as funções serão ligeiramente diferentes.
Alguns, aliás (e nem me perguntem por que), irão desempenhar os papéis daqueles que estão hoje na Intraterra, mas em outro lugar, em um outro universo, se preferirem.
Sinto que as bicicletas começam a se ativar.
***
Questão: na 3ª Dimensão Unificada continua a Dualidade?

Há a Dualidade, ou seja, as forças de oposição.
A diferença essencial é que vocês permanecem conscientes e conectados com as outras Dimensões.
Mas não há a possibilidade de viajar conscientemente nas múltiplas Dimensões.
Portanto, vocês ficam ‘prisioneiros de uma forma’, mas livres no Espírito e na Verdade.
O que não era o caso na sua terceira Dimensão dissociada, que era a minha também, certamente.
***
Questão: aqueles que estiverem na 3ª Dimensão Unificada poderão passar na 5ª Dimensão?

Qualquer ser e qualquer Consciência está destinada, nas linhagens humanoides, digamos, sejam quais forem as suas linhagens espirituais, a aceder a esta liberdade total.

Mas alguns seres terão, como dizer, avançado tanto na Dualidade que será necessário algum tempo para se aclimatar de novo, a fim de poder aceder à transdimensionalidade, ou seja, à capacidade para mudar de forma instantaneamente.
***
Questão: poderia nos falar dos diferentes níveis Vibratórios?

Saibam que existe um número indefinido de Dimensões.
Esse número indefinido não é infinito.
Ele está em constante evolução.
Mas há seres, Consciências que evoluem em meio a linhagens evolutivas (os humanos, dos quais nós fazemos parte), criadas, a um dado momento, pela Grande Eloha MARIA, pelos mestres geneticistas.
A grande regra da evolução é que, quando vocês são criados a partir da FONTE e manifestam uma individualização da sua Consciência com relação à FONTE, vocês se tornam capazes de experimentar e de explorar uma gama específica de Vibrações.
Esta gama específica de Vibrações corresponde, em geral, a várias Dimensões.
O que caracteriza uma Dimensão é a frequência Vibratória da Consciência e das partículas existentes nessa Dimensão.
Há, no que chamamos de ‘geração descendente’, ou seja, desde as Dimensões mais elevadas até as Dimensões mais inferiores, uma complexidade da Vida que faz com que o aspecto fisiológico e o aspecto forma tornem-se extremamente complexos.
É o que vocês conhecem com a fisiologia: há unhas, cabelos, pelos, diferentes atributos e ornamentos, digamos.
Quando vocês se elevam de novo, pela via ascensional, à sua Dimensão eterna, vocês não são mais dependentes, como dizer, vocês não estão mais associados a uma limitação de forma, vocês são, ao contrário, extremamente simples em uma forma, em um estado Dimensional.
E quanto mais vocês se elevarem em Consciência, ou quanto mais observarem as outras Dimensões, mais vocês se darão conta de que as coisas tornam-se simples no nível da sua forma, da sua disposição e das funções que se tornam extremamente cruciais na condução dos universos, mas que necessitam justamente desta simplicidade.
A complexidade da Vida é observada, sobretudo, nos níveis de Dimensão hierarquicamente inferior, Vibratoriamente inferior.
Mas quanto mais vocês se elevarem, mais vocês observam formas de Consciência que não estão limitadas a uma forma, mas que se afastam cada vez mais de qualquer antropomorfismo, de uma forma de vida tal como vocês a conhecem, com uma cabeça, um tronco, dois membros na parte superior e dois membros embaixo e, por vezes, dois membros atrás, que foram assimilados a asas.
Lembrem-se, entretanto, de que o que é importante, não para compreender, mas para tentar já imaginar, antes de vivê-lo, é que quando vocês penetram no seu corpo de Estado de Ser, esse corpo de estado de Ser é infinito.
Ele é eterno, imortal, mas é mutável.
Quer dizer que, de acordo com a Dimensão na qual se manifestar a sua Consciência, a forma pode mudar.

MIGUEL, todos vocês têm na cabeça a representação desse jovem homem com seus anéis, o seu manto azul, a sua espada que atravessa o dragão.
Essa é uma forma de antropomorfismo que existe na 5ª Dimensão.
Mas na sua Dimensão original, que é a 18ª Dimensão, não-evolutiva, eu especifico, porque os Arcanjos são fiéis a eles mesmos desde a Criação dos mundos e dos universos.
Essas linhagens não-evolutivas são as garantias da Criação de mundos, mas estão no limite do antropomorfismo.
E MIGUEL e os Arcanjos são pássaros.
Lembrem-se, e eu lhes digo se não souberem, de que aqueles a quem chamam de animais (seus cães, seus gatos, os animais domésticos, algumas raças de animal selvagem) são uma paródia da Criação.
Porque os ‘maus rapazes’, quando chegaram a este mundo, eles mesmos criaram formas de vida para zombarem, se quiserem, de algumas linhagens.
E eles criaram, voluntariamente, formas animais, como vocês as chamam, que nada têm de animal, aliás, porque eu lhes garanto que, para algumas linhagens e alguns povos vindos da Confederação Intergaláctica, os animais somos nós, no sentido em que vocês entendem isso, vocês, hoje.
Vocês vêm um pouquinho a inversão, não é?
Então, é preciso ter a sabedoria para compreender que as formas animais que vocês veem são apenas uma representação (um pouco sarcástica, eu diria, conhecendo os Dracos, eu diria até mesmo um pouco, muito, sarcástica) do que são as outras linhagens.
Obviamente, eles não se criaram como animal, não é?, hem?
Vocês não vão ver um Draco sob forma animal.
E, portanto, os animais não são o que vocês acreditam.
Eles são uma representação das linhagens espirituais por vezes as mais elevadas.
Isso vocês já sabem, por exemplo, para os mamíferos marinhos, que vêm de Dimensões extremamente mais evoluídas do que o ser humano atual presente sobre a Terra.
***



Questão: que diferença há entre a vacuidade e o Estado de Ser?

O Estado de Ser confere a vacuidade.
No Estado de Ser não há separação Dimensional.
Portanto, enquanto estando em meio a um corpo de Estado de Ser específico, de acordo com o seu estado Dimensional, há a possibilidade de viver o vazio e, se quiserem, vocês podem dissolver o seu Estado de Ser para se fundirem novamente na dissolução total.
Mas, em regra geral, mesmo os seres que estão nas linhagens evolutivas, como o ser humano, por exemplo, vivem o seu Estado de Ser durante... a Eternidade.
Há tantas coisas para fazer lá em cima, se vocês soubessem como nós nos divertimos!
***
Questão: o que entende exatamente por ‘maus rapazes’? Isso faz referência a um vocabulário dual e, apesar disso, eles descendem igualmente da FONTE?

Mas, cara amiga, na encarnação em que você está, há meninos malcriados não é?
E, no entanto, quando você tem um filho malcriado, continua sendo seu filho.
Mas você o chama de malcriado.
Bem, do mesmo modo, não é dual.
Eles são assim mesmo de linhagens que não são verdadeiramente evolutivas por enquanto, mas eles irão se tornar evolutivos quando se tornarem ‘bons rapazes’.
Mas esses ‘maus rapazes’ têm os seus dias contados.
Como sabem, dentre os Dracos iniciais que efetuaram a rebelião com Lúcifer, a maior parte é hoje seres redimidos.
Eles têm de qualquer modo, Vibratoriamente, como vocês denominam isso, uma densidade Vibratória, mesmo nos planos mais elevados, muito impressionante.
Mas são ‘maus rapazes’, eu mantenho.
Que irão retornarão, certamente, à FONTE, mas disso eles sabem também, ainda que não queiram confessar no momento.
Mas tudo muda, vocês sabem.
***
Questão: se temos várias linhagens, que corpo nós vamos escolher?

Isso depende, sobretudo, antes de tudo, da Dimensão para onde você irá.
Você irá reencontrar a Dimensão que tinha antes de penetrar nesta matriz.
Se você veio da 11ª Dimensão, você vai reencontrar o seu corpo de 11ª Dimensão.
Se você veio e estava estabelecido na 18ª Dimensão, você vai reencontrar o seu corpo de 18ª Dimensão.
Se você era da 5ª Dimensão, vai reencontrar o seu corpo de 5ª Dimensão, etc., etc..
Então, obviamente, vamos tomar um exemplo.
Quanto mais você se eleva nos planos dimensionais, mais as formas tendem a se tornarem uniformes e mutáveis, ou seja, vocês não são mais identificados com as suas linhagens que sustentaram durante a sua tomada de forma neste mundo.
As linhagens correspondem, de fato, às diferentes partes que lhes permitiram a sua própria criação, porque podemos imaginar que vocês tomaram tal dom, tal função, dentro de um mundo especializado nesta função.
Por exemplo, os seres de Sírius, de Sírius A, que são Delfinoides, são mestres geneticistas.
Os Dracos, de quem falaremos a seguir, cuja maior parte vem da Ursa Maior, são, como se poderia chamar isso, é difícil de encontrar a analogia no seu mundo, poder-se-ia dizer os mantenedores.
Não é preciso que eles me ouçam, hem?, mas são seres muito potentes que intervêm no agenciamento de algumas formas no nível das Dimensões, antes que decidam criar a dissociação.
Em seguida, há seres, por exemplo, que são especializados na compreensão do que vocês chamam de fractais e que vivem nos universos fractais, totalmente, são os Arcturianos, que são de fato os Leoninos, que têm cabeças de leões.
Há Sirius B, com cabeças de cães.
Mas não vão dizer aos cães que os consideram como um animal, porque aí vocês serão muito mal recebidos.
Mas, isso, hoje, é a sua compreensão intelectual, mas quando vocês começarem a aceder e a sair da matriz, vocês verão coisas inacreditáveis.
Então, vocês podem bem imaginar que, além do aspecto Vibratório que explica por que as nossas embarcações, em especial a frota Mariana que gira em torno do Sol, não pode se aproximar muito da sua Terra.
Vocês podem já imaginar, os Anjos do Senhor, quando foram descritos há não muito tempo e que agora, os seres humanos vão tomá-los por ‘maus rapazes’, enquanto que eles nada têm de ‘maus rapazes’, são os Anjos do Senhor, os Servos de Cristo.
Mas vocês estão tão impregnados na sua forma humana, que ao ver um cão em pé, como vocês, vocês correm o risco de ter um ataque, e eu nem falo dos golfinhos de pele vermelha.
Eu não falo tampouco de ver uma cabeça de falcão na frente de vocês, com mãos como batedores.
Vejam vocês, vocês imaginem um pouco a complexidade Vibratória.
Eu me apercebo de que, aqui, muitos viveram manifestações importantes no nível das Coroas.
Mas isso se refere a vocês com vocês mesmos.
Vocês ainda não abriram as vias de comunicação que são acessíveis a partir do momento em que vocês estiverem no Estado de Ser e a partir do momento em que vocês nos encontrarem.
Então, se encontrarem, comigo, tranquilizem-se, eu tenho sempre o mesmo aspecto.
Mas eu posso também subir mais alto no nível Vibratório e aparecer sob uma forma de Luz específica, que é a minha Dimensão de origem, da 11ª Dimensão.
Mas aí, vocês correm o risco de se enganar com o que veem.
Por outro lado, quando vocês entrarem com Consciência no seu corpo de Estado de Ser que vocês irão encontrar aí, vocês estarão em vocês, vocês ficarão à vontade.
Quer vocês tenham uma cabeça disso ou daquilo.
O mais importante é a Vibração, não é a forma, lembrem-se disso.
Por que, a partir dos mundos Unificados, a forma é mutável.
Ela não é fixa como nas Dimensões de carbono.
***
Questão: qual é a forma dos Pleiadianos?

Oh, existem várias linhagens Pleiadianas, há mais do que uma.
E, do mesmo modo que no nível de Siírius, do sistema solar de Sírius, há Sírius A, Sírius B, Sírius C.
Em um caso, há os golfinhos e ainda, nos golfinhos, é um universo inteiro que se espalha sobre várias Dimensões, com dezenas de planetas diferentes ao redor do Sol e com formas de vida Delfinoide profundamente diferentes.
Há uma diferença essencial, comportamental, Vibratória, entre os golfinhos hoje presentes na Intraterra Unificada na 3ª Dimensão e os golfinhos mestres geneticistas que permaneceram em Sírius e que jamais percorreram as vias da encarnação como MARIA.
Portanto, há golfinhos de 2 metros, há golfinhos de 3 metros, há os que têm a pele branca, outros a pele vermelha, outros a pele acobreada, outros a pele cinzenta, que vocês conhecem.
E, se preferirem, é como vocês sobre a Terra, há os brancos, os amarelos, etc., etc., dentro da mesma Dimensão.
Há mesmo, sobre esta Terra, linhagens que não pertencem ao seu mundo evolutivo.
Por exemplo, os gnomos, as fadas, os elfos, os duendes, que nada têm a ver com as linhagens evolutivas humanas.
E que não são prisioneiros da Dualidade.
O que explica que um duende ou um gnomo possa aparecer ou desaparecer tão rápido.
Eles evoluem sobre a 2ª Dimensão e podem por vezes manifestar-se na 3ª Dimensão.
***
Questão: e para os Pleiadianos?

Então, os Pleiadianos, há os humanoides, há formas de vida que são muito elevadas, que estão além do antropomorfismo, há uma das estrelas das Plêiades de onde vêm os seres denominados ‘civilização dos Triângulos’.
Há também Alcyone, que está no canto.
E aí há a FONTE, a FONTE das FONTES, que se apresenta sob a forma que ela quiser.
Ela pode viajar com total liberdade (e felizmente, pois é o chefe dos chefes), que pode ser ao mesmo tempo a totalidade desta Consciência dentro de um eléctron ou de um fóton, como dentro de um universo inteiro.
A sua Consciência viaja e é mutável de um extremo a outro da escala de Vibrações e de Dimensões.
Aliás, foi o contrato que fez com que a FONTE pudesse se manifestar em meio a um corpo humano.
Assim como ela pode se manifestar dentro de um corpo de qualquer origem.
Então, vocês veem, por enquanto vocês estão habituados nesta Dimensão onde vocês estão, em uma forma.
Vocês estão identificados com a sua forma, com o seu corpo fisiológico.
Mas admitam que nas outras Dimensões, a sua forma é mutável.
Vocês são imortais, vocês são impermanentes, vocês estão no vazio, vocês estão na Totalidade e vocês podem, ainda por cima, mudar de forma.
Vocês se dão conta de tudo o que terão que reencontrar, que explorar?
***
Questão: poderia voltar a falar da constelação planetária sob forma de Cruz que vai se manifestar de julho a setembro?

Ela corresponde à sua Cruz, ou seja, ao que foi anunciado pelos profetas, por mim também, das minhas visões que tive na minha vida, que foi, sobretudo, descrito pelo meu grande amigo e meu grande irmão Bença Deunov, algumas horas antes da sua morte, que descreveu perfeitamente o que chegaria à Terra.
E o que chega à Terra, que é a sua Ascensão, que é a sua transformação, assim como a de vocês, está ligada, obviamente, a calendários cósmicos e a calendários planetários.
Os calendários planetários, no seu mundo, têm um efeito.
Este efeito não é de forma alguma o mesmo nos mundos Unificados.
Vocês estão sujeitos, nesta Dualidade, a forças gravitacionais.
Essas forças gravitacionais existem devido às massas existentes para os planetas.
Quando as massas desses planetas se distribuírem de tal modo a apresentar, em relação à sua visão antropocêntrica da Terra, uma Cruz, de uma parte a outra do Sol, bem, é o momento em que a Terra muda.
Isso, esse momento, ele está inscrito em meio à Dualidade.
Paralelamente a esta cruz, chegam influências ligadas a Hercólubus, ligadas a Nêmesis, como nomearam os ‘maus rapazes’.
Nêmesis, este sol, este planeta sombra, se preferirem, vocês não o veem com o olhar do olho.
Vocês o veem, desde agora, se olharem o Sol se pondo com olhos fechados, vocês vão ver duas fontes de luz.
Uma que é o Sol e uma exatamente ao lado.
É Hercólubus.
As influências de Hercólubus são importantes nos sistemas gravitacionais.
Há um terceiro elemento nesse quadro cósmico, que os ‘maus rapazes’ não haviam imaginado por um segundo.
Era a irradiação da Luz Metatrônica que viria reajustar um pouco tudo isso, não é, e não segundo a visão dos ‘maus rapazes’.
Segundo a visão da Luz.
Mas isso eles não podiam saber, porque esses seres, essas entidades, controlam os deslocamentos espaço-tempo, mas nesta Dimensão.
Eles não podiam perceber que a Luz que é emitida pelo cinturão de Órion e, em particular, por Betelgeuse, iria chegar sobre a Terra.
Sobretudo não durante a mesma época que a Cruz.
Tudo isso chega ao mesmo tempo.
É uma ópera cósmica que vai se apresentar, com a intervenção da Confederação Intergaláctica da Luz, e também com a intervenção das irradiações cósmicas que vocês denominaram Onda Galáctica, que vem, se vocês quiserem, juntar-se à irradiação de Betelgeuse, à irradiação de Alcyone, às influências gravitacionais da Cruz e às influências gravitacionais de Hercólubus.
Tudo isso vai se encontrar a partir deste verão (inverno, no hemisfério Sul).
***
Questão: qual é o papel da 4ª Dimensão?

Plano de vida intermediário.
A vida não é sustentada na 4ª Dimensão.
É um estado intermediário.
Há vidas estabilizadas, no plano Vibratório, na 3ª, na 5ª, na 9ª, na 11ª, na 18ª, na 24ª, por vezes na 21ª Dimensão e além disso.
Mas o que são denominadas 4ª, 6ª, 7ª, são planos de coesão, onde não há Consciência propriamente dita, estabelecida.
*** 
Questão: uma saída no corpo astral impediria de ir ao corpo de Estado de Ser?

Não, absolutamente não.
Mas, simplesmente, são dois modos Vibratórios totalmente diferentes.
Mas há seres que se divertem, e foi o caso na minha vida, quando eu era Merlin, nos mundos astrais e há tal atração pelo mundo astral, há tal capacidade para agir sobre o ambiente, que isso os faz tomar bexigas por lanternas, vocês são persuadidos de que é a Luz.
Mas há uma diferença essencial que é preciso assimilar, entre o que se chama de mundo ‘astral’ e de mundos espirituais.
O mundo astral, vocês compreenderam, pertence à matriz.
As luzes se irradiam, ou seja, elas vão do interior para o exterior.
Elas não estão no interior das formas.
De acordo?
Nos corpos de Estado de Ser, seja na 5ª, na 11ª e bem além, a irradiação é interior.
Quer dizer que a Luz está no interior, é o corpo que é luminoso, não é a irradiação que é luminosa.
É exatamente o inverso entre o astral e os corpos espirituais.
***
Questão: as luzes que podemos ver na meditação vêm de nós ou de outras Dimensões?

Tudo é possível.
Vocês podem ver simplesmente uma luz astral, vocês podem ver luzes relacionadas à ativação do 3º olho, que passa por algumas etapas durante a ativação, justamente, do Sahasrara, vocês podem ter acesso a percepções ligadas a luzes pertencentes a outras Dimensões, tudo é possível.
Tudo depende do que você vê.
E é muito vasto, como domínio.
A própria visão do 3º olho vai se manifestar por cores pontuais, precisas, que giram umas nas outras.
Que resultam, por vezes, em rostos.
Os rostos são as memórias das suas próprias vidas passadas, são os rostos que vocês tiveram no passado.
Por vezes vocês veem formas geométricas.
Essas formas geométricas são o que subtendem o mundo astral.
E depois, vocês começam a entrar nas formas onde as luzes, efetivamente, não estão mais no exterior ou em um ponto como no seu 3º olho, mas vocês começam a perceber as entidades da pura Luz autêntica, que estão, portanto, invertidas com relação ao que vocês veem.
Por exemplo, se houver, entre vocês, quem seja clarividente e que observa, por exemplo, quando o Arcanjo ANAEL chega, ele vê um nevoeiro branco com uma forma longilínea.
É o que os seus olhos dissociados percebem da Luz.
E vocês têm o hábito de falar de aura, de irradiação.
Vocês veem, ao redor dos seres, uma irradiação exterior.
Não me digam que vocês veem a Luz no interior do corpo físico.
Há alguns que podem fazê-lo, mas são muito, muito raros.
Há muito poucos que são capazes de ver a Luz interior.
O que vocês veem é uma manifestação exterior da Luz.
Mesmo os chakras.
Vocês veem a contraparte etérea, astral, dos chakras, mas vocês não veem a realidade espiritual dos chakras.
Porque a realidade espiritual está em uma irradiação que está em outra direção e que é a própria Luz.
Não confundir a irradiação com a Luz.
Isso é típico da reversão que existe nesta Dimensão dissociada.
Portanto, um ser de Luz é um ser que é da Luz.
A sua forma é Luz.
A irradiação não se expressa sob a forma colorida, expressa-se sob a forma de Vibrações.
Mas, quando vocês estão na sua Dimensão dissociada, vocês podem ver a Luz e a irradiação quando têm acesso, vocês mesmos, a esta visão ligada ao Estado de Ser.
*** 
Questão: o petróleo é o sangue venoso da Terra, e a água o seu sangue arterial?

Sim. Podemos também dizer o inverso.
O sangue que está escondido é o sangue arterial.
O sangue que é visível é o sangue venoso.
O sangue espesso, é o sangue carregado de tóxicos, aquele que vocês queimam, que vocês chamam de petróleo.
E o sangue puro, é a água salgada, é o sangue arterial.
As duas visões podem se completar.
*** 
Não temos mais perguntas, agradecemos.
***
Então, caros amigos, fiquem bem.
Eu lhes transmito todo o meu Amor, todas as minhas saudações e todos os meus agradecimentos por terem sido tão atentos ao que lhes disse.
Eu lhes digo até muito em breve, fiquem bem, na Paz e no Coração, sobretudo, e jamais se esqueçam da Alegria.
E sorriam.
************


Mensagem do Venerável OMRAAM (Aïvanhov) no site francês:
16 de maio de 2010
***
Versão do francês: Célia G.  http://leiturasdaluz.blogspot.com
Postado por Célia G..
***

Transcrição e edição: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário