URIEL - 21 de setembro de 2012 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Ensinamentos do Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão -


ÁUDIO mp3 ORIGINAL:


~ O Canto da Vida ~
Eu sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.
Filhos da Luz, o Canto da Vida se eleva em vocês, celebrando o Apelo à Luz, e na Luz.
Tempo Presente, Tempo Eterno, onde o Canto se eleva e ressoa no corpo Templo, aguardando o seu Despertar.
Momento em que vocês são passados além de toda ilusão, transcendendo os reveses deste corpo, e os reveses do ilusório.

***


Amados do Um, o Tempo do Canto canta, em vocês, o Tempo do Apelo.
Chamando o que é Eterno no efêmero, para entrar em ressonância e para ressuscitar nas Esferas da Vida, onde canta a Vida, sem qualquer violação e sem qualquer filtro.
Vocês chegaram no Tempo do Canto, Canto do Tempo.
A hora é Instante, além de todo momento, chamando-os permanentemente para a permanência do Ser, para a permanência da Vida, além de toda vida conhecida e percebida.

***


Filhos do Um e Amados do Um, o Tempo da Unidade, o Tempo da Presença, manifestada no Absoluto e além do Absoluto, na FONTE Una, no efêmero deste corpo, canta, em vocês, o Tempo da Libertação, o Tempo da Ressurreição, o Tempo além de toda esperança.
Cantando, em vocês, a ressonância da Vida, Eterna e Infinita, onde o Amor e a Beleza são o Tempo da resposta, e o Tempo do momento, como de qualquer tempo, a vir e vindo, no mesmo Espaço, além de todo espaço compartimentado.
O Canto da Vida ressoa, tomando forma com MARIA no Tempo do Apelo do seu primeiro nome, aquele da alma de vocês, nesta vida, se deixada viver a fim de Viver o Retorno à Vida, além de toda vida e além de todo limite.

***


Assim é o Canto, ressoando e Liberando, chamando-os à Liberdade e à Ressurreição do Ser.
No tempo da sua Presença, Aqui e Agora, escutem e ouçam o que lhes diz o Canto.
Ele os convida a cantar o Canto de Glória do Amor e da Verdade.
Ele os convida a dizer, além de qualquer palavra, o sentido do Amor e o sentido da Beleza, que é expansão e infinito, Luz brilhante da luz que se extinguiu.
Que se revela a ela mesma, deixando-se viver a sombra na sua finalidade, que é desaparecer na Luz Eterna, onde nenhuma sombra pode subsistir ou existir.

***


Ouçam o Canto do Coração, ouçam o Canto da alma, ouçam o Canto do Espírito, reunidos no Canto do Céu e da Terra, no mesmo Anúncio e na mesma Trombeta.
Levando-os a Ser além de todo ser, levando-os a Ser além de todo ter, levando-os a Viver além de toda ilusão.
Levando-os a Ser a Beleza irradiada do Amor Unificado, e expressa em outra Linguagem que a linguagem da carne, na Linguagem da Vida que canta o Absoluto, e que carrega a Onda para ser vivenciada além deste corpo.
Onda da Vida reanimando o Néctar e a Infinita Presença, do Último para viver, e estabelecido em vocês.

***


Ouçam o Canto, por que, nele, ressoa a Liberdade.
Ouçam o Canto, por que, nele, está a Esperança e a caridade.
Ouçam o Canto, por que, nele, está a Liberdade.
Ele é a Essência e a manifestação, aí, onde vocês estão, da Luz Una, vindo re-encantar este mundo tendo perdido o seu Canto, tendo perdido a sua Verdade.
Tempo de reconexão, Tempo do Canto, Canto da Vida, além do canto da esperança, levando-os a Vibrar no Tempo da Sua Presença.
O Sol Canta para vocês.
MARIA os chama para Viver o Eterno.
MARIA os chama para não mais estar no limite de qualquer pensamento, no limite de qualquer razão.
A fim de elevá-los, aí onde o Despertar é Fonte, aí onde a Fonte da Vida, com a Onda da Vida, em alquimia em vocês no Templo do Coração, no centro do Centro, eleva também o Canto da Verdade.

***



Então, escutem e ouçam.
O tempo chegou, ele está inscrito em vocês, aguardando o seu Despertar, Despertar que soa.
Chamando-os a voltar o olhar para a Eternidade do Ser, para a Eternidade da Vida, e para a Beleza do Instante, além de qualquer circunstância e de qualquer canto de desesperança, atingindo apenas a emoção daquele que recusa o Canto do Eterno que, no entanto, está bem aí.

***


Então, escutem e Vibrem, na esperança, e na espera convincente de Ser o que vocês São, de toda a Eternidade, eliminando qualquer distância, eliminando qualquer miséria e qualquer sofrimento.
Vocês são Filhos da Luz, Luz gerada na Verdade, cuja testemunha, que diz “sim”, é o Canto do Espaço, o Canto da Terra, do seu Núcleo Cristalino, o Canto das Estrelas, do Cosmos, e dos seus Irmãos e Irmãs de outro espaço e multidimensionais, chegando a vocês.
Sussurrando para vocês, e acariciando-os em um local do seu corpo.
Chamando-os à Beleza e ao Riso, aquele do Canto da Vida.
Abrindo as Portas da Ressurreição.
Abrindo o Instante da Eternidade.

***


Encontro.
Encontro cantado.
Encontro de apelos, e chamando a Luz ainda mais perto da Verdade do Ser, para difundir-se e se revelar na Eternidade do Canto.
Onde a vida efêmera é lavrada pelas Sementeiras da Eternidade, fazendo a semente brotar, propelindo para o Sol o seu Canto de Glória, o seu Canto da Verdade.

***


Escutam e ouçam o que chega para vocês, chamando-os e Nomeando-os, não para limitá-los, mas para torná-los ilimitados, além deste nome, pelo Nome de quem vocês São, além do seu primeiro nome, além da família, além deste mundo.
Aí, onde a Identidade é Confiança e Vibrância.
Nome Eterno, sussurrado além e acima do seu primeiro nome, deixando-se viver o esplendor absoluto do seu Nome de Eternidade, que é ressonância do Canto da Vida, Canto da Vida sobre a Terra, Canto da Vida no centro do Centro.
Permitindo ao Canto estar presente, em cada Espaço e em cada Tempo, em suas noites como nos seus dias, sobre o Sol como sobre a Terra, nos seus ouvidos como nos seus olhos.
Deixando-se abrir isto à Verdade da Luz, e à dança da Luz.
Pois a Luz dança, ela os convida a dançar na espiral da Vida, na espiral da Ascensão, encontrando então o sentido da Lemniscata.
Merkabah, em vocês, Vibra e se eleva em frequências desconhecidas, onde se eleva o Canto da sua Eternidade, que é o de vocês, Filhos do Um.

***


E a Luz do Um os faz ouvir o que vocês têm que escutar, no tempo e no espaço do seu silêncio, no tempo e no espaço da sua Paz.
Porque, nesse silêncio, é o Canto da Eternidade, é o Canto do Eterno.
Deixando-se viver o Éter do Fogo, o Éter do Fogo vindo restituir à Terra a sua Verdade Última: Terra de Luz, Terra de Ascensão, Terra Sagrada.

***


O Éter está aí, propiciando expandir o mundo e os campos de percepção, em vocês.
Vocês São a Eternidade.
Além desta palavra, ressoa o Som da Eternidade, em vocês.
Chamando-os, por todos os sentidos, a estabelecer o silêncio.
Chamando-os, por todas as Portas e as Estrelas, a deixar o Néctar da Vida percorrer, pelo seu Canto, este corpo.
 Cultivando as células da Nova Frequência, cultivando a consciência a fim de pôr fim à forma confinada, e Liberar Aquele que É todas as formas, e em qualquer Dimensão.
Liberdade.

***


Assim é o Canto, assim é a escuta da sua Eternidade.
E o Instante está aí, a partir do momento em que o silêncio se faz no canto da sua Presença, no canto do efêmero, abrindo então o Canto da Eternidade, aquela da Vida Una, no Éter ressuscitado.

***


Vocês São a Verdade.
A voz se faz ouvir, traçando o Caminho que não é um, mas que é bem a abertura do que jamais pôde ser extinto em vocês, no que vocês São: Aquele que vocês São, Aquele que está Presente, além da sua presença.
Aquele cuja presença se extingue na ausência da pessoa, pondo enfim um Nome no informe.
Luz revelada além da sua forma e, no entanto, levando esta forma a um novo Canto, aí onde se constrói a Eternidade, onde se desenrola o que é Eterno.
Aí, onde o Canto da Vida não pode ser alterado, e não pode ser escondido.
Canto de Regozijo e de Liberdade.

***


Escutem e ouçam, por que o Tempo está aí.
Escutem e ouçam, por que tudo foi dito.
Nada há a dizer, nada há a fazer, há apenas que Ser e não ser, na Absoluta Presença e na Infinita Verdade do Canto da Vida.
Então, no silêncio dos movimentos exprime-se o Movimento da Luz, encarnando-se e subindo de novo, subindo e descendo, na mesma dança, na mesma espiral da Eternidade reencontrada.
Presença e Verdade, Canto e Vida, a Vida canta por que a Vida foi encontrada.
Então, escutem e deixem trabalhar, e deixem Ser a Luz, a sua natureza Eterna, a sua natureza que canta e que dança, no Tempo do Êxtase, no Tempo da Verdade e da Beleza.

***


Então, no Tempo que está aí, com vocês, comigo, na mesma Unidade, deixando ressoar o mesmo Canto da Vida, nós unimos as nossas Vidas e as nossas Consciências, na ronda das danças da Perfeição, na ronda das danças, de Coração a Coração, no coração do Coração, em cada Centro, em cada Ponto e em cada Consciência, nós manifestamos o Coração e a Liberdade.
E isso É, no Canto da Vida.
Apelo e ressonância, de Coração a Coração, de boca a boca e de ouvido a ouvido, além de qualquer sentido, a célula canta e o Coração canta, a Nota da Vida.
A Ode ao Éter, Eternidade da Ode, porque a alvorada está aí, do Dia novo.

***


Então, escutemos e ouçamos a nossa Presença Una, no coração do Coração, onde cada Coração está inscrito, onde cada ouvido se coloca, onde cada Canto se torna o mesmo Canto.
No Coro dos Anjos, nós cantamos com vocês.
Cantem comigo, no silêncio das palavras e no silêncio dos movimentos.
Escutemos o Canto da Vida.
Vejamos a dança da Vida.
Bênção Eterna e infinita, constantemente renovada, sem começo e sem fim, sem sentido nem orientação, sem Dimensão nem espaço, transcendendo todo tempo, transcendendo todo limite.
Inscrevendo o seu Canto além de toda forma.

***


Então, juntos, unidos e unificados na mesma Presença, na mesma ausência do efêmero, abramos a escuta ao Canto, a Ode ao Éter do Alfa e do Ômega, na Ode ao Éter da Água e do Fogo, do Ar e da Terra, ressoando e Vibrando, da Eternidade.

***


Eu, URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão, me instalo em vocês, neste instante, e na Eternidade.
Então, escutem o Canto da Vida do Anjo da Presença, e ouçam a ressonância da Passagem, a Última Reversão.
No silêncio, o Canto da Alegria é o Canto do Centro.
Aí, onde está o Coro dos Anjos, pondo em forma a ordem dos Mundos Liberados, a ordem da Inteligência do Amor.
A fim de que o Canto da sua Presença se torne a Vida, no Caminho e na Verdade, e na Eternidade.
A Ode a vocês.
A Água do Alto e a Água debaixo encontram, em vocês, a Eternidade.

***


Então, no silêncio também das minhas palavras, acolhamos a nossa Presença conjunta, na ronda da Vida, na ronda do Canto.
Elevemos, juntos, a Ode ao Éter, a Ode à Eternidade, no Fogo da Alegria e na Água do Amor.

***


Aí, nesse tempo limitado, instalemos o Tempo sem fim, a fim de que a sentença do Amor seja, no Infinito da sua Presença, no Último da Alegria, na Verdade do Caminho, e na Vida da Verdade.
Vivamos o que é para Viver, no Caminho, na Verdade, na Vida.
Aqui e lá, agora e sempre.
Ode à Vida, Ode à Verdade, Caminho do Éter.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

No sentido do acolhimento e da escuta, no silêncio das minhas palavras, faz-se a Plenitude da nossa Presença Una, Caminho, Verdade e Vida.
Aí, e agora, elevemos.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Na hora em que os Cavaleiros dos Elementos vêm anunciar, pela Trombeta dos Anjos, o Tempo de ressuscitar, os Elementos cantam no Coro dos Anjos, no Tempo da sua Presença, a Ode ao Éter, do Alfa e do Ômega.
Então, abramos ainda o campo das possibilidades, o campo fértil onde germina a semente, fecundada pela Água do Céu e pela água da Terra.
Água do Alto e água debaixo, Criação.
Canto de embriaguez da Luz, chamando em vocês, e ressoando em nossa Presença, no silêncio, de novo, instalando o Canto da Eternidade.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Silêncio e Paz, elevação.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Eu sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.
Em vocês, e por vocês, ao seu lado e ao lado de vocês, eu chamo a sua Liberdade, a sua Verdade, para a Vida.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Eu Sou URIEL, Anjo que traz a Boa Nova.
Eu saúdo em vocês o Canto da Vida.
Amados do Um, acolhamos no centro do Centro, uns e outros, um pelo outro e o outro pelo um, de Coração a Coração, de Centro a Centro, o mesmo Canto, o mesmo brilho.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Eu lanço, a vocês, KI-RIS-TI, o Canto do Duplo, de Éter a Éter, elevando esta Terra à Eternidade.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Eu Sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.
Pela terceira vez, eu saúdo, em vocês, o Canto e a ressonância da Vida Liberada.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Eu sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão, eu lhes dou a minha Paz e eu lhes dou o meu Fogo.
Eu saúdo, em vocês, a Chama Eterna.
Eu sou URIEL, vocês São a Luz.
URIEL os saúda, no Amor e na reciprocidade, do nosso acolhimento e das nossas bênçãos.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Paz no Coração de vocês.
Paz na Vida.
Paz na Luz, na sua Eternidade.
URIEL, Anjo da Presença e da Reversão, saúda vocês, e lhes diz até breve.



************


Mensagem do Bem Amado ARCANJO URIEL no site francês:
21 de setembro de 2012
(Publicado em 22 de setembro de 2012)

***


Tradução para o português: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário