MARIA (Is-Is) - 14 de julho de 2012 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação






 Eu sou MARIA, Rainha dos Céus e da Terra.
Filhos bem amados, eu venho para preenchê-los de Graças e para acompanhá-los.
Vários de vocês, cada vez mais numerosos a cada dia, agora, percebem a minha Presença, seja em suas noites, seja em seus dias.
Eu estou ao lado de vocês.
Assim que vocês me chamam, eu me apresento a vocês.
Do mesmo modo, durante o tempo que vai transcorrer até a última sessão do Manto Azul da Graça, retransmitido pelos Anciãos e pelas Estrelas, eu voltarei, a cada dia, nesta hora, a fim de preenchê-los de Graças, para responder também às suas questões, para dar-lhes o que eu nomearia os últimos conselhos desses tempos de Realização da sua natureza profunda, deste Amor que lhes foi difícil de viver e de encontrar.

***


Nós não agradeceremos jamais o suficiente pelo seu trabalho de Ancoramento da Luz, permitindo trabalhar para a Ascensão da Terra, em circunstâncias mais brandas e muito mais agradáveis do que vários profetas tinham anunciado.
Um ciclo termina: as transformações que foram empreendidas pela chegada da Luz, em seus diferentes componentes, terminam agora.
A primeira Irradiação do Espírito Santo, que chegou sobre esta Terra em 1984, levou-os, uns e outros, a viver, a aceitar esta transformação, pelo Amor e no Amor, a fim de permitir-lhes estarem preparados para esta Conclusão.
Eu me mantenho, portanto, ao lado de vocês, no Canal Mariano, e a minha Presença e o meu Amor são adquiridos por vocês, de toda Eternidade.
Cada vez mais numerosos entre os Ancoradores de Luz e aqueles que, hoje, começam a se abrir à Verdade da Luz.
Eu me manifesto, assim como os Arcanjos e os Anciãos, ao seu pedido, ao seu apelo, não tanto para falar-lhes, mas para estar Presente, a fim de que, durante a nossa Comunhão, vocês possam viver o que vocês São e realizar o que vocês sempre foram, de maneira mais fluida, mais fácil.
Os tempos que se apresentam a vocês são os tempos da misericórdia, o tempo da Graça, o tempo da Liberdade.

***


Se vocês se voltarem para o seu Coração, se, além de querer fazer o bem, vocês Forem o bem, se vocês se mantiverem tranquilos, não respondendo às solicitações da sua pessoa, aqui sobre esta Terra, se vocês não responderem às solicitações deste mundo que entra no seu período de confusão, então vocês estarão claros, cada vez mais Amorosos, cada vez mais disponíveis, para viver o que é para viver.
O Tempo do meu Anúncio está agora muito próximo.
Aliás, o número cada vez maior, entre vocês, que me percebem e me recebem, é capaz de facilitar este Anúncio.
O tempo chegou de recuperar, definitivamente, a sua Eternidade.
Em vocês, os últimos preparativos foram realizados.
Vários elementos transmitidos pelos Anciãos, pelas minhas Irmãs Estrelas, assim como por outros intervenientes, deram-lhes vários elementos, nesses últimos meses, preparando-os, de algum modo, para viver o que vocês São.

***


Lembrem-se do que lhes dizia TERESA: lembrem-se da Humildade, da Simplicidade, sobre este mundo.
Aceitem nada ser, aqui, para Ser Tudo.
Aceitem voltar-se para o Amor.
Além de toda relação entre vocês, aqui, encarnados sobre a Terra, nós lhes oferecemos, hoje, a nossa Comunhão, a nossa Fusão.
Dessa maneira, a cada dia, até a última sessão do Manto Azul da Graça, eu estarei com vocês (ou algumas das minhas Irmãs), a fim de fazê-los verificar e validar a realidade da nossa Presença, a fim de que, através da nossa União, da nossa Comunhão, vocês se dirijam, sem apreensão, na Alegria, na delicadeza do que vocês São, para este Amor, para esta Verdade.
Elementos importantes, comunicados por aquele que se faz nomear BIDI, abriram-lhes as últimas Portas, permitindo-lhes dirigir-se para a Porta Estreita e deixar para trás o que está morto, o que não pertence ao reino do Amor, ao reino da Eternidade.
Com toda consciência, conforme o acolhimento que vocês reservam à minha Presença e às nossas Presenças, vocês demonstram, assim, a possibilidade de viver, aqui mesmo, nesta carne, esta Ascensão.
E de dar-lhes a Ser a Verdade da sua Eternidade, a Verdade da sua Beleza.

***


Especialmente durante esses dias, aqueles que me lerem, aqueles que se conectarem conosco e que nos chamarem, nós estaremos aí (mais particularmente, a minha Presença), a fim de fazê-los viver esta União Mística comigo mesma, com outros Anciãos, com o que for, para vocês, o mais proveitoso, referente à Liberação dos seus últimos apegos, à Liberação dos seus últimos medos, à Liberação de tudo o que, até agora (talvez, ainda, até hoje), reprimiu o que vocês São.
O ciclo terminou: ele termina nesses tempos que vocês vivem.
É-lhes dado a viver esses Encontros conosco, vindo trazer-lhes a Água, a Água do alto, a Água do Céu, que põe fim a toda sede, a todo sofrimento e a toda hesitação.
Voltando-se para nós, vocês se voltam para vocês.
Voltando-se para nós, vocês aceitam e vocês aquiescem à Eternidade, vocês renunciam ao Efêmero, vocês renunciam ao sofrimento, ao medo, a toda falta que existe em meio a este mundo no qual vocês estão e que não é o mundo de vocês.
Vocês são os Filhos da Eternidade.

***


Eu sou, enquanto Mãe, responsável por este corpo no qual vocês estão, mas eu não sou a sua Mãe.
Não há nem Pai, nem Mãe: vocês são, vocês mesmos, o Absoluto, como lhes foi dito.
Este Absoluto é Amor, e é através deste Amor que vocês são capazes de se manifestar, após terem nos acolhido, após terem recebido a Luz em seus diferentes componentes.
Hoje é o dia em que vocês devem, se vocês desejarem isso, separar-se de toda muleta, a fim de serem vocês mesmos e de se apresentarem à Luz, para esse face a face consigo mesmo.
Suas múltiplas possibilidades, que foram enunciadas desde alguns meses, dão conta dos seus progressos, a vocês que trabalharam, a vocês que acolheram.
Então, eu não duvido muito que em meio à consciência limitada que é ainda a de vocês, por vezes, colocam-se ainda algumas questões.

***


Eu estou aí, também, para isso: comunicar-lhes a minha Presença, comunicar-lhes o meu Amor, além de toda palavra, no seu Canal, em vocês, no seu Coração.
Através desta Comunhão, vocês tiram e suprem tudo o que é necessário.
Vocês irão ali encontrar a Graça.
Vocês irão ali encontrar a certeza.
Vocês irão ali encontrar a Plenitude do que vocês São, além das insuficiências deste mundo.
Então eu respondo, durante este tempo, às suas questões e, do mesmo modo, a cada dia, eu darei elementos em função da aproximação da Luz em vocês, em função da Revelação na humanidade.
Eu irei me manter ao lado de vocês e eu responderei Vibratoriamente ao seu apelo, dando-lhes a viver este indizível Amor: a Verdade do que vocês São.

***


Durante este período, permaneçam calmos, fiquem o mais calmo possível.
Algumas das minhas Irmãs lhes disseram para permanecer na Humildade, na Simplicidade, para ir à natureza, para beneficiar-se da energia da Terra e do Céu, que estão, mais do que nunca, liberadas.
Dando-lhes a viver o que foi nomeado a Onda da Vida, a Onda da Graça da Terra, assim como a Irradiação que vem do Centro Galáctico, de maneira muito mais livre do que antes.
E quanto menos vocês resistirem a isso, mais o Amor irá preenchê-los e mais vocês serão Luminosos e mais vocês serão Liberados de toda angústia, de todo medo e de todas as ilusões às quais o que vocês são, sobre este mundo, está ainda ligado, conectado, privando-os da Autonomia, da Liberdade, da Verdade e, sobretudo, do Absoluto.

***


Então, todas essas Comunhões que nós lhes oferecemos vão se tornar cada vez mais urgentes, cada vez mais intensas e cada vez mais Amorosas, no seu sentido o mais nobre.
Acolham-me, como nós acolhemos vocês.
O Amor é a nossa ligação, é a nossa Liberdade.
Esta ligação nada tem a ver com as ligações deste mundo, quaisquer que sejam, porque elas são indestrutíveis.
Elas fazem parte da Eternidade: elas estarão aí como elas estiveram aí e como elas estão aí.
Através desses contatos que nós temos, uns e outros, encontra-se tudo o que sacia a sua sede, encontra-se a solução, a chave da Ascensão de vocês.
Lembrem-se disso, lembrem-se de que toda vida deve ser essa Irradiação de Amor, não mais para ancorar a Luz, mas, sim, para serem, como isso foi dito, de algum modo, os Libertadores, aqueles que transcenderam, aqueles que transformaram tudo o que era resistência e medo, tudo o que era sofrimento e ignorância, no supremo Conhecimento do que vocês São, desta Transparência, deste Amor, tal como ele está presente em toda Dimensão, em todo lugar, em toda esfera.

***


Hoje, é o tempo de vocês: esse tempo da Liberdade, esse tempo da Liberação, esse tempo em que lhes é solicitado para penetrar as esferas da Graça, as esferas da Eternidade e para viver isso neste corpo de carne, a fim de plenamente se beneficiar desta Transmutação.
A fim de que o corpo nomeado Corpo de Estado de Ser, ou como o conjunto de Duplos que é atribuído a vocês (ou que vocês se atribuíram), permita viver na Comunhão da Alegria, e além da Alegria, no Êxtase da Onda da Vida, da Onda da Terra, que vem regá-los no seu Núcleo Cristalino, na sua raiz que vem de Sírius, dando-lhes este ímpeto para a sua Linhagem estelar, para a sua Dimensão original ou para o seu Absoluto.
Tudo isso age agora, de maneira cada vez mais visível, de maneira cada vez mais evidente, a partir do momento em que vocês deixarem, na totalidade, o que vocês acreditam manter sobre este mundo.
A partir daquele momento, nós iremos nos precipitar ao lado de vocês, a fim de celebrar a sua Liberdade e a sua Liberação.

***


Então, é claro, quem está na resistência e no sofrimento, sobre este mundo, está ansioso.
Ansioso para saber quando.
Ansioso para viver esta Liberação em suas fases finais.
Mas se apreendam bem de que vocês estão prestes a vivê-lo, nesse momento mesmo.
A partir do instante em que a Onda da Vida percorrer vocês, a partir do instante em que o Canal Mariano estiver presente, a partir do instante em que o Fogo do Coração for se instalar, de novo, de maneira completa e permanente, então vocês são Liberados.
E a Liberação está em andamento, dando-lhes a viver, neste corpo de carne, a iluminação a mais total da Luz, no conjunto do que lhes resta, não para fazer, mas, sim, para Ser, ao nível da sua Realização.

***


Esta Realização é agora coletiva.
Ela entra em uma fase onde, como eu o dizia, o conjunto das instituições deste mundo que tinham ludibriado vocês, esvaece-se sozinho, pela Graça e pela majestade da Luz, pela Graça e pela majestade da nossa Presença, por nós, Estrelas, com os Anciãos, com os Arcanjos, e com o conjunto da Confederação Intergaláctica dos Mundos Livres, aparecendo pouco a pouco à sua Consciência, antes de serem vistos pelos seus olhos de carne.
Na visão etérea, vários de vocês veem as modificações que existem ao nível do Éter, no ar deste planeta, nos Céus, sobre a Terra.
Como vocês sabem, muitos animais estão em via, eles também, de se liberar e de viver a sua própria Ascensão para a Eternidade deles.
Tudo isso é claramente perceptível, em vocês.

***


Então, nós lhes pedimos insistentemente, nós rogamos a vocês, durante esses tempos, para se voltar para nós e para estar em Comunhão conosco.
Isso vai se tornar cada vez mais fácil, a partir do instante em que vocês deixarem toda pretensão, todo orgulho, toda personalidade.
É nesta personalidade, para aqueles que estão ainda encarnados e que vivem aqui, que se vive esta Ascensão.
Este corpo é apenas o recipiente da Luz, mas é no Interior dele que isso deve acontecer, nesse momento mesmo.
Abram-se para nós, não resistam mais ao que quer que seja.
Deixem se estabelecer a Graça, deixem se estabelecer a Fluidez, deixem se estabelecer a Alegria e deixem se estabelecer este Absoluto, esta Onda da Vida que os transporta nas coisas que, até agora, pareciam-lhes improváveis, impossíveis.
Tudo isso está totalmente aberto, tudo isso está totalmente pronto e é em vocês que isso se desenrola.
Reposicionem, eu diria, as suas prioridades.
Qual é a sua prioridade?
Quais são os seus medos?
Qual é o seu Amor?
Qual é a sua Transparência?
Vocês irão para a Clareza?
Vão para esta Liberdade porque nós a levamos para vocês, mais do que nunca, o mais perto de vocês, já que nós estamos ao seu lado.
O conjunto das camadas isolantes deste sistema solar vive sua desintegração final, dando-lhes a viver, em vocês, modificações importantes, até mesmo, da sua consciência.

***


Alguns impulsos da Luz vão levá-los a mudar, por vezes de maneira radical, alguns elementos, em vocês, e em suas circunstâncias de vida.
O que quer que aconteça, permaneçam na mesma serenidade, no mesmo Amor, na mesma paciência, no mesmo acolhimento.
Nada mais há para fazer.
Há apenas que Ser.
Ser bem: não querer fazer o bem, mas Ser, si mesmo, o bem, além de toda dualidade, além de toda personalidade.
Cultivem o Amor, não pela vontade, mas pelo seu Abandono total ao Amor que vocês São.
Tudo o que for resistência, tudo o que for medo não poderá fazê-los sofrer inutilmente, levá-los nos caminhos onde tudo não é Claro, onde tudo não é Transparente.
Mas vocês devem ser Claro e Transparente para viver o que é para viver com a maior das facilidades.
O conjunto dos seus Irmãos e das suas Irmãs, dos meus Filhos que ainda dormem sobre esta Terra, vai se apoiar em vocês.

***


Existem vários sinais, presentes em vocês, dando-lhes a perceber claramente aqueles dos seus Irmãos e das suas Irmãs que estão na mesma dinâmica de Liberdade que vocês, e aqueles que, por razões que lhes são próprias, ainda se opõem, e até mesmo se afastam da Luz.
Em relação a isso, quaisquer que sejam as modificações dos seus Sons percebidos ao nível dos ouvidos, que isso seja a modificação das suas Lâmpadas energéticas denominadas chacras, que isso seja as modificações da sua Consciência, afirmem o que vocês São e iluminem o que deve sê-lo, com doçura, com Transparência.
Ousem ser o que vocês São, de toda Eternidade.
Nenhum elemento deve se dispor no seu caminho e pode se dispor no seu caminho, porque, quando vocês são Transparentes, nenhum elemento pode pará-los, nenhum elemento de resistências deste mundo pode afetá-los.

***


Onde vocês estiverem, nós estamos ao seu lado, mais do que nunca, de maneira cada vez mais potente, cada vez mais evidente, a partir do instante em que vocês voltarem o seu olhar e, sobretudo, o seu Coração, para nós.
Nós estamos aí para isso.
Como nós sempre lhes dissemos, nós não podemos fazer a Passagem no seu lugar, mas nós estamos aí, do outro lado desta Porta Estreita, para acolhê-los de braços abertos, de Coração aberto, na Fusão do Amor, no Fogo do Amor.
Eu passo agora a palavra para vocês, porque eu penso que as questões que vocês têm que me fazer, vocês, aqui presentes, correspondem ao conjunto das questões dos seus Irmãos e das suas Irmãs, a caminho para esta Unidade, no caminho que lhes permite não mais caminhar e se estabelecer na Verdade da Onda da Vida, na Verdade da Liberação.
Então eu deixo vocês se expressarem, porque essas questões serão proveitosas para todos aqueles que irão me ler e irão permitir, através das respostas que eu vou dar, aproximar-me ainda mais daqueles que não estão inteiramente voltados para nós.

***


Eu especifico que, a cada dia, retornando nesta hora (ndr: 17 horas, hora francesa no relógio (12h00, meio-dia – hora de Brasília; 16h00 – hora de Lisboa)), nós iremos estabelecer uma Comunhão cada vez mais acentuada.
Vocês irão constatar isso tanto durante os seus Alinhamentos, como durante as suas noites, como durante momentos imprevistos onde, justamente, os pensamentos param, as emoções param, fazendo-os entrever o pleno, a vacuidade, o vazio, resumidamente tudo o que, do outro lado da personalidade, parece-lhes incomum e inesperado.
Tudo isso irá ocorrer naqueles momentos, nos momentos em que as suas resistências estiverem o menos presentes, nos momentos em que o seu Coração for mais capaz de viver esta Comunhão, abrindo-lhes as portas da Dissolução, da Fusão.
Eu os deixo agora perguntar o que vocês têm para me perguntar.

***


Pergunta: como guiar para esta Luz, os parentes que não estão abertos?

Meu Filho, você não pode guiar ninguém porque cada Irmão e Irmã é Livre e esta Liberdade será cada vez mais total.
Em nome de que você gostaria de levar, pelas palavras, quem quer que seja, para nós?
Simplesmente, contente-se em ser Transparente, em ser Claro consigo mesmo, em estar bem com você e a Inteligência da Luz, a Inteligência da Onda da Vida poderá talvez se comunicar.
E essa mudança, você irá percebê-la, porque, a partir do momento em que um parente se abrir à Luz, frente a esta pessoa, ou pensando nesta pessoa, o Som que você ouve no Canal Mariano irá se tornar cada vez mais cantante, cada vez mais agudo.
Se, agora, você se encontrar frente a um Irmão ou a uma Irmã (mesmo o seu filho mais querido), se ele se afastar da Luz, você irá constatar por si mesmo que o Canal Mariano tende a se extinguir, que o Som ali presente desaparece.
Então, naqueles momentos, não insista: contente-se em ser Transparente, contente-se em estar bem, contente-se em ser Amor, porque nada mais que isso pode agir.
E mesmo se isso não agir, você não é nem responsável, nem culpado, mas você não pode constranger ninguém.
Isso se chama a Liberdade e a Graça.

***


Pergunta: o que significa sentir a sua Presença no Canal Mariano e não mais no Coração?

Isso significa que, como nós sempre lhes dissemos, nós somos vocês, nós estamos em vocês e, evidentemente, nós já estamos presentes, na totalidade, no seu Coração.
Mas a consciência ordinária, ela deve, ela também, beneficiar-se disso.
Como você diz, você me percebia no seu Coração que é a consciência do Coração, aquela da Unidade, aquela que está além de toda dualidade.
Agora, nós nos temos, e eu me tenho, no seu Canal.
Isso para permitir a interação e, sobretudo, além da ação do seu próprio Coração, para que eu me estabeleça ao seu lado para o meu Anúncio e também para permitir, eu diria, uma propagação da Luz e da minha Presença, pouco a pouco, para aqueles que estão ao redor de você ou do outro lado do planeta.
Há, portanto, uma forma de rede, pela energia do Amor, pela energia que vocês nomeiam Mariana (da compaixão), mas muito além do Espírito Santo, permitindo a essa irradiação que estava no seu Coração e que irradiava já do seu Coração, exprimir-se, de maneira consciente e lúcida, mesmo na consciência da personalidade.
A grande diferença está aí.
Vários de vocês, aqui, me sentem, do mesmo modo, no seu Canal.
Não se coloquem a questão porque, para vocês que ainda estão localizados em um corpo, parece-lhes incompreensível e indescritível que eu possa estar presente, ao mesmo tempo, a cada um de vocês.
E, no entanto, essa é a estrita Verdade, já que vocês a vivem nesse momento mesmo, quando vocês forem me ler ou, eventualmente, que vocês me escutarem.

***


Pergunta: pode ali haver percepção do Canal Mariano, sem ouvir palavras?

O importante jamais serão as palavras, até o momento do meu Anúncio.
O importante é o Silêncio da nossa Comunhão, o Silêncio da nossa Fusão.
É o mental que quer se alimentar de palavras, o que é limitado em você, como dizem alguns.
O importante é o Coração.
O importante é o que acontece de Coração a Coração, da minha Presença à sua Presença.
E isso acontece por qualquer palavra.
Não há mais necessidade de palavras, exceto no momento em que a permeabilidade da Terra for tal que ela irá permitir anunciar a vocês, a todos vocês, a ‘boa nova’.
Mas, acima de tudo, é a percepção da nossa Presença conjunta que é importante.
Nada pode substituir isso.
Nenhuma palavra vale esta Comunhão e esta Fusão.
Isso que eu alimento, pela minha Presença, nesse Canal Mariano, é a sua Eternidade.
Isso significa, de alguma forma, preparar a Promessa e o Juramento, o Retorno da Luz.
As palavras não existem no Amor.

***


Pergunta: eu sinto a sua Presença na bochecha esquerda e na cavidade do ombro. Isso está realmente associado à sua Presença?

Cabe a você reconhecer.
Quem coloca esta questão, a não ser esta sua personalidade?
É por isso que eu me apresento a vocês, porque, mesmo vivendo isso, vocês ainda duvidam.
Como lhes disse TERESA, como lhes disse GEMMA: “o que mais vocês precisam?”, “o que mais vocês esperam?”.
Eu aproveito para acrescentar que, quando eu estou ao lado de vocês, quando vocês me percebem (que isso seja no seu Coração e, sobretudo, agora, no Canal Mariano), vocês nada têm que pedir: apenas pedir a minha Presença.
Mas quando ela está aí, nós nos instalamos na Comunhão, nós nos instalamos nesta Fusão de Amor.
Nenhuma palavra é necessária, nenhuma ação é necessária, porque é desta Fusão, desta Comunhão que irá resultar a facilidade da Dissolução.
Nenhuma palavra poderá nutri-los de Amor.
Lembrem-se simplesmente (que isso seja nesses momentos de Comunhão e de Fusão que nós somos levados a viver, e que nós já vivemos), lembrem-se de que são as circunstâncias do seu ambiente, ou de algumas presenças de Irmãos e de Irmãs que estão na resistência ou na oposição, que irão levá-los a se afastar, ou seja, de não mais permanecer na presença daqueles que não podem, no momento, por razões que lhes são próprias, Comungar com o que vocês São, entrar em Fusão com o que vocês São.
Esses momentos são os momentos da Liberdade, da Liberação.
Vocês são os Libertadores.
Então, mantenham o que floresce, em vocês, permanentemente, na Luz, permanentemente, banhado no Amor, banhado no que nutre esta Comunhão e esta Fusão.
Imirjam-se no que nós vivemos.

***


Pergunta: isso significa que o Anúncio é Vibratório, mais do que verbal?

Ele irá ocorrer dos dois modos.
Vocês são, de qualquer forma, os pioneiros, porque a minha Presença está no seu Canal Mariano.
Mas muitos Irmãos e Irmãs que estão encarnados não têm esta chance nem esta possibilidade.
Qualquer que seja a razão, no momento em que a Terra tiver decidido, durante o Encontro do Céu e da Terra, naquele momento, não haverá mais qualquer barreira, não haverá mais qualquer resistência e todos, naquele momento, poderão viver este Apelo, aquele do meu Anúncio.
Mas vocês, vocês já foram efetivamente Chamados.
Que isso seja pela minha Presença ou, como lhes disseram algumas Irmãs, se vocês ouvirem o seu primeiro nome, o Apelo foi realizado.
Vocês aguardam simplesmente os seus Irmãos e as suas Irmãs.
Vocês aguardam simplesmente a Terra e o Céu.
Mas, para vocês, isso já está aí e isso está realizado.
Resta, é claro, passar o momento coletivo que, ele, chegará muito em breve.
Eu aconselho vocês, também, a manter presente na mente os ensinamentos daquele que se nomeou BIDI, porque, lembrem-se, nos momentos que podem lhes parecer difíceis (que isso seja para este corpo, que isso seja em suas relações, que isso seja na sociedade), de que vocês não são deste mundo e de que, em última instância, este mundo é efêmero e é apenas um sonho, uma projeção.
Mas é aqui que isso é vivido, aí onde vocês estão.
Aconteça o que acontecer, não tornem isso moléstia e digam a vocês que isso é, em última análise, unicamente destinado à sua Liberdade e à sua Eternidade, mesmo se isso lhes parecer como tal nos acontecimentos, que vocês poderiam nomear traumatizantes, desta vida.
Porque o que chega a vocês é muito exatamente o que deve chegar para ser Livre.
Não busquem compreender, vocês terão toda a compreensão e toda a finalidade, durante a nossa Comunhão, durante a nossa Fusão.
Mas não nas palavras, não na atividade mental, não na reação, e não na oposição.
Porque, de qualquer modo, a Luz e as nossas Presenças testam vocês em suas últimas remoções, em seus últimos apegos, em seus últimos medos.
Vejam-se como tais: vocês não são esses medos, vocês não são esses apegos, vocês são o Amor e a Liberdade.
Portanto, não deem chance ao que pode parecer-lhes em total contradição com o que vocês pensavam, com o que vocês imaginavam e, sobretudo, como o que vocês projetavam.
É preciso ser Livre, é preciso que o seu Coração esteja Livre de qualquer impedimento para viver o que vocês São.
Todos os dias, às 17 horas (às 12h00, ao meio dia – hora de Brasília; às 16h00 – hora de Lisboa), durante a minha Presença, e nestes dias, independentemente deste encontro, de algum modo, vocês terão a possibilidade, cada vez maior, cada vez mais lúcida, de me acolher, a fim de que nós possamos acolher e viver esta Fusão de Amor.

***


Pergunta: quando sentimos uma sequência muito rápida de momentos de adormecimento e de momentos de despertar e de Paz, é o início de uma Dissolução?

Sim, é exatamente isso.
Vocês se adiantam, vocês são os pioneiros desse processo que foi nomeado os ‘três dias’ ou a estase.
É exatamente isso que vocês vivem, por episódios.
Alguns de vocês o vivem como um desaparecimento da consciência, ocorrendo de forma truncada.
Outros permanecem despertos e não têm mais necessidade de dormir.
Outros necessitam dormir muito, talvez porque suas resistências sejam maiores.
E os momentos em que a consciência parece como não estar mais aí, como o que você descreveu, como uma sucessão de adormecimentos e de despertares com Paz, são antecipações do que irá ocorrer, de maneira coletiva, depois do meu Apelo.

***


Pergunta: os Sons podem servir de orientação, não somente nas relações, mas nas escolhas da vida diária?

Certamente, meu Filho.
Como isso foi falado, desde vários anos, havia a escolha pelo Coração.
Mas vocês têm, agora, um sinal muito mais fino e muito mais preciso, o Som, que os orienta para o que, para vocês, é importante, é essencial, para conservar ou se afastar.

***


Nós não temos mais perguntas, nós lhe agradecemos.

***


Permitam-me, durante alguns instantes do seu tempo, reforçar a minha Presença ao lado de vocês.
Essa será a minha maneira de render Graças ao que vocês São.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Eu sou MARIA, Rainha dos Céus e da Terra.
Eu os Amo e eu lhes digo até amanhã, para a sequência desses conselhos e para a sequência das suas interrogações.
Que a Graça seja, hoje e para sempre.
Eu aperto vocês no meu Coração.
Até amanhã.



************
ÁUDIO mp3 ORIGINAL
************


NDR: os horários indicados correspondem à hora francesa, no relógio. O link Décalage Horaire (http://www.lolo.free.fr/Divers/DecalageHoraire.html) irá permitir deduzir a sua hora local. 

***


Mensagem da Amada e Divina MARIA no site francês:
14 de julho de 2012
(Publicado em 14 de julho de 2012)

***


Tradução para o português: Zulma Peixinho

Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário