O.M. AIVANHOV - 08 de junho de 2012 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- E BEM, CAROS AMIGOS... -


ÁUDIO mp3 ORIGINAL:

E bem, caros amigos, eu estou extremamente contente de reencontrá-los.
Eu lhes apresento todas as minhas bênçãos e nós podemos começar.

*** 

Pergunta: o que é um Guardião do Limiar?

Como assim, o que é um Guardião do Limiar?
É aquele que guarda o limiar.
É aquele que se tem à entrada da Porta Estreita.
Se você quiser, podemos vê-lo como algo exterior, é claro.
Mas, como vocês sabem disso, está também no Interior de vocês.
Ou seja, isso representa os seus últimos medos (que estão engramados) de soltar este corpo.

*** 

Pergunta: o que é o CRISTO Solar?

É CRISTO, o Logos Solar, o princípio do Filho.
CRISTO está em ressonância com KI-RIS-TI, isso quer dizer: Filho Ardente do Sol.
CRISTO Solar é KI-RIS-TI ou, se você preferir, o Logos Solar, o Princípio agindo no Sol.
É um dos três elementos da Tri-Unidade.
É a Transmutação que permite a Passagem de algumas Portas e que permite tornar-se de novo um KI-RIS-TI, ou seja, um Filho Ardente do Sol.
Não há CRISTO Lunar.

***
 

Pergunta: sentir a energia que gira do canal governador ao canal da concepção com a impressão de ficar preso nesta energia rotativa corresponde ao quê?

Isso corresponde à Onda da Vida, isso foi dado assim.
É a primeira parte da circulação da Onda da Vida.
Não é o desdobramento total da Onda da Vida, mas é uma das etapas que se manifesta quando vocês atravessaram os obstáculos (digamos) ou as barreiras dos dois primeiros chacras.

*** 

Pergunta: quando a Vibração do Coração se vai, será que isso significa que não estamos mais alinhados?

De modo algum.
Primeiramente a Vibração do Coração, ou o Fogo do Coração, ou a Coroa Radiante do Coração, é excepcional que isso seja durante as 24 horas.
Como o Som, ele se modifica.
Os Sons se modificam porque há, justamente, Passagens entre a personalidade, o Si, etc..
Isso absolutamente nada quer dizer, são flutuações normais.

*** 

Pergunta: por que as Vibrações do Coração flutuam?

É preciso Abandonar o Si.
Por que você acha que, todas as manhãs, eu ia meditar no Sol para encontrar com CRISTO, o meu Duplo?
E se eu não fosse durante um dia, dois dias, eu ficava pior, porque, como eu dizia durante a minha encarnação: “A Luz é um trabalho a cada minuto”.
É preciso manter a Luz, não como uma vontade, mas é preciso que a sua Consciência esteja na Luz, aconteça o que acontecer.
Se você se deixa levar pelo que acontece na personalidade (que isso seja os medos, as preocupações), o que acontece?
A cada vez, você é obrigado a realinhar-se, a cada vez, você é obrigado a se reconectar, como vocês dizem.
É o que eu fazia todas as manhãs.
Porque vocês estão em um corpo.
Isso que foi denominado a Liberação ou a Última Presença, onde, efetivamente, as Vibrações jamais cessam, salvo quando vocês passam no Absoluto.
Mas isso são estados que mudam.
E é diferente passar do Eu ao Si, e do Si ao Eu, porque, aí, vocês sentem a diferença.
Por outro lado, quando vocês são o Absoluto, vocês podem passar à vontade do Eu, ao Si, ao Absoluto.
Mas, enquanto isso não for concretizado, é extremamente difícil manter (sem nada fazer, digamos) este estado.
Por que vocês acham que, no Oriente como no Ocidente, eles meditavam o tempo todo?
Por que os Santos rezavam o tempo todo?
Os chacras estão abertos, vocês sentem isso.
A cabeça, por exemplo, a Coroa Radiante da cabeça, vocês têm notado que isso é muito forte, independentemente das suas atividades, certos dias e não outros (que estão ligados a influências extremamente variadas).
Agora, se você não quiser mais ter flutuações, é preciso Abandonar o Si ou, então, instalar-se na Última Presença, mas eu o lembro de que a Última Presença, isso vai levar qualquer um a ser um vegetal durante 20 das 24 horas.
Mas, nesse caso, há o Abandono do Si, porque, a personalidade não estando mais agindo, a Vibração, a Consciência desta Última Presença, ou do Absoluto, que não é mais uma Vibração, emana permanentemente.
Portanto, vocês trabalham, permanentemente, ao nível espiritual, mas vocês não estão mais na pequena vida, em sua pequena personalidade.
Vocês não inter-reagem mais com o mundo, mas assim que vocês inter-reagirem com o mundo, evidentemente que as suas Vibrações vão flutuar.

*** 

Pergunta: a partir de que momento sabemos que nós estamos estabelecidos no Si?

A partir do momento em que desaparecem todos os medos, a partir do momento em que você não está mais nos falatórios comuns da vida.
Você não pode estar estabelecido no Si, na Última Presença, e ter interesse em saber o que vai acontecer amanhã, em saber qual será o tempo.
É tão simples assim.
Quando você está imerso na Luz, na contemplação do Si, em seu estado Último, há apenas a Luz.
Samadhi é quase permanente.
Você não pode ir às compras e, ao mesmo tempo, ter as Vibrações do Coração com propulsões de Amor para todo mundo.

*** 

Pergunta: qual é a diferença entre Abandonar o Si e nada fazer?

Mas, Abandonar o Si, é justamente nada fazer.
Não há oposição porque você entende o Abandono do Si como uma ação.
O Abandono do Si não é uma ação, já que isso se obtém, justamente, nada fazendo e permanecendo tranquilo.
Não é um ato consciente, não é a personalidade ou o Si que vai decidir se Abandonar.
É o momento em que você diz: “Pai, eu entrego o meu Espírito em tuas mãos”.
É a Crucificação.
Na sua mente, você tem a impressão de que é preciso fazer alguma coisa para se Abandonar do Si.
Mas jamais foi dito isso.
Abandonar o Si é mudar de olhar, de ponto de vista e de localização.
Isso é tudo.
Não é um trabalho, isso.
Não é um fazer.
É um olhar, uma perspectiva diferente.
Foi-lhes dito, muitas vezes, que não passamos do Si ao Absoluto.
Não há passagem.
É todo o teor do que lhes disse BIDI durante horas e horas.
O Si, sim, era um trabalho.
Era preciso focar a Consciência em tal coisa, fazer uma ascese, fazer meditações, etc..
Mas o Abandono do Si, não.
É a personalidade, sozinha, que vai lhes sugerir procurar o que fazer.
E BIDI bem lhes falou de uma Investigação, de uma refutação, mas esta refutação (ele próprio disse isso) é uma atividade mental, não é um fazer mental.
É ver, Claramente, as coisas.
É uma questão de localização, de ponto de vista, de olhar.
Você está localizado, ou você não está localizado.
Como dizemos isso?
Bilocalizado, deslocalizado, multilocalizado.
Mas enquanto você estiver em você, você não pode vivê-lo e você gira em círculo.
Quando BIDI lhes repete, sem parar, que vocês não são este corpo, durante a minha vida, eu dizia que este corpo é um Templo.
Não há paradoxo.
O Templo não é importante, é o que há no Templo, sem isso, não é um Templo.
Se o Templo estiver vazio, não é mais um Templo.
O problema da identificação a este corpo é alguma coisa de fenomenal, sobretudo no Ocidente, porque, no Ocidente, desde sempre, não há crença na sobrevida da alma, não há crença na reencarnação.
Que são ilusões, eu lhes garanto, mas que permitem, contudo, superar alguns condicionamentos.
No Ocidente, não tem isso, nós não temos isso quando vivemos no Ocidente.
Isso não é comparável a um japonês, a um chinês, a um hindu.
Há um tal culto da personalidade, nesse mundo ocidental, que tudo é feito, na infância, para identificar-se a este corpo e a esta vida, em todos os níveis.
Portanto, as resistências, elas são muito mais importantes.
Não é porque vocês repetem: “eu não sou o corpo”, que vocês não irão mais ser o corpo.
É um dos elementos da Investigação ou da refutação (como disse BIDI).
Mas tudo isso, esse jogo mental, é para fazê-los mudar de olhar.
Isso supera amplamente o contexto das crenças.
Mudar de olhar, é não mais estar localizado neste corpo.

*** 

Pergunta: sentir uma pequena coroa no interior da Coroa da cabeça, com uma sensação de espinhos, tem ligação com o que é chamado de coroa de espinhos de CRISTO?

Não, pois a coroa de espinhos de CRISTO compõe toda a cabeça.
A segunda coroa é a imagem do chacra do Coração, é o cabelo de BUDA.
Simplesmente, nas representações budistas, vocês têm o BUDA com o lótus com cem mil pétalas, que tem dois estágios: uma parte central (que é mais alta, que é a imagem do chacra do Coração) e uma parte mais recoberta da cabeça (que é a Coroa Radiante da cabeça).
No 7º chacra, vocês têm o 4º chacra.
É também o que foi chamado de Coroa Radiante das 12 Estrelas.
E vocês têm a parte central que está ligada, centrada no Ponto ER, que é uma cabeça quadrada: é mais o Cubo Metatrônico, que é menor, efetivamente.

*** 

Pergunta: por que há espetadas?

Porque ela gira, ela também.
Se vocês são muito sensíveis, no nível da Coroa Radiante da cabeça, vocês notaram, talvez, entre vocês, que há alguns anos foram sentidos Pontos, alguns Pontos, uma meia-coroa, uma outra meia-coroa.
E desde pouco tempo (desde, de fato, que existe o Manto Azul da Graça), qual é o Ponto mais sensível?
É o Ponto ER, porque o Ponto ER está ligado ao chacra do Coração (vocês têm o Ponto ER do peito que é o 9º Corpo).
É a reunificação da cabeça e do Coração, se vocês quiserem.

*** 

Pergunta: sentir o Ponto ER da cabeça, o 12º Corpo e o do Coração, corresponde a quê?

Parece-me que foi dito que havia uma estrutura que passava por aí, que é chamada de Lemniscata Sagrada.

*** 

Pergunta: eu sinto às vezes, ao mesmo tempo, fortemente, o Ponto KI-RIS-TI das costas e o Ponto ER.
Parece-me que, no ano passado, um impulso Metatrônico, na Porta KI-RIS-TI, perfurou o Coração, de trás para frente: primeira coisa.
Em seguida, o Ponto ER, ele está conectado ao Ponto KI-RIS-TI, é claro, por intermédio da Lemniscata Sagrada.

*** 

Pergunta: o que fazer quando sentimos prurido no rosto, no nariz, nos olhos?

Há várias razões.
No que se refere ao rosto, vocês notaram as Vibrações, por vezes, do Ponto AL (que estão ligadas ao Andrógino Primordial), são muito fortes e isso pode dar efetivamente prurido, vermelhidão, até mesmo, às vezes, nas asas do nariz, ao redor dos olhos, e prurido nas sobrancelhas, na testa e nas bochechas.

*** 

Pergunta: ao que corresponde um prurido no nível das panturrilhas?

Isso parece corresponder a resistências em relação à Onda da Vida.
Ou seja, que a Onda da Vida encontrou algumas resistências que estão ligadas, como sempre, isso lhes foi dito, ao medo.

*** 

Pergunta: por que sentimos menos a Onda da Vida, hoje, do que em fevereiro?

As resistências são mais residuais.
É preciso compreender que no mês de fevereiro e, sobretudo, no mês de março, a Onda da Vida era extremamente forte.
Ela está prestes a se tornar de novo extremamente forte.
Eu os lembro de que ela vem do interior da Terra.
Mas, isso irá crescendo, como foi dito, até o final de junho, enfim, no solstício.
Portanto, isso significa que pode ali haver, devido às circunstâncias da vida, a um dado momento, medos, que permitem liberar a Onda da Vida e a Ondulação, sem que o desdobramento seja completo.
O desdobramento completo da Onda da Vida acompanha-se das mesmas sensações, nos pés como ao nível das mãos.
Enquanto não houver ‘lateralização’, desdobramento lateral da Onda da Vida, ela fica passível de flutuar, mesmo se houver ondulações.
Eu o lembro de que a Onda da Vida, quando ela é revelada, na totalidade (ou seja, não somente ter subido, e girado no plano transversal, mas lateralmente também), apenas pode ocorrer quando todo medo é eliminado, na totalidade.

*** 

Pergunta: prurido nos antebraços assinala bloqueios da Onda da Vida?

Não, os bloqueios se situam exclusivamente na parte inferior do corpo.
Foi o que lhes dissemos, a um dado momento, vocês se lembram: vocês sentem, para alguns, como laços nos tornozelos, porque não era o momento.
E depois, a Onda da Vida da Terra não tinha sido Liberada.
Agora, não é preciso botar a culpa em tudo de um bloqueio do que quer que seja.

*** 

Pergunta: sentir um novo Corpo significa que esse corpo está constituído e ativado?

Isso quer dizer que a frequência Metatrônica está ativada, nesse nível.
Sim, é claro.
Ele está necessariamente constituído, ele está ativo.
Então, eu vou olhar com atenção as Vibrações, os circuitos, de todos os novos Corpos.
Evidentemente, o Andrógino Primordial, a Fusão com o Duplo, é exatamente a mesma coisa.
É o que vocês vivem nesse momento.
O que explica a localização de Vibrações no Ponto ER, no Ponto AL e no trajeto deste 12º Corpo.

*** 

Pergunta: é normal sentir-se o tempo todo esgotado?

Qual a relação com a Vibração?
Há, efetivamente, pessoas que têm momentos em que elas estão como em estase, nós lhes dissemos isso.
Mas estar constantemente esgotado nada tem a ver com o que acontece nesse momento.
É preciso também pensar que vocês têm um corpo e que esse corpo pode expressar doenças, alguns sofrimentos.
Não coloquem toda a culpa na energia.
Por exemplo, efetivamente, quando o Manto Azul da Graça, em fevereiro, em março, estava muito forte, vocês talvez tenham notado dificuldade de digestão, cansaço súbito, fadiga ou então insônia total.
Isso estava associado ao trabalho no Eixo ATRAÇÃO / VISÃO.
Mas um esgotamento permanente, por que vocês querem colocar isso, necessariamente, como culpa da Vibração?

*** 

Pergunta: um Duplo é inevitavelmente de polaridade oposta?

Necessariamente.
Por que os Casamentos Místicos das nossas queridas Estrelas ocorreram com o CRISTO e não com MARIA?
É preciso que haja uma complementariedade.
Na grande maioria dos casos, sim: há uma polaridade emissora e uma polaridade receptora.

*** 

Pergunta: ao que corresponde a impressão de que a Terra se torna Céu e o Céu, a Terra, enquanto tendo a impressão de que o corpo está como perdido?

Deslocalização.
Mudança de ponto de vista e de olhar.
Isso está perfeito.
Perspectiva diferente, como eu dizia agora pouco.
Multilocalização, deslocalização ou Dissolução.
Isso é ótimo, explicamos tudo com palavras, agora.

*** 

Pergunta: estaria correto dar mais atenção ao que sentimos?

Justamente, não.
Tudo o que se refere às Vibrações do Supramental deve-se agora deixar passar.
No início, nós tínhamos dito que era preciso levar a atenção, a consciência, aos pontos de Vibração, nas Estrelas, nos chacras, etc..
Nós lhes dizemos, agora, exatamente o contrário.
Por outro lado, o fato de ter as explicações, ou de perceber as Vibrações da Onda da Vida, permite expressar um sentimento da sua consciência.
Por exemplo, quando havia os laços nos tornozelos ou nos punhos, muitos seres disseram: “existem, é verídico, eu sinto isso”, sem, no entanto, sempre se colocar questões porque cada um é diferente em relação aos seus sentires.
Mas, ainda uma vez, o importante não é tanto o sentimento, em si, mas o que ele desencadeia nas modificações da consciência.
BIDI iria lhes dizer que as percepções Vibratórias, como ele disse, é um espetáculo.
Vocês sabem muito bem que a consciência é Vibração, que aí onde se colocam a atenção e a consciência, aí se coloca a Vibração.
Salvo para a Onda da Vida.
Agora, se isso lhe aflorou, você se apercebe de que você teve a mesma coisa, isso é ótimo.
Isso deveria confortá-lo nos processos que nós lhes descrevemos, quando vocês são agora milhões a viver sobre a Terra.
Dito de outro modo, o mais importante não é analisar o que vocês Vibram, mas, talvez, estar mais atento às consequências do seu próprio funcionamento, sobre o seu próprio funcionamento.
Se tomarmos o exemplo do 12º Corpo: o 12º Corpo, independentemente do Duplo, na Lemniscata Sagrada, há pouco mais de um ano, nós havíamos dito a vocês que ele estava ligado à Visão Etérea.
Aqueles que têm a Visão Etérea apercebem-se de que eles têm as Vibrações ao nível das ‘lunetas’ (ndr: zona ao redor dos olhos) [região orbital - ver figura ao lado], que correspondem a esse 12º Corpo, muito mais presentes.
Isso, isso é importante.
Mas não dizer: “ei, isso é engraçado, eu sinto isso, aí, isso acontece aí, isso acontece aí”.
Mas, se vocês constatarem, sem analisar a Vibração, que isso corresponde a algo na sua consciência, isso, é o mais importante.

*** 

Nós não temos mais perguntas, nós lhe agradecemos.

*** 

Então, caros amigos, eu lhes agradeço por todas essas questões bem colocadas que permitiram, talvez, a alguns (e que irão permitir àqueles que vão ler), melhor reencontrar-se porque, efetivamente, se vocês observarem bem, vocês veem que, em relação a alguns anos, em relação aos chacras, houve uma espécie de colocação em Vibração de todo o corpo, e que a consciência, ela está realmente diferente.
Portanto, isso, isso é importante.
Mas, não é a explicação que é importante.
Pois, por exemplo, sobre os laços nos tornozelos, eu poderia dizer-lhes porque eles foram feitos: mas do que isso iria adiantar?
Por outro lado, o fato de ter constatado que, quando houve esses laços nos tornozelos, vocês podiam partir, isso, isso é importante, isso era importante.
E depois, quando há novas percepções, é claro, quando há, por exemplo, dores que aparecem, vocês irão se colocar a questão.
A primeira coisa que vem: “eu estou doente”.
Principalmente com os novos trajetos que foram ativados no Coração, sobre o chacra do Coração, sobre a Coroa Radiante e entre o Coração e KI-RIS-TI, obliquamente ao corpo ou lateralmente.

*** 

Então, caros amigos, caros Irmãos e Irmãs, eu estou extremamente contente de ter podido conversar com vocês.
Eu lhes transmito todas as minhas Bênçãos.
Até breve. 


************ 

Mensagem do Venerável OMRAAM (Aïvanhov) no site francês:
08 de junho de 2012
(Publicado em 09 de junho de 2012)

*** 

Tradução para o português: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário