ANAEL - 19 de maio de 2012 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Ensinamentos do Arcanjo da Relação e do Amor -


ÁUDIO mp3 ORIGINAL:

Eu sou ANAEL, Arcanjo.
Bem amados Filhos da Lei do Um, bem amados Filhos da Liberdade, eu venho a vocês para exprimir uma série de qualificativos referentes à energia, à Vibração e à Onda da Vida.
Há muito tempo, nós explicamos a vocês a diferença entre a energia e a Vibração.
A energia é algo que circula em meio ao corpo etéreo ou nos diferentes corpos.
A Vibração é uma ressonância, agindo no mesmo local, sem qualquer circulação.
A Vibração remete a um plano de manifestação denominado ‘la Cità’ ou Supramental.
A circulação da energia remete ao que é nomeado de etéreo, mas, como vocês o sabem, o etéreo deste planeta foi cortado de uma série de características, de uma série de vitalidades.
O Supramental, que chegou até vocês, trabalhou a fim de despertar o que foi nomeado, há algum tempo, as Coroas Radiantes, trabalhou para acender o Fogo do Coração, o Fogo do sacro e o Fogo da cabeça.
O Supramental, então, acionou novas forças etéreas, permitindo perceber as Coroas Radiantes, o Fogo do Coração, criando, assim, uma alquimia entre a Onda Supramental e a circulação etérea habitual.

***


Há três meses nasceu algo que foi chamado de Onda da Vida.
Esta Onda da Vida, aqueles de vocês que a viveram perceberam uma circulação (não etérea, já que fora do corpo), criando uma energia circulante (com leveza), focalizando-se, gradualmente e à medida do tempo, ao nível do 1º chacra, denominado períneo, transformando-se (naquele nível) em um Fogo despertando a Kundalini ou, se vocês preferirem, o canal do Éter (se a Onda Supramental tinha descido até aquele nível).
Redirecionados no trajeto da Onda da Vida, no confinamento original, no nível dos dois primeiros chacras, necessitando (talvez, da sua parte) uma adaptação.
A Onda da Vida então preencheu (de algum modo) o canal do Éter e diferentes canais, que nós julgamos bom não descrever os componentes, a fim de não fazê-los focalizar no nível do seu mental.
A Onda da Vida é uma energia peculiar, centrada (se eu puder me exprimir assim) entre a Onda Supramental e a energia do Éter, que permite, justamente, reconstituir o que é chamado de corpo de Vitalidade, não cortado das qualidades que lhe foram retiradas pelo confinamento.
A Onda da Vida então restituiu o Éter (ou corpos etéreos) na sua origem primordial, cujo componente do Fogo havia sido retirado e removido pelo próprio princípio do confinamento.
Este Fogo é, evidentemente, o Fogo do Amor (ou Fogo do Coração) tal como vários de vocês vivenciaram ao nível do chacra do Coração.

***


Paralelamente à subida da Onda da Vida, a Onda do Supramental (ou Luz Vibral) prosseguiu sua obra até o mais íntimo das células, desencadeando um mecanismo final de transmutação do seu DNA, multiplicando os filamentos de DNA, até ter 12 filamentos de DNA.
Isso está em andamento.
Por mais que vocês reflitam, por mais que lhes digam os seus cientistas, esta transmutação está realmente prestes a ocorrer na carne, que é este corpo no qual vocês estão.
A Onda da Vida foi em seguida mesclada (digamos), por um processo alquímico e de osmose muito especial, com a Onda do Supramental (descendente).
As duas qualidades Vibratórias se encontraram no nível do peito, desencadeando o que foi objeto de uma comunicação, por UM AMIGO, há algumas semanas.
A alquimia da Onda da Vida com a Onda do Supramental restituiu então o seu corpo etéreo à sua Verdade, à sua Eternidade, podendo suportar e acolher (o que foi nomeado ou reconstituído aqui mesmo, no seu corpo) o corpo de Estado de Ser.
O conjunto dessas modificações induz, é claro, importantes reestruturações dos seus funcionamentos, seja qual for o nível, refletindo uma alteração ou uma modificação, também, de tudo o que pertence aos ritmos de regulação central denominados: fome, sede, sono.
 Resultando em uma possibilidade nova para a Consciência (que, aí também, foi desenvolvido para vocês) já que lhes permitem ir além da Consciência, além da Vibração e estabelecer-se no Abandono do Si.
Para aqueles de vocês que têm oportunidade, na condição de que esta oportunidade não seja nem desejo, nem um trabalho, mas, simplesmente, um mecanismo íntimo que lhes permite, além do mental, apreender-se do que vocês São, além de toda a ilusão.
O trabalho terminou.
Ele irá prosseguir durante o período anunciado por MARIA, de algum modo, para completar-se.
Essa conclusão será total, final e completa (para o conjunto da Terra e o conjunto das Consciências) na data do seu Solstício de verão (de inverno, no hemisfério sul), ou seja, em 20 de junho do seu ano.
Naquele momento, o conjunto das estruturas (corpo físico, corpo etéreo regenerado, corpo astral, corpo mental, corpo causal, corpo de Estado de Ser) estará pronto para viver os seus mecanismos, no nível coletivo e no nível pessoal, denominado Ascensão.

***



Em seguida, uma série de processos são possíveis, permitindo-lhes (se tal for a oportunidade presente em vocês) estabelecer o contato com o Duplo, que ele seja o Sol, que ele seja uma entidade que permaneceu no Sol ou qualquer outra forma que lhes foi descrita.
Isso vai, implicitamente, transformar muitas coisas na vida de vocês.
Não poderá existir (em meio às suas estruturas Vibratórias, muito além de qualquer intelecto, de qualquer mental, de qualquer desejo e de qualquer emoção) senão uma evidência, a nada comparável, porque tornar-se-á possível um processo alquímico, ocorrendo no nível do seu corpo etéreo renovado, percorrido pela Onda da Vida e pela Onda Supramental, permitindo reconectar com a sua própria Essência.
Isso irá se refletir por modificações, aí também, da Consciência, propiciando, através desta alquimia especial operando através da Fusão das Lemniscatas Sagradas, realizar o Absoluto.
Portanto, tudo o que devia ser realizado sobre esta Terra, a título coletivo, como a título individual, será concluído, na totalidade.

***


A própria Terra participa desse movimento, no sentido em que o seu corpo etéreo já encontrou a sua estrutura não cortada (já desde um ano), como anunciado por SRI AUROBINDO, como mecanismo de Fusão dos Éteres, realizada, sobre esta Terra, durante os meses de março e abril do seu ano passado.
Hoje, esta Fusão dos Éteres realiza-se, em vocês, e com esse famoso Duplo.
Nada há a buscar, nada há a temer porque, aí também, esse processo é um processo inteiramente natural, não pedindo, da sua parte, qualquer desejo, qualquer suposição, nem qualquer projeção de forma alguma.

***


O conjunto das informações comunicadas pelos Anciãos (ou por outras entidades) apoia-se, nesse momento, com insistência, na noção de permanecer tranquilo, de nada fazer.
Não há outra possibilidade a fim de realizar (digamos) o acesso, final, ao Último, ao Absoluto.
Entretanto, é preciso ter em mente que, seja o que for que vocês viverem (quer seja a totalidade desse processo, quer seja a ausência total desse processo), no final e a partir de 20 de junho, a humanidade inteira estará pronta para viver esse mecanismo, seja qual for o teor, seja qual for a oposição individual ou a certeza individual.
Vocês não têm, então, que antever (seja o que for) se a Onda da Vida já não agiu, se (em vocês) o estágio cardíaco não vive o estremecimento Interior, assim como o seu corpo.
Nós chamamos sua atenção, nós, Arcanjos: no momento em que o seu corpo começar a ter tremores (muito diferente de uma simples Vibração), levando a um estremecimento das estruturas físicas deste corpo, vocês serão levados a compreender e a viver que o processo de Ascensão começou no nível atômico deste planeta e dos seus corpos.

***


Os Sons, ouvidos e percebidos nos seus ouvidos, já se modificaram e irão se modificar cada vez mais.
Muitos de vocês começam a perceber (no lado esquerdo do corpo, lateralmente) a presença, ou de MARIA, ou de uma das Estrelas, ou do Duplo Monádico.
Isso não é uma ilusão e vai se reforçar (gradualmente e à medida das semanas que vão transcorrer), já que o seu corpo etéreo, regenerado, encontrou o seu componente original, a sua conexão original.
Tudo isso acontece neste momento.
Quer vocês vivam ou não, vocês irão vivê-lo, no final, no momento da data de 20 de junho.
Vocês têm então, simplesmente, que acolher o que acontece.
Naturalmente, é sempre possível trabalharem (como vocês dizem isso) nas estruturas da personalidade ou no Si, porque vocês têm inteira liberdade para realizar o que vocês têm que realizar, o que a Luz espera realizar, em vocês, e o que o Éter espera realizar, em vocês.

***


Quanto mais vocês se afastarem das depravações do seu mental, quanto mais vocês se afastarem das suas interrogações, quanto mais vocês estiverem na aceitação, livres de emoção, livres de intenção, livres de projeção, melhor irá se desenrolar o processo, em vocês, como ao redor de vocês.
A Luz gerada pela Onda da Vida e pela Onda do Supramental, no nível do seu campo etéreo, energético, modifica as circunstâncias eletromagnéticas da sua vida, de maneira extremamente importante, levando a criar as condições mais adequadas para o seu futuro.
Sejam quais forem essas condições (mesmo se vocês não as apreenderem, mesmo se vocês não as compreenderem), aceitem-nas, porque (como nós lhes repetimos várias vezes), a Inteligência da Luz e a Inteligência da Onda da Vida são muito superiores ao que o mental humano pode projetar, imaginar, ou conceber.

***


O Abandono do Si, como o Abandono à Luz, participam do equilíbrio necessário para estabelecer o que é para estabelecer, neste final.
Cabe a vocês obedecerem, de algum modo, às injunções da Luz.
Cabe a vocês conformarem-se ao que lhes pede a Onda da Vida, ao que lhes pede a Vibração do Supramental, ao que lhes pede o seu novo corpo etéreo, que irá se tornar cada vez mais perceptível, sob esta forma de estremecimento, de calor e de arrepio, ao conjunto deste corpo físico.
As suas necessidades serão grandemente modificadas, no nível fisiológico.
Aí também, escutem o que lhes diz, não a sua cabeça, mas o que lhes diz o seu corpo etéreo, o que lhes diz a Onda da Vida, e o que lhes diz o Supramental.

***


A partir do momento em que vocês respeitarem essas instruções, o conjunto das transmutações (que são destinadas a serem vividas por cada um de vocês) irá se desenrolar com a maior das evidências, com a maior das simplicidades e com a maior das facilidades.
Se alguma coisa não parecer fluida (e digamos, como difícil), significa que o seu mental está errado.
Vocês irão constatar, por vocês mesmos, que a partir do momento em que vocês forem no sentido da Vibração, no sentido da energia, no sentido do etéreo (que é novo, para vocês), tudo irá ocorrer de forma normal, tudo irá ocorrer de forma evidente, sem qualquer problema e sem qualquer dificuldade.
Vocês poderão, naquele momento (se vocês aceitarem isso) falar do milagre da vida, que será o seu cotidiano, até o momento final deste mundo, tal como é atualmente.
O novo corpo etéreo é o seu salvo-conduto, ao mesmo tempo, para a Ascensão e, ao mesmo tempo, para viver o que é para viver, nesta época tão particular que se abriu há dois dias e que vai avançar para o seu final, doravante, segundo um calendário extremamente preciso, extremamente minucioso, já que a Terra decidiu assim.

***


Eis as poucas palavras que eu tinha para transmitir a vocês enquanto Arcanjo do Amor, da Relação e, de algum modo, aquele que supervisiona (digamos), doravante, o Conclave dos Anciãos e o Conclave das Estrelas, trabalhando em meio à sua Consciência.
Se houver, simplesmente em relação a estas palavras que eu pronunciei, a esta Onda da Vida, a esta Onda Supramental, a este novo corpo etéreo, perguntas, então, eu ali respondo no tempo que me for permitido.

***


Pergunta: ao que corresponde a etapa da Onda da Vida que eu vivenciei sentindo o meu peito se abrir e vendo como alguma coisa sair?

Tudo isso são apenas percepções.
Existem diversas percepções ligadas à Transfixação do Coração, empregando o Ponto KI-RIS-TI, o chacra do Coração e o Ponto ER.
A Onda da Vida sobe e circula, de frente para trás, e de trás para frente.
O impulso Metatrônico atravessa o Coração, de trás para frente.
O impulso Micaélico atravessa o Coração, de frente para trás.
Existe, portanto, um conjunto de movimentos e um conjunto de deslocamentos, assim como um conjunto de estremecimentos e de Vibrações, cujo palco é o seu Templo Interior, ou seja, o seu peito.
Não há outra explicação a dar senão essa.

***


Pergunta: as dores no fígado, no baço, no plexo, estão ligadas ao processo em andamento?

Na totalidade.
Isso implica, para vocês, em restringir (ou mesmo suprimir) toda a alimentação.
Naturalmente, as dores aumentam (como vocês constatam isso) com alimentos sólidos, com alimentos à base de carne.
Cabe a vocês ajustarem a ingestão de alimentos, em relação a essas dores.
O trabalho, no nível do que foi denominado baço e fígado (ou, se vocês preferirem, as Portas ATRAÇÃO e VISÃO) vai se tornar cada vez mais intenso, acumulando um máximo de Luz Vibral no que é chamado de Ponto OD ou Porta Estreita.
A ação da Luz Metatrônica, a ação da Luz Micaélica (ou do Sol, se vocês preferirem), a ação da Onda da Vida, a ação do Manto Azul da Graça, situam-se exatamente nesta região.
Elas necessitam, da sua parte, de uma adaptação muito fina ao nível do que vocês ingerem, ao nível do que vocês pensam, ao nível do que vocês fazem, e ao nível do que vocês São.
As regras são diferentes para cada um (eu não posso, portanto, exprimi-las), mas, no entanto, vocês têm a capacidade para sentir, de maneira quase imediata, o efeito de um alimento sobre o seu corpo, o efeito de um pensamento sobre o seu corpo, o efeito de uma emoção sobre o seu corpo.
Cabe a vocês ajustarem isso.

***


Pergunta: os estremecimentos nos braços e nas mãos estão ligados a essas alterações?

Na totalidade.
A sobreposição da Onda da Vida (no seu desdobramento lateral, após ter circulado desde os pés e ter saído pela parte mais alta do crânio e ter criado a Lemniscata Sagrada em sua colocação em movimento) e o Caduceu de Hermes, revelando-se lateralmente, fazendo efetivamente, aí também, uma alquimia entre o Supramental e a Onda da Vida (no nível dos membros superiores), conectada diretamente com o chacra do Coração.
O estremecimento pode então se referir ao conjunto do corpo.
É pelo que nós denominamos estremecimento (na falta de um termo melhor) que irá se criar a ressonância final da Ascensão.
Lembrem-se de que a Ascensão é uma mudança de frequência.
Vocês passam de uma gama de frequência a uma outra gama de frequência.
O ajustamento deste corpo (quer vocês o levem ou não) expressa-se, precisamente, por esse estremecimento.

***


Nós não temos mais perguntas. Nós lhe agradecemos.

***


Bem amados Filhos da Liberdade, Filhos da Lei do Um, que a Onda da Vida e o Manto da Graça sejam a sua Eternidade.
Eu lhes proponho alguns instantes de Comunhão conjunta antes de viverem o encontro Mariano das 19 horas (hora francesa).
Eu lhes digo até muito em breve.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...



************


Mensagem do Bem Amado ARCANJO ANAEL no site francês:
19 de maio de 2012
(Publicado em 20 de maio de 2012)

***


Tradução para o português: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário