COLETÂNEA: HERCÓLUBUS - PARTE 2 - AUTRES DIMENSIONS

Clique aqui para comentar esta publicação





Existem inúmeras modificações ocorrendo atualmente nesse sistema solar e não unicamente nesta Terra, colocando fim ao isolamento desse sistema solar nos mundos dissociados, colocando fim, por aí mesmo, às forças gravitacionais e eletromagnéticas tais como vocês as conhecem.
Isso está em curso e toca o conjunto de Consciências, assim como descreveu-lhes Um Amigo mas, também, a própria Terra.
Assim, a Terra entra num período de expansão Dimensional mas também de expansão de seu raio, tanto físico e material, traduzindo-se por um aumento do raio e da circunferência da Terra, em relação direta com a expansão do núcleo intraterrestre, em relação ela mesma com as influências trazidas pelo companheiro de seu sol, chamado, segundo seus cientistas, Nemesis ou Hercólubus, segundo os antigos.
Questão: Hercólubus será visto?
Bem amado, Hercólubus está visível no céu desde 15 de agosto do ano de 2009.
Entretanto, alguns de vocês não podem percebê-lo porque o espectro de irradiação deste planeta, que é um sol em vias de atrofia, emite no infravermelho.
Vocês não podem, portanto, vê-lo com o olho e sua visão retiniana normal.
E vocês não o verão jamais com uma visão retiniana normal.
Vocês podem, entretanto, constatar os efeitos que existem, sobre esta Terra, como sobre o conjunto de satélites e de planetas desse sistema solar.
Questão: qual é a diferença entre Nibiru e Hercólubus?
Não é uma diferença, não é a mesma coisa.
Do mesmo modo que existe uma Embarcação que foi chamada, por escárnio, Nibiru,
chamada assim pelos Anunakis e aqueles que falsificaram esse mundo com Yaldebaoth e Lúcifer à sua cabeça.
Este planeta não é um planeta, mas uma Embarcação de forma esférica, que permitiu a instalação de forças gravitacionais limitantes e aprisionantes desse mundo, como dentro de 90 outros mundos que foram privados de sua Unidade.
Essa Embarcação foi, desde o ano passado. Desviada de sua rota.
Existe, em outra parte, uma outra Embarcação, de Luz desta vez, autêntica e Vibral, chamada ela também Nibiru.
Existem portanto dois Nibiru profundamente distintos.
Isso não é de nosso feito mas saibam, e assim como o vêem nesse mundo, os falsificadores gostam muito de se servir de tudo o que existia para invertê-lo.
Assim o foi nas religiões e nas Crenças no papel de Cristo, que foram estabelecidas por essas elites que quiseram dominá-los e que os dominam ainda um pouco.
Existem, portanto, dois Neberu ou Nibiru, existe um só Hercólubus.
Não há qualquer laço ou qualquer relação direta entre Hercólubus, Nibiru e Neberu.
ANAEL (12-06-2010)

Os calendários planetários, em seu mundo, tem um efeito.
Este efeito não é de forma alguma o mesmo nos mundos Unificados. Vocês estão sujeitos, nesta Dualidade, a forças gravitacionais. Essas forças gravitacionais existem devido às massas existentes para os planetas. Quando as massas desses planetas se repartem de tal modo a apresentar, com relação a sua visão antropocêntrica da Terra, uma Cruz, de uma parte a outra do sol, e bem, é o momento em que a Terra muda. Esse momento está inscrito na Dualidade. Paralelamente a esta cruz, chegam influências ligadas a Hercólubus, ligadas a Nemesis, como o nomearam os maus rapazes. Nemesis, esse sol, este planeta sombra se preferem, vocês não o vêem com o olhar do olho. Vocês o vêem já se olharem o sol deitando de olhos fechados, verão duas fontes de luz. Uma que é o sol e uma exatamente ao lado. É Hercólubus. As influências de Hercólubus são essenciais nos sistemas gravitacionais.
Há um terceiro elemento nesse quadro cósmico, que os maus rapazes não haviam imaginado um segundo. Era a irradiação da Luz Metatrônica que viria reajustar um pouco tudo isso, não é?, e não segundo a visão dos maus rapazes. Segundo a visão da Luz. Mas isso eles não podiam saber, porque esses seres, essas entidades, controlam os deslocamentos espaço-temporais mas nesta Dimensão. Eles não podiam perceber que a Luz que é emitida pelo cinturão de Órion e, em particular, por Betelgeuse, iria chegar sobre a Terra. Sobretudo não durante a mesma época que a Cruz. Tudo isso chega ao mesmo tempo. É uma ópera cósmica que vai se apresentar, com intervenção da Confederação Intergaláctica da Luz, e também com a intervenção das irradiações cósmicas que vocês chamaram a Onda Galáctica, que vem, se querem, juntar-se à irradiação de Betelgeuse, à irradiação de Alcyone, à influências gravitacionais da Cruz e às influências gravitacionais de Hercólubus. Tudo isso vai se encontrar a partir deste verão (inverno no hemisfério sul).
AÏVANHOV (16-05-2010)

Há a passagem dos cometas. Há os cometas que vão sobrevoar e que sobrevoam já seu Céu. Vocês têm meteoritos por todos os lugares, atualmente, sobre a Terra, porque vocês atravessam nuvens de meteoritos e nuvens de cometas. No momento, nenhum vai tocá-los.
E, de um outro lado, vocês têm também a influência do que foi chamado pelos Orionis, Hercobulus ou Hercólubus, que é, de fato, o Sistema Solar gêmeo do seu, que é denominado, pelos cientistas, a Anã Negra, o Sol Negro, se preferem. Isso é uma realidade. E é o planeta que é anunciado desde muito tempo que é aquele que manifestará o surgimento da nova dimensão.
AÏVANHOV (17-10-2009)

As energias presentes na superfície de seu planeta preparam essa confrontação e essa revelação.
Essa revelação far-se-á de múltiplos modos: pelas mídias, pelo rumor, pelos jornais, por todo meio existente à sua disposição nos planos da 3ª dimensão e nos planos mais sutis, também.
Questão: a presença do planeta Hercólubus faz, igualmente, parte disso?
Faz, amplamente, parte, mas também certo número de dados ocultos de sua própria história, manipulados por algumas forças.
Vocês terão suficientemente elementos proximamente para colocar, eu diria, sob o dente ou sob o olhar.
Questão: Hercólubus vai atingir a Terra?
Quem diz atingir diz aniquilação total de um Sistema Solar.
Isso é impensável.
Questão: Hercólubus vai se por em órbita ao redor da Terra?
Por favor, não!
Um planeta tão gigantesco não poderia, em caso algum, girar ao redor de seu pequeno planeta.
Ele não cruzará, certamente, sua órbita.
Ele aparecerá em seu céu, cruzará num plano do eclíptico a 90 graus.
Questão: ele funciona como um cometa?
Absolutamente não.
Um cometa possui uma massa atômica que é incomparavelmente mais frágil do que a massa desse planeta.
Um cometa, além disso, é a encarnação, na forma, da energia Micaélica, cujo objetivo é prevenir, como o sabiam os antigos astrólogos.
O objetivo desse planeta não é prevenir, mas transformar.
Questão: as modificações climáticas estão diretamente ligadas a Hercólubus?
Sim.
Há dois eventos importantes no plano cosmológico e astrológico que se sucederam: há, primeiro, a influência do Sol Central da Galáxia, sob o qual vocês entraram, na data que eu dei.
O Segundo evento é a influência geomagnética desse planeta, que os afeta desde este ano.
Questão: qual é o fenômeno que explica a aceleração da Terra?
A presença, já, vibratória, do planeta Hercólubus.
O Sol Central é responsável, se se pode dizer, apenas pela descida e a manifestação do Espírito Santo, mas absolutamente não por manifestações dessa ordem.
Questão: Hercólubus gira ao redor de qual sol?
Ele gira ao redor do mesmo Sol que o seu, mas todos os seus planetas estão num plano sagital.
Hercólubus está a 90 graus.
Questão: Hercólubus é habitado?
Ele foi, em tempos extremamente antigos.
JOFIEL (15-08-2008)

Questão: esses três dias serão sincrônicos ao nível de toda a humanidade?
Não pode ser diferentemente, uma vez que se trata, antes de tudo, de um fenômeno global.
Questão: isso será ligado à rejeição de plasma solar?
Entre outros.
Questão: e os outros elementos?
Eles concernem, com toda evidência, a um conjunto de fenômenos cósmicos celestes.
Questão: o planeta Hercólubus faz parte?
Ele é o indicador.
Os planetas e os cometas são a densificação e a encarnação, para alguns deles, da energia arcangélica.
Hercólubus é o raio da destruição.
Hercólubus é esse planeta que é conhecido e anunciado desde muito tempo por inúmeros seres que quiseram guardar segredo disso.
JOFIEL (20-12-2008)

Questão: quando poderemos ver Hercólubus?
Ele é já visível, amplamente.
Vocês não o veem neste hemisfério, de momento, exceto no extremo pólo norte.
É, sobretudo, visível do lado oposto onde vocês estão: a Austrália, a Nova Zelândia, a Antártica, a Nova Caledônia.
Ele se tornará unicamente visível quando subir sobre a linha equatorial, ou seja, antes deste verão, mas não ainda.
AÏVANHOV (21-02-2009)

Há planetas que estão num plano e outros que estão em outro plano.
Isso é um fenômeno extremamente preciso que corresponde ao que vocês chamam as forças gravitacionais.
O único modo de manter as forças gravitacionais é que todos os planetas girem no mesmo plano do eclíptico.
Mas há um que não gira no plano do eclíptico e que pertence, no entanto, ao seu sistema solar, mas que aparece no plano do eclíptico apenas a cada 12.000 anos.
Esse, é o planeta Hercólubus.
Ele passou há pouco menos de 7.000 anos, mas passou no ponto o mais próximo, mas, entretanto, sua influência se faz sentir.
O que vocês percebem atualmente é apenas a consequência de sua aproximação do plano do eclíptico de Alcyone, que é outro plano de eclíptico, que está a 90º em relação ao seu, e é isso que desencadeia todos os processos que vocês estão vivendo na superfície de seu planeta, mas também em Júpiter e em outros planetas.
Todos os planetas desse sistema solar estão fervendo, literalmente.
Mas é preciso verdadeiramente ser ingênuo para crer que é o ser humano que desencadeia isso com seus pequenos automóveis, não é?, ou as vacas com seus gases.
Tudo isso é que as coisas lhes foram escondidas.
Obviamente, há seres que conhecem perfeitamente, nas ordens secretas, as passagens por esses ciclos e eles esperam poder tirar proveito deste conhecimento, mas os pobres, eles não sabem mesmo os níveis energéticos que serão colocados em balanço daqui a muito pouco tempo.
E eles não poderão absolutamente controlar o que eles haviam previsto controlar.
Eles poderão apenas pontualmente se enterrar, como eles querem fazê-lo.
Mas o problema de se enterrar é que as vibrações... quando é do calor, obviamente, ele não penetra profundamente na Terra, mas vocês acreditam realmente que a radiação do Pai será alterada ou diminuída porque vocês estarão sob a Terra?
É o que eles acreditam, mas eles são um pouco idiotas, não é?, aqueles lá.
Questão: o que vai acontecer em relação a Júpiter terá mais impactos para aqueles aos quais Júpiter é já importante em seu tema astral?
Não, porque aí vocês estão no caso, eu diria, de uma influência de uma radiação extremamente potente que concerne a todos os signos astrológicos, como vocês dizem.
E o destino coletivo, nesse caso, com relação à potência da vibração, vem varrer tudo o que é do domínio astrológico, eu diria, pessoal.
Não é porque você tem Júpiter exaltado em sua casa que isso terá para você efeitos que serão mais positivos ou mais negativos.
Isso nada tem a ver.
Aí, você está em processos que não são mais da ordem das energias sutis, mas que são radiações extremamente potentes que serão emitidas pelo Sol e por Júpiter, sobretudo, e, em seguida, por Hercólubus.
Questão: quando Hercólubus vai se tornar visível?
Eu creio que no ano passado já o Arcanjo Jofiel disse, para esse continente, o mais tardar este verão [inverno no hemisfério sul], mas eu os lembro que este planeta é já visível em muito numerosos países.
Infelizmente vocês sabem que a informação não circula nas mídias.
Não vão lhes mostrar as fotos de Hercólubus na primeira página de seus jornais da manhã.
Obviamente, vão falar-lhes da crise.
É preciso, sobretudo, pensar na Luz.
É preciso pensar na crise porque, através do olhar que vocês levam sobre esse evento humano, vocês vão se afastar da Luz, não é?
Mas Hercólubus é já visível a olho nu em alguns lugares, sobretudo nas partes hemisféricas as mais ao norte, as mais próximas do Ártico e as mais próximas da Antártica.
Por conseguinte, isso concerne, pelo momento, a zonas que são relativamente pouco habitadas, como, por exemplo, a Noruega.
Questão: alguns astrônomos dizem que Hercólubus vai tocar a Terra em 2027?
Será melhor que não toque a Terra porque, senão, não há mais Terra completamente, porque o planeta é dez vezes maior do que Júpiter, é um gigante, portanto, sua influência se faz já sentir.
Obviamente, não haverá jamais colisão, porque seria o fim da Terra.
Ora, a Terra deve ascensionar.
Em contrapartida, meu Mestre, em minha vida, disse-me que havia visto visões terríveis.
À época, eu não via o que ele queria dizer com isso, porque vocês sabem que cada fase de humanidade deve deixar o lugar para outra fase.
Houve a Atlântida: mais nada existiu de Atlântida.
Houve Lemúria: mais nada existiu da Lemúria.
Houve o reino dos Gigantes, 300.000 anos antes de Cristo.
Quase nenhum vestígio permaneceu.
Cada mudança de humanidade acompanha-se por um elemento privilegiado que permite fazer a limpeza, mas também passar para outra coisa.
Questão: poderia nos falar dos fenômenos luminosos?
Há vários fenômenos luminosos que apareceram.
A primeira coisa a fazer se você vê um fenômeno luminoso atmosférico (aí, não falo do aspecto do Sol ou de Júpiter ou de Hercólubus, mas um fenômeno luminoso que apareceria e que permaneceria no lugar), então, neste caso, pegue toda sua tralha e mude de lugar, porque é a força de Miguel que se desencadeia nessas regiões, de maneira extremamente violenta.
Quando digo: pegue sua tralha, é no seu interior, é o momento de entrar na interioridade.
Esses são os fenômenos, eu diria, luminosos atmosféricos que estão no interior de sua atmosfera.
Há outros fenômenos, obviamente, como a dança do sol que vocês verão muito em breve ou ainda o resplendor de Júpiter, que vai tornar-se um segundo sol visível a olho nu, ou ainda Hercólubus.
Mas, isso, são fenômenos extra atmosféricos, que assinalarão outros acontecimentos no momento em que os três acontecimentos se realizaram.
Mas isso é para daqui algum tempo, não é imediatamente.
AÏVANHOV (12-03-2009)

A pressão elementar, a pressão das radiações cósmicas que precedem a chegada do conjunto das galáxias sob a influência do sol central final deve conduzi-los a sempre mais interioridade, a sempre mais autenticidade, a sempre mais Verdade.
Nada do que se encontra no exterior de vocês possui a chave ou a solução para o que vem.
O maior neófito que sua Terra portou em encarnação os preveniu, em seu tempo, que a solução é aquela do coração e aquela do Amor e, portanto, aquela do verdadeiro poder, que deve apenas se exercer sobre si próprio.
Todo poder voltado para o exterior é um desvio da Luz autêntica.
Nenhum evento exterior (tão extremo num sentido como no outro) deve fazê-los perder de vista que o essencial não está fora.
O desafio desta Luz e desta radiação que inúmeros países já perceberam, viram, gravaram, apresenta múltiplos aspectos.
Trata-se, antes de tudo, de fenômenos luminosos próprios ao seu éter, mas também fenômenos luminosos diferentemente mais importantes, situando-se além de seu éter e concernentes, em primeiro lugar, ao seu sol, em segundo lugar, ao planeta Júpiter e, em terceiro lugar, ao planeta chamado Hercólubus.
Inúmeros neófitos, inúmeros sábios viram, vislumbraram o que vem, através de visões exteriores ligadas aos mecanismos elementares que vocês chamam, sobre a Terra, «perturbações climáticas».
A ronda dos elementos é minha manifestação em meu papel de desconstrução e de purificação.
O que acontece no exterior acontece, também, e obviamente, no interior de cada um de vocês em encarnação.
A pressão da radiação, a pressão da Luz vai se tornar cada vez mais forte.
Não haverá mais lugar onde encontrar a Paz, a não ser em vocês.
MIGUEL (12-03-2009)

Questão: fala-se frequentemente nesse momento de um astro chamado Nibiru ou Hercólubus. É um mito ou uma realidade? Se é uma realidade, quais serão as aplicações?
Nibiru é uma realidade.
As manifestações que vocês observam, em sua consciência, sobre a superfície deste planeta em que vocês vivem, como no conjunto do sistema solar, é em parte e somente em parte, ligada ao reencontro de seu sistema solar com este astro.
Entretanto, não se esqueçam de que, paralelamente a isso, está em curso uma viagem do conjunto desse sistema solar para a Fonte.
Encontro diferentemente mais importante do que aquele que é provocado por Nibiru.
Vários eventos se produzem em seu sistema solar.
Lembrem-se de que tudo o que se produz no exterior é apenas o reflexo de tudo o que vocês vivem no interior.
Vocês devem se voltar cada vez mais para o interior, porque todas as soluções estão aí.
Entretanto, vocês não podem ignorar o que se desenrola sob seus olhos ou em suas informações.
Isso é verdade nesta realidade, mas não é a realidade da Luz.
Trata-se de uma desconstrução de seus mundos, engrenada pelo Arcanjo Miguel, sustentada pelo Conclave Arcangélico que, eu os lembro, abriu os sete selos e entregou a potência da radiação àquela a quem vocês chamam Maria.
O que se desenrolará sob seus olhos, e o modo pelo qual vocês o viverão, será apenas função de uma única coisa: de sua capacidade para acolher isso, centrada no coração, ou para acolher isso com o que vocês chamam suas “tripas” ou com sua cabeça.
As implicações e as consequências não serão, obviamente, as mesmas para todo o mundo.
O mesmo evento, a simultaneidade do conjunto desses eventos, traduz-se para cada um de modo diferente e por um futuro diferente.
Vocês devem integrar, vocês que escolheram a liberdade ao invés do livre arbítrio, efetivamente integrar que vocês devem respeitar e amar o caminho do outro.
ANAEL (29-05-2009)

A Irradiação solar está diretamente ligada à irradiação de sua consciência.
Quanto mais vocês se elevam para a Luz, mais o sol fica contente.
Esta é uma verdade.
A influência das irradiações elétricas, eletromagnéticas e dos diferentes tipos de radiações que existem ao nível do cosmos e ao nível dos planetas é captada diretamente pelo homem.
Não é por nada, se querem, que há certo número de planetas, certo número de vibrações, certo número de chacras.
Isso é totalmente coerente.
Agora, vocês sabem que há certo número de processos que estão chegando nesse sistema solar.
Há, primeiramente, a chegada de um planeta extremamente preciso que é descrito em inúmeros escritos, em particular sumérios, que foi chamado, há pouco tempo, de Mardouk, em sumério, e que foi também chamado de Hercólubus ou Nibiru.
Pouco importa os nomes que vocês dão a ele.
A influência gravitacional deste planeta é em parte responsável pelas modificações climáticas observadas no conjunto dos planetas desse sistema solar e no conjunto das radiações emitidas pelos planetas.
Essa é a primeira etapa.
Questão: o sol está mais deslocado para o Nordeste?
Ele está deslocado, sim, cada vez mais para o que vocês chamam o Norte.
Questão: e isso vem justamente da atuação de Hercólubus?
Perfeitamente.
Questão: essas modificações de ângulos vão continuar a se acentuar?
Obviamente.
É o início do processo de reversão.
Questão: isso significa então que é a inclinação da Terra que começa a se modificar?
Então, vejo que temos pessoas inteligentes aqui.
Obviamente!
Você queria que fosse o outro, não é o sol que se moveu, não?
"Eu os recordo que o planeta Hercólubus é já visível no céu no hemisfério Norte.
Muitas pessoas já o viram.
Vocês irão vê-lo cada vez mais.
Agora, haverá muito espetáculo cósmico entre Júpiter, Marte, Hercólubus, o Sol e a Luz.
Mas são manifestações que serão perfeitamente visíveis.
O que significa quando algo se torna muito visível?
Quer dizer que vocês se beneficiam da irradiação fotônica do que é visível e não unicamente eletromagnética, muito mais sutil ao nível do comprimento de onda.
Isso quer dizer que vocês estão plenamente sob a influência de alguns tipos de irradiação que lhes são também escondidas.
É a irradiação do Sol Central.
É também o que vocês chamam os raios gama, que chegam sobre a Terra.
Fazem-nos crer que isso vem de muito longe no universo, mas, de fato, isso vem de muito próximo de seu sistema solar.
E esses pontos de raios gama se impactam sobre a Terra assim como a efusão da radiação do ultravioleta e provocam certo número de modificações ao nível do manto Terrestre."
AÏVANHOV (06-06-2009)

Questão: como explicar as diferenças de datas de final de ciclo, 2012, 2011?
Então, você coloca o dedo sobre algo importante.
De início, o Mestre da Luz que se expressava através de médiuns, recentemente, ou mesmo Maria, bem disseram que ninguém conhece a data e a hora, exceto o Pai, exceto a Fonte.
Entretanto, existe um relógio cósmico inegável ao qual toda evolução de Vida e toda Consciência de Vida está submetida.
Esse calendário Maya de que fala, é preciso bem compreender que, efetivamente, a data do final não é o ano 2012.
Isso é o que lhes fizeram crer os Iluminati, porque estavam convencidos que, dando-lhes esta data, eles teriam tempo de instalar certo número de coisas muito desagradáveis.
A verdadeira data é, certamente, a primeira que você deu, é final de outubro de 2011, mas mesmo esta data não corresponde à Verdade. Por que?
Porque a Fonte decidiu tomar de velocidade as forças da Sombra.
Como tomar de velocidade as forças da Sombra?
As forças ditas da Sombra (nesta dimensão, prefiro chamá-las forças de controle) são forças que estão a par, desde milhares de anos, de ciclos, em particular, das passagens de Mardouk, Hercólubus, das passagens de Nibiru, das passagens para alguns eventos astronômicos extremamente importantes.
Elas basearam o conjunto da evolução da história da Humanidade sobre essas noções de ciclos.
Aqueles que, pelo conhecimento de datas, de climas e de modificações que ocorrem nesse sistema solar, controlam a Humanidade.
Mas esqueceram uma coisa que não poderiam saber, é que a Luz chegaria bem antes desta data e, isso, eles não podiam saber porque, esses maus rapazes não têm acesso completamente, se querem, a essas dimensões superiores.
Eles têm acesso a uma dimensão temporal: eles podem ir no futuro ou no passado, mas dentro desta mesma dimensão, eles não podem conhecer o que vem de outros sistemas solares, ou de outras galáxias.
E é exatamente o que está acontecendo.
Portanto, empregando uma expressão trivial, vamos «penteá-los sobre o poste» e é por isso que eles estão se transtornando, e é por isso que eles se agitam em todos os sentidos, porque sabem, de maneira irremediável, que perderam totalmente esta dimensão que existia apenas por sua Criação.
Eles não poderão mais prender nenhuma alma nesse mundo e neste universo, acabou.
Resta, agora, fazer as coisas corretamente.
Empreguei a palavra, como o Arcanjo Miguel, limpar um pouco o terreno de jogo, se querem, de maneira a que as coisas se façam em Ordem, em harmonia e na beleza.
Portanto, o que acontece atualmente corresponde a uma etapa essencial e esta etapa essencial é agora, ela não é em 2011, ela é imediatamente.
Questão: Orionis, em agosto de 2008 havia dito que veríamos, em cerca de um ano, Hercólubus, que é?
Hercólubus está visível.
Coloquem lunetas infravermelho e vocês o verão.
Hercólubus foi filmado por toda parte pelo mundo, não sob suas latitudes, infelizmente, mas digo-lhes que não é importante porque Hercólubus é um planeta que provoca efeitos que vocês já percebem.
Os aquecimentos de todos os planetas do sistema solar estão ligados a este planeta.
Os cometas que chocaram os planetas, durante seu verão (inverno no hemisfério sul), estão diretamente ligados a Hercólubus.
Os planetas, os asteróides e os cometas que vocês verão em seu Céu muito em breve estão diretamente ligados a Hercólubus, portanto, Hercólubus está visível, mas não é visível, assim, a olho nu, em qualquer momento do dia.
Ele se encontra muito exatamente atrás de Sagitário e, como o sol está à frente, vocês não podem vê-lo, exceto talvez ao cair do sol ou ao levantar, muito cedo, do sol, segundo o lugar onde vocês estão, hemisfério norte ou hemisfério sul.
Entretanto, ele chega atrás de Sagitário.
É o combate que ocorreu em 15 de agosto.
A partir do momento em que a estrela, chamada Betelgeuse, tornou-se uma supernova, ela enviou a Luz ao mesmo lugar onde se encontrava Hercólubus e, atravessando Hercólubus ela diminuiu sua qualidade vibratória.
No mesmo momento, ela também golpeou algo que é chamado Nibiru e creio que muitas pessoas confundiram (e aliás incansável, também, precisará lhes dizer, Nibiru e Hercólubus).
São duas entidades diferentes e todos colocaram o mesmo qualificativo sobre a mesma coisa, mas não é a mesma coisa.
Hercólubus, de que lhes falou Orionis, é o planeta (é uma estrela, de fato, não um planeta), é uma estrela sombra, que intervém aproximadamente todos os 3.600 anos.
É chamada uma estrela sombra, portanto ela é apenas visível a partir do momento em que ela será iluminada pelo sol, mas não estou mesmo certo de que vocês vejam isso, dado que o calendário foi um tanto empurrado.
AÏVANHOV (19-09-2009)

Questão: que vem fazer Hercólubus em nosso sistema solar?
Então, o que vocês chamam Hercólubus é conhecido pelos maus garotos desde muito tempo, isto faz parte da História Suméria.
Hercólubus é seu sistema solar duplo.
É sua estrela que chamamos negra, se preferem, é sua irmã do sol, que passa regularmente em seu sistema solar e que causa certo número de modificações específicas.
Não é uma punição e não é para confundir também (como creio que a Cabeça de Caboche o fez, e muitas pessoas), com Nibiru, isso nada tem a ver.
Vocês podem fazer pesquisas em seus meios de comunicação modernos como internet, vocês podem fazer a pesquisa sob o nome Nêmesis.
Nêmesis é esta estrela escura que chega por detrás de Sagitário e que ejeta os cometas que foram esmagados sobre os planetas do sistema solar exterior deste verão.
E vocês mesmos vão passar nesta região, em breve, do Céu.
Mas não há mais que isto nesta região do Céu.
Isto corresponde a muito numerosas profecias, quando falamos do ponto de Sagitário, vocês o têm em muitos profetas.
Entretanto, é preciso bem compreender que, nesta região do Céu, encontra-se também Alcyone, quer dizer, o eixo galáctico, se quiserem, o centro galáctico; se encontra também neste lugar uma estrela de Órion que se chama Betelgeuse.
Encontra-se também Antares.
E se encontram ainda muitas coisas que têm uma influência direta sobre sua evolução e que chegam agora a seu final.
Então, obviamente, a Consciência Nova, uma energia de transmutação, provocou certo número de modificações sobre o conjunto desse sistema solar e de outros sistemas solares, aliás, que estão no alinhamento em relação ao centro galáctico naquele em que vocês já estão, mas que irão atravessar em breve.
Este evento é conhecido, obviamente, e lhes foi escondido por aqueles que os dirigem e que têm poder sobre vocês, quer dizer, aqueles que os governam.
Eles sabem, obviamente.
Eles sabem muitas coisas.
Mas, eles, não tiram as mesmas conclusões que vocês.
Vocês, vocês sabem, e espero que saibam, que isso assinala a Ascensão, a Translação Dimensional.
Eles, eles estão convencidos de que é o fim desta Vida sobre a Terra.
Não é absolutamente o caso, certamente.
É a transformação da Vida para todos aqueles que o querem e que poderão aceder a esta Vibração.
Então, Hercólubus não é um planeta de qualquer punição.
Ele faz parte de um cenário e de um plano cósmico, eu diria, de um relógio cósmico e de um plano da Luz.
A única diferença com relação ao ciclo precedente, ela é enorme, porque a Ilusão sobre este planeta e os planos de ação/reação duram desde numerosos ciclos, não um ciclo de 50.000 anos, mas vocês terminam um grande ciclo de 6 vezes 50.000 anos.
Alguns dentre vocês estão aí a usar suas calças e suas botas desde 300.000 anos, é enorme.
Então, hoje, é o final de um grande ciclo e não unicamente de um pequeno ciclo.
Então, não é que você, ao nível desse sistema solar, vai liberar as portas da Ilusão.
É um conjunto de sistemas solares, que estiveram privados de Luz, que vão reencontrar sua dimensão eterna.
Portanto é uma grande festa cósmica, na qual esperamos ver a maior parte de seres humanos aderirem.
É muito importante.
AÏVANHOV (25-09-2009)
CLIQUE AQUI para ler a "COLETÂNEA: HERCÓLUBUS - PARTE 1 - AUTRES DIMENSIONS"
Trechos extraídos das mensagens do site
http://www.autresdimensions.com
Traduzidas para o português por:
Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e
Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com

Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário