ANAEL - 4 de dezembro de 2011

Clique aqui para comentar esta publicação





Eu sou ANAEL, Arcanjo.
Bem amados Filhos da Luz e bem amadas Sementes de Estrelas, que a Paz, o Amor e a Alegria sejam sua Verdade.
Eu venho, portanto, concluir o conjunto de intervenções deste dia.
Eu não tenho mensagem específica, como representante do Conclave Arcangélico.
Simplesmente, confirmar, no que foi anunciado neste dia, concernente à proximidade da revelação final da Luz em sua Consciência e em sua vivência.
Eu venho, portanto, se é necessário, em vocês, iluminar o que pôde ser dito e comunicado neste dia, ou, se existe, em vocês, concernente à sua transformação, questionamentos, quaisquer que sejam, então, eu os responderei.

***

Questão: a descida de Luz Vibral pode provocar inconvenientes?

Bem amada, a questão ultrapassa, amplamente, o âmbito de sua interrogação, e deve situar-se em algo de muito mais vasto, concernente ao papel da Luz na Liberação que está em curso.
Que é ser liberado?
Qual é sua aspiração a cada um?
A que vocês são chamados?
Qual é seu destino e qual é o sentido de sua escolha, a atualizar?
Existe, nesse tempo, o que quer que vocês sejam, um estado a recuperar, que é aquele de seu destino, como alma e Consciência Livre e Liberada.
Assim, dizer que a Luz provoca o que quer que seja, é exato, do ponto de vista da Luz.
Dizer que a Luz desencadeia o que quer que seja, do ponto de vista da pessoa, é falso.
A Luz penetra qualquer coisa, ela faz apenas descer, ela volta a subir, também, doravante, do Núcleo Cristalino da Terra: ela se revela.
Aqueles de vocês que a viram descer do Céu, percebem-na, doravante, voltar a subir do Núcleo Liberado da Terra. 
O conjunto de movimentos da Luz, que desenha a arquitetura da nova Dimensão (visível, aos seus olhos, à noite, em seu leito ou nos Céus), tem por vocação Liberá-los, de uma maneira ou de outra.
Agora, eu o convido a ver em você.
O que significa ser Liberado?
Nisso, a Luz vem dissolver as zonas de resistência, porque a Luz vem dissolver, também, as ilusões, permitindo-lhes reencontrar o sentido de sua Verdade e percorrer os caminhos que atribuíram seu Espírito e sua Consciência, na Estado de Ser e na Liberdade.
Assim, portanto, pode existir uma causalidade.
Agora, qual é essa causalidade?
O objetivo será, sempre, para a Luz, fazer de forma a que o que está estabelecido, em seu Espírito, realize-se, o melhor possível, para cada um de vocês, nesse espaço, nesse tempo que está consumado e que vocês vivem.
Assim, portanto, eu não posso afirmar que a Luz seja a causa de um acidente, qualquer que seja.
A Luz é a causa da Liberdade e da Liberação.
Assim, cada um está, estritamente, no bom lugar, na boa idade, na boa condição, para viver o que há a viver.
Alguns de vocês, presentes na carne, têm, ainda, atualmente, certo número de resistências.
Essas resistências – concernentes tanto aos medos e aos apegos como alguns apegos a esse corpo – devem ser levantadas, para permitir-lhes viver a Luz, em toda quietude e em todo Amor.
Aí está a resposta que posso dar-lhe.
A Luz é a vida, ela não pode ser tida por responsável por qualquer acidente, exceto se, no sentido de sua vida, seja necessário limitar certo número de resistências, permitindo-lhe viver sua evolução na maior das facilidades.

***


Questão: sentir-se leve e sentir o corpo muito pesado, a que isso corresponde?

Bem amada, isso corresponde à sobreposição da consciência do corpo físico e da Consciência do Corpo de Estado de Ser.
O corpo físico é densidade.
O Corpo de Estado de Ser é leveza.
Assim, a confrontação de um ao outro dá a viver essas percepções não habituais, nas quais a consciência desengaja-se de um processo de identificação a esse corpo e a essa densidade.
O que vocês vivem é, muito exatamente, o que foi enunciado pela Estrela GEMMA GALGANI.
Isso corresponde à instalação da Unidade.
A densidade desce.
A leveza sobe, em gamas da Vibração da Luz Una.
A lagarta torna-se borboleta.
Isso é, muito exatamente, o que percebem sua consciência e os seus sentidos.

***


Questão: poderia desenvolver sobre a vivência da Unidade e a Ressurreição?

Bem amado, a resultante da Ressurreição é, obviamente, o acesso à Unidade, chamado, em outros termos, Ascensão ou Translação Dimensional.
Como vocês querem ser chamados ao Céu e juntar-se ao Céu, conservando a densidade Dimensional deste espaço?
Ela se transmuta e é, muito exatamente, como cada um de vocês, como dizia a Estrela GEMMA, ao seu modo e à sua maneira, vive sua Translação.
O conjunto de sintomas e o conjunto de sinais que lhes são dados a viver, a percorrer e a descobrir são, muito exatamente, aqueles que lhes permitem viver sua Ascensão e, portanto, sua Liberação.
Ela é agora porque, como o anunciaram os Anciões, tudo está consumado, a título individual.
Assim, o conjunto de estigmas que vocês portam, hoje, são, muito exatamente, aqueles que concorrem para estabelecê-los em sua evolução.
Isso vai ampliar-se a cada sopro, a cada dia, como vocês o constatam, agora e já.
Isso é apenas um início: a lagarta torna-se borboleta.
Cada dia que avançar permitirá a vocês penetrar, um pouco mais, a Consciência da borboleta.
Isso é a Ressurreição e, portanto, o acesso à Unidade.

***


Questão: a impressão de ser tido pelos tornozelos continua atualidade?

Bem amado, apesar da Liberação, nós ainda temos que contar com sua presença nesta Dimensão.
Assim, portanto, alguns de vocês, já tornados borboletas, por alguns lados, são ainda mantidos, efetivamente, pelos tornozelos.
O tempo está quase consumado para esses, mas não ainda completamente.
Não se esqueça de que vocês são responsáveis, como cocriadores desta Terra, no sentido de seu acompanhamento, do mesmo modo que nós somos responsáveis por seu acompanhamento.
Essa responsabilidade não é um peso, mas uma leveza.
Muitos de vocês, seja no espaço de suas noites, no espaço de seus Alinhamentos, ou inesperadamente, vivem, de diferentes modos, seu contato e sua confrontação à Unidade.
Essa confrontação não é um combate nem uma oposição, mas, bem mais, o meio, para sua consciência, de viver sua própria Ascensão.

***


Questão: a que correspondem sensações de queimadura no esterno e zumbidos nos ouvidos?

Bem amado, o conjunto disso foi amplamente descrito.
Os sons percebidos nos ouvidos, que se amplificam, eles também, são, ao mesmo tempo, os sons da alma, os Sons do Espírito, o Som do Céu e o Som da Terra, assim como, doravante, o Som dos Universos.
As queimaduras percebidas ao nível do esterno, qualquer que seja sua localização, traduzem, quanto a elas, a ativação da Lemniscata Sagrada, que permite a última Reversão entre o ponto OD e o ponto ER da cabeça (ndr: todos os pontos são desenvolvidos na rubrica “protocolos").
O conjunto desses estigmas são, eles também, os estigmas da Ascensão que está em curso.
Eu chamo de estigmas os sinais da Luz.
Hoje, não é mais necessário portar os estigmas do CRISTO na carne, mas, hoje, a identificação à Luz estigmatiza-os pelas Portas, pelas revelações, pelos sinais que vocês descrevem e que traduzem a confrontação do universo limitado do qual vocês ainda são parte integrante, mais ou menos.
E a penetração da Luz, no manto da Terra, no conjunto de suas células, no conjunto da Consciência, que concorre para a elevação Vibratória fenomenal que vive esse Sistema Solar, traduz-se, para vocês, por esses diversos estigmas, correspondentes e anunciados desde muito tempo como o Despertar das Três Lareiras (ndr: Sacro, Coração e Cabeça), como Despertar das novas frequências Vibratórias, como os Sons da alma e do Espírito, como o conjunto de sinais que vocês vivem.
Eu os chamo estigma porque, efetivamente, eles os estigmatizam, eles vêm chamá-los e eles são os testemunhos diretos de sua Ascensão.

***


Questão: sentir como um manto de Luz, é um contato com a Unidade?

Existem outros estigmas, eu diria mesmo que são inumeráveis.
Perceber um manto de Luz depositando-se entre os ombros e os membros superiores e que desce atrás, nas costas, representa a incorporação pelo manto de MIGUEL, que representa a espada de MIGUEL, que vem favorecer, em vocês, a passagem da Porta OD.
Isso é religado e a religar, diretamente, com o aparecimento de zonas de dores ao nível do ponto posterior, chamado KI-RIS-TI, que traduz a emergência, de um lado ao outro desse ponto, do que são chamados os Éteres, ou seja, as asas Etéreas.
O manto de BUDA ou de MARIA é, de fato, o manto de MIGUEL.
É o mesmo, que lhes permite, por essa adição Vibratória, preparar, aí também, sua Ascensão.
Quando a Porta OD é cruzada, há Crucificação e Ressurreição.
O Corpo de Estado de Ser instala-se e a Consciência Ilimitada instala-se.
Estando presentes sobre esse mundo, obviamente que existe, ainda, uma personalidade, mas não é mais ela que dirige, não é mais ela que decide, mas, efetivamente, a Luz.
A evolução desse corpo será função de seu destino, no sentido em que se pode empregá-lo; será, também, função do momento coletivo, que ainda não chegou.

***


Questão: o que dizer de correntes quentes ou frias sentidas durante as meditações?

Bem amada, a diferença térmica é ligada aos reajustes que são vividos, atualmente, de maneira cada vez mais intensa.
A Vibração é um Fogo.
A interação entre esse Fogo do Espírito e o fogo do ego, residual ou não, pode traduzir-se por diferenças térmicas, geralmente, que sobem do solo e giram ao redor de vocês.
Não se trata de presenças de entidades nomeadas astrais, mas, bem mais, de reajustes que se produzem quando da confrontação entre seu Corpo de Estado de Ser e esse corpo físico.

***


Questão: pronunciar, interiormente, a palavra Profundez, ajuda a viver a Profundez?

Bem amado, o conjunto de palavras que foi atribuído, ao nível das Estrelas ou das Portas do corpo foi escolhido, justificadamente, para provocar, na linguagem Vibral, a mesma coisa.
Então, sim, pronunciar CLAREZA ativa a zona Clareza, tanto mais que, há agora um ano, a Passagem da garganta abriu, em vocês, a linguagem Vibral, que lhes permite criar, quase instantaneamente, sua realidade, sua Verdade.
Vocês se tornaram, recentemente, cocriadores Conscientes da Verdade e da Luz.
Assim, o que sai de sua boca não são mais, unicamente, palavras, mas são o que apoia as Vibrações do Éter, em linguagem Vibral.
As palavras escolhidas: Atração, Visão, Profundez etc., remete-os, é claro, à Vibração de que elas são portadoras, doravante, desde a dissolução quase completa dos véus isolantes da humanidade e de seus corpos sutis.

***


Questão: ao que correspondem véus de Luz Azul vistos na meditação, enquanto a Luz Vibral é Branca?

Bem amada, a Luz Vibral é Branca, efetivamente.
Eu a remeto, para isso, ao que foi chamada a Fusão dos Éteres desse corpo, pelo bem amado SRI AUROBINDO, que anuncia, muito precisamente, a percepção desse azul específico, que corresponde ao que eu acabo de dizer, que corresponde à confrontação entre o Corpo de Estado de Ser ilimitado e o corpo físico e os corpos sutis limitados, que dá a perceber a Luz azul da Fusão dos Éteres, não mais em seu Céu, mas em vocês.

***


Questão: ao que corresponde o fato de viver por intermitência a vontade de comer?

Bem amado, isso corresponde a um processo de aclimatação.
Lembrem-se de que estão na fronteira, entre dois estados do Ser: um estado ilimitado, aquele do Estado de Ser, no qual mais nenhuma das necessidades desse corpo de desejo está presente, e um corpo físico, que está ainda presente, assim como o conjunto das estruturas do corpo de desejo.
Isso se traduz, efetivamente, por flutuações.
Isso concerne tanto à alimentação como ao conjunto de necessidades e de desejos, como à própria consciência.

***


Questão: é normal adormecer durante os momentos de meditação?

Bem amada, essa é uma das formas, aí também, de aclimatação à Luz.
Se as resistências puderem ainda se manifestar, ou perturbar, quando do Apelo da Luz (quer isso seja decidido pela Luz ou nos momentos que você mesma escolheu), então, o processo chamado de adormecimento vem permitir à Graça e à ação da Luz realizar-se, sem que as resistências manifestem-se.
Isso pode, portanto, ser chamado de perfeitamente normal.

***


Questão: a impressão de não mais respirar durante as meditações, é normal?

Bem amado, o Corpo de Estado de Ser não tem necessidade de respirar, porque ele é a respiração.
Assim, portanto, se a Consciência passa ao Estado de Ser, efetivamente, você poderá constatar que não há mais necessidade de respirar, assim como o coração não tem mais necessidade de bater e que ele se torna a respiração.
O conjunto de funções ligadas ao corpo de desejo e suas funções as mais vitais, dir-se-ia, fisiológicas, desaparecem na Estado de Ser, porque a alternância não é mais colocada, assim que o corpo multidimensional é ativado.
Lembrem-se de que, de seu ponto de vista, o que vocês chamam o ar sobre esse mundo é apenas a rarefação do Éter, e que o que vocês chamam, no universo, vazio, é, de fato, pleno de Luz.
Nesse vazio, que é pleno de Luz, tudo é Luz.
Não há, portanto, necessidade nem de fazer bater um coração, nem de fazer respirar pulmões, uma vez que a nutrição é a própria Luz.

***


Questão: para que uma palavra torne-se Verbo, é necessário que ela seja pronunciada?

Na linguagem Vibral, é o pensamento que cria, e não a pronunciação.
Nos espaços Unificados multidimensionais, o que vocês chamam linguagem, e o que nós chamamos Verbo, não é mais um som, mas uma Vibração, perceptível, diretamente, pela Consciência, e não por uma interface chamada órgão dos sentidos.
Do mesmo modo que os sentidos não são mais limitados no Estado de Ser, a visão não é limitada pelo olho: ela engloba a totalidade dos universos, das Dimensões e das direções.
Do mesmo modo, os sons não são percebidos por um órgão chamado de ouvido, mas imprimem-se, diretamente, na própria estrutura do Corpo de Luz.

***


Questão: ao que correspondem dores no nível das cervicais?

Bem amada, podem existir, nesse lugar, múltiplas razões, ditas fisiológicas, para manifestar ou exprimir uma dor.
Obviamente, se se excetuam as causas ditas fisiológicas ou fisiopatológicas, existe, nesse nível (e, em especial, ao nível do Triângulo da Terra, constituído entre o Ponto OD, na raiz base dos cabelos e os pontos laterais, chamados KI-RIS-TI e VISÃO), um Triângulo correspondente ao Triângulo da Terra e correspondente, aí também, à Transmutação desse corpo físico.
Assim, existem sinais, estigmas patentes da Luz, que correspondem às Portas, às Estrelas ou ao que acabamos de ver e de detalhar.
Assim, nem toda dor é ligada à Luz ou em ressonância com um estigma.

***


Questão: onde está a dissolução das camadas isolantes?

Bem amado, ela se traduz, muito exatamente, pelo que muitos de vocês, aqui presentes, falam: ela está quase concluída.
Vocês o constatam por sua capacidade, cada vez maior, para penetrar – pela Vibração, a Consciência e as Visões não visuais – no que é a vida nas multidimensões.
Isso traduz, efetivamente, a iminência da Ruptura do que foi chamado o último envelope: corpo causal ou pericárdio.
Eu repito: essa dissolução será concluída, completa e coletivamente, no momento desejado pela Terra.
Quanto a vocês, cabe-lhes levar a efeito essa conclusão, em seu tempo individual que, como vocês o constatam (através de seus diversos dizeres, de suas diversas vivências), está a caminho, de maneira inexorável e inevitável.

***


Questão: a que correspondem lágrimas, como Alegria Interior?

Bem amado, as manifestações de lágrimas, durante os períodos de Alinhamento ou de Apelo da Luz, correspondem à Liberação da alma que aceita, enfim, voltar-se para o Espírito.
São, pode-se dizer, lágrimas de Alegria.

***


Não temos mais perguntas, agradecemos.

***


Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes de Estrelas, eu lhes peço bem querer honrar a Graça da Luz.
Eu lhes digo até breve.

Que a Paz, a Alegria, o Amor e a Verdade sejam sua Morada.
Até breve.


************

Mensagem do Bem Amado ARCANJO ANAEL no site francês:
04 de dezembro de 2011
(Publicado em 05 de dezembro de 2011)

***


 Versão para o português: Célia G.  http://leiturasdaluz.blogspot.com 
Postado por Célia G.

***


Colaboração de Rosa Amelia Muruci

***


Transcrição e edição: Andrea Cortiano e Zulma Peixinho


************ 


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário