O.M. AÏVANHOV - 09 de abril de 2011 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




 - E BEM, CAROS AMIGOS... -


ÁUDIO mp3 ORIGINAL:


Questão: qual é o raio que parte de uma zona da Ursa Menor e se dirige em direção à Terra?

Então, isto faz parte do que tinha dito MIGUEL.
Vocês sabem que há vários ciclos de Radiação da Luz que deve chegar a este Sistema Solar, em sua totalidade.
Vocês têm diferentes Radiações que, doravante, estão totalmente ativas e vão se amplificar, mas eu diria muito mais se ampliar, nas próximas semanas e dias.
Nós tínhamos falado a vocês, já de Betelgeuse.
Nós havíamos falado do Centro Galáctico.
O Arcanjo MIGUEL disse que a Luz chegaria do Céu e da Terra.
É exatamente isto que ocorre.
A Luz, nós a acendemos.
A Radiação vinda do Céu, da Terra, é a mesma Radiação.
Por outro lado, existem átomos cuja Radiação não é de todo a mesma.
Esta Radiação tem a particularidade de rasgar o tecido Dimensional e isto, em nenhum momento, será permitido sobre esta Terra.
Portanto, nós fomos obrigados a acender a Luz.
Aí está, nós acendemos a Luz e nós, já há quase uma semana, modificamos as circunstâncias de recepção da Onda Galáctica de Alcyone, na qual vocês entraram.
Mas nós modificamos as condições de liberação das partículas de Estado de Ser no Sol, a fim de que as frequências da Luz Unificada venham diretamente se opor a alguns tipos de radiações que aparecem sobre a Terra.

***

Questão: é preciso se expor o máximo possível à Luz do Sol?

A Luz do Sol, isto são as Radiações Ultravioletas, no momento, são as partículas Adamantinas.
Mas as partículas Adamantinas mais poderosas, as mais rápidas, se vocês preferirem, vêm do Centro Galáctico e isto, onde quer que vocês estejam, mesmo a 1.000 metros sob a Terra, vocês são alcançados.
Portanto, alguns seres são capazes de suportar as novas Radiações do Sol, outros não, mas isto é apenas uma parte da Radiação da Luz que chega.
Cabe a vocês ver se vocês têm dificuldade de suportar, em pleno dia.
Aproveitem, sobretudo, os primeiros raios do Sol, pela manhã, isto foi dito, mais do que à tarde ou à noite, porque eles são diferentes: a qualidade Vibratória desta Radiação, à noite, é diferente.
Nem todo mundo pode.
Principalmente quando vocês estão abertos no nível das Coroas Radiantes, vocês vão constatar que isto tem efeitos diferentes segundo cada um e segundo os dias também, mas, o mais importante, é a Luz, que não é a luz do Sol que vocês veem, que vocês percebem somente pela Vibração.
Mas esta Luz é onipresente.
Portanto, é diferente para cada um.

***


Questão: se a batalha no Céu está “ganha”, se os Arcontes estão redimidos, o que são as forças Arimânicas?

As forças arimânicas são forças criadas por egrégoras de pensamento, permitindo a encarnação de um princípio chamado de arimânico, que é um princípio involutivo, cuja única finalidade é fazer baixar as Vibrações.
É, em última instância, independente de uma inteligência como os Arcontes.
É uma inteligência autônoma, mas estúpida, eu diria, o que não é o caso dos Arcontes, pois eles eram mesmo assim administradores extremamente competentes.
A batalha está ganha no céu.
Não é uma batalha: a Luz se estabeleceu e vocês a veem, vocês mesmos, através do que vocês vivem e do que acontece sobre a Terra, todos os dias.
Ontem à noite, nós dissemos a vocês, que isto vai se acelerar de maneira exponencial: a cada dia, agora, vai ser cada vez mais forte, no plano Vibratório.
Portanto, as forças Arimânicas estão, de alguma forma, ligadas a três fatores ou a três tipos de consciência.
Primeiramente, aqueles que estão com muito medo que recusam receber sua própria redenção, porque, para eles, a Luz é terrível.
Tudo estava baseado, neles, no ego, no poder e na dominação.
Isto se refere a muito, muito poucos seres humanos sobre este planeta, não é?
Agora, há todos os seres que não estão despertos, que não estão conscientes do que acontece ainda, porque eles estão totalmente imersos em uma realidade falsificada da qual eles não têm mesmo ideia de que isso não pode existir.
Portanto, estes, de alguma forma, mantêm, se vocês quiserem, certa densidade permitindo às forças arimânicas se alimentar.
Eu vou tomar um exemplo muito simples: vocês têm um utensílio de difusão que nós utilizamos, que é o que vocês chamam de Internet.
A Internet é a encarnação das forças arimânicas na qual a Luz se infiltrou, na qual a Luz pôde se propagar, também.
Mas há seres que estão na Internet, que estão, como vocês dizem, em sites lúdicos, em todo o sentido do termo.
Eles se servem da Internet, eles estão possuídos pela Internet, eles estão possuídos não pelo fato de que são muitos, mas pelo interesse que eles dão à Internet, por exemplo, para olhar filmes olé-olé (nota do trad.: filmes eróticos).
Eu não sei como vocês chamam isto, eu esqueci as palavras.
Ou então para se subjugarem si próprios através de imagens, mas não para se informar.
Eles aí alimentam inconscientemente a matriz e as forças Luciferianas.
Eles são cativos, como aqueles que ainda veem tevê, que dão sua energia a uma caixa, não é?, e sua intenção a uma caixa.
Estas, estas são forças inconscientes.
Elas são consequentes pelo número de pessoas, mas não pela intensidade da vontade.
E então, há também, evidentemente, um segmento importante de seres humanos autênticos que começaram um caminho em direção à Luz, mas que não estão dirigidos às boas Vibrações e que foram literalmente enganados pelos movimentos Luciferianos.
Eles aí estão no interior destas crenças na aparição de uma Terra magnificada onde todo o mundo é belo, todo o mundo é gentil, mas nesta Dimensão.
Dessa maneira, eles trabalham sobre uma ótica de tempo que é ilusória.
Estes também são aprisionados por Áriman e Lúcifer (as forças Luciferianas, não Lúcifer, me desculpem) (1).
Assim, eles estão ainda cativos de suas próprias ilusões, e isto é o quê?
É simplesmente o ego, quer dizer que, tendo construído planos sobre a instauração, por exemplo, de um instrutor ou de um salvador mundial, sobre a aparição de uma hierarquia que iria restabelecer uma forma de verdade, uma forma de autenticidade, eles recusam, sendo espiritualizados, a reconhecer o seu erro e, no entanto, isto se estende sob os seus olhos.
Estes, inconscientemente também, pelo ego, alimentam as forças arimânicas, mas isto não tem qualquer importância em relação ao que está vindo.
Eu disse a vocês que nós acendemos a Luz.

***

Questão: o que responder às pessoas muito próximas que falam do Karma, que se referem aos Senhores do Karma e que estão no sofrimento com isto?

Eles estão no sofrimento porque eles deram sua atenção a estas leis de ação-reação.
Eles estão persuadidos de que as leis do Espírito são as mesmas leis da matriz.
Eles estão presos neles mesmos e nenhuma palavra pode lhes tirar de seu aprisionamento.
Eles mesmos criaram seu próprio sofrimento ao dar sua adesão, sua crença, a movimentos espiritualistas que estão, no mínimo, na sombra, não é?, e eles estão persuadidos de estar na verdade, mas isto, é a experiência deles.
Nenhuma palavra vai fazer eles mudarem de parecer, ao contrário.
Vocês que vivem a Unidade ou que se aproximam destes estados, vocês são loucos furiosos, e é seu ponto de vista e é sua verdade.
Eles serão confrontados com esta verdade.
Eles estão em uma lógica de rigidez, de rigor, de secura.
Eles vão falar de coração, mas eles aplicam leis criadas por aquele que não tem coração, quer dizer, por Yaldebaoth.
Eles estão aprisionados, como você disse, em seu sofrimento e em seu medo.
Infelizmente, além de Irradiar, nenhuma palavra os fará mudar de opinião.
Ao contrário, você os fará entrar em reação em relação ao que você vive e ao que você é.

***

Questão: jogos como jogos de cartas, jogos de bilhar, fazem parte da dualidade ou, ao invés disso, favorecem o fato de reencontrar sua criança Interior?

Então aí, cara amiga, há quem possa jogar bilhar e reencontrar sua criança Interior e outros que podem jogar bilhar e ser possuídos por este jogo.
A resposta é diferente para cada um.
Há seres que podem ir à Internet.
Há os que vão lançar seu olhar sobre a Internet e vão ser possuídos imediatamente: eles sentem as energias emitidas pelos sites e pelas ondas que se propagam diretamente pela Internet.
É a mesma coisa para um jogo, é a mesma coisa para não importa o quê.
Evidentemente, se vocês jogam cartas todo o dia, vocês não podem pretender estar na Unidade, é preciso realmente se informar das coisas, hem!
É muito difícil manter a Unidade jogando cartas.
É mais fácil manter a Unidade passeando na natureza.

***

Questão: e quanto às crianças que, na Internet, jogam jogos de guerra?

Eles estão completamente possuídos por Áriman.
É preciso não se enganar.
A realidade virtual é uma virtualidade sobre a virtualidade, isto distancia mais do que tudo do ser Interior.
Foi feito para isto.
Se os jogos pudessem ser considerados, a rigor, na Internet, onde os anjos vão encontrar outros anjos e onde tudo é angelical.
Mas vocês veem bem que tudo isto que é criado vai ao sentido da guerra.

***

Questão: como fazer, enquanto pais, quando se tem filhos que jogam isto?

Quem são os pais?
Se vocês são os pais, em nome de que vocês não têm o direito de interditar qualquer coisa?
Ou vocês estão inconscientes.
Ou vocês aceitam que eles jogam com Áriman.
É o mesmo para os jovens, há os que escutam músicas que tem Vibrações e frequências arimânicas e outros que escutam músicas e frequências que os elevam.
Agora, uma criança, cabe a vocês evitar, realmente, uma série de coisas.

***

Nós não temos mais questionamentos, nós lhe agradecemos.

***

Caros amigos, eu agradeço a vocês.
Eu digo até breve a vocês, mas eu volto bem depressa.
Nós vamos, juntos, Vibrar no Fogo do Amor, dentro de muito pouco tempo.
Até breve.

************

1 - RUDOLF STEINER (27.10.1919) - ‘A Ilusão Arimânica’: http://seresdeluz.portaldosanjos.net/2017/04/a-ilusao-arimanica.html

 ***

Mensagem do Venerável OMRAAM (Aïvanhov) no site francês:
 09 de abril de 2011
(Publicado em 10 de abril de 2011)

 ***

 Versão do francês: Shylton Dias

***
Transcrição e edição: Andréa Protzek e Zulma Peixinho

************




Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário