MA ANANDA MOYI - 28 de abril de 2011 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Intervenção da Estrela AL -


“Se você aceita ser um prisma neste mundo (ou seja, ser transparente e deixar passar a Luz), isso quer dizer que você não está mais na personalidade.”

ÁUDIO mp3 ORIGINAL:

~ MATERNIDADE INTERIOR E EXTERIOR ~

Eu sou MA ANANDA MOYI. 
Queridos Irmãos e queridas Irmãs, queiram aceitar a Graça, a Graça da sua Presença e da minha Presença.
Eu venho até vocês para irmos, juntos, o mais fundo possível, no que diz respeito à Vibração da Semente de Estrela AL.
Enquanto portadora desta Vibração, vamos tentar, juntos, descobrir os fundamentos resultantes da mesma Vibração e ao que isso corresponde, nos tempos em que vocês estão vivendo.
Como a nossa Mãe, de todos nós, nos disse ontem, vocês entram diretamente na aurora dos últimos dias, levando-os a encontrar e a manifestar a Consciência que é sua, além do véu da Ilusão.

*** 

Faz quase 30 anos, agora, que a Vibração e a Consciência do Espírito Santo voltaram a penetrar nesta Terra.
Faz agora dois anos que a Radiação do Ultravioleta também penetra nesta Terra.
Esta penetração é, de alguma forma, o que pode ser chamado de Maternidade.
 Maternidade Exterior ou Maternidade Interior.
A Água e o Fogo.
A Vibração do ponto AL é a Vibração do silabário original, matricial, não falsificado, remetendo ao Sumério original e a tudo o que pode ser expresso através do L.
 De fato, a Vibração do AL, é a mesma do IL, EL, OL, UL em oitavas diferentes.
A Luz veio fecundar este mundo e se estabelecer, a fim de restabelecer a Verdade da Unidade.
A minha presença neste mundo, há algum tempo, foi a oportunidade de levar à Consciência da Humanidade, o papel e a função da Água e do Fogo transcendidos.
Eu me limitei, naquele momento, a cumprir com o que eu fazia.

***

Hoje, todos vocês estão frente a isso: penetrar nas esferas da Unidade, ou permanecer nas esferas da Dualidade.
Percebam que não há lugar para julgamentos de valor, nem para hierarquização, em relação ao caminho escolhido por vocês, que é o seu próprio caminho.
Como já lhes foi dito, o Fogo é de várias naturezas.
Existe o Fogo, chamado de Fogo do Ego, o Fogo Matricial, do qual a característica essencial é o Mundo das Emoções.
Há também o Fogo do Espírito, que além de qualquer emoção, reflete-se por uma Alegria inefável de viver Sat Chit Ananda.
A Luz foi oferecida, ao conjunto da humanidade, através das Núpcias Celestes.
Muitos Seres Humanos acolheram esta Luz, serviram-se dela, apesar de ainda não terem vivido o Abandono Total à Luz, como lhes falou um Arcanjo.
O Abandono à Luz só poderá ocorrer quando houver Transparência.
O Abandono à Luz não poderá acontecer se não houver Humildade e Simplicidade.
 Dito em outras palavras, em outros tempos, por CRISTO, isso significa: “aquele que quiser se elevar, será rebaixado. Aquele que se rebaixar, será elevado”.

***

O momento atual desta Terra, no plano espiritual, é marcado por uma série de acontecimentos, relacionados exatamente com esta frase. 
Alguns seres humanos buscam se elevar, no nível da Divindade, sobre esta Terra.
Na Índia, o meu país de origem, esses seres eram chamados de homens deuses, ou de mulheres deusas, que, tendo acolhido a Luz, se apropriaram dela, monopolizando-a e se apresentando aos olhos dos homens como sendo deuses e deusas, levando a um processo de adoração, denominado Fogo do Ego, estritamente nada tendo a ver com o Fogo do Espírito.
O momento atual da Terra, no plano espiritual de hoje, demonstra os perigos de tal dualidade, pois qualquer ser humano ao encontrar a Luz, ao se apropriar dela, corre o risco do que o Bem-Amado e Venerável Comandante (ndr: OMRAAM) chamou de Fogo do Ego.
 Esse Fogo do Ego irá fazê-los sair da Alegria, para fazê-los penetrar na exaltação, na emoção, na adoração, fazendo com que se distanciem de vocês mesmos.
Naquele momento, vocês entram no que é chamado de fenômeno de Maternidade Exterior, fechando-os estreitamente na Ilusão do Coração.
O Coração é Liberdade e Liberação, e jamais será a adoração de alguma forma humana, mesmo de CRISTO.
Enquanto vocês adorarem, vocês não podem se tornar o que vocês adoram.
Trata-se de um mecanismo de projeção com base na emoção, relacionado com uma falha interior, em relação justamente ao que é proposto por aquele ou por aquela que se diz portador da dimensão do Pai ou da Mãe Divina.
Esta Maternidade Exterior vai se expressar por uma adesão formal, manifestando-se por estados muito distantes da Serenidade e da Paz Interior conferidas pela Alegria da Liberdade.
Trata-se de uma Maternidade Exterior, levando ao jogo de sedução e da dualidade perpétua.

*** 

Então, é claro, houve há muito tempo, neste mundo falsificado, processos chamados de iniciação.
Muitas sociedades, ditas secretas, especialmente no ocidente, tentaram convencer os seres humanos de que eles iriam para a Luz ao praticarem ritos, rituais.
Nada há de mais falso.
A Unidade, chamada no meu país de Advaita Vedanta (ou de monismo, na sua tradição), não pode em caso algum sobrepor-se a este embuste.
O processo de Maternidade Interior é outro processo, é um processo de calmaria, onde, como disse A FONTE, quando estava encarnada: “o Salvador está dentro de vocês”.
Enquanto vocês dependerem de uma imagem exterior, de um ser humano, a adoração irá desencadear um mecanismo de falsificação levando-os para bem longe da sua própria Luz e dando-lhes a Ilusão da Luz.
Eu estou falando disso porque, atualmente, muitas almas, em todos os países do mundo, ao se apropriarem da Luz, ficam persuadidas de que são Pais Divinos ou Mães Divinas, ou então de serem as únicas capazes de fazer descer o Supramental à Terra.

*** 

A Inteligência da Luz não necessita da inteligência humana para se manifestar.
Ela existe de toda a Eternidade.
Hoje, é pedido para tornarem-se humildes e simples.
Enquanto houver, através de vocês mesmos, uma projeção exterior em outro ser humano, vocês não poderão alcançar a Verdade do que vocês São, vocês acabam passando de um mecanismo de Maternidade Interior para uma Maternidade Exterior.
A Maternidade Interior corresponde ao nascimento do Embrião Crístico.
 Isso irá permitir realizar a sua Divindade Interior pela Transparência, pela Humildade e pela Simplicidade.
CRISTO disse também: “a árvore será reconhecida pelos seus frutos”.
Os frutos da Maternidade Interior serão sempre a Humildade e a Simplicidade.
Os frutos da Maternidade Exterior serão sempre a emoção, a exaltação e o distanciamento do Coração.
Não pode ser de outra forma.
CRISTO havia advertido: “haverá muitos profetas que virão, em meu nome ou em nome da Luz, o que é o mesmo. Livrem-se de segui-los”.
Não há nada para seguir, pois, enquanto vocês seguirem outro ser humano, vocês não poderão seguir vocês mesmos.
Naquele momento, vocês iriam se engajar em um caminho sem volta para a Unidade.

*** 

A Unidade, a Abertura do Coração, apenas pode ser vivida de si para si mesmo, ela não poderá ser conferida de qualquer entidade exterior, seja ela qual for.
A maior armadilha da iniciação situa-se neste nível: confiná-los em meio à Ilusão Luciferiana que, pela minha presença enquanto MA ANANDA MOYI e Estrela AL, permitiu inverter isso.
O trajeto AL-AL, existente entre a ponta do nariz e a raiz das sobrancelhas, ilustra essa reversão, permitindo-lhes superar a Dualidade e permitindo-lhes penetrar além do IL e do ELLE (Ele e Ela), além da adoração exterior, na compreensão e na vivência de que vocês são, às vezes, IL e ELLE e que, realizando isso, neste mundo falsificado, vocês podem apenas estar na Humildade, na Simplicidade, fazendo cessar então o jogo das projeções, o jogo das adorações, o jogo da implantação de uma personalidade exterior, enquanto portadora de uma Energia que vocês buscam, que, de fato, estará sempre e para sempre no Interior de vocês mesmos.

*** 

Muitos seres irão se apresentar, neste período final da humanidade, como salvadores.
 Muitos irão se apresentar, em todos os países, como portadores do Espírito Santo, como portadores da energia da Mãe ou do Pai.
Neste instante, eles irão se disfarçar e irão levá-los às trilhas da Dualidade e à perda da sua Unidade.
Nós insistimos longamente, uns e outros, sobre a maneira de encontrar a sua Unidade que depende unicamente da Luz, e não de qualquer entidade exterior, mesmo a mais luminosa.
Dito em outras palavras, a maior parte dos Anciãos, a maior parte das Estrelas que viveram no século XX, desencarnaram a partir da chegada do Espírito Santo, no mês de agosto de 1984, por uma simples e boa razão: é que o Mestre exterior deveria desaparecer em favor do Mestre Interior.
A emoção humana sempre tende a procurar uma complementaridade no exterior de si mesmo.
Isto procede da falsificação da matriz, da dualidade dos sexos, nada tendo a ver com a Unidade, e podendo ser um simulacro da mesma Unidade.

*** 

João disse, sob o ditado de CRISTO: “haverá muitos chamados e poucos eleitos”.
Muitos foram os seres humanos chamados, mas poucos foram os eleitos.
Eu falo a vocês deste assunto, pois vocês vão entrar no mês de maio.
Este mês que é o mês final da Redenção, quando é necessário silenciar todas as Ilusões que ainda os animam, o último mês em que é possível recuperar a sua Unidade, o seu Coração e o Fogo do Coração e não o Fogo do Ego.
Há, na humanidade, devido à irrupção da Luz, alguns seres humanos que captaram esta Luz, que a guardaram e que, então, permitiram um obscurecimento desta Luz, pelo fato da sua ausência de Transparência.
Esta falta de Transparência foi escolha deles.
Os seres humanos, ao entrarem em ressonância com esta falta de Transparência ou com esta obscuridade, denominada exaltação ou emoção (que nada tem a ver com a Alegria ou com o Fogo do Coração), ficam necessariamente sob a influência de forças que os distanciam da sua Unidade, da sua Integridade e que os afastam, ainda e cada vez mais distante, da sua Realização.
O Despertar, a Realização, não é, de modo algum, algo que possa ser encontrado no exterior de si mesmo.

***

Qualquer ser humano, hoje, proclamando-se investido pela Luz e querendo retransmitir essa Luz, não pode, de forma nenhuma, pertencer às esferas da Unidade, isto é simplesmente impossível.
A Maternidade Interior passa pela porta da Humildade, pela porta da Simplicidade.
 Vocês não podem ser, sobre este mundo, outra coisa senão portadores da Luz, outra coisa senão Sementes de Estrelas.
Querer desempenhar um papel, querer ser uma pessoa, distancia-os do seu Estado de Ser.
Vocês não podem ser uma pessoa e estar no Ser.
Vocês não podem manter a Dualidade e viver a Unidade.
A Unidade necessita, como o Arcanjo ANAEL lhes disse, de uma doação total de si mesmo, não recorrendo mais a qualquer elemento humano.
Como disse CRISTO: “vocês estão neste mundo, mas vocês não são deste mundo”.
Alguns dos Anciãos lhes disseram, e eu também poderei dizer, que este mundo é uma projeção total, ligada à Visão e ao confinamento em meio ao Triângulo Luciferiano (chamado, também, de Fogo Prometeico).
Este Fogo Prometeico é o Fogo do desejo, é um Fogo que mascarou o Coração em uma forma de sensualidade, em uma forma de gestos afetuosos, nada tendo a ver com o Coração, mas fazendo-se passar pelo Coração.
Isso jamais irá conduzi-los à Alegria e à Unidade.

***

A Unidade só pode ser encontrada em si mesmo.
Nós insistimos, uns e outros, longamente sobre este tema.
Muitos mecanismos e técnicas já foram dadas a vocês, para permitir saírem da Dualidade e entrarem na sua própria Unidade, que é plenitude e completitude.
É naquele momento que podem servir à humanidade, não antes.
Tornar-se Semente de Estrela, Âncora da Luz, requer não ser mais nada, e, sobretudo, não reconhecer qualquer autoridade exterior, nem mesmo as minhas palavras, nem mesmo as palavras de um Ancião, ou de um Arcanjo, pois vocês mesmos irão se descobrir sozinhos.
Somente vocês poderão abrir o Templo do seu Coração para a verdadeira Dimensão da Unidade, e não para a Ilusão da Unidade, feita de sentimentos humanos, de atração humana, e de jogos de sedução onde o Coração não tem lugar.
O ser humano deturpou bastante o significado das palavras Amor e Coração, através do que poderia ser chamado de sedução, de apropriação e principalmente de aniquilação do Estado de Ser.

*** 

Vocês estão, hoje, nesses tempos, confrontados, uns e outros, não mais com vocês mesmos, mas com os outros, quer seja em meio à sua família, quer seja em meio aos mais próximos (entre aqueles que seguem a Unidade, que vivem a Unidade, e aqueles que permanecem na Dualidade).
Uns e outros estão em oposição total.
Então, a Unidade nada tem a ver com a Dualidade, ela não precisa denunciar os jogos da Dualidade, pois, afinar o ponto AL (ou seja, revertê-lo, colocá-lo mais embaixo, como foi feito para o triângulo do Fogo Luciferiano, pelo Fogo do Éter), reflete-se pela Humildade, pela Simplicidade, pela Atenção, pela Ética, pela Integridade, pelo Aqui e Agora, afastando-os sempre mais da Ilusão e da visão denominada clarividência.
Isto foi explicado a vocês, na última parte do Yoga Integrativo, por UM AMIGO.
O conjunto da Ilusão deste mundo, quer seja através das religiões ou através dos conceitos da sociedade, sempre foi feito para distanciá-los da sua Unidade, levando-os a buscar uma segurança no exterior, quer seja em um companheiro ou em organização social que iria protegê-los e adverti-los, mantendo assim uma falha no ser humano, semelhante a uma falta e projetando esta falta no exterior, como se encontra-se, no exterior, a sua própria integridade.
 Vocês não podem encontrar a mínima Integridade enquanto o seu olhar se voltar para o exterior, a fim de encontrá-la.
Trata-se apenas de um jogo de projeção de espelhos, de Ilusão a Ilusão, reforçando-os em meio ao Ego e distanciando-os cada vez mais da sua própria Unidade.

*** 

A Luz é Inteligência, isso nós lhes dissemos, umas e outras, uns e outros.
Esta Inteligência é suficiente sozinha, ela não precisa de algum processo, nem de alguma iniciação, nem, sobretudo, de outro ser humano para consultarem através disso, pois, enquanto vocês olharem para o exterior, vocês não poderão ver-se si mesmo.
Pois enquanto vocês adorarem no exterior, vocês não poderão penetrar na Humildade e na Simplicidade da adoração da Luz.
Não pode existir personificação da Luz.
A realização do Fogo do Coração é justamente exatamente o contrário.
É a dissociação da personalidade, em meio ao Estado de Ser, conferindo a capacidade para viver o Samadhi, em seus diversos níveis, na Alegria Interior, na Paz, no que eu denominei Sat Chit Ananda.
Todo o resto, ligado a outro ser humano, seja ele quem for, é apenas um simulacro afastando-os, sempre e ainda mais, da sua própria Unidade, resultando, de maneira inexorável, no Fogo Prometeico, Fogo do desejo, Fogo da posse, Fogo da sedução, reforçando a dualidade homem - mulher, IL ou ELLE (Ele ou Ela).

*** 

Vocês são levados a tornarem-se AL, ou seja, a elevarem-se além da sua condição, masculina ou feminina.
Vocês são levados a tornarem-se a Luz, o andrógino primordial, bem além dos jogos da dualidade que existem na humanidade, hoje.
É um ou outro.
Em outros termos, como lhes disse o Bem-Amado Comandante dos Melquizedeques, vocês não podem permanecer um e outro, vocês não podem permanecer entre duas cadeiras, vocês são obrigados, hoje, a irem, franca e definitivamente, para a lagarta ou para a borboleta.
A Transmutação, ou metamorfose final, que vive a humanidade, começa dentro de poucos dias, como anunciou MARIA.
É durante este mês que vai ocorrer a separação das duas humanidades e ela será total.
Novamente, não cabe a vocês, como não cabe a nós, julgar o caminho de um ou de outro, mas simplesmente iluminar, quando isso for possível, a diferença essencial e principal entre a Maternidade Interior (que é a única verídica) levando-os ao Coração, pelo nascimento do Embrião Crístico (situado no nível do ponto OD), e permitindo expressarem ER, isto é, o seu Éter, a sua Eternidade, a sua Divindade, bem além de qualquer dualidade.
Ou então, escolher manter o confinamento.
O confinamento recorre a uma complementação exterior, ele recorre a uma insatisfação, devido a uma falta de plenitude interior de Luz, fazendo-os sempre buscar uma Luz no exterior de si mesmo.

***

Viver a Maternidade Interior é aceitar estar além dos véus da Ilusão da personalidade, o que vocês são, em última análise, de toda a Eternidade.
Não há iniciação para isso, não há trabalho, há apenas que revelar o que vocês são, e isto apenas é possível pela sua própria aquiescência à Luz.
Os vários ensinamentos, as Núpcias Celestes, não estão aí para serem integrados ou digeridos intelectualmente, mas estão aí para serem vivenciados, além de qualquer crença, pois, eu posso lhes dizer assim, enquanto vocês crerem em algo fora de vocês, vocês não podem crer em vocês mesmos e vocês não podem manifestar o Amor.
Vocês apenas podem manifestar emoções parecidas com o Amor, mas que não é o Amor.
O Amor é um Fogo.
O Amor é um Fogo devorador, manifestado pela Vibração da Coroa Radiante do Coração, por um Fogo manifestando-se em meio às três Lareiras e estabelecendo-os na completitude, na Alegria, na Unidade e, sobretudo, na Humildade e na Simplicidade.
Humildade e Simplicidade onde vocês se tornam totalmente transparentes, de maneira que só a Luz acaba se tornando o que vocês São: vocês não são mais nada senão a Luz.
Isso é denominado, na minha tradição: a Dissolução Bramânica.
Enquanto vocês estiverem atrelados à sua personalidade ou a outra personalidade, vocês não podem viver isso.
Aí estava a armadilha de uma série de ensinamentos chamados de iniciação, presentes hoje, e presentes desde tempos muito antigos, mesmo em meio às religiões, apresentando-lhes um sacerdote, um monge, como um intermediário entre vocês e a Luz, apresentando-lhes CRISTO como alguém que viria salvá-los.
Ninguém irá salvá-los, exceto vocês mesmos.
Nenhum ser humano pode fazer isso no seu lugar.

*** 

Viver a Maternidade Interior é transformar o ponto AL, é conectar com o andrógino primordial, é tornar-se às vezes Ele e Ela, a fim de criar as suas próprias asas e de ir além do IL e do ELLE, justamente.
Enquanto houver busca exterior de qualquer forma de Luz, vocês não estão na sua própria Luz.
O que eu tinha que dizer corresponde ao período que se abre a vocês, onde os seus olhos vão se descerrar, como foi anunciado por alguns de nós.
Muitos seres humanos, hoje, vivem o despertar desse 12º Corpo e as manifestações inerentes a este despertar que se refletem pela percepção Etérea dos mundos da Unidade.
Alguns de vocês veem o Sol em sua nova cor.
Alguns de vocês ouvem o Som da Terra e do Céu, enquanto outros seres humanos nada ouvem ainda.
Eles veem claramente, eles veem além da aparência da Ilusão, eles veem além da aparência dos jogos da sedução e da atração, a fim de restituí-los a vocês mesmos, se tal for a sua decisão, durante o mês que se inicia.

*** 

Ir para a realização da sua Maternidade Interior é dar à luz o CRISTO Interior, é não buscar um salvador ou qualquer ressonância no exterior de vocês mesmos, pois, neste caso, e em última análise, vocês seriam reconduzidos à sua Dualidade e, então, à personalidade.
Novamente, não é questão nem de julgar nem de condenar alguém que evolua em meio à personalidade, mesmo sendo preciso estar lúcido e consciente desses jogos que são realizados.
Então, é claro, alguns Irmãos e Irmãs na encarnação têm esta capacidade, ao escutar o Som da Terra e do Céu, ao levantar e abaixar o 12º Corpo, o Andrógino primordial, para ver além da aparência e da Ilusão.
Obviamente, ninguém pode convencer ninguém, pois aqueles que estão na crença, seja ela qual for, afastam-se da sua experiência da Unidade.
A experiência é oposta à crença.
A crença é uma forma de Maternidade Exterior que os faz projetar, mais uma vez, no exterior de vocês, nesta sede de Luz, ao passo que Ela está em vocês.
A Maternidade Interior, ela, não é do campo da crença, ela é do campo da experiência e ela os leva a viver a completitude e a Unidade, independentemente de qualquer autoridade exterior, mesmo a mais amorosa, na linguagem humana.
O desafio está neste nível, pois, é claro, os seres que se apresentam como homens deuses ou mulheres deusas são capazes de atrair multidões consideráveis.
Alguns seres atraíram, durante a sua vida, dezenas de milhões de adeptos que os seguiram cegamente, ao ponto de mudarem de opinião sobre a própria existência de algumas manifestações totalmente opostas à Luz, sendo da ordem do que eu denominaria a Ilusão mais sutil e mais profunda.
Não há, através disso, qualquer julgamento, mas simplesmente a experiência que é para ser feita, em relação a cada um, e em relação ao que cada um é no Interior de si mesmo.

*** 

Vocês não têm necessidade de nada mais senão da Luz e, sobretudo, não de um intermediário em relação a esta Luz pois aquele que quiser se apresentar como intermediário da Luz, tornar-se-á opaco à Luz.
E ele não pode, obviamente, levá-los para a Luz, mas unicamente para abraçar a emoção, a exaltação e, em última análise, a perdição.
CRISTO disse: “àqueles para quem muito foi dado, muito será exigido”.
As lagartas, como vocês as denominam, não têm qualquer noção e qualquer Consciência do que é a Luz, porque o confinamento nas crenças, o confinamento na Ilusão, foi muito mais forte do que a vontade da alma, do que a potência do Espírito para manifestar esta Luz, como vocês tiveram a oportunidade de vivê-la através das Núpcias Celestes.
Lembrem-se vocês também, CRISTO disse: “os primeiros serão os últimos e os últimos serão os primeiros”, porque eles irão despertar de um dia para o outro, de um minuto para o outro e irão para a Luz.
É por isso que foi solicitado para não julgar e para respeitar o caminho de cada um, na condição, entretanto, de ver claramente em vocês.
Mas, hoje, várias Sementes de Estrelas veem cada vez mais claramente a Ilusão deste mundo, a Ilusão dos comportamentos de alguns.

*** 

Então, o que é preciso fazer?
É preciso afirmar a sua Maternidade Interior e mostrar, com um Coração amoroso, o que é a Maternidade Exterior que afasta de CRISTO.
Agora, ter mostrado, é suficiente.
Nada há para impor, pois a maior parte dos seres confinados em meio a crenças seguirá as suas crenças até o fim.
Eles não terão meios psíquicos de sair deste mundo de crenças e deste mundo da Ilusão.
A Luz é transparência total.
Ela lhes pede para não mais ser nada, aqui, a fim de ser tudo, em outro mundo.
Este é o princípio, eu diria, de um vaso comunicante.
Um dos Anciãos lhes expressou perfeitamente esta noção de Humildade e de Simplicidade, o Mestre PHILIPPE DE LYON, pois, quando ele respondia durante a sua vida, sobre como ele podia fazer tais milagres, era justamente porque ele era o menor aqui, mas o maior no Céu, retomando assim, de algum modo, as palavras de CRISTO.
Entretanto, se vocês não forem nada, aqui, como vocês podem transmitir a Luz?
Há, nesse nível, uma questão essencial que cada um deve se colocar.
Vocês podem, é claro, por ressonância, empregar formas de Yoga, mas compreendam bem que o que os atravessa é a Luz e não qualquer vontade pessoal.
E que, aliás, aquele que é atravessado realmente pela Luz, recebe tanto quanto aquele a quem ele dá, mas, a partir do momento em que houver reivindicação, há apropriação.
A apropriação eleva a personalidade e rebaixa a Unidade: sempre o mesmo princípio de vasos comunicantes.
Esse jogo entre o Fogo Prometeico e o Fogo do Espírito é ilustrado pelo basculamento do ponto AL, situado na raiz dos cabelos e que desce para a raiz das sobrancelhas.
Somente quando esta conexão e esta reversão são realizadas é que o trajeto AL-AL pode trabalhar e lhes fornecer a Visão dos Éteres, a Visão da Unidade, a Visão além da Ilusão, nada mais tendo a ver com este mundo, nem com a matriz astral.
Não se trata mais da clarividência, não se trata mais de uma visão do 3º olho, mas da percepção íntima, real, pelo olhar do Coração, do que é a Verdade e do que é a Ilusão.

*** 

Cabe a vocês decidirem, com toda lucidez, ali aonde vocês querem ir, mas vocês não podem pretender se tornar a Unidade aderindo a qualquer Dualidade.
Cabe a vocês decidirem.
A Maternidade Interior não dá, de modo algum, os mesmos frutos que a Maternidade Exterior.
A Maternidade Interior confere a Paz, o equilíbrio, a ausência de emoção, a ausência de julgamento, um estado de equanimidade onde o Ser, com toda a Humildade e com toda a Transparência, sabe que ele não é nada aqui, porque ele é tudo em outro lugar.
Então, como é possível reivindicar o mínimo status neste mundo?
A Maternidade Exterior vai desenvolver o Fogo Prometeico, o desejo, a necessidade de sensações, a necessidade mesmo de vibrações que não são as Vibrações do Fogo do Coração, mas da emoção do coração, estritamente nada tendo a ver com o Fogo do Éter que se estabelece em meio à Coroa Radiante do Coração, e dando a Ilusão.
Então, obviamente, cabe a vocês definirem, Interiormente, o que vocês vivem.
Isso corresponde, integralmente, à frase que havia pronunciado São João, sob o ditado de CRISTO: “haverá muitos chamados e poucos escolhidos”.
Os chamados serão marcados na testa, sim, como aquele que vivenciou a iniciação Luciferiana, mas que ali permaneceu confinado, aceitando e aquiescendo a uma hierarquia ou a uma autoridade exterior prevalecendo à sua.
Cabe a vocês saberem.
Cabe a vocês viverem.
Ou cabe a vocês crerem.
Vocês não podem viver e crer ao mesmo tempo.

*** 

Afinar o ponto AL é invertê-lo para baixo, é ir além do IL e do ELLE para poder ser o Alfa e o Ômega, podendo dizer, naquele momento: “Eu e o Pai somos Um” e não: “Eu sou o Pai”.
“Eu a minha Mãe somos Um” e não: “Eu sou a Mãe”.
Mesmo vocês sendo, em última análise e fora deste mundo, o Todo, um fragmento da FONTE, e a totalidade da FONTE.
Mas certamente não nesta Ilusão, mas além da Ilusão deste mundo.
Toda diferença, e ela é significativa, situa-se neste nível.
Percorrer o Alfa e o Ômega, tornar-se o Caminho, a Via, a Verdade e a Vida, apenas pode ocorrer quando houver o abandono de toda pretensão e de toda Ilusão, neste mundo.
Isso foi ilustrado por CRISTO, durante os seus 40 dias no deserto, onde o próprio Satanás lhe propôs o Reino.
O seu Reino está dentro ou o seu Reino está fora?
Dito de outra forma: Vocês vivem a sua Maternidade Interior ou vocês creem em uma Maternidade Exterior?
Disso irá resultar o seu futuro Vibratório.
Tornar-se Autônomo, como disse IRMÃO K, é isso.
Vocês não podem manter qualquer dependência a uma crença, a um ser, e tornar-se Autônomo, é impossível.

*** 

Então, se vocês forem para a Autonomia, é preciso Abandonar-se, completamente, e cessar qualquer forma de projeção, seja ela qual for, no exterior de vocês mesmos.
Isso, evidentemente, não os confina, pelo contrário, mas os libera.
Ainda é preciso aceitar vivê-lo.
Ainda é preciso aceitar ir ali para poder ali se estabelecer.
Então, amem, sim, acima de tudo.
Quais são os seus frutos?
Eles se situam em meio à uma adoração pessoal ou se situam em meio à adoração da Luz Una, além da Ilusão deste mundo?
Não há outra escolha e é esta escolha que vocês são levados a fazer, durante este mês que se inicia muito em breve.
Aí estão as poucas palavras que eu queria dar a vocês e que me foram atribuídas para entregar.
Se, é claro, existirem, e eu o espero, perguntas em relação a isso, nós vamos conjuntamente ter mais Vibrações e mais elementos permitindo-nos compreender e viver, juntos.
Deixem amadurecer as questões, deixem aflorá-las à Consciência, sejam transparentes.
Durante este tempo, lembrem-se ainda de que a vida, mesmo em meio à Beleza deste mundo (pois ele é muito belo, mesmo tendo sido falsificado pela consciência humana), irá colocá-los sempre frente às suas próprias falhas: é o princípio de ressonância e de atração.
Portanto, se houver, em vocês, uma falha de natureza emocional, virá se apresentar uma emoção vindo satisfazê-lo e dando a Ilusão e reforçando a Ilusão desta falha.
Ao passo que se vocês descobrirem a sua própria Unidade, a sua própria completitude e Eternidade, naquele momento, nada mais faltará no Interior do que vocês São, porque vocês se tornaram, integralmente, transparentes para a Luz.
Vocês realizaram a dimensão KI-RIS-TI, ou seja, Filho Ardente do Sol.
O Sol precisa de outra coisa além dele mesmo para ser um Sol?
Enquanto as perguntas são elaboradas, a palavra Maternidade foi empregada, intencionalmente, porque ela remete ao IM, ou seja, ao Mistério.
IM tem a mesma raiz que UM, AM e IM.
A matriz, a matéria, a manifestação, a Maternidade, remetendo à mesma Vibração.
A Maternidade pode, efetivamente, assim como a matriz, voltar-se para ela mesma ou voltar-se para a Unidade.
É exatamente o mesmo princípio que está operando.

*** 

Pergunta: como um menino a quem faltou o Amor materno pode superar este aspecto da falta sem procurá-lo toda a sua vida junto a uma mulher?

Irmão bem-amado, a falta pertence justamente à Ilusão.
Se houver uma identificação com essa falta (que foi, no entanto, vivenciada no passado) significa que existe, naquele momento, como você mesmo disse, uma falha.
Esta falha não pode ser preenchida no presente, porque ela vem de um passado.
No presente não pode existir solução para algo que pertença a um passado ou a um futuro.
A plenitude, a completitude, a Unidade, apenas pode ser encontrada no presente.
Enquanto houver busca exterior para preencher uma falha, há comportamento proveniente da dualidade.
Então, é claro, toda a humanidade, enquanto não encontrar a sua Unidade, funciona de maneira dual: ação/reação.
Aquilo de que falamos é a Ação da Graça.
A Ação da Graça se manifesta a partir do momento em que vocês aceitarem olhar para as suas próprias sombras, para as suas próprias falhas, de frente.
Olhando-as de frente, elas serão transcendidas pela Inteligência da Luz presente em vocês, e elas serão preenchidas, realmente.
O princípio não é o de encher uma garrafa que vaza, se não é preciso enchê-la sem parar.
O princípio é o de parar o vazamento.
Mas, como a Luz para o vazamento?
Simplesmente aceitando olhá-lo de frente.
Este mundo é um mundo de Ilusão.
A personalidade, a sua própria presença neste mundo, é uma projeção em uma Ilusão.
A partir do momento em que houver a descoberta do Si, não pode existir a mínima Ilusão capaz de se estender ou de se amplificar.
Você é a Luz do mundo.
Você é o Todo.
Você é Um.
Nada mais há no exterior senão o que você é.
A entrada na Unidade e no Estado de Ser é um Abandono da personalidade e uma entrada em si para manifestar o Si.
Você não é, tampouco, as suas falhas, você não é, tampouco, as suas privações.
Você não é nada de tudo isso.
Você é um Filho da Luz e um Filho do UM.
Como é que um Filho do UM poderia ser incompleto, a não ser por uma projeção nesta Ilusão?
Vocês não são o resultado do seu passado.
Vocês são o resultado da Graça.
O próprio princípio da Maternidade (e não vou falar, desta vez, nem da Maternidade Interior, nem da Maternidade Exterior), o princípio da filiação, segundo a carne e o sangue, CRISTO veio para romper este círculo vicioso introduzido, há muito tempo, por linhagens não-humanas, chamadas de ligações do sangue, que não têm qualquer existência nos mundos da Unidade.
A filiação, tal como vocês a vivem neste mundo através dos seus pais, dos seus ascendentes e dos seus descendentes, não existe nos mundos Unificados.
Vocês são eternos, de toda a Eternidade.
Vocês são Infinitos desde tempos indefinidos.
Não existe qualquer limitação.
A limitação vivida neste mundo provoca limitações, faltas e falhas, mas vocês não são nem estas faltas nem estas falhas, assim como vocês não são deste mundo.
Enquanto houver uma identificação com uma das suas falhas, ou seja, quando vocês derem crédito a esta falha, vocês dão crédito a um passado e este passado invade o seu presente (como um remorso, como uma tristeza, como uma falta, como uma falha), mas vocês não são isso.
Vocês são o Si, vocês são A FONTE, vocês são o UM.
Vocês são uma parte do UM, vocês são os Arcanjos, vocês são eu mesma, vocês são A FONTE.
Então, por que querer limitar-se a uma pessoa, seja ela qual for?
Por que limitar-se às falhas realmente presentes neste mundo?
Ir além da falha não é não vê-la, é justamente vê-la, é justamente transcendê-la, não enchendo uma garrafa que está furada, mas efetivamente aceitando que vocês não são o recipiente, mas o conteúdo.
Este passo, que corresponde à Última Reversão (o basculamento do ponto AL situado no nível da raiz dos cabelos para a raiz das sobrancelhas), é o basculamento final.
É aquele que é acompanhado, como foi anunciado por SRI AUROBINDO, pelo choque da humanidade, e isso é agora.
Isso pôde ser expresso por um filósofo bem conhecido no ocidente: vocês observaram uma sombra em um muro, e vocês observaram tanto esta sombra que a sua consciência se projetou nesta sombra e dentro desta sombra.
Chega uma Luz do exterior que vem iluminar o muro, mas, ao ir de encontro com o que vocês são, cria uma sombra ainda mais forte no muro.
Vocês veem a Luz ao redor de vocês, vocês buscam esta Luz, mas em nenhum momento vocês pensam em olhar para a Luz.
Vocês continuam a olhar para o muro.
Entretanto, vocês não são nem o muro nem a sombra, vocês são a Luz.
Apenas a personalidade, o Fogo Prometeico, é que quer fazê-los crer no contrário.

*** 

Pergunta: nesta Maternidade Interior, qual é o papel e a função da complementaridade feminina para um homem?

No nível do ponto AL, você é Ele e Ela.
Enquanto houver uma busca exterior, seja sexual, afetiva ou espiritual, não pode haver complementaridade em você.
Isso é um condicionamento que os leva a crer que há necessidade de encontrar um eterno feminino.
Na linguagem da Nova Era, isso foi chamado de alma irmã ou chama gêmea.
Se existem almas irmãs ou chamas gêmeas, elas existem, mas jamais foi dito que havia necessidade de encontrá-las fora de si.
A partir do momento em que os Arcanjos estiverem presentes em você, a partir do momento em que você aceitar que você é um fragmento e a totalidade d’A FONTE, a partir do momento em que você começar a viver a Consciência do Si e o Samadhi, não há qualquer complementaridade exterior para buscar, pois você está completo e inteiro, com você sozinho.
Crer que algo externo à Luz, mesmo veiculando a Luz, vai lhe trazer a complementaridade, é um engano.
Apenas a personalidade é que se crê incompleta e que vai construir cenários, mesmo neste mundo, onde ela vai aplicar tanto as leis da matéria como as leis do Espírito.
Mas as leis do Espírito não são as leis da matéria.
As leis da Unidade nada têm que fazer, nem tem que ver, de perto ou de longe, com as leis da Dualidade.
A Dualidade está calcada na falta, ligada ao bem e ao mal, e confinada no triângulo Luciferiano, sempre levando-os, e mesmo em meio a suas estruturas cerebrais, a posicionar-se em relação a algo, como um bem ou um mal.
O bem sendo, neste nível, apenas o oposto do mal e o complemento do mal.
A Unidade não é nem o bem nem o mal.
Ela é o Todo que transcende e supera o bem e o mal.
A Graça, nos mundos Unificados, não tem qualquer polaridade, tal como vocês a concebem, por exemplo, a complementaridade homem/mulher.
Existem polaridades.
Um Arcanjo tem uma polaridade que vocês qualificariam de masculina.
Uma Estrela tem uma polaridade que vocês qualificariam de feminina.
Mas, nos mundos Unificados, isso não tem o mesmo alcance, nem o mesmo valor, nem a mesma representação, como para vocês, deste lado do véu.
As leis da matéria não são as leis do Espírito.
Há, em você, a sua feminilidade.
Quando você alcança o Andrógino primordial, o ponto AL, seja no nível das frequências Metatrônicas, seja no nível das Estrelas de Maria, dá exatamente a mesma percepção.
Aquele que vive o acesso à Unidade não é nem homem nem mulher.
Isso não significa, contudo, que é preciso privar-se de qualquer sexualidade, mas isso acaba vindo naturalmente, pois, tendo a completitude vivida no Interior, todos os jogos da Dualidade eliminam-se natural e espontaneamente, o que não é o caso, obviamente, no Fogo Prometeico onde, naquele momento, sejam quais forem a idade e as condições, tanto para o homem como para a mulher, isso vai se refletir por necessidades específicas, nada mais tendo a ver com a completitude Interior.
Para um homem, viver a sua Maternidade Interior ou a sua feminilidade Interior (pois é exatamente o mesmo processo) consiste em aceitar a sua parte feminina, em integrá-la e manifestá-la.
Manifestá-la dá, naquele momento, uma incapacidade ou uma impossibilidade de manifestar qualquer polaridade masculina ou feminina, pois essas duas polaridades são, então, transcendidas.

*** 

Pergunta: como mãe, eu me sinto desconfortável, pois eu não reajo mais como antes, mas há, apesar de tudo, ainda uma forma de ligação.

Querida Irmã e bem-amada, isso é lógico: a partir do momento em que uma maternidade é levada, no sentido, desta vez, fisiológico, há necessariamente a criação de um vínculo.
Entretanto, você ainda está encarnada, e esses vínculos certamente estão, dentre os que foram criados, entre os mais fortes.
Agora, vamos ver as coisas de forma diferente.
Você pode me dizer de quem o Arcanjo Miguel é filho?

Resposta: d’A FONTE.

Inteiramente, e não de uma mulher.
Você mesma, você é filha de quem?

Resposta: do ponto de vista biológico, dos meus pais, e daquele do Espírito, d’A FONTE.

Bem-amada, a resposta está errada.
Biologicamente, neste quadro limitado, temporal, desta vida, você é filha biológica do seu pai e da sua mãe.
Agora, no plano estritamente biológico, você é filha de MARIA.
No plano do Espírito, você é filha d’A FONTE.

*** 

Pergunta: quer o ego esteja saturado ou não de Amor, isso em nada muda o processo de Abandono à Luz e de Realização?

O ego, se ele estiver saturado de Amor, ele vai se apropriar do Amor.
O ego jamais estará satisfeito.
Somente o Si fica satisfeito, pois ele nada reivindica, ele é transparente e deixa passar a Luz, contrariamente ao ego que vai se apropriar dela.
Eu poderia também ter chamado isso de Maternidade Exterior e de Maternidade Interior.
A Maternidade Exterior é uma projeção da consciência na Ilusão.
A Maternidade Interior é uma ausência de projeção da consciência nela mesma, identificando-se então com ela mesma e com nada mais na Ilusão.
Continuando em relação a isso, quando o Comandante fala da lagarta e da borboleta, não pode ali haver melhor imagem, melhor representação e melhor Verdade.
Vocês ainda são lagarta, na qual o impulso para o casulo e para a crisálida surgiu, para alguns de vocês, já há muito tempo.
A lagarta pode escolher permanecer lagarta e se recusar de tornar-se borboleta, mas vocês não podem ser um e outro.
Assim como vocês não podem, no que vocês denominam este mundo, ir para o além e manter este corpo em vida.
Mas, aí, o que está chegando é a sua Liberação, não é a mesma coisa que passar da vida para a morte.
É, eu diria, de preferência, passar da morte para a vida.
Lembrem-se de que vocês estão em um mundo invertido e de que o que vocês chamam de vida, nós chamamos de morte.
O que está vindo é realmente uma Ressurreição ou um Renascimento.
O ego ou a personalidade tem muita dificuldade de aceitar a própria morte.
Isto foi desenvolvido pelo Bem-Amado SRI AUROBINDO há muitos meses.

*** 

Pergunta: aceitar olhar para as próprias falhas de frente, é isso a Transparência?

Inteiramente.
É também não reter a Luz, deixá-la atravessá-lo, pois quanto mais a Luz o atravessar, mais você se torna Transparente, a fim de chegar a uma situação que poderia ser chamada de prisma que pode decompor a Luz, que deixa passar a Luz.
Mas o prisma é totalmente transparente.
Se você aceitar ser um prisma neste mundo, isso significa que você não está mais na personalidade.

*** 

Pergunta: o que significa a expressão reter a Luz?

Reter a Luz significa simplesmente não manifestar Sat Chit Ananda, ou seja, não estar na Beatitude, pois quando vocês não retêm mais a Luz, então, naquele momento, vocês expressam e manifestam a Beatitude ou o Samadhi.

*** 

Pergunta: como todos não estão no Samadhi, isso significa que todos nós estamos retendo a Luz?

Sim, se não, vocês não estariam mais aí.
É exatamente o que está acontecendo e que vai acontecer, mas vocês devem, no entanto, fazer o aprendizado disso.
É muito simples: se vocês não retivessem mais, de modo algum, a mínima Luz, vocês estariam em Samadhi permanentemente.
Eu os empenho então a reler o que me aconteceu, durante alguns períodos da minha vida, em que eu podia passar várias semanas ou meses no mesmo lugar, no mesmo local, sem comer, sem dormir, sem me mover.

*** 

Pergunta: a criança Interior pode se manifestar sob forma de imagem de criança, no sentido próprio?

A criança Interior é uma dimensão específica da alma.
A Maternidade Interior leva ao nascimento do CRISTO Interior e não da criança Interior.
A criança Interior é uma etapa para o CRISTO Interior e, portanto, o antecede.

*** 

Pergunta: o verdadeiro Abandono à Luz significa não reter a Luz?

Isso é sinônimo.
O Abandono à Luz confere a Alegria Interior e o acesso ao Fogo do Coração.

*** 

Pergunta: a imagem da criança interior representa a pureza e a transparência?

Não.
É uma etapa para isso.
A criança Interior é a Vibração da Alma.
O CRISTO Interior é a Vibração do Espírito.

*** 

Pergunta: é verdade que quando a alma está no Maha Samadhi, ela não existe mais?

Ela se dissolveu, inteiramente.
Há CRISTO e nada mais.

*** 

Pergunta: é esta imagem da criança Interior que representa a etapa em que estamos hoje?

De certo modo.
O CRISTO Interior está prestes a desabrochar, isso lhes foi dito por MARIA, ontem, já que CRISTO será visível no Céu.

***

Pergunta: o que você entende por “CRISTO vai aparecer no Céu”?

Aparecer no seu Céu Interior
CRISTO vai voltar como Ele partiu, como Ele disse, em sua Embarcação de Luz, assim que tudo tiver sido purificado o que, parece-me, não é ainda o caso, já que a purificação ou a dissolução total da Matriz vai começar dentro de alguns dias.

*** 

Pergunta: ocorreu de vê-la sob a forma de Luz. Eu me virei para você e você então me mostrou o planeta Terra. Qual é o significado desta vivência?

Para amar a vida e não uma imagem, pois mesmo o corpo que eu tive era apenas uma imagem, assim como você habita uma imagem.
Este corpo ao qual as consciências estão apegadas, este corpo humano, é constituído de Terra e de nada mais.
A Alma e o Espírito não são deste mundo.
A Terra é quem decide.
Isso nós dissemos, umas e outras.
A Terra é também uma Mãe.
Amar a Mãe Terra é amar a Vida, além da aparência e além da obliquidade da Luz.

*** 

Pergunta: se o corpo é feito de Terra, é ele quem decide a sua liberação, como a Terra?

Querida Irmã e bem-amada, a Terra decide a sua liberação.
Imagine que você esteja, hoje, em um lugar específico onde a Terra decidiu se liberar e onde, então, o solo se abre sob os seus passos, onde a água invade o lugar onde você se encontra: você efetivamente está dependendo da Terra.
O corpo não é uma representação da Terra, o corpo é uma representação da perfeição que foi confinada, certamente, mas a representação da perfeição.
O corpo é uma densificação de representações arquetípicas, desde A FONTE, passando pelos Hayoth Ha Kodesh, pelos Arcanjos e por todas as Dimensões intermediárias.
Pois este corpo, ilusório, é o Templo onde deve despertar o CRISTO Interior.
O corpo é proveniente da Terra, na sua estrutura, mas não na sua organização.
A Terra foi fecundada ou semeada com as matrizes cristalinas, trazidas há mais de vinte milhões de anos.
Esta semeadura, com as matrizes cristalinas, permitiu o desenvolvimento da vida consciente, além da própria Consciência da Terra.

*** 

Pergunta: para poder irradiar a Luz sem retê-la, é desejável aumentar os períodos de alinhamento, como os das 19h00 às 19h30, ao longo do dia?

Caro Irmão, alguns de vocês já estão vivendo isso.
É preciso efetivamente compreender que não basta querer exercer alguma vontade em relação a isso, mas, sim, deixar, aí também, imergir pela Luz.
O que acontece naqueles momentos?
Alguns de vocês já vivem isso, trata-se de momentos em que o Fogo os invade, onde nada mais da sua personalidade existe, onde, às vezes, alguns de vocês adormecem ou também vivem estados de Samadhi.
Mas não são vocês que decidem, mesmo sendo efetivamente pedido para acolher esses momentos quando eles se manifestam, porque, justamente, eles não são decididos pela personalidade, mas são o reflexo do impulso da Alma ou do Impulso do Espírito para viver isso.
Há sobre esta Terra uma multidão de seres humanos que oraram a vida toda sem, no entanto, terem encontrado qualquer Luz.

*** 

Pergunta: o que significa o fato de adormecer, às vezes, nesses espaços de alinhamento?

Isso corresponde ao que foi desenvolvido por um Arcanjo sobre a Consciência Turiya.
Há uma Consciência de vigília, uma Consciência de sono, uma ausência de Consciência e Turiya
A ausência de Consciência, chamada de sono ou sonho, mas especialmente de sono, é a porta que os leva a Turiya.

*** 

Pergunta: não é, então, preciso combater este sono?

Meu caro Irmão, especialmente não, pois combater o sono recorre à personalidade.
Abandonar-se ao sono pertence à Supraconsciência, pois, quando você não está ali, a Luz trabalha muito melhor do que quando você ali está.

*** 

Pergunta: a Liberação da Terra passa necessariamente por eventos que poderíamos qualificar de catastróficos, como as enchentes, os tremores de terra?

Esta é apenas a primeira etapa.
Esta Terra será regenerada pelo Fogo, pelo Fogo do Espírito, mas, é claro, aqueles que estiverem na personalidade vão chamá-lo de fogo da destruição.
O Fogo efetivamente vem destruir a Ilusão, pois tudo é projeção da Consciência em meio a este confinamento.
Aquele que estiver pronto para viver a sua transmutação final e o despertar na totalidade do seu Estado de Ser, nunca poderá chamar isso de catástrofe, mas de liberação.

*** 

Pergunta: o Samadhi pode ser vivido em qualquer circunstância?

Plenamente, ele é totalmente independente das circunstâncias exteriores.
É o ego (e efetivamente todos nós somos obrigados a passar por isso) que acredita que, porque ele vai se alinhar, ele vai viver mais facilmente o Samadhi.
Quando eu fui levada ao meu Samadhi, isso podia ocorrer em qualquer circunstância e não porque eu havia decidido.
E eu diria até mesmo, principalmente porque eu não havia decidido.

*** 

Nós não temos mais perguntas. Nós lhe agradecemos.

*** 

Irmãos e Irmãs bem-amados, eu penso que as poucas palavras que eu lhes dei fizeram Vibrar em vocês alguns elementos que irão lhes permitir viver o que há para ser vivido de agora em diante.
Que a sua Presença e a minha Presença, juntas, aqui, estejam cheias de Graça.
Eu sou o Alfa.
Eu sou o impulso.
Eu sou Ele e Ela (IL e ELLE).
Eu sou o que vocês São.
Até breve. 


************ 

Mensagem da Amada MA ANANDA MOYI no site francês:
28 de abril de 2011
(Publicado em 29 de abril de 2011)

***

Tradução para o português: Zulma Peixinho

************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário