GEMMA GALGANI - 10 de abril de 2011 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Ensinamentos da Estrela UNIDADE - 



ÁUDIO mp3 ORIGINAL:

~ A FUSÃO NO UM ~

Eu sou GEMMA GALGANI.
Minhas queridas Irmãs e meus queridos Irmãos, eu peço para prestarem atenção, não tanto no significado das palavras que eu vou empregar, mas, de preferência, ao que elas suscitam em vocês, ao que elas despertam em vocês.
Eu venho para falar da Fusão no UM.
Esta Fusão no UM é um processo que deve ser vivido em cada ser humano encarnado e que deve ser vivido, também, por todas as Consciências presentes sobre a Terra, nos Planos visíveis e invisíveis para vocês.
Então, eu vou tentar expressar, pela minha Presença e pela Vibração, pelas palavras que eu vou empregar, o que isso significa.

***

A Fusão no UM é o resultado do retorno da Luz, a Luz que jamais esteve ausente, mas que simplesmente foi encoberta e desviada.
Este retorno ou esta Consciência da Luz é um processo que existe ao mesmo tempo no Interior e no exterior.
Este processo é destinado a passar da confusão à Fusão.
O que é a Fusão?
A Fusão é um momento em que o que existia anteriormente e antes desta Fusão (considerado e vivenciado como separado, a um dado momento, em um espaço determinado), não existe mais.
A Fusão está então em ressonância com um momento específico, notado no seu tempo e no seu espaço, refletindo o aparecimento, na Consciência, de um processo de vida profundamente diferente do que vocês denominam sua vida.
Seja qual for o nome que dermos a isso: o UM, A FONTE, CRISTO, o Amor, é algo que é o objeto de uma busca.
Esta busca, todos nós que estivemos encarnados, nós vivenciamos como uma sede, uma sede de Absoluto, uma sede de Amor superando o contexto e as contingências do Amor humano.
Este Amor identificado com a Luz, com o Todo, com Ele, CRISTO, é, aí também, através desta identificação, uma forma de projeção no exterior de algo que é inerente a cada Consciência, pois uma Consciência, para existir, e mesmo para ser, é precedida da sua reconexão com A FONTE, com o UM, com CRISTO.

***


Muitas vezes foi relatado um princípio de ilusão, de falsificação da encarnação, de algo que é exterior, que é projetado.
O que é exterior e o que é projetado é a Consciência que está fixa em um corpo, em um destino, em uma vida.
Esta projeção é diretamente proveniente de um princípio, este princípio não é nem bom nem mau, pelo menos no início.
Este princípio é simplesmente a capacidade para ver o que é projetado, para ver, não com o Coração, mas com um órgão específico denominado olho, o olho físico, mas também com o olho da Consciência que é projetado em um aspecto limitado, que ali se identifica, que ali adere e que, pouco a pouco, se afasta da Verdade.
Então, continuou, em cada ser humano, esta sede de Absoluto, esta sede do UM, esta sede de CRISTO.

***

O próprio princípio da projeção, existente em um Eixo das Estrelas, contribuiu para confinar a Consciência do homem dentro do que foi chamado de dualidade: o Bem, o Mal, procedentes então de uma projeção no exterior de uma imagem que podia ser vista e percebida.
Este processo, empregando uma visão distorcida, pois exterior, no nível do olho, implicou na busca do que foi chamado de Bem.
Este Eixo - VISÃO / ATRAÇÃO - é então um desvio do Eixo denominado AL / OD, este Eixo que é o sustentáculo de cada vida, o Alfa e Ômega, subtendendo todas as Consciências, em todas as Dimensões onde estão estabelecidos, é claro, A FONTE, o Absoluto, Ele, CRISTO.


A Luz então foi desviada de algum modo, desviada de um Eixo e estabelecida em meio à ilusão denominada Luciferiana ou Dualidade, inscrito por um processo de projeção, ao longo do Eixo ATRAÇÃO / VISÃO.
O Eixo Alfa e Ômega - AL / OD - estava então desviado do seu alinhamento, da sua conexão.
Este Eixo desviado tornou-se o Eixo da verdade no qual havia um princípio de passo em falso (chamado de queda) e um princípio de Bem ou da vontade, de Atração, a fim de manter esta visão exterior, para torná-la perfeita.

Pela lembrança da Unidade, confusa, havia, de maneira consciente ou não, esta aspiração a um equilíbrio que não existe: a queda.
O paradoxo é que em meio a esta projeção, as leis foram estabelecidas, leis que foram aplicadas justamente em meio a esta alteração do Alfa e do Ômega.
A Luz não seguia mais em linha reta, mas ela tinha se tornado oblíqua, e a característica deste olhar de través (e então desta Luz oblíqua) foi crer que este era o Eixo Alfa e Ômega, ao passo que isso não era.
Isso é refletido na própria constituição dos corpos e na própria inclinação da Consciência da Terra, do seu corpo físico, na inclinação do Eixo da Terra onde a Luz também penetra de maneira oblíqua e não mais em linha reta.
Assim surgiram todos os mitos ligados à queda e à redenção.
Assim surgiram os próprios princípios da reencarnação.

***

O Espírito se tornou uma imitação de Espírito, onde a visão pelo olho, ou a visão da projeção exterior, substituiu a Visão direta do Coração, a Unidade, o Absoluto, CRISTO, o Alfa e Ômega.
Este Eixo (deslocado e prioritário) tomou o lugar então, vocês entenderam, do Caminho, da Verdade e da Vida, do Alfa e Ômega.
A Atração e a Visão criaram leis, leis que eram apenas elementos de qualquer criação.
Assim foi estabelecido o princípio da Dualidade.
Este princípio da Dualidade que é apenas uma projeção exterior de algo, isso explica cada procura, todas as buscas deste Absoluto, nascendo de algo do exterior, aí também, quer seja um objetivo exterior ou um salvador exterior, um amor exterior.
Então, não havia mais possibilidade (para o olho exteriorizado, para o olho da face e dos sentidos) de conseguir reencontrar as leis do Espírito e a Verdade do Espírito.
Esta Luz oblíqua então substituiu a Luz reta e, a ironia, é que muitas crenças, muitas religiões e muitos ensinamentos consideraram que a vida era isso e somente isso.

***

Esta Atração e Repulsão permanente, onde um equilíbrio (impossível de encontrar) devia ser encontrado, algumas Consciência conseguiram sair e se extrair desta projeção, encontrando então Ele, o UM, A FONTE, o Absoluto e passando então da confusão (aceita ou não) à Fusão.
Esta Fusão acaba com a confusão, reendireitando o Eixo, alinhando-o, colocando-o de novo entre o Alfa e Ômega, na Luz reta de onde ela jamais deveria ter saído.
Este processo, que as Consciências individuais vivenciaram, quer seja nos povos mais secretos da Terra, como em meio mesmo a religiões constituídas, sempre existiu em todos os tempos.
A palavra-mestre, vocês sabem, é o Amor e a palavra Luz.
Hoje, a Terra e todas as Consciências ali presentes, física e sutilmente, são levadas, de maneira coletiva, a viver este mecanismo da Fusão.
Alguns seres, dos quais vocês fazem parte, há alguns anos (para alguns, mais recentemente), por meio de percepções mesmo nesta ilusão, sentiram e vivenciaram as modificações.
Estas modificações, denominadas Vibrações, fizeram de vocês Sementes de Estrelas, seres que, pouco a pouco, corrigiram e acabaram com a projeção do que era exterior para o Interior.
Resta, contudo, realizar esta última etapa, e esta etapa é uma etapa de grupo e irá terminar por uma etapa, total e global, de todas as Consciências.

***

O que é uma Fusão?
Uma Fusão é um momento em que há primeiramente o calor, do Fogo.
A Fusão é um momento em que o que estava isolado, não está mais.
Há uma efervescência.
Há a exposição e a redescoberta de uma Verdade que não é mais limitada pelo olho, por uma atração, mas que se instala em algo que tinha sido esquecido, porém que não podia ser totalmente eliminado.
Podemos dizer, onde quer que seja, que a Visão e a Atração, este Eixo, leva a um confinamento cada vez maior das Consciências, em uma ilusão mantida e sustentada, do exterior e do interior, pelo que pertence a este Eixo, justamente, da Visão e da Atração.
Então, quer seja chamado de karma, quer seja chamado de separação entre as Consciências, este princípio se tornou a regra e a manifestação habitual da vida sobre este mundo.

***

Hoje, a confusão deve dar lugar a esta Fusão.
Fusão onde, inicialmente, tendo de algum modo encontrado a Luz, manifestado de novo a Luz, pelas Vibrações, vai chegar um momento e um espaço em que a Luz, aquela que Vibra em vocês, irá encontrar a Luz existente por toda a parte.
Este momento irá se refletir por esta Fusão, por este instante em que não haverá mais distância, mais separação, o momento em que a própria Vibração, este Fogo, esta alquimia que vocês percebem, não vai mais existir, pois vocês irão se fundir com a Luz.
Esta Fusão com a Luz, para vocês que estiverem presentes, física e sutilmente, no que é chamado de 3ª Dimensão, verá o desaparecimento da Atração e da Visão separada e, então, o desaparecimento da própria projeção da sua Consciência nesta ilusão.
Ou seja, não haverá mais possibilidade de manter qualquer ilusão e qualquer projeção.

***

Este mecanismo de Fusão expõe aspectos exteriores colossais, para vocês, ligados aos planetas, ao Sol, que foram chamados de Onda Galáctica, Onda de Luz, Centro Galáctico, não importa os nomes, pois, em última análise, são percepções exteriores oriundas desta luz oblíqua.
O desaparecimento (ou pelo menos a Fusão) deste Eixo que havia sido isolado de todas as outras Cruzes e dos outros Eixos, chamadas então de Cruzes Mutáveis, vai remetê-los, de algum modo, à dinâmica da Luz, à própria dinâmica daquilo onde não há mais limite e separação.
Então, passar, como foi dito, do limitado para o Ilimitado, firma, efetivamente, o fim do limitado.
Mas o que é Ilimitado irá se revelar então em majestade e isso é chamado de Amor, isso é chamado de Verdade, isso é chamado de CRISTO.
As denominações, infelizmente, assumem colorações ligadas a sua própria projeção e a nossa projeção, em tudo, neste mundo da ilusão (que as minhas Irmãs orientais chamam de Maya), este processo sendo acompanhado, efetivamente, de múltiplas reversões.
Estas reversões indicam o sentido da Consciência, o sentido da energia, o sentido da Vibração.
A um dado momento (e vocês estão vivendo as primícias), a Vibração os invade, vocês se tornam totalmente esta Vibração, e tudo o que constituía a projeção exterior desaparece.
É o que vocês vivem, atualmente, por meio desses processos onde, como disse o Comandante dos Anciãos (ndr: O.M. AÏVANHOV), vocês tecem um Casulo, uma Crisálida, onde mais nada pode funcionar como antes.
Este retorno à Unidade resulta em uma perda de referências, em meio mesmo à ilusão, onde a visão do olho é substituída pela Visão do Coração, onde a visão das crenças é substituída pela experiência e por uma nova Visão.
É tudo isto que está acontecendo em vocês, e que deve acontecer, a um dado momento, de maneira coletiva, a todos juntos.
Alguns estarão, naquele momento, do lado físico, e outros, do lado sutil.

***

Este processo está inscrito desde a própria criação desta Dimensão, antes mesmo que ela fosse desviada, pois qualquer experiência tem um início e um fim.
Somente o UM, A FONTE, não é uma experiência, mas um estado que é revelado através das experiências e que, no entanto, ele, é sempre o mesmo.
A Fusão que vocês são levados a viver vai, em um primeiro momento, identificá-los com a Luz.
Isso, vocês irão viver pela Vibração que está sendo construída em vocês.
E depois, chegará um momento em que a Luz será tal que vocês não poderão mais ser distinguidos da Luz.
Então, é claro, quando isso foi descrito, por mim como por tantos outros sobre a Terra, nós o denominamos, cada um a seu modo: a pequena morte, a Fusão com CRISTO, ou a Dissolução.
É a isso que vocês são chamados agora e muito em breve.
Naturalmente, para esta Consciência projetada nesta ilusão, evoluindo em meio a mecanismos de Ação e Reação e que ali ficou isolada e confinada, isso não pode ser apreendido nem mesmo concebido, nem acreditado.
Isso apenas pode ser uma forma de ressonância, culminando nesta Fusão.
Então, é claro, esta Fusão, para aqueles que não estiverem prontos para viver esta ressonância, não será o fim da confusão, mas uma confusão ainda maior.
É naquele momento que a sua presença, quer seja no lado físico ou no lado sutil desta Dimensão, irá assumir toda a sua importância.
Vocês efetivamente irão se tornar os Pilares da Luz que um número considerável de Irmãos e de Irmãs não está pronto para fazer-se sentir assim.

***

O retorno da Luz, o retorno à Unidade, muitos de vocês, ainda, mesmo despertos, veem isso como um processo exterior que faz passar, como dissemos, de uma Dimensão para outra.
Mas passar de uma Dimensão para outra, liberar-se, reencontrar a Liberdade e, como foi dito, a Autonomia, apenas pode acontecer através da Fusão, ou seja, da ausência de separação.
Este retorno à Unidade é o retorno à Graça, à lei de ressonância e de atração, não sendo mais ditado por uma visão, mas ditado pelo Alfa e Ômega, pelos quatro Pilares, os Pilares que vocês mesmos se tornam ao ativá-los.
O processo de Fusão do que foi denominado Cruz da Redenção e Cruzes Mutáveis, a Fusão Final das estruturas de Vibração mais elevadas, está ocorrendo, neste momento.

***

Eu peço a vocês que sempre tentem, que continuem tentando apreender o que eu digo além das palavras, na Vibração.
A própria Vibração que, a um dado momento, como lhes disse o Arcanjo MIGUEL, irá se tornar um Silêncio, o Silêncio da Dissolução, da Fusão.
Esta etapa é indispensável, não pode ser de outra forma.
Passar da confusão à Fusão, ou permanecer na confusão por oposição à Fusão, é um mecanismo que corresponde ao que foi chamado de Última Reversão, aquela que faz passar da visão exteriorizada (visão do olho) à Visão do Coração, e que situa de novo a Consciência na sua amplidão total, manifestando-se por um estado onde não existe mais separação, um estado onde a Consciência não está nem localizada, nem é atribuída a uma causa ou a um objeto, mas que engloba a totalidade das possibilidades, a totalidade das causas, a totalidade dos objetos.
Naturalmente, com palavras, é impossível de perceber e de viver, ou mesmo de compreender, pois compreender significa apreender e tornar seu.
Mas aí, do que eu falo, é o resultado do Abandono e da Integração da Luz, restituindo-os à Luz.
É então uma doação e não mais algo que é tomado.
De certo modo, vocês se dão a Ele, como eu falei durante a minha vida, com as palavras da época: dar-se a CRISTO, desposá-lo, tornar-se Ele.
É exatamente o que está prestes a viver a Consciência e as Consciências totais desta Terra.

***

Então, é claro, há palavras diferentes que podem ser empregadas: Ressurreição, Retorno à Unidade, Ascensão, mas essas palavras jamais serão vividas.
Mas é preciso expressar com palavras, pois a sua própria Ressonância com as palavras pode, principalmente agora, revelar em vocês a Vibração, a Luz e, então, fazê-los aderir, ao saírem da confusão da personalidade, à verdadeira Vida, pois a verdadeira Vida jamais será o que vocês acreditam ser, o que vocês acreditam viver, o que vocês acreditam provar, o que vocês acreditam sentir.
A Unidade, o Si, CRISTO, está muito além de tudo o que pertence à Consciência separada, mesmo da Vibração que os percorre e com a qual é preciso, no entanto, identificar-se para se tornar isso.
Isto é uma preparação para viver o que está chegando.
Naturalmente, muitas técnicas foram dadas a fim de ir para esta construção antes da Dissolução.

***

Resta, agora, integrar esta Verdade e realizar esta alquimia Final do Amor, pelo Amor e para o Amor, ou seja, pelo Coração e para o Coração, restabelecer a Verdade do Alfa e Ômega, reunir enfim as doze Estrelas, a fim de tornarem-se idênticos, ou seja, exatamente o mesmo que Ele e que todos os outros, não em uma uniformidade, mas em uma Fusão, real, onde tudo efetivamente é Um, na totalidade.
Certamente, muitas Consciências não podem, não querem sequer imaginar que as palavras que eu pronuncio teriam alguma realidade e representam alguma Verdade.
Para aqueles dos seus Irmãos e das suas Irmãs que são meus, que não podem conceber ou viver isso, eu irei responder que eles têm razão e que isso não é para eles.
Mas, no entanto, é indispensável que este momento de Fusão tenha ocorrido para todo mundo, porque esta Fusão Final, esta Dissolução, mesmo sendo recusada, estará presente na própria Consciência que a recusa, o que irá possibilitar um retorno (em um momento ou outro, em outro espaço-tempo) a esta Verdade.
Assim como disse CRISTO: “será feito a cada um segundo a sua Fé”.
Algumas Irmãs e alguns Anciãos lhes disseram: “cada um irá para onde o levar a sua Vibração”.
É a expressão que melhor corresponde ao que está chegando, mas, todos, sem exceção, terão que viver esta Ressurreição, este retorno da Luz, vivenciado como algo vindo dos confins do Cosmos que, de fato, é apenas o despertar do seu Coração e que irá levá-los à Fusão ou a permanecer na confusão e na ilusão.

***

Todos nós insistimos, especialmente o Comandante, sobre a iminência deste processo, em termos do tempo terrestre.
Isso já começou em vocês, uma vez que, entre aqueles que seguiram e que Vibram na frequência da Luz e da Unidade, estes são os processos que, mesmo sem poder expressar com palavras, vocês começam a viver, uns e outros.
Este momento antes da Fusão pode se refletir por uma sensação de confusão, de confusão efetivamente na ilusão, mas de Fusão na Unidade.
É este grande retorno que vocês vivem este ano, inscrito desde a aurora dos tempos, inscrito também em calendários extremamente preciosos e precisos.
Naturalmente, todo mundo conhece esses calendários, pelo menos aqueles que se interessam pelos jogos da Luz e da Sombra, tanto aqueles que buscam a Luz como aqueles que preferem permanecer na Sombra.
Mas o restabelecimento da Luz reta, o fim da luz oblíqua, será, para muitos, uma forma de dilaceração, porque as Consciências se estabeleceram, há muito tempo, neste Eixo ATRAÇÃO / VISÃO, alterado, onde ali estabeleceram as leis.
Estas leis apenas são, em última análise, as leis de uma Consciência confinada que estaria sempre aprisionada, mas ali foi estabelecido, mesmo em meio a este confinamento, um processo inexorável que é a liberação do confinamento.
Mas, sem poder ver com o Coração, eles ali conceberam uma forma de liberação que é um novo confinamento no mesmo Eixo, já que eles deturparam as leis do Espírito, substituindo-as pelas leis deste Eixo e deste confinamento.

***

Vocês então estão convidados (como vocês foram, pelo Arcanjo MIGUEL, durante as Núpcias Celestes) a viver as Núpcias da sua Fusão, e isso é agora.
Vocês sentem o chamado, com horror ou com Alegria.
Por vezes, outros Irmãos e Irmãs acabam se afastando, não querendo ver, mesmo com os olhos, o que acontece.
Ou, como ainda outros Irmãos e Irmãs, servindo-se do que acontece para tentar fortalecer e manter esta luz oblíqua, totalmente desviada, que é apenas a sua única verdade.
A revelação que está acontecendo, como vocês percebem, é cada vez mais intensa, a tal ponto que algumas Consciências acreditaram poder utilizar o que estava vindo para tentar afastá-las ainda mais do retorno ao Alfa e Ômega, mas isso não pode ser, pois o que agora está presente, ainda uma vez, está inscrito no próprio princípio d’A FONTE.
A FONTE é A FONTE, mesmo para aqueles que a recusam.
A FONTE é Doação.
Não pode existir vida, mesmo confinada, sem A FONTE, isso é impossível.
É possível acreditar, é claro, e a humanidade chegou ao fim desta Idade Sombria, neste tipo de crença, mas obviamente isso é totalmente impossível.
A ilusão que confina em si mesmo foi, ela também, necessariamente sustentada pela FONTE, mesmo não concordando com isso.
Não é possível ser de outra forma.

***

Então, o apelo que vocês vivem, o apelo deste Fogo do Coração, deste Fogo do Espírito, o apelo das Vibrações, que os levam diretamente a Ele, são bem reais.
Estes estados Vibratórios e de Consciência, conjuntos, são vivenciados de maneira cada vez mais intensa.
Esta intensidade, é claro, não sendo a mesma para aquele que nada sentia ontem, e que sente hoje, como para aquele que já sente há muito tempo e que está sentindo ainda mais hoje.
Mas a finalidade é estritamente a mesma para todos, mesmo se o caminho de cada um, depois desta finalidade, for profundamente diferente, conforme a sua capacidade para ter se abandonado a esta Fusão ou, então, para ter ficado na confusão.
O que nós tentamos dar a vocês, agora, umas e outras, assim como os Anciãos ou os Arcanjos, são os modos de preparação.
O que nós lhes dizemos, é claro, cada vez mais, visa fazê-los estar presentes, enquanto falando do próximo momento, neste momento seguinte que é iminente.
Aí está, minhas Irmãs e meus Irmãos, o que eu fui encarregada de anunciar a vocês e de fazê-los Vibrar.
Se houver em vocês, em relação a isso, algo surgindo, se opondo ou aderindo a isso, mas tendo necessidade de mais Vibração ou de palavras, então eu os escuto.

***

Nós não temos perguntas, nós lhe agradecemos.

***

Eu vou terminar dizendo isto: o que está chegando é um Canto, pois a Luz é um Canto, CRISTO é um Canto, A FONTE é um Canto.
Este Canto é um Som: o Som da Terra, o Som do Céu, o Som da sua alma, que é o mesmo Som.
E aqueles que ouvem este Som, estão ouvindo um Som novo.
Este novo Som, que vai se generalizar, firma o momento da Fusão.
Estejam atentos ao Som, ao seu Som, pois este Som irá conduzi-los, como disse o Arcanjo MIGUEL há quase dois anos, ao Silêncio e, então, à Fusão.
É o momento em que vocês não estarão mais separados do Som da Criação e d’A FONTE, pois vocês terão se tornado A FONTE.
Vivamos juntos um momento de Som, esta será a minha maneira de Comungar com todos vocês, aqui e em outros lugares, e de nos tornarmos de novo Um.

... Efusão Vibratória ...

Pela Graça do UM, até breve.


************

Mensagem da Amada GEMMA GALGANI no site francês:
10 de abril de 2011

***

Tradução para o português: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário