O.M. AÏVANHOV - 04 de dezembro de 2010 (Parte 1) - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- E BEM, CAROS AMIGOS... -



E bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los. 
Eu lhes transmito todas as minhas bênçãos. 
Então, eu os escuto e sou todo ouvidos.

*** 

Questão: os filhos são da mesma origem estelar que os pais?

Mas por que você quer remeter as leis hereditárias nesse nível?
Isso estritamente nada tem a ver.
Vocês podem estar casados entre um «golfinho» e uma «águia». 
Do mesmo modo, seus filhos não têm absolutamente a mesma origem estelar e ainda menos Dimensional
Vocês reencontram, simplesmente, como filho, seres com quem vocês estiveram ligados pelo sangue, no plano kármico, ou seja, que vocês têm sempre, como filho, como dizer..., pessoas com quem houve alguns pequenos problemas, no passado. 
O fato de que eles sejam seus filhos é para permitir “reparar”, uma vez que vocês sabem que é uma Ilusão, o seu próprio karma. 
Mas esta Ilusão, não havia ‘leis de ressonância e de atração’, havia 'leis de ação e de reação’ e foi necessário que elas se estabelecessem, aí está. 
Mas, agora, a origem estelar e a origem Dimensional, as ‘linhagens’, estritamente nada têm a ver com qualquer filiação ou noção sanguínea presente sobre esta Terra, estritamente nada. 
Jamais esqueçam, mesmo se for difícil de integrar, que as relações que vocês construíram sobre a Terra são estritamente efêmeras, elas duram o espaço de uma vida, no máximo, não é? 
Se vocês soubessem o que vocês reencontrariam, como filhos ou como pais, vocês seriam talvez um pouco mais cautelosos com relação a isso. 
Portanto, vocês os reencontraram para resolver algo, mas, depois, lá em cima, vocês nada têm a resolver.

*** 

Questão: Sananda poderia ter sido criado no mundo do imaginário?

Mas não, é um ser real que viveu há pouco mais de um século e meio e quando ele morreu, ele foi persuadido de ‘estar realizado’. 
E há alguns seres que viveram justamente neste imaginário e se encontraram projetados no astral, ou seja, no ‘imaginário’ e eles recriaram as circunstâncias pseudo-iniciáticas neste imaginário, que se inscreveram no imaginário dos seres humanos. 
Mas o imaginário nada tem a ver com a Verdade
Não confundir o ‘imaginário’ com o ‘imaginal’ [relativo a “imago” – metamorfose dos insetos], nada tem a ver. 
Em outros termos, não é preciso tomar bexigas por lanternas. 
O problema da humanidade é que desde milênios houve um astral planetário no qual se criava tudo o que iria se precipitar nesta Dimensão onde vocês estão, que é também a 3ª Dimensão, ou seja, o astral, mas física. 
E havia seres que estavam nos planos ditos ‘intermediários’, ou seja, em particular, os Arcontes e os Annunaki, que modelaram, de algum modo, as suas Crenças, e eles dominavam perfeitamente esta tecnologia. 
E nós, como vocês sabem, perturbamos um pouco o plano deles, desestruturando totalmente o astral planetário, já desde a revelação das primeiras chaves Metatrônicas e nós terminamos a limpeza há pouco tempo. 
Portanto, sim, no imaginário pode-se reencontrar o que se quer.
Vocês podem reencontrar o Lobo Fenris [lobo gigantesco que reina no mundo dos mortos], vocês podem reencontrar Ahriman [príncipe do mal, para os antigos persas]. 
Tudo o que é construção ligada aos pensamentos de alguns seres, que eles tenham existido ou não, é um remanescente no nível do que é chamado de ‘astral’ e, portanto, isso pode ser nutrido pelos seus próprios pensamentos. 
Aí está, muito simplesmente.

***

Questão: do mesmo modo, poder-se-ia reencontrar um personagem como Robinson Crusoé?

Mas, por que não?
E aliás o próprio de toda leitura, é fazer trabalhar o ‘imaginário’, parece-me, ou o ‘emocional’ ou, em algum lugar, alguma coisa, em todo caso, que vai criar, realmente, no astral, uma existência própria, simplesmente, e que os seres vão se ligar neste astral, vão literalmente ter a possibilidade (no antigo tempo, antes que se limpasse tudo isso) de se conectarem energeticamente, Vibratoriamente, emocionalmente e visualmente com o que existe no imaginário. 
São, aliás, os reservatórios de forças a que se chama de ‘egrégoras’ e essas egrégoras jamais serviram à Luz, jamais.
Seja Cendrillon, Peter Pan, Mickey Mouse, também os mestres da Loja Negra.
Eles estão aí para fazer sonhar e para impedi-los de aceder ao quê?
Ao que vocês são, em Verdade.

*** 

Questão: poderia desenvolver sobre o Verbo?

O Verbo é uma palavra que aparece nas primeiras frases da Bíblia. 
São João também falou nela: "No início era o Verbo e o Verbo estava junto de Deus". 
O Verbo é o Sopro que anima a vida.
Então, há vários Sopros.
Há, sobretudo, o que é chamado de Verbo Criador
O que isso quer dizer?
Isso quer dizer que, quando, por exemplo, vocês dizem: «o dia está bonito», mesmo se estiver feio, ele não vai ficar bonito, no entanto, não é? 
Verbo não é Criador. 
Agora, se vocês disserem: «o dia está bonito» e as nuvens se vão, vocês têm o Verbo Criador, ou seja, a potência do Sopro original, o Verbo, tal como o apresentou Cristo em algumas curas que foram efetuadas: «Levanta-te e anda» ou quando ele ressuscita aquele que morreu, etc., etc.. 
Agora, para além deste aspecto transcendental, digamos, vocês têm o Verbo Criador, que é, sobretudo, ligado à reconexão consciente e efetiva da capacidade para combinar a Energia nas suas próprias palavras. 
Há, atualmente, sobre a Terra, presentes ainda atualmente, três línguas que são as línguas que têm a propriedade Vibratória real, são as línguas como, por exemplo, o Hebraico, mesmo estando em parte deformada, há o Sânscrito e há o Aramaico.
São as línguas que possuem, pela sua pronúncia, a Energia correspondente à pronúncia. 
Não é de modo algum a mesma coisa na totalidade das línguas sobre a Terra. 
Por exemplo, quando vocês falam o automóvel, não há ‘energia automóvel’ que está aí.
Eu tomei uma palavra que quer dizer não importa o que, mas existe um Verbo Criador, uma vez que a Criação, como lhes disse Anael, é Som, antes de ser Forma e Cor
O Som é portador, ele também, de uma Vibração, isso vocês sabem sobre a Terra, mas, simplesmente, mesmo nos mundos Unificados, o Som é um ‘arranjador’ que permite a estruturação da forma e da cor.
É isso que vocês reencontram. 
Para vocês, o Verbo Criador é, por exemplo, ser capaz, pela voz ou pelo pensamento também, de criar a sua própria realidade. 
Então, não é apenas o pensamento criativo, é verdadeiramente a eficácia na linguagem corrente e na sua língua corrente, de ter uma Vibração que é muito mais ativa, de algum modo. 
Inicialmente, ‘o Verbo Criador é o Sopro Criador’, mas esse Sopro tornou-se Verbo
O verdadeiro Verbo é o que se chama de ‘língua matricial original’, que é falada em algumas Confederações Intergalácticas dos mundos livres, em alguns setores dos universos, que têm (em particular no nível dos mestres geneticistas, seja das Plêiades, seja de Sirius) a particularidade de agenciar, pelas Vibrações sonoras, as formas e as cores.

***

Questão: o DNA existe unicamente na 3ª Dimensão ou nas outras Dimensões?

Não, o DNA existe em todas as Dimensões, mas não há a representação que vocês têm, nem a constituição que vocês têm. 
É uma ‘codificação Vibratória’ que vai além do aspecto puramente fisiológico, qualquer que seja a Dimensão. 
Agora, não pensem que há um DNA que é o mesmo que aquele que vocês têm.
Existem DNAs não falsificados, mesmo na 3ª Dimensão, com fitas de DNA muito mais importantes do que as que são as suas atualmente, que foram as nossas. 
No nível da 3ª Dimensão Unificada é eminentemente complexo, segundo os setores dos universos, mas há, como dizer..., ‘pares’ de DNA muito mais importantes do que as duas fitas de DNA que existem sobre a Terra.

*** 

Questão: no âmbito da falsificação, os Arcontes retiraram as fitas de DNA?

Sim, mas eles não agiram diretamente sobre o DNA, eles passaram por forças eletromagnéticas muito mais consequentes do que jogar com o DNA. 
Efetivamente, houve necessariamente uma ‘limitação’ do DNA, quanto ao número de fitas, mas que é inicial à falsificação.

*** 

Questão: há uma relação entre as 12 fitas de DNA e os 12 corpos?

Inteiramente, sim, é claro. 
Vocês foram limitados, nós fomos, todos, limitados a 7 chakras, que é um sistema incompleto. 
O sistema completo, seja nas Dimensões chamadas de 3ª Dimensão Unificada ou nas outras Dimensões, recorre a uma constituição em uma base de 12. 
Agora, a própria estrutura do DNA nada tem a ver nos mundos em carbono aqui e em outros mundos em carbono em outros lugares, mas é sempre a noção, como dizer..., é complexa, a noção de emparelhamento, de encaixe, se quiserem, de ‘tijolos’ [blocos], juntos, mas esses tijolos têm aspectos multidimensionais que não existem nesta Dimensão.
Mas é eminentemente complexo e eu não vejo interesse de se saturar com isso, ainda mais que, quando vocês penetrarem as esferas do Estado de Ser, este conhecimento, ele é inscrito diretamente no seu Coração
Portanto, não vale a pena mentalizar isso, de nada serve, isso em nada avança com relação ao trabalho que vocês têm que fazer agora.

*** 

Questão: as nossas duas fitas de DNA eram suficientes para fazer funcionar os nossos 7 chakras?

Cara amiga, a partir do momento em que você está encarnada nesse mundo, que você seja um ser humano, que você seja uma espécie de robô, você terá sempre 7 chakras. 
Agora, os chakras funcionam em níveis diferentes. 
Portanto, os 7 chakras são um ‘mínimo vital’, digamos, nesta Dimensão. 
Aí está o que se pode dizer, mas o DNA está ligado a estruturas específicas.
É uma estrutura fisiológica, mas está sob a dependência de alguns chakras e não de todos os chakras. 
Mas eu não vejo interesse em saber isso.

*** 

Questão: no passado, eu assisti a canalizações que de certo modo me esvaziaram. Por quê?

Oh, é muito simples, cara amiga.
Como eu sempre disse, o processo de canalização não é uniforme, não é sempre similar. 
Há seres que são realmente médiuns que canalizam os seres de diferentes planos.
Há os que não sabem mesmo a qual plano eles telefonam, porque os ‘circuitos de comunicação’ foram abertos. 
Vocês viram o florescimento de canais desde uma geração.
Isso correspondeu, a grosso modo, com a abertura do primeiro portal Intergaláctico, em agosto de 1984.
Naquele momento, os canais começaram a aparecer
No início, eles canalizavam os seres mortos e que tinham informações a dar e, depois, chegaram outras Consciências, digamos. 
Mas essas Consciências não estão todas estabelecidas na Luz Vibral, algumas estão estabelecidas nos planos ditos ‘intermediários’. 
E, enfim, há alguns seres que absolutamente nada canalizam e, entretanto, eles falam, não é? 
Portanto, a diferença é essencial, e você a constatou, ao menos eu espero, comigo, e também com os outros, é preciso dizer, quando nós descemos dos planos da Luz Vibral: nós lhes trazemos a Consciência e a Energia, nós não as tomamos, não é?

Nós os nutrimos, nós não vimos nos nutrir, é toda a diferença. 
É o único modo que vocês têm de fazer a diferença, porque, mesmo um verdadeiro canal, ele vai receber informações e, até agora, as informações passavam sistematicamente pelo chakra da Coroa, é claro.
Mas o que se chamam de ‘forças astrais’ ou de ‘forças da Sombra’ passavam também pela Coroa.
Tudo depende da ‘qualidade Vibratória’ do ser que recebe. 
Agora, se o ego não estiver purificado ou pacificado, efetivamente, ele vai canalizar, mas o que ele vai canalizar virá se nutrir da sua própria Presença e da sua energia etérea e, por vezes, até mesmo da sua alma
Portanto, vocês devem estar vigilantes. 
Quando eu lhes digo, não creiam no que eu lhes digo, tentem sentir também como vocês estão depois, ou no dia seguinte. 
Vocês sentiram uma Consciência diferente ou vocês se tornaram completamente vazios?
Porque, aí, isso é muito perigoso. 
Mas também se pode considerar, por exemplo, que mesmo eu, com o que eu lhes trago, há a minha Vibração que não corresponde para alguns, então, eles também vão se sentir mal. 
Portanto, não é preciso julgar, mas é preciso tirar, de algum modo, as conclusões do que lhes chega. 
Há também, às vezes, o inverso.
Há, por exemplo, Anjos muito específicos, eu não os citarei no nível dos nomes, mas que, a um dado momento, insuflaram sobre a Terra Energias colossais através de alguns médiuns, de alguns canais.
Mas esta Energia colossal podia desestruturar, em um primeiro momento, os primeiros seres que os encontraram, porque eles não estavam prontos.
No entanto, eles não eram negativos, eles não eram da Sombra, mas havia um ‘desequilíbrio’ de ajuste, o que é muito menos frequente agora.
Porque, se vocês estiverem um mínimo abertos no nível Vibratório, entrando em um espaço, vocês irão sentir a atmosfera, mesmo se vocês não conseguirem colocar palavras.

*** 

Questão: para que serve reencontrar uma linhagem?

Não, de nada serve querer reencontrá-la.
Ela se manifesta a vocês a partir do momento em que vocês penetram nos despertares das suas Coroas, como já foi dito desde um ano. 
Portanto, as linhagens vão se despertar e se revelar a vocês, mas, uma vez que se saiba, efetivamente, isso de nada serve. 
Simplesmente é o ‘testemunho’ de que um dos seus Pilares ou uma das suas quatro linhagens ou um dos elementos está perfeitamente desperto, simplesmente.
Mas é tudo, isso cessa aí. 
Então, não é que isso sirva, simplesmente será, no seu processo de transformação, um ‘indicador’ sobre o caminho
Do mesmo modo que o som da alma é um indicador, assim como a percepção Vibratória no nível de uma das três Lareiras é também um indicador, mas, para que serve?
Serve para serem o que vocês são e o que vocês se tornam.

*** 

Questão: é oportuno se ocupar hoje de problemas transgeracionais?
A questão é pouco específica no nível da resposta. 
Há seres que estão sujeitos ao que se chama, ao que vocês chamam, de ‘conflitos de linhagens’ ou ‘conflitos transgeracionais’, que vão se manifestar de diferentes modos: fisicamente, psicologicamente, hereditariamente, de múltiplos modos. 
Agora, nem todo o mundo é atingido por um conflito transgeracional existindo no passado.
Alguns seres são totalmente impermeáveis a esse gênero de influência. 
Isso não tem mais interesse agora, então?
Nenhum, exceto se você for afetado diretamente, Vibratoriamente, por isso. 
Agora, qualquer técnica que quiser ir cavar no passado para elucidar um presente é, eu diria, quase uma ‘heresia’ com a Luz Vibral que está aí, que é a Luz da Graça, do Perdão e da Transformação.
Tudo está aí, portanto, se vocês não forem afetados diretamente por um conflito de natureza transgeracional ou familiar, que não é necessariamente um conflito transgeracional, por um segredo de família, por exemplo, por que querer ir remoer essas coisas? 
De qualquer modo, todas essas noções estão sendo transmutadas pela Luz.
A Inteligência da Luz é muito mais importante
O perigo que eu quero evocar com isso é que vocês ‘contradizem’ o estabelecimento das suas Coroas. 
Foi-lhes dito «Hic e Nunc», ou seja, «Aqui e Agora», por conseguinte, há duas maneiras de encarar o truque.
Ou você diz «eu sou perturbado no meu Aqui e Agora porque minha bisavó falhou com meu primo em terceiro grau», não é? 
Eu digo não importa o que, é claro, hein?
E você se sente ‘desestabilizado’, você sente que há uma influência e uma ressonância
Se você chegar a se colocar no Aqui e Agora, inteiramente, isso não terá mais influência, pela ação direta da Luz Vibral.

A Luz Vibral é Inteligência, nós o dissemos.
Ela é capaz de tratar, de fazer desaparecer tudo o que é da ordem da Dualidade, isso é uma verdade total
Há seres, hoje, que experimentam curas espontâneas de coisas que teriam sido fatais antes, simplesmente pela Luz Vibral.
Eles não quiseram curar algo, eles simplesmente se colocaram no Interior dos ‘quatro Pilares’, que são as quatro Energias dos quatro elementos, e a Luz Vibral fez desaparecer o que devia desaparecer.

*** 

Questão: o ego não corre o risco de fazer crer, erroneamente, que temos acesso à Luz Vibral?
Perfeitamente, isso se denomina a ‘Ilusão Luciferiana’, aliás, a Ilusão do ego espiritual.

Mas não se pode ser enganado, porque a Luz Vibral tem efeitos Vibratórios
Nós o repetimos milhares de vezes desde anos: se vocês não tiverem a Vibração, o que isso quer dizer?
Não Vibra
E se não Vibrar, o que isso quer dizer?
Que não é a Luz Vibral.
É muito simples: Vibra ou não Vibra.

O Coração Vibra ou o Coração não Vibra.
A Coroa da cabeça Vibra ou ela não Vibra.

Tudo o que se manifesta, fora dessas Vibrações, não é do domínio da Luz Vibral, o que quer que seja ouvidopercebido ou visto.
É do astral, não Vibral.

A Luz Vibral é Vibração.
A Consciência, quando começa a aceder aos estados Unitários, mesmo temporários, torna-se Vibral, é tão simples assim.

*** 

Questão: todas as terapêuticas são do domínio da Ilusão de natureza Luciferiana?

Vocês já estão em uma Ilusão Luciferiana, uma vez que foram falsificados, todos vocês, não é? 
Agora, enquanto se estava sujeito às leis da Dualidade, era obrigatório recorrer a técnicas da Dualidade, para tratar. 
Hoje, nem todos vocês estão ainda na Unidade, não é?
Vibratoriamente e em Consciência.
Portanto, vocês são ‘obrigados’ a terem técnicas.

Agora, se você, a título individual, você alcançar o Estado de Ser, você chegar ao Estado de Ser, todas as patologias que você tem irão desaparecer. 
Mas você vai poder fazer desaparecer as patologias do outros, com a Luz Vibral?
Não, por uma razão que é muito simples, é que a Luz Vibral apenas pode se abrir do Interior.
É você que dá o último passo. 
Portanto, a partir daí, se vocês forem terapeutas, será extremamente diferente para cada terapeuta. 
Há terapeutas que vivem a Luz Vibral e, vivendo a Luz Vibral e os estados de Unidade, há os que não vão mais poder voltar a descer na Dualidade para tratar, e outros que vão poder isso.
É muito variável.

*** 

Questão: como fazer para ajudar o outro a tomar Consciência de tudo isso?
Com que direito você quer ajudar o outro, se ele nada te pediu? 
Você poderá sempre falar a ele dos seus estados de Estado de Ser, você poderá sempre falar das suas Coroas Radiantes, ele vai olhar para você como um extraterrestre, não é? 
Então, o que você quer fazer nesse caso?
Não há nada possível. 
Há duas humanidades que se separam, vocês ali nada podem, é assim. 
Há seres que não compreendem o milionésimo do que vocês vivem.
Está a mil milhas das preocupações e da vivência deles.
Como vocês querem ajudar esses seres? 
À parte estando vocês mesmos no que vocês são, mas sem procurar o que quer que seja mais, porque, se vocês começarem a falar para eles dos seus zumbidos nos ouvidos, se começarem a falar-lhes das Vibrações que vocês têm sob os pés, na cabeça, no Coração, eles vão enviá-los a um psiquiatra, não é? 
Então, o que fazer?
Nada. 
Nada há a fazer e, se vocês tentarem fazer, vocês vão voltar a descer no nível deles.
É assim, não é sua responsabilidade, é o processo, como disse o Arcanjo Anael, de ‘decantação’, que está em curso. 
Vocês não vão todos ao mesmo lugar.
É terrível isso, é assim, como dizer..., aí está: você tem uma doença e você vai morrer, então, é preciso levar todo o mundo, os outros não têm o direito de permanecer onde eles estão porque você, você morre. 
Ou então, você tem um membro da família que decide ir viver muito distante de onde vocês estão e, então, ele vai decidir, aquele, de levar os outros.
Com qual direito?
Onde está o respeito à liberdade? 
Eu diria que, no final, querer agir, ter a ideia de agir sobre qualquer um, mesmo para o “bem” dele, mesmo para a Luz, é um ato de ‘magia’, não é inofensivo. 
Vocês podem falar, mas não vão muito longe.
Vocês podem irradiar, mas sem qualquer vontade, sem isso, vocês recaem na Dualidade. 
O melhor que vocês podem fazer é, efetivamente, Ser, para irradiar esta Luz, mas vocês não têm que decidir para onde irá a Luz, ela sabe aonde ela vai.
 E deem-se conta também de que a Luz que vocês portam, ela será insuportável para alguém que recusa a Luz, totalmente insuportável, e ela vai se tornar cada vez mais insuportável. 
Então, o que fazer nesses casos?
Bem, não se pode fazer nada, e isso se refere às pessoas próximas como às menos próximas. 
O que ali se pode?
É o período em que as duas humanidades estão ainda presentes no mesmo lugar.
E haverá os seres, por exemplo, que estão fechados em uma espiritualidade, ou ilusória, ou procedente de Crenças religiosas
Já existem as guerras de religião, mas imaginem que haverá seres que estão fechados nas Crenças, que serão reforçados nas Crenças deles, pelo que acontece sobre a Terra, não é?
Que vão justificá-las ainda mais no que eles creem e há, paralelamente, seres que vivem uma transformação da Luz. 
Mas estes, eles serão chamados de Diabos, porque, para aqueles que estão nas Crenças, que não são as suas, eles estão nas vivências que não são as suas. 
São vocês os Diabos, enquanto que vocês, vocês sabem muito bem que não há outro Diabo a não ser no interior daquele que está em um confinamento
O que vocês querem fazer com isso? 
Era já similar no tempo de Cristo, não é?
Naquela época, crucificava-se, depois, queimava-se. 
Mas o ser humano é assim enquanto não for revelado ao que ele é realmente
Eu não sei quem disse que o homem era ‘um lobo para o homem’.
Frequentemente, são aqueles que irão lhes falar de Amor, no sentido religioso, que serão os verdadeiros lobos
O que vocês podem ali fazer, além de se afirmarem ainda mais no que vocês são? 
De todo modo, querer agir ou ajudar é uma prova da Dualidade, porque, se vocês estiverem na realização do Si, na sua Unidade, vocês ajudam o universo na sua totalidade, porque vocês São. 
É esse, o verdadeiro Serviço. 
Então, obviamente, enquanto se está na Dualidade, ali não havendo possibilidade de Unidade, obviamente que seria preciso dar de comer ao indigente, obviamente, que seria preciso nutri-lo, abrigar aqueles que estiverem na rua. 
Isso vocês podem sempre continuar a fazer. 
Mas, no nível espiritual, no nível da abertura que está em curso, não são realmente os mesmos processos que estão em jogo.

*** 

Questão: falsificação e Dualidade são sinônimos?

Mas há Dualidades que não foram falsificadas, quer dizer, onde a lei de ação/reação existe, mas em uma liberdade Dimensional. 
Há os sistemas Solares onde existe a Dualidade.
Vocês deixam cair um fruto, ele cai na terra, portanto, há forças eletromagnéticas gravitacionais, não é?
Mas eles não foram confinados
Falsificado quer dizer ‘privado da relação Consciente com a Fonte’ e ‘privado da liberdade Dimensional’. 
Os sistemas em carbono e outros sistemas são, por essência, Duais, mas Unitários pela capacidade das Consciências para não estarem confinadas na Dualidade, para estarem presentes conscientemente, em Espírito, na Dualidade como nas outras Dimensões Unificadas.
 A falsificação é ter privado o acesso à Unidade.

*** 

Questão: há pessoas, hoje, que chegam a alcançar o Estado de Ser?

Há dezenas de milhões. 
Os povos que começam a viver, agora, desde dois anos, os estados de Estado de Ser, estão em outros continentes. 
São, sobretudo, nos países em que, pelas Vibrações (de um lado telúricas e, de outro lado, da Consciência coletiva desses países) estão mais próximos do que vocês, no Ocidente, de viverem isso. 
Porque a estrutura do solo deles amplifica a irradiação que foi recebida da Luz Vibral e amplifica também, bem antes da Terra ser liberada, a irradiação do ‘Núcleo cristalino’, porque há retransmissores cristalinos no solo. 
São, sobretudo, a América Latina, a América Central.
Eles têm a cabeça menos dura do que os Ocidentais e, sobretudo, o Coração mais aberto.

***

Não temos mais perguntas. Agradecemos.


************ 

Mensagem do Venerável OMRAAM (Aïvanhov) no site francês:
04 de dezembro de 2010 – 1
(Publicado em 12 de dezembro de 2010)

*** 

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com
Postado por Célia G.

*** 

Transcrição e edição: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário