UM AMIGO - 28 de junho de 2010 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Intervenção de um Iogue -
Embaixador da Divina MARIA




Eu sou UM AMIGO.
De meu Coração a seu Coração, em nossa Presença, caros Irmãos, caras Irmãs, eu proponho, neste espaço, considerar primeiramente seus questionamentos relativos à Consciência, antes de engajarmos, juntos, no alinhamento da Tripla Lareira, para o retorno em meio à Unidade, ao Estado de Ser.
Recebam Alegria e Graça, pelo fato de nossa Presença, juntos.
Eu tentarei, durante minhas respostas, adicionar uma resposta além das palavras, uma resposta pela Vibração, uma resposta pela Luz e uma resposta no Silêncio.
Iniciemos.

***

Pergunta: o que acontece, na respiração, quando estamos no meio da cruz formada pelos movimentos da cabeça do Yoga Celeste?

Querida Irmã, do meu Coração ao seu Coração, eis minha resposta pelas palavras.
A cabeça está em cima, os pés estão no chão, o pescoço é passagem.
Os movimentos possíveis, com a cabeça em relação ao tronco, permitem criar, neste movimento, a liberação de certas Energias, de certas moléculas mesmo, no corpo, permitindo, como isso pôde ser dito em diferentes Yogas, facilitar essa passagem, entre o em cima e o embaixo e entre o embaixo e o em cima.
Isso permite ativar também as Chaves no Coração, por intermédio dos vasos do pescoço, permitindo essa passagem da personalidade ao Estado de Ser e também a passagem da pulsação do Coração e da respiração ao peito, em meio à Unidade.
O corpo físico é um ressonador potente sendo utilizado todo o tempo através de movimentos, gestos, posturas.
O corpo é um ressonador que permite fazer Vibrar a Consciência, mobilizá-la de um espaço a outro espaço, de um estado a outro estado.
Quando esse movimento ocorre, juntamente com a respiração ou com certas palavras pronunciadas, permite liberar resistências mentais e emocionais podendo bloquear o acesso a outro estado da Consciência.
Paradoxalmente, esse movimento contribui para a imobilidade do mental e das emoções.
O corpo pode assim ser utilizado para sua própria superação, de forma muito mais simples e evidente do que seria, por exemplo, possível no Raja Yoga ou ainda no Sahajmarg Yoga.
Assim, eis a minha resposta, agora, pela Vibração, em meio ao movimento que lhes dei.
Agora, a resposta no Coração e no Silêncio.

... Efusão de energia ...

Em seguida, a próxima questão.

***

Pergunta: se o Silêncio é uma chave para o Estado de Ser, o que acontece com a solidão?


Querido Irmão ou querida Irmã, cada ser, em relação a esse critério, veria uma resposta profundamente diferente.
É preciso, entretanto, diferenciar a solidão da vida, como eu fiz durante minha última vida, da solidão Interior que é, de fato, Silêncio Interior.
Eu entendo por solidão Interior, não mais ser afetado pelas próprias emoções, pelo próprio mental, viver, de certa maneira, a vacuidade.
A vacuidade não é o vazio, ela é um estado propício à instalação de um novo estado.
A solidão pode levar, para alguns, mais facilmente a essa vacuidade.
Para outros, não.
É preciso mesmo admitir que o momento de seu despertar, em meio ao Fogo, será sempre um momento solitário.
Aquele momento deverá ser vivido, quer vocês tenham sido ali levados pelo seu Anjo Guardião, por seu ascetismo, por seu trabalho, esse momento sempre será vivido sozinho e na solidão.
Essa passagem, pois é uma, é uma passagem que devem realizar em particular.
É claro que, por outro lado, uma multidão de formas de Consciência espera para Comungar com vocês sua vitória, para entrar em contato com vocês.
Mas, passar através do espelho apenas se faz sozinho, sempre.
Eis a resposta em meio ao Silêncio e à Luz.

... Efusão de energia ...

Seguindo, a próxima questão.

***

Pergunta: convém praticar o balançar da cabeça que acabamos de mencionar, mesmo fora do protocolo, para continuar ativando as glândulas associadas?

Caro Irmão ou cara Irmã, aí também, a resposta é adaptável a cada pessoa.
Alguns seres têm vontade de repetir, de estimular em um certo sentido sua Consciência e seu corpo.
Outros, não.
Isso pode convir mas, em todo caso, não poderá jamais prejudicar.
Cabe a vocês sentir e perceber os efeitos desses movimentos.
Lembrem-se, como lhes disse um dia OMRAAM: quaisquer que sejam os elementos que lhes fornecemos, a uns e outros, cabe ter a lucidez de entender e sobretudo de aceitar e de viver, que isso são apenas muletas, sem dúvida, úteis, enquanto vocês não caminham direito no Estado de Ser, mas que o dia em que encontrarem essa Dimensão, as ferramentas lhes aparecerão tão naturalmente como supérfluo porque sua própria Consciência, em meio ao Fogo, tornar-se-á seu próprio utensílio.
Vocês terão então a capacidade de fazer Vibrar, de despertar em vocês, o que de bom lhes parecer, pela Consciência diretamente porque vocês tornar-se-ão Sat Chit Ananda e, em meio a esse estado em que as Graças fluem, onde é instalado o Samadhi, vocês entendem que são vocês mesmos que são a harpa e que tocam a harpa.
Mas, até lá, ajudem-se, usem e abusem das ferramentas que lhes são dadas.
Eis a resposta da Vibração.

... Efusão de energia ...

E seguindo.

***

Pergunta: se, o que quer que façamos, nós estamos aprisionados e condicionados pela matriz, podemos dizer que nós apenas poderemos entrar na lei de ação da Graça quando a desconstrução estiver concluída?

Querida Irmã, vários seres humanos pelo mundo já vivem esses estados da Graça.
Eles são cada vez em maior número.
Eles superaram suas próprias resistências Interiores, seus próprios apegos, por eles mesmos.
É sempre muito seguro e muito certo, para vocês, viver isso bem antes do momento final porque a intensidade Vibratória dispensada pelo Conclave, por nós mesmos, por MARIA e pelo conjunto das Forças da Luz presentes nesse Universo, está doravante quase no seu máximo.
Somente o efeito cumulativo, cuja data não nos é conhecida, irá assegurar, a um dado momento, o basculamento.
Nós recomendamos intensamente que avancem para esse objetivo antes do basculamento.
Para você, como para seus Irmãos e suas Irmãs, e para nós porque se, hoje, vocês não chegarem a superar e a transcender alguns apegos e algumas resistências, como vocês vão fazer quando os eventos chegarem perto, muito perto de vocês?
Como irão reagir naquele momento?
É por isso que os encorajamos sempre para fazer esse trabalho agora e não deixar para amanhã ou depois, para finalizá-lo porque, o que pode lhes assegurar que naquele momento vocês serão capazes de fazer o que não concluíram antes?
Quando isso era controlável em sua vida.
Gostaria de lhes dizer que a tribulação que vem não é um espetáculo nem um filme que vocês irão assistir tranquilamente acomodados, mas são bem vocês que vão viver.
Se vocês não forem capazes de se distanciar do fluxo de emoções, do fluxo mental que vai nascer, como vão fazer se não forem capazes de efetuar isso enquanto as forças da resistência não estão ainda, elas, em plena ação na humanidade?
Como irão resistir à Dualidade de seus familiares?
Como irão resistir à sua própria Dualidade?
Quando lhes dizemos que é urgente cumprir, vocês irão constatar muito em breve que não é uma palavra em vão, mas bem uma realidade.
A diferença entre agora e em algum tempo é que vocês não estão de modo algum afetados, emocionalmente, mentalmente, concretamente, Vibratoriamente, pelo que ocorre em outros locais do mundo.
Vocês são afetados apenas pelo seu entorno, pelo seu primeiro círculo ambiental, mas em breve, o círculo ambiental vai se expandir à Terra, em sua totalidade.
Vocês serão, como dizer, duramente atingidos, tanto pela Onda Galáctica como também pelas ondas emocionais, mentais, de resistência da humanidade.
Se vocês não forem capazes, desde hoje, pela Vibração e pela aproximação que lhes é feita, por tudo o que nós lhes damos, de simplesmente superar uma raiva, um apego ao que quer que seja, como irão ficar?
Acreditem em mim, hoje a Alegria é muito fácil de encontrar, muito, muito fácil.
A intensidade da Luz será cumulativa, assim como disse, mas as resistências também, as suas como as do mundo.
No entanto, é fácil decretar que desejam a Luz, que o seu Coração pede isso, então, prove.
Se não vocês permanecem no nível da intenção, no nível das palavras, mas não no nível da Verdade.
Eis a resposta da Luz.

... Efusão de energia ...

E em seguida.

***

Pergunta: se não podemos nos libertar de uma relação por estarmos submetidos à lei da matriz, como considerar, nesse mundo, uma relação verdadeira?

Vivendo no Coração.
Lembrando-se, mesmo mentalmente, de que o Coração é liberdade, de que o Coração não é violento, de que o Coração é amar o outro por ele e não por você, de que o Amor não possui, de que o Amor não aprisiona, de que o Amor jamais é orgulhoso, de que o Amor é Alegria.
Eis a maneira de vocês se aproximarem da relação correta, mas apenas vocês poderão se aproximar disso.
Vocês poderão sempre optar por trabalhar, mas vocês serão inevitavelmente apanhados em meio à ação/reação pelo apego, pelo afeto, pelas ligações que não são liberdade.
É apenas em meio ao seu Coração que vocês poderão estabelecer relações verdadeiras, justas e livres com o Universo em sua totalidade.
Lembrem-se de que o maior obstáculo ao Coração é o poder e o medo.
Os dois estão indissoluvelmente ligados.
Aquele que exerce o poder tem medo do outro como dele mesmo, porque aquele que está nele, em meio ao Coração, tem todo o poder sobre ele mesmo, pois ele É e não pode experimentar o medo ou qualquer desejo de poder sobre o outro, quer seja por palavras ou por afetos ou por comportamentos.
Eu insisto também, para lhes dizer que a dissolução e a liberação estão apenas na Vibração e de nenhum modo nas construções ou nos jogos de sedução, de poder, de apego.
A humanidade tem sido tão habituada neste mundo a funcionar sob essas regras, de privação, de ação/reação, que realmente lhe é difícil, em sua globalidade, aceitar que alguma relação possa existir de outra forma, exceto em uma projeção.
E, no entanto, existe, em seu Coração, em sua Presença, um espaço onde vocês se tornam realmente livres, totalmente.
Vocês não são mais afetados pelas reações dos outros porque o princípio de atração faz com que ali não possa ter reação do outro.
Várias pessoas descreveram esse tipo de momento, de Graça, de magia.
Simplesmente, quando vocês estão no Coração, essa magia se instala permanentemente, de maneira definitiva.
A única solução, novamente, está nesse nível e em nenhum outro local, no Coração e, sobretudo, em sua Vibração e não no Coração imaginado, pensado com a cabeça ou no afeto.
Eis para isso a resposta do Silêncio.

... Efusão de energia ...

Seguinte.

***

Pergunta: ao que corresponde o fato de escutar um som no ouvido direito, ao passo que eu não ouvi o som SI quando ele foi anunciado?

Querida Irmã, o som ouvido à esquerda ou percebido também às vezes à direita, são os sinais da ativação do Antakarana.
Mais comumente, o Antakarana se constrói primeiramente à esquerda.
Ele é o Cordão Celeste unindo a personalidade à alma, ao passo que do lado direito frequentemente o som reflete a construção do Antakarana entre a alma e o espírito.
Esse Antakarana é construído progressivamente, levando a viver e a perceber certas Consciências e certos sons, como foi perfeitamente descrito por um dos imortais, Patanjali, há muito tempo, como tomamos alguns ensinamentos, em particular do Kriya Yoga.
Assim, o som participa da construção do ponto de Luz, desse arco elétrico unindo o corpo de Estado de Ser e o corpo de personalidade.
Há, ao contrário, técnicas que visam meditar sobre o som, permitindo imergir a Consciência nesse som e preparar o Estado de Ser.
Lembrem-se sempre de que aí onde se coloca sua Consciência, a Consciência segue a ressonância do lugar onde ela é levada.
Assim, levando a Consciência sobre esse som, sua Consciência viaja no Antakarana e pode então ser capaz de se fundir com o Estado de Ser.
Resposta pelo som.


... Efusão de energia ...


Seguinte.

***

Pergunta: a mestria de Si, é a capacidade de viver a Vibração do Coração que permite viver o Fogo do Coração, que permite depois o acesso ao Estado de Ser?


Querido Irmão ou querida Irmã que fez essa pergunta, tudo depende, é claro, do que é entendido ou subentendido por mestria de Si.
A resposta pode ser um ‘sim’, franco e um ‘não’, franco.
Se a mestria for o Abandono à Luz, então, ‘sim’.
Se a mestria for o controle de elementos fisiológicos, então, a resposta é ‘não’.
Se a mestria for ausência de resistência, a resposta é ‘sim’.
Se a mestria implicar resistências e vivência de resistências, então a resposta é ‘não’.

***

Pergunta: há passagens provisórias no Estado de Ser seguidas de um acesso total?

Aquele que tivesse um acesso total e permanente, não estaria mais aqui.
Não há qualquer razão de ali estar.
Aliás, desde que tenham tido um acesso ao Estado de Ser, qualquer que tenha sido a duração, vocês apenas permanecem na personalidade porque, em algum lugar, nós ali os obrigamos.
Se não, como disseram muitos místicos ou muitos experimentadores das portas da morte, a prisão é aqui e certamente não do outro lado.
Não há prisão em outros locais senão em meio a esta Dimensão.
Esqueçam as descrições sombrias que lhes fizeram, dos espaços onde vocês queimam em um fogo qualquer.
Aí também, trata-se de uma bela inversão, do princípio do Fogo que é liberação, à qual a maioria dos seres humanos aderiu e se envolveu em meio a várias tradições, a várias religiões.
O único Fogo que existe é o Fogo do Amor.
Eu diria o fogo do inferno, mas vocês aí estão todos os dias, em meio a este mundo.
Isso pode parecer difícil de aceitar e é, no entanto, o que dizem todos os seres, sem exceção, que tiveram acesso temporário ao outro lado do véu.
A verdadeira Vida não está aqui.
Quando vocês descobrem a Vibração do Estado de Ser, mesmo por um tempo fugaz e muito curto, nenhuma dúvida pode mais existir em qualquer lugar.
Para alguns seres, o acesso ao Estado de Ser tem sido possível desde o início das Núpcias Celestes.
Para outros, ainda bem antes, há uma geração.
E para outros, não ainda.
Mas agora, estabelecendo em vocês a Vibração do Coração e o Fogo do Coração, vocês garantem acesso a esse corpo de Eternidade.
Mas há várias maneiras de ali ter acesso.
Várias modalidades, eu diria, que não vale a pena desenvolver no momento.
Mas, lembrem-se de que vocês chegarão muito em breve a uma data que lhes foi dada, que é o dia 17 de julho, correspondendo, no seu ano anterior, a algo próximo do final das Núpcias Celestes.
Depois, vocês passarão pela Cruz.
O que foi vivenciado por alguns de vocês em meio à sua Consciência, durante a primeira Cruz, há alguns dias, ilustra a tonalidade do que irão viver no mês de agosto, em um nível e em uma intensidade muito mais intensa do que o que podem mesmo imaginar.
Eu finalizarei com essas poucas palavras, vocês estão aí, para alguns de vocês, há 300.000 anos.
O que representa menos de dois meses desta vida, em 320.000 anos?
Apenas uma respiração e, no entanto, o modo pelo qual viverem essa respiração é capital.
Ela condicionará, de forma muito lógica, a continuação de seu caminho e da tribulação nesse mundo, entre o anúncio de MARIA e o fim dessa Dimensão.
Como foi dito por CRISTO, como outros repetiram, vigiem e orem, pois CRISTO voltará como um ladrão na noite.
Ninguém conhece o dia nem a hora, mas vocês conhecem a data limite.
Certamente, não é questão de ficar com medo, mas, muito mais, na lucidez, na seriedade e principalmente ainda mais na Alegria.
De meu Coração a seu Coração, a Graça.
No nosso Coração, KI-RIS-TI.
UM AMIGO os saúda e saúda, em vocês, sua Presença. 


************ 

Mensagem do Venerável UM AMIGO no site francês:
28 de junho de 2010
(Publicado em 22 de julho de 2010)

***

Tradução para o português: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário