O.M. AÏVANHOV - 22 de março de 2010 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- E BEM, CAROS AMIGOS... -

“A partir do momento em que você viver a beatitude, o Samadhi, somente vai se manifestar a você o que estiver em concordância Vibratória com isso. Ou seja, tudo o que é do domínio oposto à Luz não pode sequer aflorar em sua Consciência. É uma questão de estabilidade da Vibração, da Luz Vibral em vocês. O mental vai procurar, até o último momento, afastá-los dessa Verdade.”




Bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los e ver que há Luz em toda parte ao redor de vocês, e em vocês.
Eu lhes transmito todas as minhas saudações, todo o meu Amor e venho, como de hábito, para tentar avançar com vocês, responder suas questões, se vocês as tiverem.
Então, eu os escuto.

***


Questão: o que se entende por espada dos Melquisedeques?

Nós não temos espada, é reservada aos Arcanjos.
Nós temos varas.
Estamos em uma Dimensão ligeiramente diferente.

***

Questão: ao que corresponde o som agudo não contínuo em meu ouvido direito, como o código morse?

As variações sonoras percebidas durante o trabalho energético e de Consciência que vocês fazem são estritamente normais.
Podem acontecer diferentes tipos de processos.
Não vou explicar cada som.
Creio que muitos interventores lhes falaram de diferentes sons que podem existir no ouvido direito ou esquerdo, refletindo contatos diferentes com a alma, com o Espírito e com o Estado de Ser.
E creio que Um Amigo insistiu muito em relação aos diferentes tipos de trabalhos que vocês realizam, que vão ativar, em vocês, novas percepções e novas Vibrações.
O importante não é explicar a cada vez que há algo que se manifesta.
Portanto, vivam a Vibração que vocês têm que viver, os sons que têm que viver.
Pois a explicação não deve ser procurada no nível do mental.
A explicação virá por si, da Consciência.
O que é totalmente diferente.
Enquanto vocês procurarem uma explicação, quando trabalham no Estado de Ser, ou qualquer outra forma de exercício vibratório, enquanto procurarem um significado, é a personalidade que busca uma explicação.
Pois a verdadeira explicação não está no nível do mental nem no nível de uma explicação racional.
Ela tornar-se-á a explicação real da Consciência que aparecerá e que se fará de maneira completamente natural e espontânea.
Ou seja, quando vocês vivem processos Vibratórios intensos, o fato de colocar a questão em relação aos processos vividos os afasta do referido processo vivido.
A integração do processo não é o questionamento do significado, mas é a experiência da significação na Luz.
Não é realmente a mesma coisa.
E eu entendo os triciclos que giram ainda.
É, no entanto, algo que é capital para compreender e aceitar.
Vocês sentem, a maior parte de vocês, as mesmas coisas nos mesmos lugares, mesmo não sendo no mesmo momento, portanto, que traduzem circuitos energéticos que vocês não sentiam e que no entanto são muito existentes, não é?
Mas, assim que quiserem saber, vocês se afastam da Vibração.
O objetivo é penetrar na Vibração, porque a própria Vibração é explicação.
Mas se vocês traduzirem a Vibração intelectualmente, bem, vocês se afastam da significação vivida da Luz naquele nível.
É muito importante compreender isso.
Peçam explicação, não à sua cabeça, mas à própria Consciência.
E a resposta está no nível da Consciência e da própria Vibração, e não na cabeça.
É a cabeça que quer saber.

***

Questão: onde está o trabalho dos Seres da Luz sobre o Sol e a Terra nesse momento?

Está na fase terminal.
Fase terminal não quer dizer que tudo acabou, pelo contrário, tudo vai começar.
Nós tivemos, aliás, uma reunião importante onde o conjunto do Conclave Arcangélico, nós, os 24 Anciões e Maria, e também o conjunto das Confederações Intergalácticas que ainda não haviam chegado até aqui, estamos agora finalmente prontos.
Isso quer dizer o quê?
Que nós esfregamos as mãos e aguardamos o momento de passar para, eu diria, a ofensiva, não uma ofensiva, mas para a Revelação final.
Nós esperamos com impaciência o final da intervenção do papel de desconstrução do Arcanjo Miguel.
Porque a partir daí, tudo é possível.
Mesmo nossa vinda entre vocês.
De maneira visível, entenda-se.

***

Questão: quando você intervier, deveremos somente emanar nossa Luz ou deveremos fazer outra coisa?

As coisas específicas que deverão ser feitas lhes serão comunicadas, assim como sempre foi dito, não por nós, porque há riscos de confusão entre diferentes correntes, se quiserem, Vibratórias, e algumas sendo da Luz autêntica e outras não.
O único elemento de confirmação será a voz interior, não a sua, mas aquela de Maria, sobre o que deve ser feito naquele momento.
Enquanto vocês não tiverem ouvido Maria falar-lhes, continuem a viver sua Vida e a expandir a Luz.
Informações muito mais precisas como, por exemplo, sair de um lugar, ser-lhes-ão comunicadas por Maria.

***

Questão: trata-se então de uma forma de Anúncio individual?

É um Anúncio ao mesmo tempo coletivo e também individual, com especificidades que são próprias a cada um.

***

Questão: as crianças que vão nascer estão ainda presas pela matriz?

Elas estão a meio caminho, eu diria.
Elas são muito mais despertas que vocês mesmos quando de sua encarnação.
Elas têm, eu diria, uma espécie de impermeabilidade à influência da matriz.

***

Questão: mas estão sempre presas dentro?

Quando vocês estão na 3D, estão na matriz, parece-me, em todo caso, aqui.

***

Questão: como vai acontecer a Translação para as crianças, as crianças pequenas?

Nenhum interesse em responder a isso.
Acontecerá muito naturalmente.
Preocupem-se por vocês e não pelas crianças.
Tudo irá muito bem para eles.
Eles saberão, de maneira natural e espontânea, o que é preciso fazer, contrariamente a vocês que tem seu mental ainda.
Eles não têm ainda estruturado o mental e são, como disse, impermeáveis à matriz, portanto, eles saberão pertinentemente o que acontecerá e o que terá que ser feito naquele momento.
Nós temos mais preocupações com os seres ditos adultos, aqueles que raciocinam, que estão sempre esquentando a cabeça.

***

Questão: as mudanças de ciclo como as que se vive já ocorreram?

Completamente, a cada 50.000 anos.
A única diferença é que, nos ciclos anteriores, bem, a Luz não tinha podido se impor.
É assim simples.
Podíamos, a cada ciclo de 52.000 anos, manter a Luz, mas jamais impor a Luz.
Impor é um mau termo, mas estabelecer a Luz nesta Dimensão.
E, a cada vez, isso disparava para um ciclo.
Quando digo nós, eu não estava ali, eu falo pelos Melquisedeques.

***

Questão: parece que outros sistemas estelares também foram envolvidos.

Sim, há 81.

***

Questão: e os ciclos são sobrepostos?

Exatamente os mesmos.
As durações não são as mesmas, mas os mesmos cenários ocorrem a cada vez.

***

Questão: essa passagem para a Luz será vivida igualmente pelos 80 outros sistemas?

Certamente, o processo de liberação da matriz diz respeito a todos esses Universos.

***

Questão: será então simultâneo para todos esses Universos?

Não, não simultâneo, mas na mesma sincronia de tempo.
Nós temos o suficiente que fazer aqui.
Portanto, vamos, se quiserem, somos como representantes de comércio.
Nós terminamos um trabalho, e depois vamos iniciar um outro.
Quando eu digo nós, não é necessariamente nós, são as Forças da Luz.

***

Questão: podemos dar uma ajudinha depois?

Então, aí, caro amigo, vocês serão aguardados, alguns de vocês.
Alguns tendo vivenciado, justamente, a experiência da matriz e tendo vivenciado em meio a esta matriz o despertar do Estado de Ser, evidentemente serão bem-vindos e serão, aliás, designados para essa liberação em outros Universos, que deve ocorrer em outros lugares.
Já que há um desenrolar, sem entrar em detalhes, um desenrolar da espiral do tempo concernente a este confinamento temporal em meio a este Universo local e nos Universos envolvidos que estão nesta parte da Galáxia.
E nessa Galáxia.
Então, obviamente, a influência da Luz, a influência do Sol Central penetra pouco a pouco, desenrolando-se, no conjunto desses Universos.
Então, é sincrônico, mas não ao mesmo tempo.

***

Questão: como é feita a escolha dos Melquisedeques?

Pela Vibração.
Todos os seres despertados que, durante, eu diria, talvez os cinco últimos séculos, aceitaram se deixar prender pela matriz para liberar um ensinamento e sobretudo Vibrações.
Esses seres são os que há muito tempo superaram o nível Vibratório que lhes permitia escapar da matriz.
É portanto, de algum modo, um sacrifício final.
Mas, depois, eles se juntam diretamente à sua Dimensão de origem, mas não intervêm nas decisões concernentes a esse Sistema Solar específico como fazem os Melquisedeques.
Há então, para os seres que nos constituem, vocês conhecem alguns agora, no curso de sua última encarnação, uma habilidade que surgiu para dissolver a matriz, em parte, ou inteiramente, para alguns.
São esses seres que se reencontram nesta venerável Assembleia porque têm uma experiência, cada um em um domínio diferente, específico, do que tem sido a matriz e os meios, se quiserem, que implementaram, neles, para romper algumas relações da matriz.
Eles têm, portanto, a experiência da encarnação de uma maneira ou de outra.

***

Questão: quando novos potenciais Melquisedeques « chegam », o que se tornam aqueles dos quais eles tomam o lugar?

Voltam para seu mundo de evolução.
Eles não estão mais agregados a esse Sistema Solar.

***

Questão: o que motiva a partida de um deles, como, por exemplo, Orionis?

Se quiserem, é como na Academia Francesa que vocês têm na França.
Não é a morte que faz com que um posto seja liberado, é quando há um recém-chegado que chegou para transcender alguns limites da matriz, então, naturalmente, um Ancião lhe dá o lugar.
Dá o lugar, aliás, bem de boa vontade.
Nem sempre é, como dizer, fácil de se lidar com um bando de crianças, se você vê o que eu quero dizer.

***

Questão: o que vão se tornar os Elohim que participaram da Criação da Terra?

Alguns se juntarão, não mais à Ordem dos Melquisedeques nesta Terra, mas prosseguirão a missão de libertação participando de uma outra Ordem de Melquisedeques, em outros Universos.
Outros juntar-se-ão enfim à sua Dimensão de origem e, alguns, que não conseguiram se liberar da matriz, serão obrigados a fazer um pequeno ciclo na 3D Unificada.

***

Questão: o que vai acontecer quando se chegar à 5ª Dimensão?

Então, lá, é muito simples: vocês verão.
Não se esqueçam de que o trabalho mais importante é aqui, e agora.
E não amanhã, e não quando estiverem na 5ª.
Pois, como vocês querem Vibratoriamente ter acesso à 5ª se estiverem sem parar projetando sua Consciência sobre o que será esta 5ª?
É já maravilhoso saber que isso chega, não é?
Então, reforcem a Vibração em vocês, da Luz, para lhes permitir justamente ter acesso a isso.
É como se, vamos tomar um exemplo que é muito simples, imaginem que vocês estão no segundo e que, sem parar, passam seu tempo a perguntar àquele no primeiro o que ele aprende no primeiro, e vocês, durante esse tempo, não fazem o programa do segundo.
E não é assim que vocês vão para o primeiro.
É o mesmo princípio.

***

Questão: os sentimentos de raiva interior podem refletir uma fase de evolução ou, pelo contrário, uma regressão para a dualidade?

A fase de cólera pode ser assimilada ao Fogo por atrito.
Tudo o que aquece seu sangue e não aquece seu Coração é um fator de superação.
Ele chama sua atenção para o que deve ser superado.
Mas, progressivamente e à medida em que vocês descobrirem a Vibração do Estado de Ser e a Luz Vibral, em vocês, vocês constatarão que a Luz Vibral basta por si, não tem qualificativo, como dizer, emocional.

***

Questão: e sobre o que é chamado por vezes de raivas santas?

É a cólera justificada do Estado de Ser quando o Estado de Ser desce nas personalidades para agitar um pouco as plumas nos outros.

***

Questão: o que é um julgamento em relação a uma constatação?

Tudo depende da finalidade.
Se a finalidade de uma constatação é colocar Sombra sobre o que está já na Sombra, você participa do jogo da Sombra, portanto, você desce no nível Vibratório.
Tudo depende do refinamento Vibratório do ego.
Quem se expressa?
É o ego, a personalidade, ou é o Estado de Ser?
Quando o Estado de Ser se expressa, ele vai por vezes empregar palavras, e vocês tiveram o exemplo, eu creio, com Sri Aurobindo, por muitas pessoas, que vai lhes dar a palavra que vai tocar, como vocês dizem, fazer vibrar a corda sensível de sua harpa.
E, no entanto, ele está no Estado de Ser, obviamente, dado que não está presente entre vocês em um corpo de carne, mas no canal.
Mas ele faz parte do Estado de Ser, mesmo se isso os agitar, mas o que está agitado?
Não é um julgamento que ele traz, ele os faz vibrar.
E por vezes, esta Vibração faz mal ao ego.
Isso quer dizer que algo transcendeu.
Agora, se vocês fizerem para a Luz, na Vibração da Luz, e o outro se aquecer tão somente em sua negação, você está no julgamento?
Não, você despertou o Fogo por atrito no outro.
Depois, é preciso que o outro faça seu próprio caminho e estabeleça sua própria Verdade.
O julgamento é querer categorizar e fechar alguém.
Agora, se você faz vibrar uma corda sensível que desencadeia mesmo a pior das rebeliões no outro, você tocou em algo exato.
Todo princípio está aí.
Mas, progressivamente e à medida em que vocês penetrarem na Vibração da Luz e ela se tornar sua no nível do Estado de Ser, mais vocês irão se desinteressar por todos esses pequenos jogos de personalidade, mesmo permanecendo no Estado de Ser, e querendo ajudar uma outra personalidade.
Constatarão, por vocês mesmos, que não têm mais vontade, tanto no nível da personalidade como da alma, de entrar nos jogos de desmascaramento ou jogos por vezes infantis concernentes à Verdade do outro.
Porque vocês estão cada um na sua Verdade e no seu lugar.
Mesmo se seu lugar é diferente do outro, ele não é superior, ele não é inferior, ele está simplesmente em outro lugar.
E em nome do que você quereria que o outro seja designado a um lugar que você gostaria de vê-lo, mesmo que você o capte na Verdade?
Deixe o outro livre.
Contente-se em Vibrar.
Isso não quer dizer desinteressar-se ou não estar no Serviço, muito pelo contrário.
É a forma absoluta do Serviço, fazer nascer e crescer a Luz que você É.
É o melhor Serviço que você poderá prestar a seus irmãos.

***

Questão: desenvolver a Luz permite constatar defasagens mas ao mesmo tempo tomar Consciência de que é apenas uma parte do espelho de si?

Sé você estiver centrado em sua Luz, qualquer papel de protetor ou de salvador desaparece.
Você imerge em sua Verdade, em sua Luz, e todo o resto irá ocorrer naturalmente.
É sempre o mental que quer se apropriar da Luz para querer a todo custo desempenhar o papel de protetores ou salvadores da Humanidade.
Mas isso é uma Ilusão do ego.
Um único Ser foi capaz disso sem estar no ego.
Ele se chamava Cristo.
Em suma, se vocês estiverem centrados em seu Estado de Ser, em seu Coração, vocês não verão mais, vocês não farão mais discriminação.
Vocês não poderão estar no julgamento, porque vocês verão a perfeição mesmo na Sombra.
E vocês a verão realmente.
Portanto, enquanto você quiser discriminar, você está no mental.
E você não está absolutamente no abandono à Luz.
Isso, são reflexos arcaicos de salvadores ou de pessoas que querem, com uma falsa humildade, acreditarem-se superiores aos outros.

***

Questão: quando um julgamento aparece, isso pode ser útil para iluminar o próprio caminho?

Mas se se manifestar a você algo que é da Sombra, ou que não é da Luz, isso quer dizer unicamente que há esta falha em você, e nada mais.
A partir do momento em que você viver a beatitude, o Samadhi, somente vai se manifestar a você o que estiver em concordância Vibratória com isso.
Ou seja, tudo o que é do domínio oposto à Luz não pode sequer aflorar em sua Consciência.
É uma questão de estabilidade da Vibração, da Luz Vibral em vocês.
O mental vai procurar, até o último momento, afastá-los dessa Verdade.

***

Questão: se fizermos um julgamento e percebermos que esse julgamento nos ilumina em nosso próprio caminho, é certo compartilhar o que aconteceu com essa pessoa?

Certamente não.
Faça-o no silêncio de seu Coração.
Lá situa-se a Verdade.
Você não pode redirecionar uma falta ou um julgamento indo afirmar o inverso.
É sempre um processo do ego.
O verdadeiro perdão está no Coração.
Você não tem que agradecer, senão a vocês mesmos.
É querer a todo custo manter o jogo do ego e da personalidade.

***

Questão: as pessoas que estão aí, estão por acaso ou não?

A partir do momento em que você está sob a Inteligência da Luz, ou a caminho para esta Inteligência da Luz, o acaso não pode existir.
O que quer que aconteça, não se esqueça de que você está ainda em um mundo de ação/reação.
Como poderia haver um acaso em meio à ação/reação ?
Seja qual for.
Tudo o que acontece na personalidade, como no Estado de Ser nesta Dimensão, não pode em caso algum ser fruto do acaso.
Mesmo coisas que vocês diriam que são aleatórias, como os tremores de terra, como as doenças, como um sismo, como um vulcão, não são jamais, jamais, jamais, fruto do acaso.
Há sempre uma lógica, mesmo se ela lhes escapar.
Essa lógica não tem que ser dissecada ou expressa.
Basta vivê-la como uma Verdade, porque ela é Verdade.
A partir desse momento, vocês saem ainda mais da discriminação e do julgamento, vocês se estabelecem cada vez mais em meio ao seu Estado de Ser.
E no seu Estado de Ser, absolutamente tudo o que se refere à sua vida, e a vida, está na harmonia mais total.
Não há nada que não seja justo.

***

Nós não temos mais perguntas. Nós lhe agradecemos.

***

Então, eu lhes desejo bom apetite e lhes digo certamente até breve.


************

Mensagem do Venerável OMRAAM (Aïvanhov) no site francês:
22 de março de 2010

***

Versão do francês: Célia G. – http://leiturasdaluz.blogspot.com

***

Transcrição e edição: Andréa Protzek e Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário