O.M. AÏVANHOV – 5 de julho de 2009

Clique aqui para comentar esta publicação






Meus bem caros amigos, estou extremante contente de reencontrá-los e, para alguns de vocês, de conhecê-los, porque jamais os tinha visto ainda.
Então, se quiserem, eu os acolho nesse lugar, como vocês me acolhem aqui, entre vocês, porque eu venho aí falar-lhes dos Elementos.
É algo extremamente importante e eu tive a oportunidade, na minha vida, de falar muito deles.
Os Quatro Viventes, aqueles a quem chamei de Hayoth Ha Kodesh ou de Querubins correspondem, se quiserem, ao que há de mais próximo do trono do Pai e d’A FONTE.
Então, se quiserem, vamos primeiramente falar um pouco dos números, porque é extremamente importante compreender porque A FONTE é Pai, o Pai é geometria e número, aritmética, isso é muito importante.
O Pai sempre falou aos homens a linguagem da matemática, a linguagem da geometria.
É extremamente importante, a tal ponto que tudo é cifra e tudo é medida nos Universos.
Tudo se expressa através da Vibração ligada aos números, ligada às cifras e ligada à geometria.
Isso é uma coisa muito importante e eu creio, aliás, que o Arcanjo ANAEL, parece-me, expressou-se longamente sobre a Vibração da forma e a Vibração da cor.
A cor, também, é claro, está ligada às cifras e aos números.
Então, em primeiro lugar, a Fonte UNA se mira ela mesma e se duplica no número Dois: FONTE Pai, FONTE Mãe.
Em seguida, intervém o Três.
O Três é o que se poderia chamar de Trindade operadora da Criação ou o Ternário operador da Criação.
E, exatamente depois, vem o Quatro.
O Quatro é o Quatro da Vida.
E o Três e o Quatro dando o Sete, vão ritmar todas as manifestações da Vida.
Isso é muito importante de compreender.
Então, os Quatro Viventes vêm depois do Ternário operador da Criação.
Quatro mais três é igual a sete e, obviamente, há os Sete Arcanjos responsáveis, em todo caso nesse mundo, pela própria Criação dos seus corpos, tal como vocês os habitam hoje.
É importante compreender que todos os seres que passam pela encarnação (mas também nos planos sutis e nos próprios planos da quinta dimensão) são constituídos de proporções variáveis do que se chamam de Elementos.
Aliás, na Astrologia, dão-lhes sempre a parte de Ar, de Fogo, de Terra e de Água que os constituem.
É extremamente importante, porque cada Elemento está diretamente, eu diria, conectado com um movimento da energia e da consciência que é específico.

***


É extremamente importante, porque a integração desses quatro Elementos, o equilíbrio em vocês desses quatro Elementos, permite a constituição de um canal de Luz que vai duplicar o que chamam de Sushumna.
Esse canal de Luz é constituído de partículas elementares de Luz que chamamos de partículas Adamantinas ou também de Agni Devas, os Devas do Fogo.
Os Agni Devas são partículas que estão na origem, se quiserem, do prana.
Tudo o que é constituído, de modo visível e invisível, o é à base dos Agni Devas.
Os Agni Devas são pequenas esferas, muito pequenas, nas quais existe uma haste.
Isso corresponde totalmente à partícula mais elementar que seus cientistas chamam de bósons ou de ultimon, também.
Então, isso não é importante, são palavras.
O que é importante é que o seu canal, que vocês chamam de Sushumna, ou seja, o canal mediano da coluna vertebral, prepara-se para fazê-los viver (pela adição de uma camada suplementar que se denomina Canal do Éter, ligado à agregação dos Agni Devas no nível desse Sushumna) fenômenos migratórios de consciência, inteiramente ou em parte, com ou sem esse corpo, no seu veículo chamado de corpo de Estado de Ser ou de Eternidade.
Eu prefiro, quanto a mim, o termo Corpo de Luz.
É muito mais bonito, não é?
E muito mais compreensível, mas cada um tem seus termos, isso não é importante.
O canal do Éter é a junção dos Quatro Elementos, e não do Fogo, no Sushumna.
Vocês sabem que, nos textos orientais, é dito que o Fogo Serpente da Kundalini, o Fogo do Conhecimento e o Fogo da Terra sobem no interior desse canal para perfurar e abrir as bainhas dos chacras.
Doravante, é outro trabalho que se constitui, quer dizer que não há apenas o Fogo, mas há o conjunto dos Elementos que se casam e que se conjugam para dar um segundo canal ao redor do primeiro canal.
Essa é a constituição que está ligada, também, a tudo o que vocês vivem desde as Efusões da Radiação de MIGUEL e, portanto, dos Casamentos Celestes que verão o resultado a partir, eu diria, do período situado entre 14 e 20 de julho.
Naquele momento, a humanidade jamais será a mesma, porque ela terá associado uma camada suplementar no nível da sua consciência, ligada à revelação dos Quatro Viventes e, portanto, dos Quatro Hayoth Ha Kodesh.
É também o que está inscrito, em linguagem metafórica utilizada na Bíblia, para falar dos Quatro Cavaleiros do Apocalipse.
As trombetas de Jericó vão em breve soar.
Quem soa as trombetas?
São os Sete Arcanjos.
E eles soam as Sete trombetas para anunciar o quê?
Para anunciar o retorno e a mensagem da Virgem, que ocorrerá exatamente após o final da desconstrução ocasionada e produzida pelo Conclave Arcangélico e por MIGUEL.

***


Vocês estão, portanto, entre este período que chega a partir desta noite e até o período do mês de maio do seu próximo ano (portanto, durante aproximadamente um tempo de gestação, ou seja, durante 09 meses), constituindo, de maneira definitiva (e alguns vão constituí-lo mais rápido do que outros, eles serão, de algum modo, os prematuros, não é?), o Corpo de Luz.
Mas, entretanto, é durante este período que a totalidade do seu veículo ascensional será realizada.
Hoje, a Luz d’A FONTE vem a vocês e ela nada tem a fazer se vocês não quiserem tudo isso.
Ela, o que ela quer é que o seu corpo de Eternidade seja o mais luminoso, o mais glorioso possível.
É o que está chegando sobre este planeta.
Então, obviamente, desde algumas semanas (não no início do trabalho de MIGUEL, porque no início era fácil), muitas pessoas sobre a Terra vivem transformações por vezes, eu diria, fatigantes.
Há, efetivamente, a Luz, mas há também a morte de algumas coisas, de algumas relações.
É preciso aceitar.
Isso também faz parte do que MIGUEL e outros definiram como o abandono à Luz, porque, o que lhes será proposto, em substituição ao que morre, será muito mais luminoso e muito mais adaptado ao seu próprio caminho.
Portanto, não olhem para trás, olhem no agora, vivam o que vocês têm que viver e estejam certos de que o que lhes causa sofrimento é para o seu bem.
É a estrita Verdade, para todo o mundo, para cada um de vocês e para o conjunto da humanidade.
Vocês não têm a possibilidade, apesar das energias que vivem, de terem uma visão panorâmica do que está chegando.
Então, através dos fenômenos de sincronia, quando vocês aceitam a Luz, quando vocês aceitam o Ultravioleta, quando vocês aceitam a Presença d’A FONTE em vocês, e do Espírito Santo em vocês, vocês favorecem a emergência e a agregação de novas relações, de novos encontros, muito mais adaptados ao seu novo estado vibratório.
Mesmo no nível profissional, no nível afetivo, no nível social, no próprio nível do que vocês são, é muito importante, aí também, não resistir ao que se instala em vocês.
Não há qualquer Sombra que possa ser responsável por essas mudanças, mesmo se, por momentos, e para alguns de vocês sobre o planeta, isso lhes parecer por vezes doloroso.
É uma grande Alegria que está chegando.
E vocês irão compreender isso muito melhor, depois da Efusão de MIGUEL essa noite.
Muitas coisas aparecer-lhes-ão claramente.
Então, eu creio que, como é do meu costume, vamos abrir um espaço de questionamentos.

***


Questão: há três anos, eu tive queimações no nível da coluna vertebral que subiam até o nariz. Ao que isso correspondia?

Isso corresponde ao despertar da Kundalini, mas em relação com o Fogo, tal como foi descrito nos textos antigos orientais.
Mas, hoje, há apenas o Fogo que sobe na Kundalini e esse Fogo se constitui, propriamente falando, no eixo do veículo ascensional que vocês chamam deMerkabah.
O eixo desse veículo corresponde à duplicação, pelos Agni Devas ou partículas Adamantinas que vêm forrar o exterior deste Sushumna.
Portanto, aqueles que viveram, agora, o despertar da Kundalini e a constituição dos novos corpos há dois anos, vão reviver, novamente, esse processo, mas não unicamente através do Fogo.
É o que será realizado pelas últimas Efusões Micaélicas.
Isso se fará pela subida do Fogo da Kundalini, pela subida da Água, pela subida da Terra e pela subida do Ar.
Isso corresponde a uma Vibração/consciência percebida no conjunto das costas e terminando, efetivamente, no nível do 12º corpo.
Alguns de vocês já vivem isso.
Vocês viveram, MIGUEL chamou isso de símbolo do infinito, que reunia o coração e os 11º/12º corpos.
Existe também uma reunificação da última parte do trajeto, que não está ativada, entre o 12º corpo e um ponto que está situado acima da raiz de implantação dos cabelos, que corresponde à última parte a mais brilhante, eu diria, do processo ascensional que vocês vão viver muito em breve.

***


Questão: quando medito, eu tenho sensações no nível da cimeira do crânio e do ouvido esquerdo. Isso corresponde ao quê?

Isso corresponde à ativação de outro nível, no nível dos chacras superiores e, em particular, da junção entre Sahasrara chacra e Ajna chacra, que permite o estabelecimento, no nível do ouvido esquerdo, do Antakarana, ou seja, da Ponte de Luz que permite a comunicação entre o corpo e a alma, depois entre a alma e o Espírito, que se manifesta no nível dos primeiros Nada, ou seja, no nível do som da alma, por um fenômeno de pressão no nível do ouvido e que termina, depois da passagem por diferentes sons, pela nota Si, pelo Coro dos Anjos e pelo Silêncio.

***


Questão: como se manifesta o som Si?

Um som Si é um som Si, ouvido ou no meio da cabeça, ou no exterior do ouvido.
Mas é um som.
Não é uma visão da mente, não é?
Isso irá se realizar, como disse MIGUEL, progressivamente.
Não é obrigatório aparecer daqui até o final das Núpcias Celestes, mas, por outro lado, isso vai aparecer.
Progressivamente e à medida que vocês se aproximarem do seu veículo multidimensional, vocês irão revelar a presença do Si e desse veículo, de maneira concomitante.
Então, paciência, e tenham confiança na Inteligência da Luz.
É importante.
Isso se instaura, e isso participa, da mesma maneira, da elaboração desse som.
Não há que buscar por uma técnica, há, simplesmente, que viver a Luz e o som irá nascer espontaneamente.
Se não nasceu por enquanto, é que o trabalho de construção não está terminado.
As Núpcias Celestes serão terminadas em breve.
Mas há uma gestação, não é?
E há o seu tempo para realizar isso, não há urgência.

***


Questão: é normal que esse som seja contínuo?

Mas é claro!
Quanto mais contínuo, mais ele assinala o estabelecimento de uma conexão firme e definitiva.
Mas atenção, isso é também uma responsabilidade.
Quer dizer que ouvir esse som Si necessita de conformar-se ao que a vida lhe envia.
Porque a alma dirige, naquele momento, totalmente, a sua personalidade.
E é preciso não entrar em resistência.
E o que vocês chamam de perda, nesse caso, é liberação.

***


Questão: eu me vi um pouco maior do que eu sou, mas como se meu corpo fosse luminoso, um pouco maior. É isso o que é chamado de veículo de Luz?

É isso.
É um veículo de Luz de quinta dimensão.
A percepção é diferente de acordo com o grau de aproximação, mas também diferente de acordo com o nível que você penetrou e, disso, MIGUEL falou, eu creio.
Seja um veículo de Luz, seja um veículo de cristal, seja um veículo de diamante e sejam, ainda, outros veículos, mas a maior parte, efetivamente, é de veículos de Luz.

***


Não temos mais perguntas. Agradecemos.

***


Então, caros amigos, eu lhes trago todas as minhas Bênçãos, todo o meu Amor e todos os meus agradecimentos.
Eu lhes agradeço por terem rido de bom coração, isso é muito importante.
Vou dizer-lhes até breve, mas creio que, essa noite, eu vou me dar prazer com o meu bilhete de Melquizedeque: vou me convidar para a Efusão de MIGUEL, porque é muito agradável.
Isso não quer dizer que eu vou falar, hein!
Mas essa noite haverá MARIA, e haverá muita gente.
Então, eu lhes digo, de maneira silenciosa e vibratória, até à noite.
Passem bem.
Até breve.



************


Mensagem do Venerável OMRAAM (Aïvanhov) no site francês:
05 de julho de 2009

***


Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com
Postado por Célia G..

***


Transcrição e edição: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário