ANAEL - 09 de julho de 2009 - Retransmissão do Conclave - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Intervenção do Arcanjo da Relação e do Amor -



Eu sou ANAEL, Arcanjo, e eu vou servir, hoje, de elo entre vocês e o Conclave, o que significa que as respostas serão elaboradas integralmente pelo nosso Conclave (Conclave Arcangélico).

Assim, almas humanas em peregrinação em meio a este mundo da superfície, eu serei grato a vocês por realmente expressarem as perguntas situando-se em relação ao seu desenvolvimento, à sua espiritualidade, ao seu Espírito mais elevado.

Nós decidimos, enquanto Conclave, revelar em meio à sua humanidade, além da nossa esfera de Radiação, além da nossa esfera de Vibração, e do trabalho que nos foi distribuído pela A FONTE, revelar uma série de elementos referentes à humanidade que, até agora, estavam ocultos, porque a época não havia chegado, porque não era o momento.
Mas, pelo impulso d'A FONTE, tornou-se desejável, hoje, que alguns segredos que estavam ocultos sejam revelados na sua Essência, não para fazer o seu intelecto funcionar, mas para fazer viver em você, no seu Coração, a sua Eternidade, a Verdade do que será dito.

Eu transmito o agradecimento do Conclave e estamos agora escutando.
***

Pergunta: como superar a minha raiva perante A FONTE , em particular perante a minha polaridade feminina?
A FONTE se revela a você enquanto imagem, enquanto espelho, assim que Ela iluminar em você as zonas de sombras, aquelas que haviam sido, até agora, deixadas de lado, afastadas, no sentido exato, da Luz que você é.

A Luz vem, então, iluminar, pela sua Radiação, pela sua Presença, e pelas suas palavras que são Verbo, o que deve ser, em você e em cada um de vocês, transcendido e irradiado pelo Amor, pela conjunção da imagem projetada que vocês tinham d'A FONTE em meio mesmo à sua Eternidade.

O que alguns de vocês sentem, hoje, é
 a distância existente entre A FONTE e vocês, distância que os convida para ser preenchida, da melhor forma e o mais breve possível, a fim de viver a reconexão total.
Então, muitas coisas devem ser transcendidas e iluminadas.

Isso pode se expressar, para a alma humana encarnada em meio a esta densidade, em raivas, rejeições, bloqueios do corpo.
Existe uma série de resistências que participam da sua resistência ao ‘abandono’.

Elas são aquelas que estão se manifestando, para alguns de vocês, hoje.
Não precisam se preocupar.

Há, simplesmente, que observar isso como um observador, com tranquilidade, com serenidade e deixar agir, no sentido correto, A FONTE, em vocês.

Não se esqueçam de que
 Ela vem se reunir a vocês, de que Ela vem libertá-los do peso e da densidade.
Então, como Ela mesma disse, acolham, mesmo se vocês não forem capazes de discernir a forma, quando Ela chegar, em meio a este mundo manifestado.
Acolham, na Vibração e nas palavras, a fim de cobrir a distância que os separa.

Isso ocorre de imediato e no instante.

Não se preocupem com os fenômenos dolorosos de resistência que se manifestam.
É assim que vocês fazem desaparecer a distância entre vocês e A FONTE.
***

Pergunta: eu sempre reivindiquei momentos de solidão, de isolamento e, aí, cercado por outras pessoas, eu me sinto eu mesmo e não preciso desses espaços de solidão. Seria possível me esclarecer sobre isto que eu vivo?
O espaço de Radiação do Coração é sonho e evolução, trata-se, propriamente falando, de uma revolução.

Esta revolução consiste em tomar consciência, através da demonstração d'A FONTE e das diferentes Radiações Arcangélicas, e de outras, do que estava separado em vocês.

O fato de preferir o isolamento ou de preferir o grupo são somente duas versões e duas faces da mesma realidade.
Contudo, o jogo de inspirar e expirar, o jogo da dualidade, os fez acreditar e aderir ao fato de que estar sozinho era melhor do que o fato de estar em grupo, ou o inverso.

A FONTE, ao eliminar a distância entre vocês e Ela, permite-lhes conscientizar-se de que A FONTE não pode viver no isolamento.
A FONTE está em vocês, Ela participa e procede na sua vida encarnada, da sua alma, e do seu Espírito.

Em um momento da sua evolução vocês se separaram d'Ela e vocês sentiram a solidão, o isolamento.

Então, nesta solidão e neste isolamento, vocês se recolheram ao seu ser interior, outros se dispersaram na manifestação, a fim de procurar pela A FONTE.

E A FONTE não estava nem dentro nem fora, Ela estava dentro e fora ao mesmo tempo, é isso que vocês percebem, agora, na Verdade, na Essência, na Radiação e na Alegria.
A raiva, a vibração da raiva, que pode se expressar dentro de vocês, está ligada à incompreensão da alma de que havia separação, enquanto que vocês mesmos estavam separados.
***

Pergunta: toda vez que eu me aproximo da Luz da Verdade e que eu me sinto alinhado, eu perco este alinhamento. Como mantê-lo?
A vida, a experiência na encarnação, é, até certo nível, o vai e vem, o inspirar/expirar, a dualidade/unidade.
Assim segue a vida, de experiência em experiência, até vocês compreenderem que não há diferença entre a unidade e a dualidade, porque vocês são a vida e vocês são A FONTE.

Ao integrar o conceito de distância, em meio à Unificação da sua vida, em meio à Unificação das suas danças, vocês realizam isso.
Naquele momento, vocês percebem que vocês são o movimento e o eixo do movimento.
Vocês são o movimento e o eixo da imobilidade.
Perceber isso é integrar, em vocês, A FONTE, porque vocês se tornam A FONTE.

Naquele momento, não há mais necessidade de expressar a dualidade porque vocês são o conjunto dos potenciais e o conjunto das manifestações.
Então, a Alegria se revela em vocês e os faz realizar a noção de Presença, de Verdade, de Unidade, sejam quais forem os instantes que vocês viverem.

Somente alguns jogos, que ainda existem na sua sociedade, nos seus modelos sociais, nos seus modelos emocionais e familiares, podem fazê-los acreditar que vocês saíram deste estado, mas, ainda assim, não pode ser uma questão de sair de um estado.
A partir do momento em que vocês entram na Unidade, vocês não podem sair da Unidade.

A Unidade real é aquela que vai se estabelecer em vocês de modo
 permanente.

A FONTE, estando em vocês, Ela responde instantaneamente aos seus pedidos, contanto que os seus pedidos não sejam pedidos de divisão, de separação, contanto que esses pedidos estejam de acordo com a Promessa e o Juramento realizado, que acontece atualmente na Terra, do seu retorno à Unidade.
Esta é a Verdade.
***

Pergunta: eu sinto muito forte as emoções das outras pessoas. Por quê?
Sentir a emoção do outro é se situar no nível da consciência, no nível da emoção do outro.
Se você se colocar no seu Coração, não haverá mais espaço para a emoção, sua e de outra pessoa.

Então, consequentemente, através dessa percepção externa a você, é dada a possibilidade de compreender que, enquanto você perceber esta distância que você chama de emoção do outro, isso não é a coincidência do coração.

A coincidência do coração não se importa com a emoção manifestada pelo outro, porque ela não a vê, ela não a sente, ela não a percebe e nem é afetada.
Ao Ser, naquele momento, a imagem de si mesmo, refletida no coração e na Unidade, não pode ali haver distância.

A emoção do outro é a distância em relação à sua emoção.

A sua emoção é aquela que foi retida pela não aceitação e não integração no espaço do coração.

Então, é bom mudar o ponto de vista: o ponto de vista da emoção deve ser colocado na emoção do coração.

A emoção do coração é aquela que permite impulsionar a Alegria e manifestá-la em meio à manifestação d'A FONTE, em você.

A emoção do outro não tem espaço algum porque a emoção do outro é ilusão, tanto para você como para ele.Ao irradiar A FONTE e ao irradiar a Luz, você transcende a sua emoção e a emoção do outro.

Este é o caminho e o retorno para a Unidade.
***

Pergunta: eu sinto A FONTE como um canto permanente, mas ainda sob a forma de um sussurro. Como amplificar isso?
Aproximando-se do Ser.
O Ser é som.
O Ser é permanente.

Centrando-se na
 imanência do seu Ser, você estabelece a permanência d'Ele e não a sua.
Isso só pode se estabelecer no silêncio.

No momento em que houver um questionamento em relação ao murmúrio sentido e discernido, o murmúrio vai embora.

A FONTE só pode se manifestar no instante e independentemente de qualquer questionamento.

Até as palavras pronunciadas pela A FONTE só o são para despertar em você a ressonância e o espelho.

Assim, quando o espelho se confundir totalmente com a imagem, quando não houver mais uma distância entre o espelho e a imagem, então,
 você Vibra em uníssono com A FONTE, porque você se torna A FONTE.

Nesse momento, o som preenche você, e o som também se torna silêncio.

É um silêncio que não é silencioso: o silêncio da Presença, o silêncio da Eternidade.

Isso se realiza, isso está a caminho, isso está chegando para você.
Então, paciência.
***
Pergunta: a meditação no bosque é muito fácil e eu obtenho a Alegria, condição que não chego a reproduzir no interior. Como encontrar isso em todos os espaços?
A um certo grau de ‘ponto de vista’, isto é verdade, mas no nível d'A FONTE e da Essência, isso é completamente falso.

De fato, isso assinala que você é dependente das circunstâncias para encontrar a sua Essência.

Ora, a Essência não depende das circunstâncias.

Nisso, há um ponto de vista a ser mudado: a elevação acima das contingências associadas a lugares.
A FONTE está por toda a parte.

A FONTE está até em elementos que você chamaria de negativos.

Você define a distância a partir do momento em que você se encontrar em um ambiente que você qualifica como hostil.

É na hostilidade que A FONTE deve se revelar, isso contribui para eliminar as resistências.

É importante, hoje, através do contato que A FONTE lhe oferece (da Unificação e do Retorno), compreender que os obstáculos ligados às contingências de tempo, ligados às contingências de espaço, existem, em última análise, apenas nos seus próprios campos de experiência.

Esse campo de experiência limitado, que vocês desejaram e experimentaram, ainda está ativo em vocês, e quanto mais vocês se identificarem com A FONTE, menos vocês serão absorvidos pelas circunstâncias externas.
Depois, vocês não vão criar mais distância entre o interior e o exterior, quanto mais vocês alcançarem o estado de Unidade d'A FONTE.

Então, evidentemente, se um exercício ou protocolo os remeter a tal lugar, ou a outro lugar, é porque são esses espaços que os põem em ressonância e que lhes permitem eliminar a distância.

Entretanto, em última análise, cabe a vocês perceberem que A FONTE está no Todo e por toda a parte, e não somente nos locais de paz, nos locais onde há ressonância, atração e afinidade, mas também em locais de dissonância.

Quando vocês tiverem percebido isso, vocês irão entender que,
 seja qual for o tumulto do mundo, seja qual for a negatividade do seu ponto de vista sobre o tumulto do mundo, não pode haver distância entre vocês e a realidade.
***

Pergunta: eu percebo o ambiente, as pessoas, como o cenário de um jogo para me trazer de volta à Unidade. Isto é uma ilusão ou é realidade?
Não há nada mais real do que a ilusão.
Não há nada mais ilusório do que o real.
A ilusão e o real apenas estão associados a um ponto de vista.
Os dois estão perfeitamente corretos, tudo depende do local do observador e da observação.

O jogo d'A FONTE, a Presença e a Radiação d'A FONTE põem em vocês a Unidade das duas polaridades.
Dessa maneira, penetrar o real d'A FONTE pode fazê-los conceber o ambiente como ilusório.

Este mundo é ilusão, mas este mundo é real.

Ele é real no sentido da densidade e da dificuldade que ele provoca e que ele acarreta no nível da sua alma.
Esta dificuldade é a origem da Luz.

Pelo ‘princípio de resistência, de oposição e de confrontação’, pela resistência, por ser denso, por ser pesado, por ser mau, o bem e a Luz eclodem.

Deste modo, então,
 o que é ilusório e o que é real, participam da mesma Verdade.

Evidentemente, a integração em meio à ilusão do que vocês vivem, por uma Verdade maior (que é a da sua alma e do seu Espírito), ocorre em vocês, a um dado momento, e em meio ao Si realizado na Presença d'A FONTE.

Não há nem ilusão, nem Verdade porque
 tudo participa d'A FONTE.

Não há, então, mais distância nem distanciamento possível entre a ilusão e o real porque tudo participa do mesmo plano, do mesmo projeto e, sobretudo, da mesma Vibração, em diferentes estágios de densidade.
Vocês não podem rejeitar a vida, seja ela qual for, vocês não podem rejeitar a experiência, seja ela qual for, mas convém a vocês integrá-la em meio à Unidade porque a resolução, o espaço da resolução, está localizado unicamente nesse nível e em nenhum outro lugar.
***

Pergunta: como estar mais de acordo em ser o que eu sou?
Para isso é preciso mudar de direção, a direção que o leva a algum lugar não significa dirigir-se para você.Voltar-se para si mesmo, fazer silêncio e escutar, não ouvir o que diz a sua cabeça, mas ouvir o que diz o seu coração.

Querer ouvir o que diz o coração já é um primeiro passo da vontade para o espaço do coração.Não há Verdade senão no coração.
A Verdade lhe mostra as direções e as possibilidades.

A Verdade no coração é independente das suas escolhas conscientes, das suas atrações e das suas repulsões.

O que deve dominar em você não é a atração e a repulsão, o que lhe dá prazer, o que não lhe dá prazer, mas, sim, o que é ditado pelo coração.

Então,
 aceitar o que é ditado pelo Coração é fazer calar o ego, é fazer calar a ilusão do si, é aceitar, é aquiescer à FONTE em você.

Isto não pode ser definido pelo mental porque o mental ainda tenta dar a volta e retornar pelos mesmos pontos e passar de novo, constantemente, pelas mesmas ilusões e pelos mesmos sofrimentos, de uma maneira inexorável, até você decidir
 impor a direção, não mais indo para alguma coisa, mas indo para você.
Ir para você significa ir para A FONTE.
Isso requer silêncio, isso requer ausência de direção e retorno ao Centro.
Não pode ser de outra forma.
***

Pergunta: quando eu me conecto com A FONTE, eu sinto muito Amor, muita Alegria, mas nada mais.
O problema está aí.
Não há nada mais para obter.
Tudo se conclui no Amor e na Alegria.
Deixe o Amor e a Alegria atuarem em você e a sua vida irá mudar.
Isso não pode mudar de outra forma.
***

Pergunta: é meio-dia, está na nossa hora, na hora da efusão...

...que vamos retransmitir.

Eu termino então a minha intervenção, e a intervenção do Conclave, regando-os e pedindo, então, para vocês se voltarem ao seu espaço interior, a fim de manter a Vibração que, agora, está chegando a vocês.

Eu lhes transmito o agradecimento do Conclave e lhes transmito, agora, a Radiância, na sua totalidade...


... Efusão de energia ...
************
Mensagem do Bem-Amado ARCANJO ANAEL no site francês:
09 de julho de 2009
***
Postado e traduzido pelo Blog SINTESE em 08 de agosto de 2009.
***
Transcrição e edição: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário