O.M. AÏVANHOV – 3 de janeiro de 2009

Clique aqui para comentar esta publicação




DO SITE AUTRES DIMENSIONS

E bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los e eu sou o primeiro a vir, do outro lado, desejar-lhes um bom ano, se pode-se dizer.

Então, estou extremamente entusiasmado, ainda que a palavra «bom ano» seja um pouco exagerada, eu diria, em relação ao que os espera, a todos, e toda a Terra.

Vocês estão, como sabem, no ano do acordar e no ano que foi qualificado de despertar.

Então, despertar quer dizer o que?
Não é unicamente o despertar em relação à Luz.
É também o despertar de suas ilusões perdidas, é quando as pessoas vão se aperceber, de maneira geral, que a humanidade em sua totalidade foi enganada, ludibriada, escarnecida e conduzida, como vocês dizem, no barco.

Então, obviamente, para as pessoas que não têm a abertura espiritual necessária, isso vai se traduzir em coisas que são da ordem, como vocês chamam isso?..., dos motins, dos estados insurrecionais.
Vocês viverão isso tão rapidamente como o fogo se põe na palha, isso vai se abrasar extremamente rapidamente.
Então, essas são as circunstâncias exteriores.

As circunstâncias interiores vão, elas, conduzi-los para cada vez mais lucidez, cada vez mais compreensão, cada vez mais, também, se seu caminho é da Luz, aceitação sobre o que lhes é pedido em suas vidas para irem no sentido da Luz e não no sentido de suas vidas materiais, pessoais.

Então, por vezes, o despertar lhes faz um pouco mal, mas não é grave.

Enquanto grupos inteiros se rasgam, outros procuram encontrar a paz e a solução para o que é o problema que vai encontrar a Terra.

Vocês devem, custe o que custar, estar à escuta de seu ser interior, para, nesta agitação que é o ano do despertar, situarem-se nas linhas de menor resistência, ou seja, linhas em que vocês aceitam ir no sentido que deseja a Luz para vocês (que é sempre para seu bem, ainda que aquilo lhes pareça contrário aos seus interesses pessoais), seja em relação às suas situações ao nível profissional, ao nível afetivo, ao nível de suas atividades e ao nível do ajuntamento de certos tipos de energias.
Aí está.

É um ano que vai ser muito rico, quer dizer que, como eu digo todos os anos em que retorno, vocês constatam os elementos que se desencadeiam em todos os sentidos.
Isso será particularmente verdadeiro este ano, pelo que elementos exteriores aos elementos terrestres propriamente ditos virão interferir com esta realidade.

Quero falar de energias que nada mais têm a ver com os quatro elementos, mas que, entretanto, provocarão reações extremamente violentas nos seus seres interiores, mas também no ser planetário que é a Terra.

A Terra responde à pressão energética, cósmica, por uma vontade de ascensão.
A ascensão necessita, vocês sabem, separar-se de algumas inclinações para o peso, para o medo e para tudo o que é contrário à evolução da Luz.

Tudo isso vocês viverão no interior, no exterior.
É um ano, eu repito, que eu qualificaria de essencial.

É essencial porque vai pô-los frente à realidade, à verdadeira verdade.
Ali não há melhor guia que seu ser interior, que o silêncio interior e seu mestre interior para guiá-los num período, em suma, bastante perturbado para o conjunto do planeta e para o conjunto dos indivíduos sobre este planeta.

Aí está, caros amigos, desejo trazer-lhes sempre que possível o máximo de lucidez, de Luz, de tranquilidade em relação ao que, agora, está entre vocês.

Então, se vocês têm perguntas precisas eu gostaria, como de hábito, interagir com vocês para tentar iluminar um pouco esse caminho.

Questão: você tem preconizações para esse início de ano?

Eu aconselharia, ao mesmo tempo em que são, esperar ver a tonalidade dos dias que vêm, eu diria, as algumas semanas que vêm, em especial até ao fim de seu mês de fevereiro, banharem-se das energias Luz que lhes chegam sobre Terra.
Banharem-se também das reações que não são sempre luminosas sobre Terra, mas também em vocês.

Em função do desenrolar do que acontece no interior de vocês, mas também sobre o planeta, daqui até fevereiro vocês terão cada vez mais lucidez sobre o que têm a fazer, como fazê-lo e como realizá-lo.

O período de janeiro e fevereiro é um período em que é necessário encontrar a estabilidade, porque o que vai acontecer será extremamente desestabilizador.
O importante é o instante.
Focalizem-se sobre o que acontece no instante, em vocês, sobretudo durante esses dois meses.
 
O tempo da ação virá bastante cedo, tranquilizem-se.

Questão: por que tantas pessoas sentem cansaço, à tarde?

Então, é ligado, por um lado, à descida das energias cósmicas que há, mas também a preparações a fenômenos energéticos chamados «transição» que precede, de maneira imediata, a ascensão.

Questão: como preparar-se o melhor possível, além do fato de facilitar a recepção?

Há apenas isso a fazer.

Alguns começam a vivê-lo, outros o viverão de maneira episódica, alguns dias, e outros estão ainda mais distantes, eles caem, eu diria, inanimados, durante alguns momentos.
Isso começou.

Isso corresponde a um processo de início de ascensão.
Vocês se extraem, pouco a pouco, por patamares (em alguns momentos para outros e outros, de maneira permanente) deste estado dimensional no qual vocês viveram.

E quanto mais penetrarem neste estado de transição ou estado que chamam também a estase, fenômeno em que tudo para.
São preparações.

E durante esta preparação como que em outros lugares, como desconectados do quotidiano que fazia seus dias.
Vocês estão num outro estado.
Não haverá, em breve, outra alternativa, de qualquer modo.

Vocês têm apenas a considerar que é o Espírito que bate à sua porta.
É sua alma que pede, ela mesma, esse processo de elevação, de ascensão.

Como eu já disse em numerosas reprises, focalizem-se na Luz e nada mais.

Aconselho-os, aliás, a todos e a cada um, que encontrem momentos de silêncio interior e de solidão, ainda que não sejam muito longos.
Então, no momento em que vocês sentem esta energia chegar, retirem-se do grupo no qual estão para viverem solitariamente este estado energético que é extremamente importante integrar em si para, após, irradiá-lo sobre o conjunto dos outros.  

Questão: como vai viver-se a transição das terceira e quinta dimensões nos anos que vêm?

Isso é extremamente diferente.
Há vários grupos de seres.

Há seres que vão transitar e que vão ascensionar e fazer desaparecer o corpo, diante de seus olhos, desta terceira dimensão.

Outros estarão mais ou menos confusos, com uma espécie de defasagem.

E outros, enfim, (infelizmente para eles porque é muito duro) serão missionados para aquilo, para participarem ao mesmo tempo da quinta dimensão e ao mesmo tempo da terceira dimensão, com todas as tensões energéticas que isso provoca.
Esperamos ter o máximo de seres capazes de viver isso, porque temos necessidade de ajuda ao nível vibratório e de apoios encarnados nesta terceira dimensão.

Questão: como gerir o melhor possível estas tensões?

Evitando essas tensões, se vocês se beneficiam de momentos de solidão interior, de recepção energética.

Então, posso, sem demasiado me enganar, dizer-lhes que o período de efusão máxima energética vai situar-se entre 16h30 e 17h30 para as semanas que vêm até fim de fevereiro.
Há também outro período que vocês poderão também aproveitar (se, contudo não estão adormecidos), que será à noite, a partir de 23h, durante uma hora mais ou menos, cada vez.
São momentos energéticos ou momentos cinéticos específicos que são retransmitidos pelos planetas.

Questão: qual diferença você faz entre «meditar» e «ir para a interioridade»?

Ir para interioridade seria a meditação final, ou seja, aquela que está sem objetivo.
É o silêncio total.
A meditação pode ser ativa ou passiva, mas mesmo a meditação passiva é ativa, porque define um objetivo.

Aí é questão, simplesmente, de acolher a energia.

Então, talvez, para alguns, será uma meditação.
Pode ser que, para outros, será uma revolução.
Para outros, será talvez um fenômeno de paz ou ainda outras manifestações energéticas que ocorrem no interior do corpo ou da consciência.

Questão: como aliviar as dores de cabeça provocadas por essas descidas de energia?

Há várias técnicas, instrumentos, digamos, que lhes permitirão talvez estarem mais no acolhimento da energia, se vocês têm dificuldade para sentir-la ou para integrá-la.

A primeira coisa é de início uma forma de meditação antes de acolher.
É, por exemplo, visualizar a rosa, a rosa magenta, uma cor que corresponde à energia do coração.

Vocês podem também, quando sentem esta pressão que desce em vocês, conduzir esta energia, pela consciência, ao nível do coração.
Pode também, quando ela chegou ao coração, fazê-la descer mais abaixo, ancorá-la ao nível do sacrum (primeiro chacra), para que ela volte a subir em seguida ao coração.

Tudo depende de seu nível de estabilização, mas vocês pode também deixar fazer a energia.
Se vocês partem no sono ou no sonho, então, deixem fazer.
Isso se fará ainda melhor sem vocês.

Questão: você falou de acontecimentos não ligados aos elementos. O que é?

São ligados à irradiação cósmica, ou seja, ligados ao mesmo tempo à Luz e são partículas carregadas de informações, cuja propriedade essencial é destrancar, no conjunto da humanidade e formas de vida, mas também do planeta, códigos de acesso precisos à quinta dimensão.
São energias que não pertencem aos elementos, ainda que possam provocar reações ao nível dos elementos bastante violentas.

Questão: isso corresponde ao éter?

É exatamente isso.

Questão: por que tantas pessoas têm problemas de respiração?

A sufocação, que talvez alguns de vocês sentem, é ligada a uma modificação do que vocês respiram.

Questão: quer dizer o éter?

Perfeitamente.

Questão: isso explica também como um retardo do coração?

Perfeitamente.

Não temos mais perguntas. Agradecemos.

Então, caros amigos, ainda uma vez eu me regozijo por ter-lhes falado.

Recebam todas as minhas bênçãos.

Eu lhes digo até breve e vou deixar o lugar (mais que a palavra, porque creio que ele tem muito a dizer, mas, mais, a fazê-los viver) ao venerado RAM.

E eu, eu lhes digo bênção, amor, paz, saudações fraternais e até breve.

_____________________

Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário