MA ANANDA MOYI - 19 de junho de 2008 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Intervenção da Estrela AL - 

“Não há obstáculo para a realidade do Amor que vocês são. Não há freio para a realidade da Luz que vocês são. Há apenas crenças errôneas.”



Meus bem-amados, eu sou aquela que, em sua vida, foi chamada de MA ANANDA MOYI.
Eu venho apresentar-lhes todas as minhas bênçãos, todo o meu Amor e dizer e reiterar em qual ponto a Essência de seu ser é Amor e Luz que, fora dessa realidade, todo o resto é apenas ilusão.
A diferença que existe entre vocês, o que eu sou e o que vocês ainda não são, é tão fina como um papel de cigarro, que é devido ao não reconhecimento dessa verdade essencial de seu Amor e de sua Luz.
Os apegos, as experiências que animam sua vida são, por vezes, efetivamente, difíceis de superar, difíceis de transcender.
Isso é apenas uma ilusão a mais.
Seu Espírito foi tão habituado a viver nesse estado de separação, nesse estado de sofrimento, que lhes é difícil conceber a proximidade do estado de Amor e do estado de Luz e, no entanto, meus filhos, não há qualquer distância senão aquela que vocês creem que existe.
São suas crenças que os mantêm na ilusão, que os mantêm nessa noção de distância que não existe.

Certamente, em determinados momentos da experiência de suas vidas, vocês escolheram jogar o jogo da separação, jogar o jogo do afastamento, mas é apenas um jogo.
A Luz é onipresente.
Se a Luz não estivesse aí, simplesmente não haveria vida, não haveria experiências também.
Assim, mesmo no estado de desconhecimento ou de distância que vocês colocam entre suas vidas e a Luz, não há, aí, qualquer distância, exceto aquela que seu mental coloca e a ilusão que vocês mesmos criaram.
O Amor é uma evidência.
O amor é uma realidade, e a única Verdade.

***

Meus bem-amados, o que podem as palavras?
O que podem as frases?
Nada, para fazê-los aproximar-se dessa realidade.
As palavras não dão suficientemente conta da realidade de sua Luz.
Não existe frase, não existem palavras que possam queimar a folha de papel do cigarro, que é uma distância insignificante entre o que vocês creem e a realidade.
As palavras são uma forma extremamente limitada de comunicação.
A Luz e o Amor não estão nas palavras.
A Luz e o Amor são um estado, e um estado não tem necessidade de palavras.
A partir do momento em que houver palavras, vocês saem do estado.
A partir do momento em que houver frase, vocês se afastam do estado.
E, no entanto, meus bem-amados, eu realmente sou obrigada a comunicar-lhes, por palavras, o incomunicável, o insondável, porque a Verdade passa das palavras, o Amor passa das palavras, a Luz passa das palavras.
Nesse estado de Ser, nesse estado de Amor, nesse estado de Luz não há distância, não há necessidade de palavras, há apenas o estado de Ser, o estado de Alegria interior.
Se vocês soubessem como essa Alegria Interior – que, para alguns de vocês, parece tão distante, tão inacessível – está, no entanto, tão próxima, está aí, no interior de seu ser, pedindo apenas para eclodir, apenas para inundá-los de sua Graça!
É extremamente difícil ou, até mesmo, impossível, compreender isso, porque a compreensão passa, justamente, pela ferramenta que os afasta desse estado, ou seja, seu mental, seus apegos, seus sofrimentos.
O estado de Alegria, o estado de Amor é um estado que nada tem a ver com palavras, que nada tem a ver com explicações, que nada tem a ver com o que não é ele mesmo.
O Amor, a Alegria, é algo que se basta por si só.
Então, vocês põem, frequentemente, uma distância considerável entre a Alegria, o Amor, de um lado, e o que vocês vivem, do outro lado.
Vocês não perceberam que não há qualquer distância, que esse estado, esse Amor, essa Luz, esteve presente, de toda a Eternidade.
Cabe a vocês, independentemente do que tenha sido dito pelo Arcanjo que se manifestou, buscar essa Luz.
A busca não quer dizer ir para fora, mas ir para o interior buscá-la.
A busca da Luz, do Amor, é um ato interior.
Lembrem-se de que o Amor é um estado, a Luz é um estado que nada tem a ver com palavras, com técnicas.
As técnicas são apenas ilusões que certamente têm sua utilidade em um dado momento no caminho, que serão bem sucedidas, em alguns casos, para silenciar o que impede a Luz de ser, silenciar o mental, silenciar as emoções.
Nada há para buscar, uma vez que tudo sempre esteve aí, que a distância que vocês creem ser uma separação não o é.
A Luz, o Amor, são sua Essência.

***

O Amor, a Luz, são sua totalidade de experiências, sua totalidade de vida.
Essa Luz está aí, ela sempre esteve aí.
Esse Amor está aí, ele pede apenas para se expandir, para irradiar, a fim de permitir ao que vocês chamam de «outros», seus irmãos e suas irmãs, reconhecerem-se nessa Luz.
Todas as Luzes são idênticas, todas elas remetem à mesma Luz, partícula da Eternidade.
Luz, Essência, difratada e refratada ao infinito, em uma infinidade de experiências de Luz e Amor.
Cabe a vocês, hoje, fundir sua Luz, seu Amor consigo mesmos, identificar-se, totalmente, com o que vocês são.
E o que vocês são é, seguramente, Luz, Amor.
Isso não necessita de esforços, mas, muito pelo contrário, de um repouso, um repouso de seus pensamentos, um repouso de suas atividades incessantes.
Aproveitem o tempo para se perguntar, aproveitem o tempo para se ouvir, aproveitem o tempo, enfim, para irradiar a Luz que vocês são.
O Amor e a Luz que vocês são, são puros e sem manchas.
Não há qualquer imperfeição.
Não há qualquer véu, senão aquele em que vocês creem, que obscurece a Luz que vocês são.
De todos os tempos, de toda a Eternidade, jamais existiu outra verdade além da Luz e do Amor.
Certamente, como lhes disse o Arcanjo, há momentos privilegiados que permitem, de maneira individual, mas também coletiva, fundir diferentes etapas e diferentes estágios da Luz e do Amor que, no entanto, é único.
Cabe a vocês, hoje, despertar a Luz e o Amor que vocês são.
Só as ilusões, as suas e aquelas daqueles que querem controlar, por ilusão, suas ilusões, impediram-nos, até agora, de revelar o Amor e a Luz que vocês são.
Vocês são, todos vocês, responsáveis.
Vocês são, todos vocês, culpados e, no entanto, ninguém é culpado, ninguém é responsável.
Trata-se apenas de ilusões que foram construídas.

***

Bem-amados filhos, a Luz que os anima é a mesma que aquela que me animou em minha vida, que aquela que me anima hoje, em mundos diferentes e ainda vivos.
É tempo, agora, de despertar o que vocês são.
Fazendo isso, vocês trabalham para o conjunto de seus irmãos e suas irmãs.
Dirigindo-se ao essencial que é sua Luz e o Amor que vocês são, vocês prestam serviço a toda a humanidade.
Cultivando, deixando florescer o Amor que vocês são, vocês permitem a uma multidão de seres humanos cultivar o Amor que são eles mesmos.

***

Não há obstáculo para a realidade do Amor que vocês são.
Não há freio para a realidade da Luz que vocês são.
Há apenas crenças errôneas.
Se seu corpo estiver pesado, se seu corpo de materialidade existir, é porque vocês acreditaram-no possível: ainda uma vez, um sistema de crenças que se materializou.
Vocês devem crer e viver a Luz que vocês são.
Vocês devem crer e viver o Amor que vocês são.
Nós temos necessidade de sua Luz, temos necessidade de seu Amor, seus irmãos e suas irmãs têm necessidade de sua Luz e de seu Amor.
É a única nutrição, a única necessidade que todos vocês têm, uns aos outros, que todos nós temos, de nosso lado, uns aos outros.
Se os universos de almas criadas abandonassem suas crenças e revelassem seu Amor, não existiria mais senão um oceano de Amor que se basta a si mesmo.
O Amor e a Luz geram-se permanentemente.
A única realidade, o único caminho, o único objetivo é o Amor e a Luz.
Todo o resto são apenas crenças equivocadas em um nível ou outro de manifestação, em um nível ou outro de distanciamento.
Vocês estão, hoje, no momento em que a humanidade tem a liberdade de refutar certas crenças.
As crenças, quaisquer que sejam, são apenas freios à sua realidade de Luz, à sua realidade de Amor.
A partir do momento em que vocês constroem crenças, vocês constroem muros que fecham seu Amor no interior de si e o obstruem.
Vocês devem liberar-se de todas as crenças, a fim de ter acesso à sua Essência.
Mesmo suas certezas mais ancoradas são apenas crenças.
Seu próprio corpo, esse corpo através do qual eu me exprimo, é apenas uma crença entre tantas outras.
A Verdade é completamente outra.
A Verdade não é uma crença.
A Verdade é Amor.
A Verdade é Luz.

***

Aí estão, meus bem-amados, as palavras que eu pude encontrar esta noite, para dirigir-me não ao seu ser, mas ao seu coração.
Não haverá, esta noite, no que me concerne, espaço para questões.
Eu deixarei isso, esta noite, ao último interveniente.
Meus bem-amados, Amor, recebam o meu Amor, do mesmo modo que eu recebo o seu Amor, do mesmo modo que não há distância entre o meu Amor e o seu Amor, porque nós fazemos parte do mesmo Amor.
Sejam abençoados.
Eu os amo.
Vocês são a Luz do Mundo.


************

Mensagem da Amada MA ANANDA MOYI no site francês:
19 de junho de 2008

***

Versão do francês por Célia G.

***

Transcrição e edição: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário