MA ANANDA MOYI - 31 de maio de 2008 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- Intervenção da Estrela AL -



Eu sou MA, aquela que encarnou há pouco tempo sob o nome de MA ANANDA MOYI.
Eu venho a vocês a fim de transmitir-lhes o Amor de uma Mãe, o Amor que, durante sua vida, encarnou a totalidade da energia feminina, em sua polaridade Divina.
Bem-amados filhos da Luz, eu venho, nestes momentos, trazer-lhes um suplemento de coração, um passo importante para ir em direção a vocês, a fim de ajuda-los neste caminho de peregrinações que é seu, a fim de ir para o essencial.
O essencial sendo seu Céu, seu coração, reencontrar a Divindade que vocês são e que vocês nunca deixaram de ser e que, no entanto, as vicissitudes da encarnação algumas vezes afastaram com suas preocupações.
Vocês nasceram absolutos e vocês são, a cada minuto de sua vida, absolutos.
A cada minuto de sua vida a Luz inunda seu coração, suas células, mas sua consciência não está voltada para esta realidade.
Sua realidade está frequentemente voltada para os meios de sua vida, de sua subsistência na encarnação, mas também em direção aos jogos, aos papéis que vocês interpretam, alternadamente com o papel principal, nas diferentes etapas de suas vidas.
Bem-amados filhos da Luz, é pedido urgentemente, e não unicamente pela minha voz, mas pelo conjunto das hierarquias espirituais que se manifestam através deste planeta, a fim de convencê-los, não pelo poder, mas unicamente pela vontade do Amor e da Luz, para voltarem-se para a Luz que vocês São.

***

Não há montanha para subir.
É apenas para revelar o que vocês São.
Revelar o que vocês São necessita do abandono dos preconceitos, necessita do abandono dos seus julgamentos, necessita do abandono dos valores caducos que, no entanto, mantêm seu sistema, de maneira deplorável no que ele se tornou hoje, o que vocês observam através das diferentes informações que lhes chegam.
A Terra tem sede de seu Amor.
Os seres humanos, próximos ou distantes, têm necessidade de seu Amor, de seu coração e de sua Luz.
Cabe a vocês fazer brilhar e resplandecer esta Luz.
Cabe a vocês gerar em vocês este impulso essencial da Divindade que vocês São.
Hoje, mais do que nunca, a Luz do Pai, a Luz da polaridade masculina do Divino vem até vocês, ao seu encontro e lhes pede a cada instante, a cada respiração, para responder a seu chamado.
Como responder a seu chamado?
Bem, simplesmente, aceitando ser o que vocês São, realmente.
Não mais aparentar aos olhos dos outros, personagens que vocês construíram, certezas e crenças que vocês erigiram em dogmas e que os impedem de alcançar o essencial do que vocês São.
O essencial do que vocês São, e o essencial de seu ser é Amor e Luz.
Vocês foram criados pelo Amor e para o Amor.
Vocês foram criados pela Luz e para a Luz.
Algumas experiências, desejadas por hierarquias espirituais, muito elevadas, engajaram, a um dado momento, sua alma e seu Espírito, em um caminho de encarnação.
Vocês aceitaram e vocês percorreram estes caminhos de encarnação, mas o Pai, em sua grande mansidão, vem ao seu encontro a fim de fazê-los admitir que, mesmo que a encarnação seja importante e primordial para sua evolução, toda evolução chega um dia ao seu fim.
E é pedido para reingressarem na pátria da Luz.

***


Sua herança natural é o mundo da Luz.
Como alguns disseram: “vocês estão sobre este mundo, mas vocês não são deste mundo”.
A diferença é essencial.
Então, evidentemente, tendo percorrido as vias de encarnação, é muito fácil se deixar levar e seduzir ou abusar, segundo as circunstancias, pelos caminhos da ilusão, pelos véus da encarnação.
Mas isto é facilmente contornável.
Não escutem os doutores da fé que os comprometem nas crenças, em sistemas complexos.
Não há necessidade senão de abrir-se para o seu coração, abrir-se para a sua Essência, abrir-se para a sua autenticidade.
Para isto não há necessidade de técnica.
Meus amores bem-amados, não há necessidade senão de acolher sua Luz, de se reconhecer nessa Luz que vocês São.
Somente o medo, o costume das experiências da encarnação, vem limitar esta compreensão e aceitação.
Hoje, mais que nunca, vocês devem confiar no que vocês São.
Não ao que dizem, não ao que vocês creem ser, mas na realidade do que vocês São.
Vocês são filhos da Luz, vocês são vocês mesmos Luz, autocriados, autogerados, de acordo com as hierarquias, neste plano de manifestação.
Este plano de manifestação que vocês vieram criar para mais Luz, para mais Verdade.
Vocês estão aí porque vocês decidiram.
Nada nem ninguém os obrigou a virem e, no entanto, quanto tempo vocês passam encarnados se perguntando o que vocês fazem aí.
Qual é o seu caminho?
Qual é o seu destino?
Ao passo que não há senão uma resposta e ela é a mesma para cada ser: encontrar a Essência que vocês São.
Vocês fizeram o sacrifício do esquecimento ao descer nesta Dimensão de peso, mas vocês fizeram também a promessa de encontrar, durante sua vida e em suas vidas, sua herança espiritual, a fim de transcender, de transformar a Luz, que é a primeira etapa.
Mas, sobretudo, de elevar seus irmãos e suas irmãs, seus inimigos mais fortes, a voltarem para essa dimensão de Luz.
Isto pode parecer difícil de aceitar, isto pode parecer difícil de integrar, mas todos vocês são, sem exceção, filhos da Luz.

***

Não há diferença entre aquele que se engana e escolhe a Sombra e aquele que busca a Luz.
Vocês todos participam do mesmo projeto.
Vocês todos participam da mesma evolução.
Vocês todos participam do mesmo Amor, mesmo na negação deste Amor.
Nisso, muitas tradições, muitos seres, pediram-lhes para não julgar, pois o julgamento condena vocês mesmos.
Vocês devem amar e aceitar mesmo aquele que os espanca.
Não é senão nessa condição que vocês mostram o que é o amor do Pai por vocês e o seu amor por seu inimigo.
Não há alternativa.
Há, certamente, muitas vias de conhecimento, muitas vias de integração, mas que não são, em nenhum caso, as únicas vias para o amor.
Não pode haver porta de saída da encarnação a não ser aquela do Amor e da Luz.
Não pode haver verdade absoluta a não ser aquela da Luz ou do Amor.
Vocês devem se empenhar agora, e doravante, cada vez mais serenamente, cada vez mais lucidamente, cada vez mais com certeza, nesse caminho de Luz.
A Luz é ao mesmo tempo um poder, mas também um abandono.

***

Vocês devem ir à direção de outras Luzes interiores.
Não pode haver solução de seu dilema de encarnação no exterior de vocês.
Vocês sozinhos têm a chave que abre seu Templo Interior.
Vocês sozinhos decidem o momento em que vocês estão prontos para abrir as portas ao que vocês São.
Vocês sozinhos podem fazer isso.
Entretanto, em certas épocas, em alguns fins de eras, a Luz vem até vocês, não do exterior, mas para relembrar o que vocês São.
Ela vem como um espelho e quando este espelho chega, ele mostra a realidade do que vocês São, mas também a realidade do que vocês querem aparentar.
E, frequentemente, nesta situação em que a Luz chega, qualquer que seja o grau de sua evolução, ela acarreta a revelação de suas resistências, através das oposições.
A maior parte dos seres humanos, atualmente, não faz senão exprimir a distância que existe entre a realidade da Luz interior e a realidade do que eles aparentam no exterior.
A Luz vem confrontar com vocês.
Ela não vem para julgar, ela não vem condená-los, ela não vem impor-lhes escolhas, mas ela vem simplesmente revelar-lhes o que vocês São e há, infelizmente, uma distância importante entre o que vocês aparentam e o que vocês São.
Cabe a vocês deixar esta Luz florescer a fim de que a aparência desapareça, a fim de que a totalidade da Luz invada a totalidade de suas estruturas, a fim de que vocês possam, por sua vez, como eu fiz durante minha vida, permitir a esta Luz revelar as outras Luzes de seus irmãos e suas irmãs.
É apenas através da ausência de julgamento, da ausência de seus olhares carregados, distorcidos pelo filtro de suas aparências, que vocês se tornam, vocês também, um ser totalmente realizado.
Não há alternativa, não há outro caminho senão este.
Enquanto persistir em vocês o mínimo peso de julgamento, o mínimo peso de olhar falso trazido sobre os mecanismos da vida (não unicamente de seus Irmãos e Irmãs), vocês não podem alcançar a felicidade.
Então, alguns poderiam replicar que eles não vieram buscar isto.
Aí está o erro, pois, fundamentalmente, se vocês estão aí, hoje, todos presentes sobre este planeta, é apenas por um único objetivo e unicamente um: encontrar sua Essência na encarnação.
A oportunidade inesperada que vocês têm nesse fim de ciclo, ainda uma vez, é que a Luz vem a vocês do exterior.
Ela vem mostrar, aclarar as zonas de Sombra e, evidentemente, quando as zonas de Sombra forem escondidas e aí aclaradas pela Luz, elas se tornam ainda mais dolorosas.
A consciência se volta, de maneira indiscutível e obrigatória, na direção dessas zonas de Sombra.
Então, o fato de ver suas próprias zonas de Sombra pode provocar dores, resistências, oposições.
Nisso, muitos intervenientes pedem hoje a vocês, independentemente da forma que tomem os ensinamentos da hierarquia, pedem para ter confiança, para se abandonar à vontade da Luz.

***

Vão através do tumulto do mundo, mas apenas vejam ali elementos perturbadores com sofrimento, como tudo o que há na superfície deste planeta.
Certamente, respondem vocês, os aspectos da criação são belos, estão em um Amor total.
Assim são os vegetais, os animais e muitas outras coisas ainda que escapam de seu olhar mortal.
Mas é a condição humana, com suas aparências, que foram postas sobre as manifestações da Luz, que falsificou o carteio.
Certamente, não há condenação, ainda uma vez.
Não há senão a vontade de perseguir as experiências da Sombra que não levam a nada e que apenas conduzem para retardar o aparecimento da Luz.
Então, bem-amados filhos da Luz, cabe a vocês, hoje, abrir a porta à Luz, à sua própria Luz no Interior, a fim de que ela resplandeça no exterior.
Mas também acolher a Luz que vem para vocês.
Não demorem para reconhecer as zonas de Sombra, não demorem no que os faz sofrer, mas contentem-se em acolher na Graça, na Paz, esta Luz e este Amor que os inundam a cada instante.
Não procurem em outro lugar, não procurem em espaços específicos, em encontros específicos, esta Luz.
Ela está aí, em todos os lugares ao seu redor.
Ela apenas pede para desabrochar.
Ela apenas pede para entrar em ressonância com a Luz que vocês São.
Para isto, é preciso calar mental, calar as emoções, calar tudo o que não é da Luz.
Trata-se de um ato concreto de abandono, de soltar todas as suas ilusões, todos os seus erros, pois todo mundo comete erros, ninguém foge a esta regra ligada à encarnação.
Mas de nada serve querer, a qualquer preço, conhecer os erros.
Os erros, vocês os levam através de seus sofrimentos, vocês os levam através de suas doenças, de seus desequilíbrios.
Então, reconheçam-nos pelo que eles são, ou seja, erros, mas não deem mais importância do que isso.

***

Fiquem em conformidade com a vontade da Luz, com a vontade do Amor, e essas zonas de erros, essas zonas de sofrimentos, não terão mais qualquer peso sobre vocês, não terão mais qualquer influência sobre seus destinos.
Lembrem de minha vida, para aqueles que me conheceram, para aqueles que leram sobre mim: eu jamais sofri a despeito dos meus sofrimentos.
O sofrimento é vivido diferentemente na Luz do Amor e na realidade do Amor.
Ele é sofrimento, mas ele não afeta.
É um sofrimento que não tem peso.
É um sofrimento que absolutamente não fere o potencial da Luz.
É por isto que, mesmo em minha vida, eu falei de mim na terceira pessoa, pois eu cheguei mesmo a ver este corpo, no qual eu estava, como totalmente externo e, no entanto, eu o habitava totalmente.
Mas eu não estava limitada a esta forma, eu não estava limitada a este envelope e abraçava todas as manifestações, desde a árvore no meu jardim, até a mais ínfima parcela de vida humana que vinha a florescer no outro lado do planeta.
Minha consciência abrasava e abraçava o conjunto da criação.
Isso não é um milagre, isso não é algo de excepcional.
É simplesmente a aceitação desta capacidade, deste estado de Luz e de Amor que torna possível o que vocês poderiam chamar de algo de extraordinário ou de incrível.
Não há qualquer limitação ao que vocês São.
Vocês podem ser este que está em seu corpo.
Vocês podem ser o pássaro que canta pela manhã.
Vocês podem ser o Sol que morre em outra Galáxia.
Vocês podem ser a árvore que perde suas folhas.
Vocês podem ser tudo isto, ao mesmo tempo, em seu corpo.
Não há senão o filtro da consciência que impede essas percepções.
Vocês não correm qualquer risco de desaparecer na Divindade.
Vocês não correm qualquer risco de perder a individualidade.
Tudo o que vocês arriscam é se preencher da totalidade do criado e do incriado, da totalidade das Dimensões, da totalidade da Verdade, pois vocês são a Verdade, vocês são o Caminho, vocês são a Vida, vocês são o Amor, vocês são a Luz criada e incriada.
Vocês são tudo isso ao mesmo tempo e eu os empenho a penetrar nesta Verdade, a vivê-la em Essência e em Verdade.

***

À medida que vocês atingem, que vocês se aproximam desse estado, vocês compreendem que não há limites, que não há separação entre os seres humanos, entre os Planos, entre os Reinos, entre as Galáxias e que tudo faz parte da Unidade.
Apenas a ilusão de sua encarnação é que os faz crer que vocês estão limitados a este corpo, a este envelope, a este modo de reflexão.
Vocês foram criados totalmente Ilimitados, de toda a Eternidade.
Cabe a vocês revelar este pleno potencial.
Vocês são, nisso, ajudados.
As hierarquias espirituais e as entregas da Luz, ininterruptas agora sobre este Sistema Solar, ajudam-nos neste fenômeno de Ascensão, neste fenômeno de acolhimento da Luz.
Vocês apenas têm que dizer “eu aceito que esta Luz seja” porque esta Luz É.
Não há nada de exterior.
Não há nada de interior.
Vocês são a totalidade do criado.
Vocês são a totalidade do incriado.
Vocês são tudo isso ao mesmo tempo.
As hierarquias espirituais, os planos angélicos, instauraram há muito tempo essa verdade essencial.
Vocês são a caminho para integrar essa verdade.
Certamente, o tempo não existe, mas vocês estão, entretanto, em tempos extremamente reduzidos onde a noção do que é importante para vocês é excepcional.
Aí está, meus bem-amados, o que eu queria lhes dar através de algumas palavras.
Através da Radiação de minha Presença, vocês se permitem caminhar na presença de Coração a Coração.
Bem-amados filhos da Luz, eu dou agora a minha Bênção de Mãe e eu vou deixá-los continuar nesse caminho.
Recebam todo o meu Amor, todas as minhas Bênçãos, toda a Luz do Pai e da Mãe.


************

Mensagem da Amada MA ANANDA MOYI no site francês:
31 de maio de 2008

***

Versão do francês: Shylton Dias. http://irmandadedeluz.blogspot.com
Postado por Shylton Dias

***

Transcrição e edição: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário