O.M. AÏVANHOV - 10 de setembro de 2007 - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




- E BEM, CAROS AMIGOS... -


E bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los e, sobretudo, muito contente por sentir novas vibrações, novas pessoas que estão aí para escutar o que eu tenho que contar com as minhas palavras.
Então, primeiramente, eu lhes apresento as minhas saudações e, como vocês sabem, vocês vivem uma época formidável.
Cada vez mais coisas estão transformando-se sobre este planeta, a título individual, a título coletivo, a título da sociedade e do que eu disse há dois anos, no nível dos elementos deste planeta.
Vocês têm, diante de si, uma época extremamente rara, incrível, que se apresenta, que corresponde a uma transformação que acontece apenas muito raramente, eu diria, nos ciclos de vida, seja qual for a encarnação.
Então, se quiserem, eu vou dar-lhes a palavra, para que possamos dialogar sobre tudo o que vocês têm no coração e que corresponde ao seu caminho espiritual.

***

Questão: à qual hierarquia pertencem os Elohim citados na Bíblia?

É uma denominação bem anterior à Bíblia.
Nós chamamos de Elohim os seres que fizeram o sacrifício de encarnação.
São seres que vinham de outras Dimensões e de outros sistemas planetários, eu diria, fora dessa constelação.
São seres que, pelo seu sacrifício de encarnação, vieram acompanhar a criação da 3ª Dimensão.
Porque todos, tanto quanto nós, vieram experimentar a 3ª Dimensão, mas nós conhecemos, também, obviamente, outras Dimensões.
Alguns seres vieram de Dimensões muito mais densas ainda, etéreas, não físicas, que correspondem à 2ª Dimensão e, outros, ainda, desceram de muito mais alto.
Então, no momento em que houve um Concílio muito específico, que correspondeu à criação do que foi chamado de Atlântida, há mais de 52.000 anos, houve alguns seres que foram missionados.
Esses seres não eram seres humanos, mas seres de Dimensões superiores, que foram chamados de seres de cristal.
Eles eram em número de doze.
Esses doze seres, chamados, mais tarde, de Elohim, fizeram o sacrifício da queda na encarnação, para trazer sobre esta Terra uma nova Dimensão que entrava em manifestação.
Eles foram chamados de Deuses, mas não são Deuses, são seres realizados, Mestres, vocês diriam, já ascensionados, que fizeram o sacrifício da encarnação para poder acompanhar a criação da 3ª Dimensão até hoje.
Então, há vestígios que permaneceram, de maneira muito mais física, eu diria, do que os escritos ligados ao Antigo Testamento.
Há, em especial, os crânios de cristal.
Esses Elohim, quando, de algum modo, caíram na 3ª Dimensão, fizeram o juramento de acompanhar a criação até agora.
E, durante a sua primeira morte, como descida, como Elohim encarnado, eles deixaram a matriz que era o crânio de cristal.
Aí está porque há doze crânios de cristal, que são os crânios dos Elohim cristalizados.

***

Questão: poderia nos falar de famílias de almas?

Seria preciso, primeiro, saber o que é que vocês chamam de famílias de almas.
Muitos médiuns falaram disso como uma grande descoberta, há vinte anos, como que tal alma vem de tal lugar ou a tal função sobre a Terra.
Obviamente, as almas são de diferentes cores, de diferentes potencialidades, de diferentes origens, de diferentes significações durante a encarnação.
Nós não vamos entrar nisso, porque é muito complicado.
Então, o que vocês chamam de família de almas corresponde a diferentes irradiações que são emitidas.
O trabalho das almas vermelhas corresponde a um trabalho sobre a matéria, de transcrever, na matéria, a espiritualidade.
As almas azuis são almas que trabalham o espiritual através do espiritual.
Quanto às almas verdes, isso corresponde às almas mediadoras, que são, frequentemente, terapeutas, curadores, magnetizadores e, por vezes, médiuns.

***


Questão: qual é a relação entre as famílias de almas que você descreveu e aquelas de que falam os anjos Xedah?

Eu já disse que não havia anjos Xedah, é um erro canadense que foi mal interpretado.
São os Shadaï El Shaï.
É uma categoria de anjos muito específica que tem por origem o sistema ligado a Órion.
Então, os Shadaï El Shaï transmitiram uma série de ensinamentos vibratórios, energéticos, mas, também, sobre o que é chamado de famílias de almas.
Há, de fato, três famílias de almas primordiais: as almas azuis, as almas verdes e vermelhas e muito, muito poucas almas (menos de 0,01%) de almas brancas ou almas de cristal.
Em seguida, essas almas vão misturar-se umas às outras para conduzir, com certa coloração de branco, ao que é chamado de doze famílias de almas, efetivamente.
Compreendam, efetivamente, que as almas azuis não são mais evoluídas do que as almas vermelhas ou as almas verdes.
Simplesmente há, de maneira muito mais presente nesse Sistema Solar e nesse planeta, muito mais almas vermelhas.
Isso não quer dizer que a alma seja vermelha, isso quer dizer que o trabalho da alma em encarnação é o de encontrar a espiritualidade na matéria.
Muitos artistas encontram a inspiração espiritual produzindo, através de uma matéria, seja de pintura, seja de escultura ou outra.
É trazer as forças espirituais na matéria para espiritualizá-las.
Mas há misturas e, portanto, famílias que podem ser terapeutas, Mestres, etc..
Mas retenham, além das doze, que há famílias de almas fundamentais, que são ligadas à orientação do trabalho ligado à encarnação.

***

Questão: os desencarnados podem aceder à 5ª Dimensão?

Obviamente.
Nesse período transitório que vocês vivem, os desencarnados também têm a escolha, no nível deles, de permanecer nas esferas astrais ou de aceder às esferas causais, ou seja, aceder à 5ª Dimensão.
A escolha não é limitada a esse lado da encarnação.
Aliás, muitas almas decidem aceder à 5ª Dimensão passando pelas portas da morte.
É também uma ascensão, mas sem o corpo.

***

Questão: por que, quando se eleva a taxa vibratória, o corpo físico pode ficar fragilizado?

Como eu disse, o processo de ascensão vibratória, no nível individual e não coletivo, vai acompanhar-se de uma série de palpitações no nível do corpo.
Isso pode ir de palpitações a vibrações no terceiro chacra, no chacra coronal, pressões nos ouvidos e o sentimento de que o corpo não consegue seguir, porque a transmutação não está ligada, unicamente, a um aumento do seu nível vibratório, o corpo, também, eleva-se em vibração.
Por vezes, ele tem dificuldade, como dizer..., de soltar algumas coisas.
É o que se chama de fenômenos de resistência.
É preciso, efetivamente, compreender que nem sempre é patológico.
Os fenômenos de ascensão e de subida vibratória do corpo físico refletem-se, efetivamente, por períodos de dores no nível do corpo físico.
Isso é perfeitamente normal.
Há casos em que as dores podem ser reveladoras de certo desequilíbrio, mas, nesse momento, dado o nível vibratório coletivo que vocês têm há vários meses, há fenômenos de tensões no nível do corpo físico que são normais, eu diria.
Há vários fenômenos que aparecem.
Há impaciências no nível da alma em relação ao que deve advir e que não adveio.
Há, ao mesmo tempo, uma dificuldade para o corpo físico - que viveu tantas e tantas encarnações, para a maior parte, nessa 3ª Dimensão - para compreender que a 3ª Dimensão deve se apagar e desaparecer.
Então, há resistências inconscientes e, depois, há, também, processos de tensões que estão diretamente ligados aos processos de subida vibratória do corpo físico e não unicamente dos corpos sutis.
Portanto, não é preciso buscar anomalias, geralmente, é perfeitamente normal.

***

Questão: é verdade que quando a rede de 3ª Dimensão começar a desmoronar, os objetos sintéticos, nossas infraestruturas, etc., vão se dissolver?

É uma imagem, mas isso corresponde efetivamente à realidade.
Vocês não podem imaginar passar para a 5ª Dimensão (ou seja, viver o processo de ascensão coletiva ou, é a mesma coisa, se vocês morrerem) partir com o seu porta-moedas.
Vocês chegam ao outro lado com suas crenças, suas percepções, mas partem sem qualquer objeto físico, é claro.
Então, o seu mental pode chegar a construir sucedâneos, imitações de automóvel, de casas, para aqueles que estão presos à matéria.
Mas, para aqueles que têm consciência da ascensão, tudo isso vai desaparecer.
São, tipicamente, fenômenos da 3ª Dimensão.
E eu falo, efetivamente, de fenômenos de ascensão coletiva, eu não falo da ascensão individual.
Aqueles que não ascensionarem, com ou sem o corpo, irão permanecer no mesmo ambiente, é claro.
O desaparecimento da matriz da 3ª Dimensão e de tudo o que foi construído na 3ª Dimensão, não tem qualquer razão de existir na 5ª Dimensão.

***

Questão: a Jerusalém Celeste que é referida no evangelho de São João corresponde a uma Dimensão específica?

Sim, é claro.
A Jerusalém Celeste, Yerushalaïm, corresponde a uma embarcação de Luz que vem visitar a Terra no momento das passagens dimensionais.
Durante a criação da Atlântida, em 50.731 antes de Cristo, no México, em Teotihuacán, a Jerusalém Celeste, Yerushalaïm, posicionou-se.
Ela veio trazer o nível de consciência da 3ª Dimensão, através dos doze Elohim que estavam presentes na embarcação e através de um cristal importante, que vinha de Órion, azul, mas, também, de Altaïr.
É complicado.
Se quiserem, há quatro origens precisas de Elohim, que vieram trazer o nível de consciência da 3ª Dimensão.
A Jerusalém Celeste, Yerushalaïm, é uma embarcação de Luz - da qual São João descreveu as portas e a constituição - que é completamente real, que vem de outras Dimensões, para coroar a conclusão de um ciclo ou começar outro ciclo, ao mesmo tempo.
É um mecanismo energético, entretanto, muito real.
Os Elohim foram enviados pelo Melquizedeque, o grande ORIONIS, que é o Regente Planetário.
É o Senhor dos Lipikas Cármicos, o Senhor do Karma.
Foi ele que encarregou doze seres de Dimensões muito mais elevadas, vindo em grupos de três, de quatro origens diferentes.
A primeira é Betelgeuse, que faz parte da constelação de Órion.
A segunda era ligada a Vega da Lyra, a terceira era ligada a Altaïr, e a quarta era ligada aos Orionídeos, ao próprio ORIONIS, o que chamamos de Alnilam.
Os doze seres vieram sustentar o cristal que permitiu a ativação da 3ª Dimensão.

***

Questão: o que vão se tornar os quatro Elementos?

Os quatro Elementos estão presentes em todas as Dimensões, uma vez que os Elementos que nós chamamos de Água, Ar, Terra e Fogo têm por origem os Hayoth Ha Kodesh, ou seja, as energias mais elevadas, mais próximas do Trono do Pai que, por descidas progressivas, criaram essa matéria na qual vocês estão.
Se quiserem, os Elementos vão continuar a existir em outro nível de manifestação.
Por exemplo, a Terra que vocês conhecem, quando ela ascensionar, não será mais constituída dos mesmos componentes químicos que vocês conhecem atualmente.
A água vai existir, mas não terá as mesmas propriedades físicas nem a mesma constituição atômica, mas outra constituição, em outro nível vibratório.
O fogo está presente em todas as Dimensões.
A iniciação pelo fogo corresponde a queimar o corpo cármico e aceder à ascensão, como Mestre realizado.
A iniciação pelo fogo não é, unicamente, andar sobre o fogo, é uma iniciação importante, que conduz precisamente ao fenômeno ascensional.
Os Elementos estão, portanto, presentes por toda a parte, mas eles não têm as mesmas virtudes, os mesmos componentes, tampouco, as mesmas formas de manifestação e formas de impacto no nível da Dimensão na qual vocês vivem.

***

Questão: e sobre os quatro reinos?

É eminentemente diferente.
Não há regra absoluta, é como para os humanos.
Há os que irão aceder com o corpo à 5ª Dimensão, outros que irão redobrar na 3ª Dimensão, outros que irão aceder à 5ª Dimensão sem o corpo.
E depois, no nível dos animais, pois é o mais simples para fazê-los compreender, há, atualmente, algumas raças de animais que estão em via de individualização da alma e de chegar à autoconsciência de si.
Por exemplo, o cão, o gato, o cavalo, o elefante.
No nível dos cristais, a estrutura dos cristais nada mais tem a ver com o que vocês conhecem na 3ª Dimensão.
Mas, aí, é extremamente complexo.
São matrizes de forma a que vocês chamaram de efeitos ou de ondas de formas.
São modelos geométricos espaciais que não terão mais os átomos, mas, unicamente, a vibração.
É semelhante para os vegetais.
Na 5ª Dimensão pode ou não haver vegetais.
Por exemplo, para a Intraterra, nos povos delfinoides, há uma única espécie de vegetal que corresponde a uma planta suculenta emborrachada, que se nutre em raízes nutritivas que não são raízes de terra.
Há outros povos não humanoides que estão na 5ª Dimensão e que têm paletas de vegetais extremamente ricas.
Isso é variável, de acordo com as linhas evolutivas, eu diria.
Há tantos mundos na 5ª Dimensão como há sobre esta Terra, no nível dos diferentes continentes, das diferentes raças, dos diferentes animais, vegetais e minerais.

***

Questão: a Terra é essencialmente constituída de almas vermelhas, hoje?

Perfeitamente.
O que é chamado de Adamah, o Adam-Kadmon, o homem verdadeiro, o homem da 3ª Dimensão é o homem vermelho (e não o homem branco, que faz parte da 5ª Dimensão).
Eu não falo da cor da pele, obviamente.

***

Questão: podemos mudar de cor de alma?

O único modo de mudar de cor é tornar-se um Mestre realizado, caso em que você chega, diretamente, à cor branca.
Em outras palavras, uma alma em encarnação tem uma cor que significa o seu papel nesse planeta.
É preciso, efetivamente, diferenciar as cores de almas, que são uma cor visível em uma parte extremamente específica da aura situada atrás do chacra coronal, em uma faixa extremamente precisa, atrás da cabeça.
Essa cor não é uma cor da aura, mas uma cor da alma, que vai dar uma potencialidade, uma direção para a alma.
Não confundir cor da aura, cor dos chacras e cor da alma.
A cor da alma é uma porção extremamente específica de um grande nadi situado atrás da cabeça.
A coloração da alma dá, simplesmente, o sentido e a direção da vida da alma em encarnação, onde ela deve encontrar a espiritualidade.

***

Questão: houve uma descida de energia específica ontem, em 09 de setembro?

Há descidas de energia específicas todos os dias, há vários meses.
Há aspectos vibratórios extremamente potentes.
Houve o período prévio a 15 de agosto, no qual houve energias extremamente importantes que se derramaram sobre a Terra.
Mas as energias vertem-se, agora, de modo extremamente aproximado, agora.
Vocês são, todos vocês, submetidos a um bombardeamento de energia que chega do Sol Central, retransmitido pelos Mestres e por algumas entidades de Luz, em especial pelo Arcanjo MIGUEL e URIEL, e que se impactam poderosamente.
E isso vocês têm muito, muito regularmente, e o mês de setembro é muito rico nisso.
A ilustração disso é a percepção que vocês têm no nível do chacra coronal ou no nível do coração.
Olhem aqueles que não estão prontos para aceitar essa energia.
É a luta entre o antigo e o novo.
É o que vocês veem, através da luta dos Elementos, os furacões, através da água, através do fogo.
Houve uma perfeita ilustração do que eu lhes anuncio há dois anos, e isso é apenas o início, no nível intensidade.

***

Questão: é verdade que Júpiter vai em transformar em sol?

Simplesmente podemos dizer que há modificações extremamente importantes que sobrevêm.
Não unicamente sobre a Terra, não unicamente nos pequenos corpos que vocês têm e em meus corpos também, mas que acontecem no conjunto do Sistema Solar, no conjunto das Galáxias.
As modificações são extremamente importantes, tanto na Lua como em Plutão, como no Sol.
Esconderam muitas coisas de vocês.
A irradiação solar e o tamanho do Sol modificaram-se, profundamente, e cada planeta vai reagir de maneira apropriada para desencadear um fenômeno ascensional que não envolve unicamente a Terra, mas ao conjunto do Sistema Solar na Galáxia.
Então, há probabilidades.
Eu já disse que, durante esse ano de 2007, há alinhamentos que ocorrem a cada 23.000 anos, que são extremamente raros.
O advento de um novo Sol está condicionado ao advento de um novo Sol em vocês, ou seja, isso faz parte da ordem dos prováveis.
É como no ano passado, quando os cometas se aproximaram da Terra.
Vocês sabem que os cometas são as representações materiais da encarnação e da potência do Arcanjo MIGUEL.
Tudo depende da receptividade do conjunto de consciências humanitárias encarnadas nos níveis coletivo e individual.
Portanto, é uma probabilidade que existe.
Assim como o processo ascensional está, agora, à sua porta.
Isso pode ser hoje.
Isso pode ser amanhã.
Isso pode ser em dois anos, mas não será em dez anos.
Ninguém conhece a data, pois muitos fatores entram em jogo.
Não se pode dar datas.
Sabe-se, simplesmente, que vocês entraram em períodos de ajustes, de renascimentos, de transformações extremamente violentas que necessitam, da sua parte, como sempre, de um desprendimento mais importante do que de costume.
O esforço que é requerido das suas estruturas, das suas consciências, a título individual, é maior do que nunca.
Então, a solarização de Júpiter, se ela ocorrer, bem, a minha fé, isso vai significar que o conjunto do Sistema Solar passa para a 5ª Dimensão, naquele momento, mas haverá, também, outras oportunidades, um pouco mais tarde.
Lembrem-se, como disseram muitos médiuns, de que havia várias ondas de ascensão.

***

Questão: por que o desapego, nas relações, é tão difícil a atingir?

É preciso, efetivamente, compreender que as regras sociais, as regras afetivas na 5ª Dimensão, que prefiguram o que vocês vão se tornar, não podem, absolutamente, serem construídas nos mesmos modos que aqueles que vocês têm vivido na 3ª Dimensão.
Muitos casais ou muitas relações afetivas entre descendentes e ascendentes assumem aspectos, no mínimo, diferentes.
É um processo que se encontra para pessoas, no qual há reajustes na compreensão do que é a afeição e o afetivo entre dois seres, seja entre um irmão e uma irmã, entre um pai e um filho, mas, também, entre dois seres que se amam.
Vocês estão, todos vocês, a redefinir, de maneira precisa, o que chamam de relações afetivas, porque é preciso, efetivamente, compreender que o amor, tal como vocês o definem, não é o Amor.
Isso, é claro, vocês compreenderam, há tempos.
Vocês chamam de amor a posse.
Vocês chamam de amor tudo, exceto o amor.
O amor é liberdade, é deixar o outro livre.
O amor é uma comunhão e não uma posse, são duas coisas completamente diferentes.
Todas as relações na 3ª Dimensão podem ocorrer apenas através do que se chama de posse, de uma maneira ou de outra.
Esse é o modo de funcionamento da 3ª Dimensão, enquanto o modo afetivo, no sentido mais amplo, sem mesmo falar de amor, no nível da 5ª Dimensão, pertence a algo que é oposto à posse, que é a liberdade.
Então, o que vocês vivem, uns e outros, corresponde a esse processo de transformação de relações afetivas.
O que vocês chamam de família, no sentido hereditário do termo, não tem mais sentido algum na 5ª Dimensão, pois, aí, vocês são dependentes do que é chamado de DNA dos pais para reencontrar as memórias, os karmas, as vibrações que vocês têm necessidade de resolver.
Mas não se esqueçam de que a passagem total da 5ª Dimensão não é acompanhada do DNA dos pais, é um DNA profundamente diferente.
Eu não vou entrar nisso, porque é muito complexo, mas, como vocês talvez já leram, há, no fenômeno da ascensão, algumas fitas complementares que aparecem, que são totalmente independentes das noções hereditárias e, portanto, transgeracionais, que estão ligadas a linhas espirituais puras.

***

Questão: qual é a data de início da dissolução do Elemento Ar, dada por ORIONIS?

O processo de dissolução do Elemento Ar sobrevirá a partir do momento em que o ar for desencadeado, primeiro, com os furacões, com manifestações violentas com a água, ao mesmo tempo.
Mas é preciso efetivamente compreender que, para a dissolução do Ar, não pode ser dada tal data.
Há um período, durante o mês de setembro, de barreiras energéticas, vibratórias, de consciência, extremamente importante, que é a data de 9/9/9, ou seja, de 09 de setembro, de 18 de setembro e de 27 de setembro de 2007.
O 27 de setembro é a data mais importante, por que mais próxima daquela do Arcanjo MIGUEL, que é a data vibratória na qual, certamente, vocês vão observar coisas incríveis sobre este planeta.
Agora, isso será a dissolução do Elemento Ar?
Isso, só o Pai sabe.

***

Questão: o que aconteceu em 17 de julho último, no curso da jornada sobre o tema «acender a rede»?

Um trabalho na rede de 5ª Dimensão.
Os povos da Intraterra, em especial aqueles que são encarregados das redes magnéticas, têm, efetivamente, a missão - desde pouco antes deste ano, mas há períodos de ápice, eu diria - na qual as energias vão se reajustar.
Então, houve uma mobilização sem precedente de energias nesse dia, mas, se vocês estiverem atentos, não foi unicamente naquele dia.
Há um período, que correspondia a dez horas, para vocês, em tempo universal, no qual houve uma ressurgência importante da energia durante meia hora.
Houve períodos, no dia anterior e no dia seguinte que foram também importantes, mas há vários períodos que se sucedem, agora, de maneira descontínua.
Mas acreditem que o fato dos seres se alinharem, meditarem é, sobretudo, benéfico para vocês.
A Terra não tem necessidade de vocês, porque são seres de outras Dimensões que agem nisso.
Vocês, esse trabalho vai favorecer, no nível de suas estruturas individuais, o fenômeno de purificação e de abertura.

***

Questão: uma pessoa que seguiu os seus ensinamentos fica surpresa, pois você não falava, então, do que você desenvolve hoje, em especial, da 5ª Dimensão.

Mas eu os lembro, de qualquer forma, de que o meu grande Mestre Bença Deunov, ele mesmo falou da 5ª Dimensão em textos que têm quase um século.
Obviamente, através de tudo o que eu pude ensinar, à época, frequentemente, eu disse que as coisas mudam.
Há palavras que não podiam ser entendidas, à época.
Eu lhes falo, hoje, de doze corpos e não de sete corpos.
À época, ninguém conhecia isso, era do domínio do escondido.
Mesmo eu, quando eu lia ou escutava o meu Mestre Bença Deunov me falar de algumas coisas, eu me dizia «mas do que ele fala aí?».
Quando eu fui à Índia e encontrei alguns grandes seres, eles me falaram de coisas que eu tampouco conhecia, com palavras diferentes.
É preciso efetivamente compreender que vocês chegaram a algo que nada mais tem a ver com o que eu dizia na minha vida.
Assim como o ensinamento de CRISTO continua válido no nível dos fundamentos, no nível da realidade do amor e das suas parábolas, das suas metáforas.
Mas, se CRISTO falasse hoje, Ele falaria, também, dessas novas Dimensões que chegam, porque elas estão aí.
Então, vocês podem chamar de Fogo do Éter, de mundo Atzilut ou Briático, mas o termo Dimensão corresponde, perfeitamente, a um procedimento e a um processo que é conhecido na física, hoje, e eu diria que é comumente aceito.
Não se esqueçam de que eu estou em outra Dimensão agora.
O Mestre que vocês conheceram é profundamente diferente.
Assim como CRISTO e MARIA se manifestam de diferentes modos.
Se vocês seguirem os testemunhos das aparições Marianas, autenticadas ou não autenticadas, que percorreram a superfície desse planeta há quase mil anos, vocês irão se aperceber de que sempre há uma coloração em relação ao meio no qual isso ocorre.
Vocês são apegados, certamente, a um formalismo em relação ao que conheceram da minha vida, no momento em que seguiram os ensinamentos.
O importante não são as palavras que eu pronuncio.
Eu frequentemente disse que as palavras eram feitas apenas para seduzir o mental, para levar água ao moinho vibratório, mas o mais importante é o trabalho vibratório que alguns sentem, obviamente, a partir da minha chegada, além das palavras.
Eu não dou mais ensinamentos, eu venho partilhar com vocês.
São informações, não é um ensinamento espiritual.
O ensinamento espiritual passa através das vibrações, unicamente, não através das palavras.

***

Questão: você poderia então, hoje, apresentar o que é a 5ª Dimensão?

Então, há muitas coisas que foram escritas sobre o advento da 5ª Dimensão.
A vida se desdobra em múltiplos universos.
Vocês estão aqui para encontrar a Luz, para encontrar a realização, para encontrar a sua Divindade interior.
Isso ocorreu há 52.000 anos, através de um trabalho espiritual extremamente preciso, com diferentes vias: as vias solares, as vias secas, as vias úmidas, as vias ligadas ao ensinamento de Mestres, sejam quais forem.
Mas, hoje, acontecem coisas que acontecem apenas a cada 52.000 anos, ou seja, a Luz Divina, o Espírito Santo vem a vocês, para transformar.
Não é uma evolução linear.
Vocês estão em uma evolução que se pode qualificar de quântica.
É um salto vibratório, é um salto de consciência que se prepara.
Por que todos os médiuns sobre esse planeta são cada vez mais numerosos?
Obviamente, há seres que são manipulados por forças astrais, eu diria.
Mas é, de qualquer forma, bizarro, vocês não acham?
Que todo mundo empregue as mesmas palavras e em todas as línguas?
Então, depois, a coloração do discurso será em função do tipo de iniciado e do nível vibratório de onde vem a entidade que se manifesta, mas eu lhes asseguro de que essa 5ª Dimensão está extremamente alastrada hoje.
É um processo de transmutação, que é um fenômeno, se quiserem, de realização coletiva, que sobrevém a cada 52.000 anos.
Vocês sabem, eu lhes disse, o Mestre Bença Deunov falava disso, ele não chamava isso de «5ª Dimensão», encontrem nos textos, ele chamava isso de «Fogo do Éter», o «batismo pelo Fogo», mas é a mesma coisa.
No Apocalipse de São João, quando é feita referência a chamados e escolhidos que serão marcados na fronte e a modificações, são os mundos ascensionais que são descritos, é a mesma coisa.
Não se deve prender-se à palavra «5ª Dimensão», isso fica, efetivamente, muito esotérico.
Mas como vocês querem chamá-la diferentemente, quando há uma mudança de consciência tal como aquela que está chegando e que é anunciada há uma eternidade?

***

Questão: você disse que a absorção/dissolução dos órgãos vitais, da digestão, faz parte da evolução?

Perfeitamente.
Será que quando vocês morrem, vocês passam ao outro lado com os seus órgãos digestivos e genitais?
Será que vocês se servem dos seus órgãos genitais, dos seus pulmões?
O raciocínio que vocês adotam é um raciocínio típico da 3ª Dimensão.
A morte, a passagem ao outro lado do véu, como ser realizado ou como ser encarnado, é o mesmo processo que sobe mais ou menos alto, mas, entretanto, do outro lado, eu lhes garanto que vocês não têm órgãos genitais, nem órgãos digestivos.
Há coisas que são abandonadas durante a passagem pelas portas da morte.
É o mesmo durante a passagem pelas portas da ascensão.
Eu, simplesmente, atraí sua atenção para os fenômenos sexuais que não têm qualquer importância na 5ª Dimensão.

***

Questão: na sua vida você dizia que o homem era feito à imagem do Pai e...

Perfeitamente.

***

Questão: ... e que, portanto, os seus órgãos seriam mantidos em outra forma. Não é contraditório?

Absolutamente não.
Então, há para cada órgão do corpo humano um arquétipo que é preliminar à encarnação.
Cada órgão, seja qual for, o baço, os órgãos genitais, os órgãos digestivos, os pulmões, são o reflexo da precipitação vibratória de um arquétipo situado no nível dos Hayoth Ha Kodesh, que são a constituição primária, primitiva da vontade e do pensamento do Pai.
Cada órgão tem sua razão de ser neste plano vibratório e nos outros planos vibratórios.
Entretanto, vocês podem compreender que nem todas as funções são as mesmas.
Por exemplo, hoje, na 3ª Dimensão, vocês têm um órgão atrofiado, que denominado timo, que não tem qualquer papel no adulto.
Na 5ª Dimensão, o timo vai assumir um papel extremamente importante que irá explicar que, na 5ª Dimensão, não há doença possível, pois há autorrealização de si no nível do timo e no nível do chacra do coração.
Há, por exemplo, hoje, no corpo humano, a glândula que é chamada de Alta-Major, que está situada no nível da carótida e que é uma glândula iniciática extremamente importante.
Ela está presente em todos os seres humanos encarnados, mas não está ativa, ela apenas é ativada durante a passagem para a 5ª Dimensão.
É preciso efetivamente compreender que algumas funções, no nível dos seres realizados da 5ª Dimensão, não estão mais presentes.
Vocês têm, por exemplo, a linguagem, a voz.
Na 5ª Dimensão, vocês não têm mais necessidade da voz e, no entanto, os órgãos da fonação continuam aí, mas eles não têm as mesmas características nem as mesmas funções.
Todas as funções de um corpo humano ou não humano da 3ª Dimensão possuem, em si, os arquétipos do Divino, é evidente.
Mas a manifestação é diferente, de acordo com as polaridades da vida.
Vocês confundem, talvez, a descrição que eu fazia em minha vida como perfeita encarnação do Divino e a descrição que eu lhes fiz agora, extremamente dividida, que corresponde ao que acontece em outras Dimensões.
Vocês acreditam que seres realizados que passam pelas portas da morte conservam os órgãos genitais com alguma ereção, por exemplo, para o homem?
É completamente ilusório.
Qual é o interesse da ereção de um órgão genital masculino, do outro lado?
De que isso serve, uma vez que há uma comunicação direta, de coração a coração?
Um modo de fazer o amor, que é uma comunhão direta, de coração a coração, e que não é, em caso algum, uma comunhão ou comunicação sexual.
Assim como eu dizia que há evoluções na 5ª Dimensão que são profundamente diferentes, o ser humano não é a única criação do universo.
Há formas não humanas.
Há, por exemplo, na Intraterra, povos de origem delfinoide.
Há povos que vêm de Vega da Lyra, que possuem um corpo físico, mas que nada têm a ver com o corpo físico humano que vocês conhecem e, no entanto, eles possuem os mesmos arquétipos e funções, similares, e também funções diferentes, com as mesmas vibrações orgânicas.
Eu não falo, de modo algum, da mesma coisa que vocês.
A perfeição do ser humano, como reflexo do Divino, ilustra-se através da árvore sefirótica.
Agora, aquilo de que falo é algo que é totalmente diferente.
Vocês veem um antropomorfismo quando eu falo de ORIONIS ou de Melquizedeque?
Será que há, fora dessa manifestação na 3ª Dimensão, algum antropomorfismo?
Será que há uma forma humana ou não?
Eu responderia que há uma forma vagamente humana.
A partir da 18ª Dimensão, vocês apresentam um contorno humano, mas não têm mais necessidade de dedos, não têm mais necessidade de olhos.
Vocês têm necessidade de uma forma de cabeça, mas não há mais os órgãos dos sentidos.
E, se vocês chegarem à 24ª Dimensão, as formas de vida conscientes em si mesmas, individualizadas e não planetárias, apresentam-se sob a forma de triângulos luminosos.
São coisas que eu lhes digo, aí, agora, mas que eu não podia dizer durante a minha vida.
Na minha linha espiritual, na minha vida, havia regras extremamente específicas.
O silêncio à mesa, por exemplo, era extremamente importante.
Eu considero que, hoje, vocês têm outra coisa a fazer do que permanecer em silêncio para encontrar a Luz.
Então, vocês podem encontrar a Luz, esse é o paradoxo, hoje, a partir do momento em que estiverem de acordo consigo mesmos e não de acordo com um ensinamento, seja ele qual for, seja o meu, seja aquele de CRISTO ou aquele de BUDA.
Vocês devem estar de acordo, inteiramente, consigo mesmos.
Se isso tiver que passar pela sexualidade, vai passar pela sexualidade.
Se isso tiver que passar pela doação da sua vida, faça-o, mas faça de acordo consigo mesmo, é isso que é mais importante.

***

Questão: o que é mais importante para ir para essa 5ª Dimensão?

Soltar, ou seja, mestria e amor.
Fora isso, nada mais há.
As palavras são apenas palavras.
As concepções são apenas concepções.
A subida vibratória da consciência apenas pode ocorrer quando não houver mais palavras, quando não houver mais interrogações.
O único modo para que não haja mais interrogação é voltar-se para a sua Divindade interior, para o seu coração.
As energias do momento atual, aquelas que vocês vivem nesse momento, estão aí.
Resta-lhes apenas uma coisa: acolhê-las, integrá-las e deixá-las trabalhar no interior de si.
Não é mais tempo de fazer rituais, tal como eu disse na minha vida, eu repito.
O período é diferente.
Eu não renego, absolutamente, o que eu disse, que é oriundo da linha de Melquizedeque, que remonta à noite dos tempos.
Mas há períodos que são profundamente diferentes.
Hoje, o Divino está aí, ele bate à porta.
É CRISTO que bate à porta e vocês não podem acolhê-Lo enquanto houver palavras, enquanto houver interrogações, enquanto houver questionamentos.
A única coisa que pode existir é acolher, soltar, mestria e abrir-se ao amor.
Fora isso, nada mais há.

***

Questão: você acompanhou, nesse verão, estagiários em trabalhos sobre os novos canais, as portas, etc., que foram desestabilizadores na vida de todos os dias.

É sempre desestabilizador, obviamente.
Vocês não podem encontrar o Divino no conforto da sua vida habitual, é uma revolução de tipo Copernicano.
A realização é um abandono total ao que acontece.
Vocês não podem esperar encontrar a Divindade no conforto da sua vida habitual, é uma transformação total da vida.
Estabilizar-se em outro nível supõe soltar, abandonar-se à Luz de CRISTO, é algo que é extremamente perturbador, não é insignificante.
Olhem, por exemplo, as pessoas que fazem uma experiência que vocês chamam de EQM (Experiência de Quase Morte).
São pessoas que vão encontrar a Luz.
Quando elas voltam, não são mais as mesmas.
Obviamente que é muito desestabilizador.
Quando construíram sua vida, através de um equilíbrio, seja ele qual for, através da sua vida afetiva, profissional, mental, intelectual e que, de repente, uma série de portas se abre e, de repente, descobre-se uma realidade diferente, transcendente.
Vocês acreditam que esse será o conforto ainda mais absoluto?
Absolutamente não.
É preciso expulsar algumas coisas para reconstruir outras coisas.
Também gostaria de dizer, em relação a todas essas questões que se exprimem há alguns minutos agora, é muito importante compreender que as energias que se fusionam nesse momento são energias que vão pô-los frente a duas escolhas.
As escolhas serão: «será que eu aceito?» ou «será que eu recuso?».
Eu já disse, há quase um ano, que as escolhas foram feitas, mas ter escolhido a Luz não quer dizer que seja confortável, pois o mundo no qual vocês vivem é um mundo sem Luz.
Se vocês encontrarem a Luz a título individual, ao passo que a totalidade do mundo não a encontrou, se vocês forem confrontados, através do seu trabalho, através das suas relações, com algo que não é da ordem dessa Luz transcendente, vocês vão, efetivamente, ficar profundamente desestabilizados.
A Luz, a experiência iniciática, a transformação iniciática não é algo fácil.
Não esperem encontrar um conforto através de uma iniciação.
Perguntem a todos aqueles que reencontraram a Luz se é fácil.
É claro que não.
A única facilidade encontra-se no abandono e no soltar em relação a essa mestria que vem.
Lembrem-se, também, de que esse período, independentemente do que vocês tenham vivido, uns e outros, é um período, como eu dizia, em que será preciso discernir.
E o discernimento no ser humano sempre provoca o questionamento, a interrogação, e a interrogação faz parte da resistência.
Pois, se vocês aceitarem totalmente a Luz que está vindo e que está aí, se vocês a deixarem fusionar e trabalhar em vocês, pouco a pouco, as questões vão se calar, sejam quais forem as dificuldades no corpo ou na vida.
Mas eu não disse que era um período fácil.
Eu falei de um período notável, extraordinário.
Só o modo pelo qual vocês veem as coisas vai fazê-los ver algo de eminentemente catastrófico ou de eminentemente luminoso.
É o combate da Sombra e da Luz, simplesmente, levado ao extremo, no interior de vocês, mas, também, em vocês.
Vocês são portadores da Luz a partir do momento em que aceitarem a Luz, mas isso não quer dizer que as zonas de Sombra vão se apagar diante da Luz, assim.
Isso faz parte do que vocês têm que viver nesse momento.
Evidentemente, todo mundo, todos os seres humanos, mesmo se não tiverem em busca espiritual, vão colocar-se questões sobre o sentido da própria vida, sobre o sentido dos ensinamentos, sobre o sentido das relações sociais, sobre o sentido das relações afetivas.
É um período de grande questionamento.
Ora, vocês jamais terão todas as respostas às suas questões.
Vocês jamais poderão resolver.
Apenas a Luz é que poderá resolver no seu lugar.
É por isso que, frequentemente, há mais de um ano agora, nós falamos do desprendimento e do abandono à Luz.

***

Questão: os combates entre a Sombra e a Luz são uma realidade organizada ou simplesmente uma projeção dos nossos próprios pensamentos?

Mas a 3ª Dimensão é um mundo de separação, de distanciamento.
Apenas através do jogo da Sombra e da Luz é que vocês podem encontrar a Luz na 3ª Dimensão, que nós experimentamos há 50.000 anos.
A partir da 5ª Dimensão, não pode haver Sombra, não pode haver doença, mas apenas a Luz, mas não a luz que vocês conhecem, uma outra Luz.
Essa Luz que vocês conhecem, mesmo a experiência de quem dela se aproxima mais (a experiência de morte iminente ou o que chamava SRI AUROBINDO, a iluminação do Supramental, que os põe em contato com as energias que ele chamava de la Città), põe-nos em contato com a Luz espiritual.
Mas, na 3ª Dimensão, é o jogo da Sombra e da Luz que lhes permite extrair a quintessência do que vocês são, mas é inerente à 3ª Dimensão.
Obviamente, isso foi amplificado pelas formas-pensamento, mas criado pela 3ª Dimensão.
Esse jogo da Sombra e da Luz está presente nos planos físicos, mas, também, nos planos astrais, que correspondem à 3ª Dimensão, mas não além.
No nível da 5ª Dimensão não há lugar para a Sombra.

***

Questão: ao que corresponde a 4ª Dimensão?

Há dimensões de consciência.
Outras dimensões são intermediárias.
Por exemplo, na 5ª Dimensão, vocês não vão ouvir mais falar de Dimensões até a 9ª Dimensão e, da 9ª até a 11ª Dimensão.
As outras existem, mas são Dimensões de natureza intermediária, nas quais não há vida possível.
A consciência vai tomar, naturalmente, todas as Dimensões, mas a 4ª Dimensão corresponde ao plano intermediário que é chamado de mental, entre o plano físico e o astral da 3ª Dimensão e o plano denominado Supramental ou causal.
Então, se quiserem, não vamos mais falar da 4ª Dimensão, pois já ficamos confusos com a 5ª Dimensão, se falarmos da 4ª ou da 9ª, não vamos mais sair disso, não é?

***

Então, eu lhes dou todas as minhas Bênçãos.
Que toda a Luz se faça, totalmente.
Eu vou, agora, dar o lugar para a Mamãe, para a Efusão do Coração que é, certamente, mais importante do que o nosso falatório.
Então, eu lhes digo até muito em breve.
Eu lhes dou todo o meu Amor.


************

Mensagem do Venerável OMRAAM (Aïvanhov) no site francês:
10 de setembro de 2007

***

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com.br/
Postado por Célia G.

***

Transcrição e edição: Zulma Peixinho


************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário