Minicoletânea *Sobre os HAYOTH HA KODESH* - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação




“Os Hayoth Ha Kodesh e os Querubim estão na mesma relação porque eles fazem parte do que denominamos, na cabala, o triângulo Sefirótico superior.
Eles fazem parte do que vocês denominaram tronos, domínios e virtudes.
Os Querubim do fogo são as rodas de fogo que estão mais perto do coração do Pai.
Eles são aqueles que vão colocar em movimento a vida nas diferentes dimensões e nas diferentes manifestações.
Eles são a vibração essencial ligada ao fogo, mas, também, ao som.
Eles são aqueles que vão precipitar a criação de átomos, a criação de formas nos diferentes mundos.
Eles são responsáveis pela diferenciação, pela diversificação da vida na encarnação, nesta dimensão e em todas as outras dimensões.
Vocês são oriundos dos Querubim, o que não quer dizer que vocês sejam Querubim, mas que os Querubim colocaram em movimento as suas almas que estavam aglutinadas umas com as outras no nível da mônada central que vocês chamaram de D’us.
A atuação dos Querubim permitiu, ao mesmo tempo, um movimento de afastamento da FONTE.
A um dado momento, esse movimento de afastamento, por sua escolha pessoal, decidiu experimentar a separação da FONTE e dos Querubim, por ordem da mônada central, que decidiu atribuir vibrações sonoras, permitindo-lhes descer nos mundos de divisão nos quais vocês estão.
E isso foi a mesma coisa para o sistema solar, isso foi a mesma coisa para as estrelas, em seu aspecto visível, mas também invisível.
Portanto, os Querubim são as rodas primordiais da vida, são aquelas que permitem as manifestações múltiplas da vida, são elas que dão origem às galáxias, que dão origem aos sóis e aos planetas.
A música das esferas é a sinfonia que é ouvida pelos Querubim do seu sistema solar quando todos eles estão trabalhando.”
OMRAAM (Aïvanhov) (04.02.2007 - 2)
***



“Os Hayoth Ha Kodesh são os seres de fogo que estão mais próximos do Pai (A Fonte), são seres que jamais conheceram a encarnação, que jamais conheceram as Dimensões abaixo da 11ª Dimensão, são seres solares, são seres de fogo, são os Querubim, são seres que têm onisciência, onipotência, eles são capazes, por um simples olhar de fogo do seu ser, destruir sistemas solares, eles são capazes de criar os mundos, eles retransmitem fielmente a pulsação d’A Fonte, eles são capazes de fazer retornar para eles os seres que estão extraviados nas dimensões intermediárias. 
Eles estão, eu diria, mais próximos d’A Fonte, mas eles são aqueles, também, que guiam os movimentos planetários, os movimentos dos sóis e os movimentos das galáxias.
Eles são os elementos funcionais que permitem a manifestação do que vocês veem no céu.”
OMRAAM (Aïvanhov) (08.03.2007 - 2)
*** 
“Há uma Fonte Pai/Mãe, Una. 
Há Metatron que guarda o trono. 
Em torno do seu trono encontram-se os Quatro Viventes, os Hayoth Ha Kodesh, os Serafins.
Eles encontram, em meio ao desdobramento das Dimensões, em meio mesmo à sua Dimensão, sua equivalência, chamada de elementos.
Cada Hayoth Ha Kodesh ou Serafim primordial está em relação com um dos elementos.
Aquele do Fogo (e eu darei apenas este) é denominado Vehuiah. 
Ele é o gênio Criador do Fogo.”
ARCANJO ANAEL (06.10.2009)
***
“Assim como vocês são constituídos dos Quatro Elementos, do mesmo modo, vocês estão ligados aos Quatro Viventes, aos Quatro Hayoth Ha Kodesh, do mesmo modo vocês estão ligados a Quatro linhagens espirituais.”
ARCANJO ANAEL (27.03.2010)
***
“Os Quatro Pilares, denominados também Quatro Viventes, correspondem aos quatro Hayoth Ha Kodesh, Hayoth Ha Kodesh dos Elementos, Querubim em outras terminologias.
Esses Querubim reúnem-se de um lado a outro do Trono.
Eles são os Triângulos mais elevados circundando a Fonte e Metatron.
Eles são aqueles que vão revelar as formas estruturais em meio aos mundos.
Nota: A civilização dita dos Triângulos não é existente, em um universo específico, como os Hayoth Ha Kodesh. Eles estão em todos os universos, e em todas as Dimensões, sem isso, não haveria Vida.”
UM AMIGO (25.09.2010)
***
“Cada uma das suas Linhagens é, portanto, procedente, diretamente, dos quatro Pilares da Criação dos Mundos, em todas as dimensões, chamados de 4 Viventes ou de 4 Hayoth Ha Kodesh, representados, nesta Terra, pelos 4 Orientes ou os 4 Elementos.
Esses 4 Pilares sustentam o desenvolvimento de todas as Dimensões, em todos os universos, em todos os multiversos, em todos os superuniversos e em todas as Dimensões do espaço.
Vocês são, portanto, portadores, do mesmo modo, dessas 4 Linhagens.”
ARCANJO ANAEL (16.10.2010)
***
“Os Hayoth Ha Kodesh ou, se vocês preferirem, o que vocês chamam de Quatro Elementos, é o que foi chamado por São João (SRI AUROBINDO, quando ele foi São João), pelo que ele viu: os Quatro Cavaleiros. 
É o termo que utilizou também METATRON: esses Quatro Cavaleiros.
São os Hayoth Ha Kodesh (comandados por MIGUEL) que se transformam no seu próprio corpo, que conferem o acesso ao que vocês chamam, hoje, de Despertar, a transformação final, o acesso ao Estado de Ser (há muitas coisas que são similares, naquele nível).”
OMRAAM (Aïvanhov) (11.09.2011 - 1)
***
“Isso está ligado à ação dos Cavaleiros do Apocalipse, em vocês, que, eu os lembro, estão ligados, eles próprios, aos Hayoth Ha Kodesh, aos Elementos: cada um de vocês tem quatro linhagens estelares e cada linhagem estelar se revela, nesse momento.”
IRMÃO K (31.08.2012)
***
“Eu vim forjá-los, na sua Eternidade, pelo Fogo do Amor e da Verdade.
Neste espaço e neste lugar, precisamente entre a Nova Terra e a Antiga Terra, eu faço propagar o Fogo, e eu chamo os Quatro Querubim ou Hayoth Ha Kodesh, vindo revelar-lhes a sua natureza, ígnea e infinita (introduzindo e antecedendo nossas quatorze reuniões a acontecer todas as noites, às 19 horas (hora francesa), neste país), um após o outro: Cavaleiro do Ar, Cavaleiro da Água, Cavaleiro da Terra, Cavaleiro do Fogo, reunindo o Éter, agora.”
ARCANJO MIGUEL (17.10.2012)
***
Fonte: mensagens do site francês Autres Dimensions
*
Elaboração: Zulma Peixinho

Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário