ANAEL - 21 de agosto de 2011

Clique aqui para comentar esta publicação






Eu sou ANAEL, Arcanjo.
Bem amados Filhos da Luz e bem amadas Sementes de Estrelas, vivamos um instante e um tempo de comunhão.

... Efusão Vibratória...

Bem amados, eu venho, hoje, informar-lhes o conteúdo da mensagem da Luz Vibral.

Os espaços e os tempos em que a Terra vive, a Luz Vibral, em fase de revelação e de objetivação, vão, obviamente, apresentar uma mensagem.
Além da ação sobre vocês mesmos, Sementes de Estrelas, que trabalharam para estabelecer essa mensagem sobre a Terra, essa Transparência, a mensagem, hoje, vai propagar-se diretamente, dentro de pouco tempo, pela própria Luz, sem mais qualquer intermediário, qualquer que seja o Mensageiro.

Luz Vibral vem, de maneira coletiva e individual, colhe-os no estado da Consciência em que vocês estão.
Ela vem pedir-lhes, ela vem mostrar-lhes e demonstrar-lhes, com lucidez, Inteligência e Amor, aí onde vocês estão.
Ela vem perguntar-lhes aonde vocês podem ir.
Ela vem, portanto, para cada um, pôr face à Verdade, não a sua, mas a Verdade da Luz.

Nesse Face a Face, chamado a ser vivido, cada um aquiescerá ou recusará a mensagem da Luz Vibral.
Ela vem perguntar-lhes o que vocês querem Ser, o que vocês querem fazer e qual é sua Evolução.
Para isso, nos mecanismos (de momento, não perceptíveis para o conjunto da humanidade não ainda Despertada, não ainda em face da Luz), ela põe o conjunto da humanidade, cada um, em seu exato lugar.
Ela vem colocar a consciência do homem face a um dilema.
Esse dilema não é mais uma escolha.
Esse dilema não é, tampouco, uma liberdade, mas, efetivamente, uma Graça.
E a Graça vem perguntar, a cada um, se cada consciência deseja e pode instalar-se na Graça, sair da Dualidade, prosseguir a Dualidade ou viver a Unidade.

O estado preciso no qual cada consciência encontra-se (como idade, como situação, como posição, como humor e como emoção) corresponde, muito exatamente, nas primícias que vocês vivem disso, a esse Face a Face que cada ser humano tem a viver.

A mensagem da Luz Vibral é, portanto, extremamente simples.
Estabelecendo seu Reino, ela vem perguntar-lhes: onde está seu Reino?
Ele está no efêmero e na experiência do efêmero?
Ele está nas relações e no apego?
Ou, então, ele está na Liberdade, a mais total?

Ela vem confrontar as zonas de resistências presentes em vocês.
Ela vem, independentemente de qualquer vontade que poderia ser a sua, revelar-lhes as últimas resistências e, sobretudo, fazê-los levar, sobre si mesmos, um julgamento, exato e equitativo, sobre o que vocês São, em Verdade.

Há, portanto, no que foi chamado por São João, o Julgamento Final, a capacidade, para cada consciência da Terra, de viver e de experimentar, em toda lucidez, em toda Transparência, sem hipocrisia e sem possibilidade alguma de dali escapar, de viver esse Julgamento realizado por vocês mesmos.
Isso permite apreciar, ou não, a distância entre o que é cada um de vocês, naquele instante, e o que podem ser vocês, na Unidade.
Assim, cada um e cada uma, com a mesma dose de Amor e de Unidade, será posto(a) face de si mesmo(a), face do conjunto do que faz a vida na personalidade, qualquer que seja o estado dessa personalidade, qualquer que seja o grau de Transparência já acolhido e manifestado.

Cada um deve, agora, decidir, nesse Face a Face, ou deixar a Luz estabelecer-se, inteiramente, ou resistir, ainda e sempre, ao Reino da Luz.
Os dois mundos que estavam, até o presente, nessas duas Dimensões separadas, em fase (como lhes foi dito por Irmão K) de sobreposição, vão entrar em fase de contradição, que a tudo se opõem.

A Graça não pode deixar existir a Dualidade.
A Dualidade não pode deixar existir a Unidade.
Assim, a consciência de cada ser humano vai encontrar-se face disso: penetrar o tempo da Graça ou penetrar o tempo da não Graça.
Penetrar esse Abandono à Luz ou penetrar a resistência.
Cada um deverá posicionar-se.
Cada um deverá ajustar-se ao seu exato lugar, ajustar-se à sua exata frequência.
Mas ninguém poderá manter a Ilusão de qualquer Unidade ou a Ilusão de qualquer Dualidade, em função do estado do Espírito, da Revelação do Espírito de cada um em sua alma e nesse corpo.


A Luz vem realizar a Promessa e o Juramento da FONTE e, também, o Anúncio, pelo próprio CRISTO, do Retorno do Mensageiro, o mais elevado, aqu’Ele que vem perguntar-lhes, uma última vez: vocês querem segui-Lo na Vida ou vocês querem permanecer na morte?
Essa morte é muito relativa porque, como vocês sabem, o conjunto da humanidade é liberado das armadilhas do confinamento, sem, no entanto, ser Liberado do peso da densidade.
A lembrança será, contudo, para cada alma, a presença da Luz efetiva (qualquer que seja a densidade escolhida, qualquer que seja a posição escolhida, qualquer que seja o mundo escolhido), pela Vibração de sua própria Presença.

Assim, os tempos são cumpridos, isso vocês compreenderam.
Assim, os Tempos cumprem-se, isso vocês o vivem.
O que acontece em sua consciência, o que acontece em sua vida, quaisquer que sejam os elementos, quaisquer que sejam as circunstâncias, quaisquer que sejam os motores, será, muito exatamente, o que vocês devem ter face a face, nesse Face a Face.

De sua faculdade de viver a Alegria, de sua capacidade de alinhamento decorrerá sua consciência, seu humor, seu comportamento, sua própria Alegria ou sua ausência de Alegria.
A Alegria será, aliás, o testemunho infalível de sua aptidão para posicionar-se na Luz Una, na Graça, porque a Graça é Alegria, e a resistência é sofrimento.
A resistência faz parte da densidade, ela faz parte da oposição à Vibração Una.

Cada um e cada uma vão, doravante, no espaço de suas noites, no espaço de seus dias, no espaço de sua vida a mais comum viver, dentro de poucos dias, esse Reencontro e viver a mensagem da Luz.
Essa mensagem da Luz é centrada na própria Luz.

A Luz vem perguntar: você quer ser o que eu sou ou você quer continuar o que você é?

Alguns viverão essa Fusão, chamada, também, Dissolução na Luz Una.
Alguns viverão um estado de florescimento, de Alegria importante.
E outros resistirão.
Não haverá mais possibilidade de hipocrisia.
Não haverá mais possibilidade de evasão.
Não haverá mais possibilidade de enganar a si mesmo ou a vida.
Cada um será levado a Ver-se, na Transparência a mais total da Luz.

É claro, o fato de não ver e de não se ver corresponderá à resistência a mais importante nessa fase de revelação e de ruptura dos últimos envelopes, tanto da Terra como de seu Coração.
Assim, dentro de bem poucos dias, pouco após um anúncio intermediário de MARIA, que lhes desvendará os resultados dessa situação, dos quais eu esboço o resumo, cada um vai encontrar-se, realmente, em face de si mesmo.
E unicamente em face de si mesmo.

Lembrem-se, naquele momento, de que o conjunto de circunstâncias de sua vida faz parte de suas circunstâncias Interiores, e que não pode ser diferentemente.
Que, ainda que a consciência fragmentada venha a rejeitar a Graça que se apresenta, então, não pode haver qualquer falta, não pode haver qualquer responsabilidade, não pode haver, tampouco, qualquer culpa porque, naquele momento, cada um e cada uma viverão, muito precisamente, o que deve advir à sua própria consciência.

O Tempo que vive, e que se vive, desde a abertura da Porta Posterior do Coração, que corresponde, vocês compreenderam, à abertura total do último envelope terrestre, ainda um pouco intacto, vai traduzir-se pela balbúrdia completa e a transformação total das próprias circunstâncias de crenças do humano, no que é a vida e no que ela não é.

CRISTO dizia àqueles que queriam segui-Lo, para deixar os mortos enterrarem os mortos.
O que é que morreu?
O que morreu é o que não é o instante da Presença.
O que morreu é o que não está instalado, em Consciência, inteiramente, no instante do Presente, de HIC e NUNC.

Os Quatro Pilares devem, agora, ser integrados, não tanto como uma conduta exterior, moral ou outra, mas vividos na Verdade Vibratória do Instante que se revela, a fim de colocarem-se nas Fundações de sua nova Vida, de sua nova Consciência, de seu novo Ser: aquele de Verdade, aquele de Leveza ou, ao contrário, aquele da densidade.
E ninguém poderá subtrair-se, ninguém poderá evitar o que advém porque, o que advém concerne à totalidade da humanidade Una, em todas as suas potencialidades, em todas as suas diferenças, em todas as suas Evoluções e em todos os seus estados, porque é ao conjunto que, hoje, a Luz vem entregar sua mensagem.

A mensagem vai aparecer-lhes cada vez mais claramente, tanto em vocês como no exterior de vocês.
Ela vai aparecer-lhes cada vez mais claramente em suas relações, no que se junta e no que se afasta de vocês.
Nas próprias circunstâncias que sua vida é chamada a manifestar nesse mundo, que vão corresponder, integral e inteiramente, ao que vocês foram capazes de co-criar.

Esse instante, como foi enunciado por vários Anciões, é, muito exatamente, o Instante que vocês têm a viver.
Nada é deixado ao acaso.
Nada é deixado a qualquer sorte ou azar porque, definitivamente, quando a Luz Vibralentrega sua mensagem, inteiramente, cada coisa encontra-se em seu lugar.
Não pode haver mau lugar; não pode haver qualquer má localização; não pode haver qualquer coisa não correta no que vocês têm a viver doravante.

Quaisquer que sejam as circunstâncias, qualquer que seja o lugar, feliz ou infeliz, lembrem-se de que a Alegria não dependerá, jamais, de qualquer circunstância exterior.
Lembrem-se, naqueles momentos, de que jamais uma satisfação duradoura pode existir ou manifestar-se na dualidade.
Lembrem-se de que existe, em vocês, um espaço Sagrado, que cada ser pode, se ali se Abandonar, viver, inteiramente.


A Luz instala-se e ela não se instala em outro lugar que não no Interior de sua Consciência.
Ela vem estabelecer-se, se vocês deixaram o lugar limpo em seu Coração.
Ela vem estabelecê-los na Unidade, na Alegria, na Graça e na Verdade.


Para isso, é necessário estar lúcido sobre tudo o que pode ainda resistir em cada um.
É preciso, também, que cada um de vocês esteja lúcido de que nada poderão levar nessa nova Consciência, exceto você mesmo, em Consciência.
Nenhum objeto, nenhum ser, nenhuma aquisição, nenhuma materialidade pode subsistir na Graça.

Os instantes que se instalam são instantes de Alegria, renovada a cada minuto, a cada sopro, para aquele que acolhe a Luz em seu Templo; para aquele que recolhe a Essência do Espírito em seu Templo.
Então, para este, quaisquer que sejam as circunstâncias de seu ambiente, que serão, elas também, muito precisas, então, a Alegria da Consciência Una será afixada, manifestada, patente e permanente.
Numa permanência cada vez mais intensa, numa permanência cada vez mais evidente, que permite à Consciência estabelecer-se, definitivamente, em seu Reino, aquele da Unidade, aquele do Caminho, da Verdade e da Vida.

As resistências, é claro, vão aparecer de maneira cada vez mais flagrante porque, de uma maneira geral, nesse mundo, o que morre resiste, o que morre não quer jamais morrer, porque o que terminou recusará, sempre, sua finitude.
O paradoxo está nesse nível.

A consciência humana, fragmentada, é, obviamente, finita.
Ela é inscrita num âmbito temporal e espacial de início e de fim.
Ela não pode conceber a si mesma, e por si mesma, que existam estados múltiplos do Ser que nada mais têm a ver com a experiência chamada encarnação; que nada mais têm a ver com a experiência chamada separação; que nada mais têm a ver com o que é chamado o confinamento.
Assim, vocês deverão, em Verdade, estabelecer-se na Liberdade ou resistir no confinamento.

O conjunto do que lhes é proposto, e que lhes será proposto, a cada um e a cada uma, é apenas a expressão, a mais bem-sucedida, da Lei de Atração e de Ressonância, que deve manifestar-se quando a Luz entrega sua mensagem, nesses instantes os mais finais e os mais conduzidos.

Assim, em sua consciência, qualquer que seja seu caminho, qualquer que seja sua estrada, caberá a vocês portar uma ordem de prioridade, uma ordem de importância ao que vocês são.
Caberá a vocês escolher, não mais, simplesmente, para um futuro ou uma evolução, mas, real e concretamente, em cada Instante de sua vida, de cada sopro que os animará ainda sobre esse mundo para permitir-lhes, realmente, estabelecer-se na Unidade ou resistir à Unidade.

Lembrem-se de que a Luz entrega sua mensagem e de que, jamais, ela julga ou condena.
É apenas um princípio de Graça, um princípio de Liberdade e do que é chamada, efetivamente, a verdadeira Retribuição.

CRISTO dizia: «Que lhe seja feito segundo sua fé, que lhe seja feito segundo sua Vibração, que lhe seja feito segundo o que você pensa, que lhe seja feito segundo o que você ama, que lhe seja feito segundo como você ama».
Assim, cada minuto e cada sopro desse espaço de tempo que é aberto agora a vocês levá-los-á a experimentar e a manifestar isso, com uma acuidade cada dia maior, com uma Transparência cada dia mais reforçada.
Com mecanismos de vida que mudarão, de maneira extrema, de maneira rápida, mas isso já lhes foi anunciado pelo Anjo METATRON (ndr: ver, em nosso site, neste link, a canalização do Senhor METATRON de 7 de agostohttp://portaldosanjos.ning.com/profiles/blogs/arcanjo-metatron-7-de...).
Resta, agora, conscientizarem-se disso, inteiramente, sobre esta Terra, e é o que se abre dentro de algumas semanas que são, agora, presentes.


Lembrem-se de que, no Interior de vocês, existe um espaço independente de todo exterior, existe um Templo e uma Consciência, que é a FONTE, que é a Totalidade, que é a Alegria, que é a Felicidade.
Nada de tudo isso pode existir em qualquer exterior.
O exterior que se manifestará a vocês a cada dia será apenas, em definitivo, para encorajá-los a encontrar o que é essencial em vocês, e o que está em vocês.
Cabe a vocês vivê-lo.
Cabe a vocês deixá-lo emergir.
Cabe a vocês estabelecer-se em sua nova Morada.
A Consciência que vocês portam e a Consciência que vocês são é diretamente oriunda disso.

Aí está a mensagem da Luz Vibral, tal como ela vai revelar-se, de maneira cada vez mais evidente, cada vez mais premente, cada vez mais abundantemente.

Então, é claro, até 26 de setembro, alguns seres continuarão sua vida estritamente como se nada fosse.
Então, será necessário dizer, como CRISTO disse: «Pai, perdoe-os, eles não sabem o que fazem».


A consciência fragmentada quer, por vezes, ir à extrema fragmentação, ou seja, resistir à Verdade, resistir à Graça, resistir à Alegria.
E, aí também, para cada um e cada uma de vocês, nada há a declamar, nada há a reclamar, nada há, ainda menos, a impor a ninguém.
Há apenas que aquiescer à Luz.
Há apenas que suster, pela Vibração do Coração Um, o caminho de todos aqueles que fazem parte, de uma maneira ou de outra, de seu ambiente, porque vocês sabem que esse ambiente está também em vocês e que, assim, portanto, o que poderá ser observado, tanto junto ao seu vizinho, como ao oposto do planeta, faz parte de vocês.


É nessa aquiescência à Luz, à sua mensagem, ao seu apelo, que vocês se julgarão a si mesmos.

Mas esse Julgamento não é uma condenação; é, simplesmente, uma atualização de seu estado Vibratório, uma atualização de sua consciência, que lhes permite estabelecer-se no que vocês vieram estabelecer nesse instante preciso.
Ninguém é julgado e ninguém pode ser juiz de ninguém.

Sejam apenas um Julgamento que é uma constatação, clara, nítida e precisa, entre a luz fragmentada, falsificada e a Luz Una; entre a consciência fragmentada de cada um e a Consciência Una ou Corpo de Existência.

Esse Face a Face é-lhes anunciado desde tempos imemoriais.
Vocês dele viveram as transformações e as primícias, que permitem àqueles que seguiram e viveram as Vibrações, viver esse instante na Plenitude de sua Graça.
E, aliás, a Luz, a Vibração permitir-lhes-á escapar, sem fugir, do que quer que seja, de todo julgamento e de toda manifestação violenta, porque vocês terão, de algum modo (a partir do instante em que a Graça os tiver fecundado inteiramente), escapado das próprias condições da separação.
O corpo que vocês habitam será, realmente, vivido, em Consciência, como uma vestimenta e não como a Verdade.
Naquele momento, vocês poderão viver o que é a Consciência nua e Una, a Consciência que não é mais dependente do que quer que seja além de sua própria Liberdade, de sua própria Graça.

Lembrem-se, também, de que, naqueles momentos, a única verdade, a única autenticidade não pode, de modo algum, vir de qualquer exterior, uma vez que esse exterior está, já, em vocês.

Da distância ou da coincidência que existe entre vocês e o exterior, de sua capacidade para estabelecer-se na Graça estará presente, então, ao redor de vocês, a Graça.

Se existe resistência, oposição, então, seu ambiente reportá-los-á à imagem disso.
O que quer que seja e o que quer que lhes seja remetido, lembrem-se de que a mensagem da Luz é, antes de tudo, para estabelecerem-se em sua Luz.
Como Filhos da Lei de Um, Filhos da Luz Una, então, resta-lhes conscientizar-se disso, manifestá-lo, na totalidade, inteiramente, em Verdade, porque aí está o Caminho, aí está a Vida, porque aí está a Unidade.

CRISTO, na Essência do Sol, vem cumprir o que Ele mesmo havia anunciado, na Consciência Una do humano.
Tudo o que nós desvendamos, nós, Arcanjos, Anciões, Estrelas e Povos dos Mundos Livres encontra, hoje, sua finalidade, sua realização e sua concretização no real que é o seu.

Então, bem amados Filhos da Lei de Um, bem amadas Sementes de Estrelas, cabe a vocês viver o que vocês têm a viver.
E cabe a vocês saber se vocês integram a Alegria ou se vocês integram a resistência.
Determinar-se tornar-se-á cada vez mais fácil, Vibratoriamente, se vocês mantêm presente na consciência que, qualquer que seja o estado desse corpo, que qualquer que seja o estado de suas relações, que qualquer que seja seu estado de humor, existe um estado de Ser no qual nada de tudo isso pode interferir, no qual nada de tudo isso pode alterar, mesmo, o que é Um.
E isso está em vocês, de toda a Eternidade.

Simplesmente, a ruptura do último véu, iminente (como vocês verão, tanto em seus Céus como em vocês), abre-lhes as Portas, escancarando-as, após ter passado a Porta Estreita do acesso à sua Unidade, inteiramente.

Não existe qualquer freio, qualquer obstáculo que possa alterar ou impedir isso, exceto seu livre-arbítrio, exceto o que é chamado o medo ou a resistência, mas que não é vocês.
Mesmo se, frequentemente, o ser humano, nesse corpo de carne, sinta-se falível (porque ele o é), sinta-se limitado (porque ele o é), mas o Ilimitado está aí.
É a mensagem da Luz Vibral.
É a mensagem da Última Revelação.
E será, sobretudo, a Reunificação final da Tri-Unidade, de 26 de setembro.

Bem amados Filhos da Luz e bem amadas Sementes de Estrelas, abro a vocês, novamente, um espaço de comunhão, mas, também, de questionamento, exclusivamente em relação aos elementos que o Conclave pediu-me para dar-lhes hoje.

Não temos perguntas, agradecemos.

Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes de Estrelas, assim, a cada dia, a comunhão em sua própria Presença tornar-se-á mais fácil.
Ela virá iluminá-los, cada vez mais, nos elementos que acabo de levar ao seu conhecimento.

Bem amadas Sementes de Estrelas, aqui e em outros lugares, vivamos um espaço de comunhão, e eu deixarei a palavra e a Vibrância ao Arcanjo URIEL, em alguns instantes.

Que a Graça seja sua Presença.
Eu sou ANAEL, Arcanjo.

... Efusão Vibratória...

Até breve.
_______________________

Mensagem do Bem Amado ARCANJO ANAEL no site francês:


21 de agosto de 2011
(Publicado em 22 de agosto de 2011)

***

Versão para o português: Célia G.

Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário