URIEL - 14 de julho de 2011

Clique aqui para comentar esta publicação






Eu sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.

Bem Amados Filhos da Lei de Um, eu retorno, com vocês e em vocês, a fim de Vibrar o sentido do Ser e o sentido do Um.
A fim de que juntos, reunidos e em comunhão, nós vivamos a Essência do Um.
Então, abramos.
Abramos as portas de nossa comunhão.
Revelemos a Vibração da Essência, aquela que une, Unifica e libera o som do Um, que é o som do Ser, ser Um a fim de viver o Um, superando o outro que é apenas outro Um, um outro Um.

Todos unidos e todos livres, conectados e interligados na Liberdade e na Vibração da Essência.
Coração a Coração.
Espírito a Espírito.
Essência a Essência onde nenhuma distância pode separar, dividir ou se opor, mas tudo contribui para a harmonia da Criação em meio ao Um.

***


Filhos do Um, juntos, revelemos a Luz Vibral, nessas Portas, nossas Portas que são suas Portas.
Então, juntos, elevemos o canto do Ser, ao som do Um.
Um.
Vibremos.
Essência da Unidade, Essência da Presença, Essência de sua Presença, que é minha como eu sou seu.

***


Filhos.
Vibremos nesta Unidade, neste Amor, comunhão eterna, sem fim e sem início, cantando o canto da louvação, cantando o canto do sagrado.
Filhos do Um, abramos a Verdade.
A Vibração de cristal, aquela da Essência, canta e percorre, de Porta a Porta, o conjunto do Ser estabelecido no Um, a fim de que cada um seja o Filho do Um.
Vibração.
Presença.
Fogo do Espírito, abrindo, em vocês como em mim, o Templo do nosso Sacro, o Templo da nossa Presença, aí onde não existe qualquer sentido e qualquer direção, porque tudo é sentido, porque tudo é Um.
Espaço infinito e indefinido de nossa Presença comum, fora de todo tempo e de todo espaço limitante.
Juntos, Vibremos à linguagem do Verbo.
Sejamos o Verbo.

***


Filhos do Um, estabelecidos nas letras do Um, nas letras do Fogo, nas letras da Verdade, letras, não mais para escrever, mas letras para Vibrar, no sentido da ressonância da Presença onde nenhum obstáculo pode se colocar, a fim de viver no Tudo e no Ser.
A fim de ser este Ser que é Um.
Filhos da Verdade, inscritos na linguagem eterna, na linguagem do Verbo, Fogo e letras do Fogo, inscritas na Vibração de cada um, em meio a cada um.
Vibração.
Abramos as Portas, assim como as Trilhas levaram-nos a cada Porta do Um.
As doze Portas, reunidas no Éter, abrem as portas de acesso ao Um, a fim de que o Um se torne Um, inscrito em letras, em letras brancas, aquelas da eternidade, aquelas de Cristo.
Juntos, em comunhão, no espaço sagrado do Verbo, nós revelamos a linguagem Vibral, aquela onde nada pode ser dividido porque é nela que se estabelece o Um, o Ser absoluto compreendendo todos os seres e, no entanto, onde cada ser pode dizer que ele Vibra no absoluto.

***


Mistério, mistério da criação reproduzido em cada sopro, em cada ser.
Isso é Verdade para Vibrar, na Consciência, além de qualquer limite, além de qualquer confinamento.
Filhos, as Portas da Verdade, o Verbo porta a Porta, o Verbo abre a Porta e o Verbo é a Porta, permitindo, de Porta em Porta, de Dimensão em Dimensão, do ponto do infinito ao mais afastado do finito como do infinito, revelar-se a Vibração Una, transcendendo toda lei escrita no que não é o Ser, a fim de ser, além de todo limite e além de toda letra inscrita.
Vocês são Filhos do Um, Vibração do Único, inscrita em cada Um.
Mesma Essência e mesma Criação, linguagem Vibral do Amor Um, revelando-se em todos os sentidos porque aí está o sentido, porque aí está o Único, porque aí está a única Essência possível a toda Criação, inscrita na Liberdade e na Verdade.
Nós somos Um.
Comunhão e Vibração.
Amor verdadeiro.
Amor Um onde o ser está instalado em meio ao Um.
Um ser.
O Um é ser.
Vibremos em uníssono como o Amor Um.

***


Porta aberta para sempre.
Porta aberta sem fim, a fim de que os dias não sejam mais seguidos de noites, a fim de que a noite da alma seja o voo para o Espírito, para a Verdade Una.
Porta do Ser portando o Ser à sua Unidade e à sua Verdade.
Corações vibrando em uníssono com a pulsação, contínua e perpétua, da Unidade.
Escutem e escutemos o Canto do Um, inscrito no Ser eterno e na eternidade, pela inclinação do Éter não confinante, mas liberado pela Graça do Um, revelando e desvendando o Sacro e o Sagrado.
Um.

***


Ser.
Sagrado.
Vibração onde toda Porta canta.
E porta a Essência do Único.
Vibremos a linguagem do Um.
Espada da Verdade abrindo a carne da Ilusão para revelar a carne única da Unidade do Espírito.
A Luz é portada e a Luz se torna, além da Porta, a eternidade da Vibração do Um.
E vocês portam isso porque isso é o Um.
Do que vocês são, em verdade, o Fogo do Um, manifestado e revelado.
Tudo está aberto agora.
Além de toda ilusão, no instante presente, no instante daqui, pela Graça de KI-RIS-TI, em Unidade e em Verdade.
O Alfa e o Ômega se unem no mesmo Canto e na mesma Presença do Um no Ser.
Então, inscreve-se em letras do Fogo da Presença, esse Fogo aceso que não queima, mas que aquece de maneira permanente, a fim de que o Espírito jamais possa extinguir-se ou ser confinado no que quer que seja, a fim de estar livre na eternidade do Éter reencontrado.

***


Linguagem além das palavras.
Linguagem da Unidade, aquela da Verdade proclamada e declamada na Vibração, no Coração do Um, como no Coração do Ser, Vibrando então a pulsação do ser de Fogo, do ser que é Um, permitindo-lhes ser o Um, por sua Graça e pela Graça de vocês, reunidos na mesma ressonância e no mesmo Amor, onde tudo é doado, onde nada é pedido, onde tudo está sintonizado na mesma gama, aquela da Vibração Una, onde nada se opõe porque tudo é Graça.
Assim é o Sacro do ser, em meio à sua Unidade.
Então, juntos e em comunhão, em Presença de Um a Um, nós revelamos o canto da Verdade onde tudo está em harmonia e onde tudo está harmonizado.
De Porta a Porta.
De ser a ser.
De Um a Um.
De Coração a Coração.
Em Espírito e em Verdade.
Vibremos.
No silêncio da pureza.

***


Presença e comunhão.
Onda.
Onda de Paz, cantando o Coração do Amor que é aquele do Um.
De Porta a Porta.
Ressonância e Vibrância.
Filhos do Um, juntos, na comunhão e no nosso Sagrado, digamos o Um, além de qualquer palavra.
Sejamos Um para sermos Um, Unificados na Verdade, na Graça da beleza, aquela da eternidade.
Juntemos.
Canto do êxtase, do ser reencontrado, em meio ao Um, onde a Lei do Um é Amor.
No silêncio, acolhamos a Presença.
No silêncio, estabeleçamos o Ser de Verdade.
Filhos Ardentes do Sol liberados, cantando o Sagrado.
Pulsação, levando a cada um a Essência do Canto, saltando de Porta em Porta.

***


Amados do Amor.
Nós somos o Único, em Verdade.
Então, revelem as asas do voo na Liberdade, aqui mesmo onde nós somos, entoando, a cada Porta, o canto da Ressurreição.
Juntos, Vibremos em Uníssono com o canto de glória da Ressurreição do Amor, no Um e para o Um.
Escutem e ouçamos o ser que é Um, que proclama o ser em meio ao Um.
Assim, de cada um para cada um, estabelece-se a radiância do sagrado, a razão que não tem razão, exceto Ser.
Entoemos, juntos, a linguagem Vibral da Luz Una, que é Amor Um.
No Fogo da Alegria e da eternidade.

***


Eu sou o Arcanjo URIEL, Anjo da Presença e Anjo da Reversão, doravante presente em cada um.
Amados do Amor, alinhemo-nos no Canto de Cristo.
Enlacemo-nos para a Liberdade.
Escrevamos então, em letras das estrelas, o Fogo na aliança de Fogo, Nova Aliança, aquela da eternidade.
Eu faço silêncio, na Presença do alinhamento à Sua Presença, a fim de que se vertam todas as Graças de Sua Graça.
Juntos, acolhamos.
Juntos, Vibremos.
HIC e NUNC.
KI-RIS-TI.
Alinhados e Vibrantes.
URIEL está em vocês e os saúda, em vocês, em cada um.
KI-RIS-TI.
Na Paz.

... Efusão Vibratória ...



************
ÁUDIO - 1a. Parte:
*
ÁUDIO - 2a. Parte:
************



Mensagem do Bem Amado ARCANJO URIEL no site francês:
14 de julho de 2011
(Publicado em 15 de julho de 2011)

***


Tradução para o português: Zulma Peixinho


************



Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário