MARIA -18 de julho de 2005

Clique aqui para comentar esta publicação





Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui

Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra.
Bem vindos a vocês, filhos de Luz, caras almas de Luz.

Meu coração regozija-se em sua presença, em nossa reunião.
Há, em vocês todos reunidos aqui, essa aspiração para a Luz autêntica que alegra meu coração.
Em todos vocês há essa centelha, há essa Luz autêntica, que os aproxima, cada vez mais, progressivamente e à medida de seu caminho de alma, desde seu nascimento e, sobretudo, depois de alguns anos, de sua Fonte, de sua autenticidade real de alma na encarnação.

Caras almas de Luz, os regozijos serão acompanhados desse amor no coração que se encontra, que se reforça, encontrando-se em si mesmo.
Há, em vocês, essa Luz Fonte, que é o reflexo da Fonte de suas almas, a Fonte Sol, a Fonte Terra, a Fonte central das galáxias.

Esse Sol, essa Terra, essa Fonte central, que está em vocês, faz almas autenticamente consagradas à Luz.
Apenas as vicissitudes de suas peregrinações de vida em vida vão, em alguns casos, obscurecer, velar a potência de sua Luz interior.

Mas hoje, desde pouco tempo, é permitido, graças a esse calor de Fonte, transcender, poder queimar, poder regenerar, totalmente, suas células, regenerar, totalmente, seus corpos, regenerar, totalmente, suas partes em sofrimento, reflexos de incompreensões, de ausências e de medos.

Isso se tornou possível pela efusão da Santa Trindade.
Isso se tornou possível pela ativação de alguns códigos específicos, que estavam presentes desde extremamente muito tempo e que se reativaram, há agora algumas poucas dezenas de anos, progressivamente, para chegar, hoje, nesses tempos presentes, ao que vem e ao que vem durante os sete últimos anos de sua terceira dimensão.

Regozijem-se, caras almas de Luz: as limitações que vocês conheceram, que vocês se forjaram a si mesmos e que foram, também, impostas do exterior, para permitir-lhes desenvolver, cada vez mais, sua Luz, que é sua herança, chega, hoje, à sua revelação, à sua plena potência.

Felizes as almas que compreenderem isso.
Felizes os corações que aceitarem, totalmente, essa nova dimensão da Luz em vocês, em seu planeta e em seus corações.

Esses sete anos devem ser vividos como um ensinamento o mais autêntico, o mais perfeito sobre o que vocês são, realmente, e não o que creem ser.
O que vocês são, realmente, caras almas, é a pureza a mais autêntica da Fonte, assim como meu Santo Filho, assim como o Arcanjo o mais alto, São Miguel, assim como os seres os mais evoluídos do extraterra ou, ainda, do intraterra.

Há, em vocês, a semente de todos os possíveis, e essa semente está pronta para eclodir, está pronta para derramar sua Luz em tudo o que faz suas sombras e suas limitações que foram desejadas, ainda uma vez, eu o repito: do exterior.
Isso faz parte de um caminho de evolução gradual de expansão de Luz, ainda que a aparência disso fosse completamente outra.

De fato, a Luz foi comprimida, condensada, endurecida, a fim de permitir, no momento vindo, liberar, totalmente, essa Luz, a fim de permitir um processo que alguns canais, aqui embaixo, chamaram «o fenômeno da ascensão».
Esse fenômeno é um processo altamente iniciático, no sentido transmutatório da vida celular, da vida do planeta, da vida do Sol e da vida do conjunto do Sistema Solar.

Haverá liberação dessa Luz confinada, que se condensou, que se comprimiu, que se reforçou, a fim de desabrochar, no momento vindo.
Há, em toda alma humana sobre este planeta, a necessidade de fazer tabula rasa, totalmente, de todos os condicionamentos, de todas as limitações que foram suas desde tantas vidas, desde mais de 50.000 anos.

É necessário matar todos os modelos antigos; é necessário estar, totalmente, presente ao que vocês são, estar, necessária e totalmente, na escuta do que diz sua alma, do que quer sua alma, do que quer sua Fonte e sua Luz central.

Nada mais tem importância que não essa encarnação no instante, da totalidade da realidade final do que vocês são, ou seja, uma Fonte de Luz.

É necessário aceitar, totalmente, e em toda humildade, que vocês são a Fonte de Luz que é capaz de transformar, de transmutar, de transregenerar, totalmente, esse planeta e esse Sistema Solar, a fim de fazê-lo resgatar o lugar que era o dele, há extremamente distantes milhares de anos.

Hoje, e unicamente hoje, nessa fase dos sete últimos anos que foi iniciada em 21 de junho de seu ano solar, até 21 de junho de 2012.
De ano em ano, vocês tomarão consciência, realmente, dessa Fonte que vocês são.
Vocês deverão liberar-se, totalmente, de todos os condicionamentos, de tudo o que vocês chamam os carmas, de tudo o que não é a Luz, de tudo o que não é a autenticidade, de tudo o que não é a pureza original que vocês são.

Nenhum sistema de condicionamentos, tanto ligado à linhagem como ligado a esse sistema de sociedade, deve impedi-los de percorrer o caminho de Luz que vocês tomaram.

Lembrem-se de que a lei do Pai está acima das regras sociais e das regras estabelecidas pelas linhagens, e regras estabelecidas pelos condicionamentos que vocês mesmos impuseram-se, mas, também, impostos do exterior, por essa compressão de Luz que vocês são.
Para seu bem, hoje, e unicamente hoje, é-lhes permitido, é-lhes possível, é-lhes, mesmo, solicitado, vigorosamente, para dirigirem-se, em total consciência, confiança e liberdade, para o que vocês são, realmente.

Eu sei que, em alguns casos, as limitações inerentes a essa terceira dimensão podem parecer-lhes obstáculos importantes ao acesso de sua Luz autêntica.
Entretanto, é um processo deliberado de sua alma, é uma atenção consciente de seu mental e de seu corpo emocional, que deve reconhecer e aceitar essa irradiação porque, progressivamente e à medida que vocês aceitarem o que são, e aceitarem essa Fonte autêntica que são, pouco a pouco as limitações inerentes às suas vivências passadas, aos seus condicionamentos poderão ser transgredidas, transmutadas e elevadas, a fim de permitir-lhes tornarem-se cada vez mais livres, cada vez mais serenos, portanto, cada vez mais vocês mesmos, portanto, cada vez mais em contato com sua Fonte, e, portanto, com a Fonte dos Universos, com o Pai eterno e com suas miríades de filhos de Luz que participam de sua constituição, mas, também, de sua elevação, de sua transmutação, de sua transformação e de sua elevação final.

Vocês devem aceitar o que são e rejeitar, totalmente, o que não são mais, o que vocês não têm mais lugar de ser, o que fez seus condicionamentos, suas educações, o que fez tudo o que vocês foram até o presente.

Sua alma e sua consciência devem integrar, completamente, essa nova aspiração de Luz, essa nova liberdade que lhes é insuflada um pouco mais a cada dia, que é responsável, também, por aqueles que não conhecem, ainda, infelizmente, essa vontade de transmutação de todo o conjunto do Sistema Solar, desses sofrimentos, dessas rupturas interiores, dessas tensões entre a vontade da alma e a vontade da personalidade que guarda tudo para ela.

Esse movimento de abertura da alma acompanha-se de uma explosão de Luz, progressivamente e à medida que vocês aceitarem deixar essa Luz desabrochar fora de vocês, progressivamente e à medida que esses véus sombrios que foram colocados iluminarem-se e acabarem por desaparecer, totalmente.

Hoje, é-lhes, enfim possível, por decreto Divino, por decreto da Luz, por decreto da evolução dimensional, aceitar ser Luz.
Isso está em respeito absoluto das Fontes e, sobretudo, dos juramentos que suas almas fizeram, há, efetivamente, muito tempo, de voltar a subir à Fonte após terem feito a experiência do distanciamento e da separação, a experiência da divisão, da dor, a fim de condensar, como eu lhes disse, essa Luz, que é o que vocês são, de maneira a, um dia, poder deixar explodir a semente e que a irradiação que vocês são inunde, transcenda e permita a transmigração planetária total para um estado dimensional em que a sombra não pode existir.

O que não quer dizer, longe disso, que a matéria deva desaparecer, mas a matéria deve elevar-se, deve transcender-se, deve iluminar-se do interior, a fim de tornar-se algo de mais sadio, algo de mais vibrante, mais em acordo com o Sol Central, com a Fonte central de onde vocês vêm.

Quaisquer que sejam suas origens cósmicas, quaisquer que sejam suas origens sociais, quaisquer que sejam suas origens de vidas passadas, vocês são, todos, a mesma Fonte autêntica.

Alguns de vocês o sabem, outros o ignoram, ainda desta vez, devido a um caminho que terão desejado prosseguir na obscuridade, com uma necessidade inerente a algumas dessas almas de descer ao mais profundo, ainda, da matéria e da dissociação, a fim de poderem, por sua vez, um dia, explodir de Luz, irradiar essa Luz.
Um dia, num próximo ciclo ou em outros ciclos.

Como vocês sabem, a escala de tempo nesses espaços não é, absolutamente, a mesma.
Essas almas farão, também, um dia, a experiência dessa transmutação, dessa transmigração planetária.

Caras almas de Luz, quantas vezes essas coisas foram ensinadas, repetidas, há agora um pouco mais de uma dezena de anos, com, a cada vez, um pouco mais de lucidez, de clareza?
Nós apenas podemos, dos planos em que intervimos, revelar-lhes tudo isso pouco a pouco, porque a revelação acompanha-se da tensão vibratória entre as zonas obscuras e as zonas luminosas.

Essa tensão vibratória provoca, certamente, inconvenientes ao nível do corpo, ao nível das consciências.
É por isso que a revelação faz-se, unicamente, passo a passo e, ainda, em um tempo extremamente acelerado, desde o que vocês viviam, desde 50.000 anos.

Há, nessas revelações dos planos de Luz, um desvendamento sucessivo do que vocês são.
Como sabem agora, vocês são a Fonte, vocês são o Sol, vocês são a Terra, vocês são o Sol Central, vocês são o Pai e a Mãe, vocês são o filho pródigo.

Vocês são essa alma luminosa que contém, em si, o possível e o tangível de todos os universos.
Todas as parcelas de Luz existentes no exterior de vocês estão, também, em seu interior.

Aí está, caras almas de Luz, essa mensagem de Luz que eu quis compartilhar com vocês, porque meu coração regozija-se, verdadeiramente, de estar em sua presença.

Tomem consciência do que acontece, totalmente, no meio de seu ser, em seu peito, dessa pulsação que salta, desse calor que os inunda, porque é o que vocês são: uma oração de amor, uma Fonte cristalina.

Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra.

Eu os amo e eu os abençôo, e aporto-lhes toda a minha Luz e agradeço-lhes.


***
Sugerido por Rosa Muruci

_________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/
Tradução para o Português: Célia G. leiturasdaluz.blogspot.com

Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário